Não Cometa esse erro

Não resisti e deixei o título com um trocadilho a lá Regis Rösing.
Com o atual show do cometa McNaught podemos lembrar do fiasco que foi a última passagem do Halley. A mídia fez promessas que seria um evento maravilhoso e muito bonito de se observar. Só que o resultado foi fraco e não emocionou os leigos em astronomia. Naquela época eu ainda era criança. Uma das coisas que lembro é que algumas pessoas comentavam que a cauda do cometa era tóxica e que poderia envenenar a atmosfera da Terra. Agora, dispondo da internet, fui procurar mais informações sobre esse alarmismo. E encontrei mais do que esperava! A história da toxicidade do cometa também ocorreu na passagem anterior do Halley, em 1910.
http://stardust.jpl.nasa.gov/overview/comets.html
Aproveitando a oportunidade alguns charlatões começaram vender produtos homeopáticos para curar a “febre o cometa”.
A cauda de cometas pode realmente conter elementos tóxicos, mas é tão dispersa e fraca que não tem intensidade para intoxicar toda a atmosfera da Terra. Por exemplo, o cometa Swan contém cianeto nos gases ejetados.
http://www.gluon.com.br/blog/2006/10/25/cometa-swan/
A visualização do McNaught já começou a causar alguma confusão. Na cidade de Dumfries, no Reino Unido, algumas pessoas ligaram para a polícia alertando sobre a presença de uma bola de fogo no céu. Helicópteros foram investigar, mas logo perceberam que era o cometa que poderia estar confundindo os moradores.
http://news.bbc.co.uk/2/hi/uk_news/scotland/south_of_scotland/6262855.stm
Atenção: Sobre o alarmismo de toxicidade do Halley eu posso ter cometido algum erro, ja’ que se passaram v’arios anos desde o evento.

One Response

  1. Pingback: McNaught - O Cometa Mais Brilhante em Décadas - Dudu Tomaselli jan 16, 2007
  2. franklin fev 10, 2007

Escreva um comentário