Táxi para o Front – A Primeira Batalha do Marne – Primeira Guerra Mundial

militares marchando

No início da segunda semana de setembro de 1914 os alemães avançavam em direção à Paris, enquanto os ingleses e franceses reagrupavam as tropas para conter esse avanço. A perigosa guerra em dois fronts também garantia um avanço alemão na fronteira com a Rússia, fazendo com que os russos fossem deslocados na direção sul. E tinham se passado apenas duas semanas desde a vasta derrota dos russos no que ficou conhecida como Batalha de Tannenberg. Com uma nova repetição de derrota dos russos no dia 9 de setembro na Primeira Batalha dos Lagos Masurianos.

As recentes vitórias da Alemanha acabaram por segurar a possibilidade da Rússia em esmagar a Alemanha que demorava para chegar até Paris – segundo o Plano Schlieffen. A vergonha russa só não foi maior por causa das recentes vitórias conseguidas contra o Império Austro-Húngaro (aliado da Alemanha); somando mais de 324.000 vítimas austríacas.

Também nesta semana ocorreu o Pacto de Londres, que consistia em um trato garantindo que França, Inglaterra e Rússia lutariam juntas e não abandonariam a guerra com um tratado de paz em separado com Alemanha e o Império Austro-Húngaro.

Decisões pontuais na época, de continuar atacando os franceses e ingleses que recuavam fizeram com que a Alemanha perdesse uma oportunidade única de invadir Paris. Selando talvez o caminho que tomaria a Primeira Guerra Mundial durante a Batalha do Marne, com um estranho atraso do cumprimento do Plano Schlieffen.

Como todas as guerra a Primeira Guerra Mundial também tem as suas histórias fantásticas, e nesta época ocorreu o que é dito como a lenda dos táxis; na qual foram solicitados centenas de táxis parisienses para realizar o transporte de soldados para um campo de batalha nas proximidades de Paris.

Mais informações no vídeo abaixo do canal A Grande Guerra.

(com legendas em português!)

Assista o episódio anterior desta série, clique aqui.