Harmina ( Ayahuasca )

Ontem mencionei sobre a tiramina e isto faz lembrar de inibidores em geral, e um em particular: a harmina. A harmina pertence à classe de inibidores de monoamina oxidade (MAOIs) conhecida como beta-carbolinas.
molecula harmina
MAOIs são problemáticas porque inibem o mecanismos de certos (tóxicos em ausência de MAO gastrointestinal) compostos químicos tais como a tiramina. Certas enzimas MAO, ativas no intestino, processam estes compostos (ingeridos por meio de alimentos tais como queijos e vinhos, como mencionado ontem). Antidepressivos orais da classe MAIO agem como inibidores desta enzima. Atualmente eles não são muito usados, por causa de novos antidepressivos (incluindo os ISRS (inibidor seletivo de recaptação de serotonina), tais como Prozac e Paxil) que não têm os mesmos efeitos colaterais. Contudo, algumas vezes eles fazem o trabalho que outros medicamentos não conseguem. Um conhecido como Emsam é um adesivo transdérmico que inibe MAO, ele não é absorvido pelo intestino, e portanto não tem os mesmos efeitos colaterais (na mesma intensidade).
Talvez o mais interessante são pessoas que tomam MAOIs sem necessidade, de forma recreativa. Um chá, comumente conhecido como ayahuasca, contém alcalóides dimetiltriptamina e beta-carbolina.
molecula dimetiltriptamina
Aparentemente, esta infusão contém harmina e dimetiltriptamina juntas, permitindo a ação psicoativa de um composto que seria simplesmente inibido por um mecanismo MAO, agora inibido pela harmina.
http://scienceblogs.com/moleculeoftheday/2006/09/harmine_you_can_put_your_nndim.php

Original (English) content from Molecule of the Day (http://scienceblogs.com/moleculeoftheday). Content translated with permission, but portuguese text not reviewed by the original author. Please do not distribute beyond this site without permission from both author and translator.

3 comentários

  1. Carlos Eduardo jan 22, 2007
  2. Paulo Guirra Maio 22, 2007
  3. Ryanne nov 22, 2007

Escreva um comentário