Uso do notebook para multitarefa em sala de aula pode atrapalhar o aprendizado

captura de tela da parte inicial do artigo discutido
O artigo publicado em 2013 na revista científica “Computers & Education”, intitulado “Multitarefa em laptop prejudica o a aprendizagem em sala de aula tanto do usuário como de seus colegas próximos” (Laptop multitasking hinders classroom learning for both users and nearby peers) alerta sobre o problema do (mau) uso do notebook (laptop) em sala de aula.

Alguns professores universitários não dão muita importância para alunos que estão usando um notebook, tablet ou celular em sala de aula. Ou acham que o equipamento está sendo utilizado para alguma anotação e pesquisa relacionada com o conteúdo apresentado em sala de aula, ou pensam que se o aluno estiver vagando distraidamente pela internet o único prejudicado será ele mesmo (e que o aluno deve ser adulto para ter noção do impacto de suas escolhas). No entanto, não é bem isso que acontece.

Faria Sana e colaboradores demonstraram que os alunos participantes do estudo ao serem envolvidos em múltiplas tarefas (multitasking) em um notebook, com um tema não relacionado ao apresentado na aula, apresentaram em média um desempenho (score) 11% menor em um teste de compreensão realizado após a palestra. E não apenas isso! Os colegas que estavam sentados próximos aos estudantes que realizavam a multitarefa apresentaram também um menor desempenho no teste, chegando a ter em média um score 17% menor! Alertando para o fato de que erros no experimento podem ter causado algumas distorções nesses valores.

Já era esperado que fazer tudo-ao-mesmo-tempo-agora não é uma boa tática para se utilizar em uma sala de aula, mas o alerta importante é que um aluno distraído que usa o notebook para navegar pelo Facebook, por exemplo, poderia prejudicar também os colegas sentados nas proximidades.

O que fazer? Os autores citam a literatura para reforçar que o bom uso de notebooks em sala de aula pode ajudar no aprendizado e nas anotações dos alunos. E também que o professor deve alertar os alunos sobre o prejuízo que o mau uso do notebook pode trazer; convergindo para uma espécie de etiqueta de bom comportamento em sala de aula – discutida por alunos e professores.

E se o aluno considerar que é um gênio e que consegue fazer mil coisas ao mesmo tempo? Então mostre para ele este artigo, que demonstra claramente que pessoas mais inclinadas a se envolverem em multitarefas são as que apresentam piores desempenhos nas mesmas.

Laptop multitasking hinders classroom learning for both users and nearby peers
Faria Sanaa, Tina Westonb, Nicholas J. Cepedab
Computers & Education
Volume 62, March 2013, Pages 24–31
DOI: 10.1016/j.compedu.2012.10.003

Escreva um comentário