Trifluoroiodometano (mais seguro por ser mais reativo?)

Eu realmente, realmente adoro a refrigeração. Vou longe e digo que é a invenção mais importante da era moderna. Mais até do que a combustão interna, bombas e energia nuclear, ou eletrificação, a refrigeração define os Estados Unidos. Se você é como a maioria dos americanos, você é governado por pelo menos TRÊS unidades de refrigeração – uma na residência, uma na cozinha, uma no carro. O Vale Central na Calufórnia, Las Vegas, Washington, Phoenix, Dallas, Houston, Atlanta – uma enorme faixa do país seria bem diferente sem o ar condicionado. Isso sem mencionar nossos supermercados.

Algum tempo atrás, nós começamos a ficar preocupados com a camada de ozônio. Saiu o gás R-12, e entrou o gás R-134a. A licação C-Cl no gás R-12 era fraca o suficiente para ser quebrada na nossa atmosfera superior e assim destruir o ozônio. O gás R-134a não tem a ligação C-Cl, apenas ligações firmes e fortes C-H e C-F. Se você olhar algumas fontes antigas, você poderá ler alguns ativistas pelo antigo ar condicionado afirmarem que o gás R-134a era só um jogo político e que seria um gás refrigerante bem ruim.

Curiosamente, um gás refrigerante iodado foi sugerido. Aparentemente, ele seria suficientemente reativo e não iria chegar até a atmosfera superior. Não tenho ideia do quão longe isso foi. E como eu realmente gosto de refrigeração. E sempre que eu me mudo para um novo lugar, eu inspeciono o refrigerador e o ar condicionado central para ver se ainda é uma unidade R-12/R-22 ou se já foi trocada por uma R-134a.

molécula do gás refrigerante

Via Molecule Of the day.

Original (English) content from Molecule of the Day (http://scienceblogs.com/moleculeoftheday). Content translated with permission, but portuguese text not reviewed by the original author. Please do not distribute beyond this site without permission from both author and translator.

One Response

  1. Sisutec 2015 nov 26, 2014

Deixe uma resposta para Sisutec 2015 Cancelar resposta