O kit do iniciante em astrofotografia

Este texto é uma tradução do original ‘A Beginner Astrophotography Kit‘.

titulo do texto e estrelas ao fundo

Vamos falar sobre o mínimo de que você vai precisar para fotografar a Via Láctea.
Astrofotografia não exige tanto assim em termos de equipamentos e é bem provável que você já tenha a maioria dos itens nesta lista. Eu normalmente só coloco estes itens seletos na minha bolsa quando eu saio para fotografar a Via Láctea e raramente levo algo extra. Quanto mais simples o kit, menos você vai precisar se preocupar. Então, aqui está o essencial, com algumas das minhas recomendações para quem está começando:

1. Uma câmera digital SLR (DSLR) ou câmera com lentes intercambiáveis

camera digital sem lente
A maioria das pessoas que estão lendo este artigo provavelmente já tem uma digital SLR ou alguma outra câmera com lente intercambiável. Felizmente uma câmera é a coisa mais cara que você precisa para astrofotografia, além de uma lente. O melhor retorno para os investimentos será uma digital SLR com um sensor de imagem tipo 4/3, APS-C ou full frame.
A escolha da marca realmente não importa tanto assim. Se você está apenas começando, eu quase sempre sugiro as duas maiores marcas: Canon ou Nikon. Ambas as empresas fazem excelentes câmeras e cada uma tem enormes grupos de usuários dedicados e comunidades online expansivas para ajudá-lo. Dito isto, qualquer uma das outras grandes marcas são excelentes. A Sony, Pentax, Fujifilm, Olympus, Panasonic, ou Samsung: todas fazem excelentes câmeras e praticamente qualquer uma delas vai funcionar muito bem.
Ao escolher uma câmera, eu particularmente prefiro câmeras com tela traseira móvel, que torna mais fácil de utilizar quando a câmera está perto do chão.
Atualmente estou usando uma Sony A7S.
Melhor dos Melhores: Sony A7S, Canon 6D, Nikon D610
Excelência acessível: Fujifilm X-T1, Canon 70D, Canon 7D, Nikon D7100
Iniciante com orçamento mais apertado: Canon T5i, Nikon D5300, Sony A6000

2. Lente (objetiva) grande-angular (wide angle)

objetiva de camera digital
A Via Láctea é realmente muito grande. Digamos… gigantesca. A maneira mais fácil para capturá-la é usar uma lente grande angular que lhe permitirá enquadrar uma grande porção do céu. Em câmeras APS-C, fique com uma lente com uma distância focal de 24 mm ou menor. Em câmeras full frame: 35mm ou menor, e em sensores 03/04: 17 mm ou menor. Quanto menor a distância focal, maior será o campo de visão.
Essa lente de kit, tipo 18-55mm, que provavelmente veio com sua câmera? Essa lente é apenas boa para começar. Ao reduzir até 18mm, terá um belo campo de visão amplo e deve ser capaz de capturar uma parcela significativa da Via Láctea.

Para resultados ainda melhores, você provavelmente vai desejar uma lente “rápida” com uma abertura f/ menor. Eu geralmente recomendo lentes com ordem de abertura de f / 2.8 ou inferior. Quanto menor o número, maior a abertura da lente e mais luz que se pode coletar para expor as estrelas fracas no céu à noite. Confira o meu guia sobre como escolher uma lente para a fotografia da Via Láctea para saber mais sobre lentes rápidas. Minha lente favorita para câmeras full frame ainda é o Rokinon 24mm f / 1.4.
Melhor das melhores: Sigma 18-35mm / 1.8, Sigma 35mm/ 1.4, Rokinon 24mm/ 1.4, Nikon 14-24mm / 2.8
Excelência acessível: 11-18mm Tokina / 2.8, Rokinon 12mm/ 2.0, Rokinon 10mm / 2.8, Rokinon 16mm / 2.0, Rokinon 35 mm f / 1.4
Iniciante com orçamento mais apertado: Rokinon 14mm f / 2.8, Rokinon 8mm f / 3,5 Fisheye, Rokinon 8mm f / 2.8 Fisheye II

3. Tripé

tripe e céu estrelado ao fundo
Qualquer pessoa seriamente interessada em fotografia deve investir em um tripé decente. Para astrofotografia é essencial. Você só precisa de um, e é provável que um bom tripé irá durar mais que todos os seus outros equipamentos de fotografia.
Há provavelmente um milhão de tripés para escolher, mas existem algumas coisas que você deve procurar ao escolher um para astrofotografia:
Em primeiro lugar, eu recomendo tripés compatível com uma cabeça tipo ballhead. Evite a todo custo tripés com cabeça tipo Panheads, eles dão uma dor de cabeça para fazer o enquadramento e tem um leque mais limitado de movimentos se comparado com um de cabeça tipo ballhead.
Em segundo lugar, o tripé deve ser rígido e estável. Certifique-se que você não está muito perto de exceder a capacidade de carga recomendada do tripé e considere um feito de fibra de carbono em vez dos feitos com alumínio. A fibra de carbono é mais rígida e mais leve do que o alumínio, por isso é um ótimo material para tripés. Tripés de carbono também diminuíram drasticamente de preço e agora são bastante acessíveis.
Finalmente, certifique-se que não é muito pesado. Esta é a última, mas, sem dúvida, a dica mais importante em um tripé. Se você está comprando o seu primeiro tripé, eu recomendo mantendo-o mais leve do que uns 2,5 kg. Sério. Qualquer coisa mais pesada provavelmente vai ser muito grande e pesado para carregar. Você não deve hesitar em levar um tripé para onde quer que for. Quanto mais leve melhor. Eu uso atualmente uso o pequeno Sirui T-025X, que pesa menos de 1 quilo.
Melhor dos melhores: Qualquer coisa do Really Right Stuff
Iniciante com orçamento apertado: Dolica prolina, Dolica Carbon
Compactos e ultraleves: Sirui T-025X, Manfrotto BeFree Carbon

4. Lâmpada de cabeça

homem com ceu ao fundo
Você vai precisar de suas mãos livres para lidar com sua câmera em ambientes escuros, então definitivamente use uma lâmpada de cabeça (headlamp). Você vai usá-la para ajudar com o foco, você vai usá-la para ajudar a encontrar os botões da câmara, e você vai precisar dela para evitar tropeçar em arbustos e rochas e criaturas da noite.
Verifique se o seu farol tem um modo de vermelho tipo “visão noturna”. Uma vez que você está fazendo as configurações iniciais, o modo vermelho vai ajudar você a manter sua visão da noite para ver no escuro melhor e não irá interferir com outros astrônomos em seu grupo.
Eu recomendo fortemente a lâmpada de cabeça Petz. Tive lâmpada que falharam tanto da Black Diamond quanto da Energizer, mas eu nunca tive um Petzl que falhou, bata na medeira(!). Elas são à prova de intempéries, iluminam bem, eficientes e confortáveis.

É possível mudar diretamente para modo de vermelho na maioria de suas lâmpadas de cabeça, para que você não se cegar quando ligá-lo novamente e todos eles têm incrível vida útil de bateria. Quando as baterias estiverem fracas, eles avisam com uma luz indicadora e alternam automaticamente para um modo de economia de energia para manter a luz por horas de reserva adicional. Eu pessoalmente uso uma versão mais antiga, a Tikka XP2 em todas as minhas saídas para astrofotografia.
Melhor dos melhores: Petzl Tikka RXP
Acessível: Petzl Tikka XP
Iniciante com orçamento apertado: Petzl Tikka +

Itens opcionais

Os itens acima são tudo que você precisa para começar a fazer astrofotografia, mas há algumas coisas extras que podem ajudá-lo:

Intervalômetro (controle remoto)
Um intervalômetro é um temporizador remoto que se conecta a sua câmera. Ele permite que você faça duas coisas: exposições mais de 30 segundos e disparar sequências timelapse. Eles são baratos em torno de US $ 20 e pode vir a calhar com astrofotografia.
Barato e adequado: Neewer Intervalometer

Aplicativo para astronomia
Como você está começando com astrofotografia, eu recomendo usar um aplicativo de smartphone como o Stellarium ou o Sky Guide para ajudar a encontrar a Via Láctea. Se você estiver em uma área bastante escura, deve ser fácil de encontrar com os olhos, mas um app irá tornar a tarefa muito mais simples
iOS: Sky Guide, PhotoPills, Stellarium
Android: Stellarium

Uma dica final Veja se a sua câmera está com as baterias carregadas, sua lâmpada de cabeça tem baterias novas, e se você tem a mão alguns cartões de memória. Vamos começar! Uma vez que tiver esse kit, você estará pronto para fotografar! Dê uma olhada no Astrofotografia 101 para aulas sobre exposição, processamento e outras dicas e técnicas sobre astrofotografia.

Primeira vez? Dê uma olhada na lição sobre Como fotografar a Via Láctea.

ATENÇÃO (AVISO DO GLÚON BLOG) – Este texto é uma tradução do original ‘A Beginner Astrophotography Kit
‘ que está disponível em licença Creative Commons no site Lonely Speck. Os links originais foram preservados sem alteração do Glúon Blog.

One Response

  1. Camilo S. Bezerra jun 18, 2017

Escreva um comentário