SUBJECT: RE: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise
FROM: murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 12/07/2008 14:27


Sílvio...
Meio sem querer, já que não bebo e nem sou do ramo, aprendí a diferença entre a cachaça e a caninha!
Aposto que poucos sabem que a cachaça gasta uma semana fermentando com fubá ( ou sei lá que mais ) e a caninha sai no mesmo dia, na força química, como se fosse o etanol.
A ''51'' é caninha e pra piãozada está ótimo e + barato.
Saúde!
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "brudna" <lrb@iq.ufrgs.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 12/07/2008 15:01

Uma idéia...

Reagir alguns metais com ácido clorídrico.

Veja mais informações nesta página:
Reatividade de metais com ácido clorídrico
http://www.cdcc.sc.usp.br/quimica/experimentos/reativ.html

Lembre! Esse tipo de experiência pode ser perigosa.

Até
Luís Brudna


--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "joauml" <joauml@...> escreveu
>
> Desculpe a pergunta, mas alguém conhece um meio de produzir hidrogênio
> usando produtos caseiros, sem se por meio da eletrólise?
>




SUBJECT: Re: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 12/07/2008 15:18

Murilo:

Mais um macete:
"caninha" é uma variedade de cana, não sei o nome científico, que é fina, e especial pra a produção de achaça de alta qualidade.

As cachaças industriais são feitas com cana comum, como a Java que tem um diâmetro 10 vezes maior e tem mais suco que a caninha.

Só os aficcionados cultivam essa espécie.

asa.,
ailcio.
----- Original Message -----
From: murilo filo
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Saturday, July 12, 2008 2:27 PM
Subject: RE: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise



Sílvio...
Meio sem querer, já que não bebo e nem sou do ramo, aprendí a diferença entre a cachaça e a caninha!
Aposto que poucos sabem que a cachaça gasta uma semana fermentando com fubá ( ou sei lá que mais ) e a caninha sai no mesmo dia, na força química, como se fosse o etanol.
A ''51'' é caninha e pra piãozada está ótimo e + barato.
Saúde!
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 12/07/2008 16:04

Prezadíssimo Leo:

E o que vs. acha que existe nos cigarros? procure conversar som um superfisor que prepara a mistura.....

as cervejas são feitas com milho basta observar o que entra na fábrica)

a coca é pó de mármore e natrium bicarbonun.....

Leve um papo com um comerciante no Paraguai e veja quantas toneladas de hormônios para gado são envididos por mês....

Uma calinha caipira demora 80 a 100 dias pra ficar no ponto. Os de super-mercado, 28 dias devido ao "incremento" e ainda colocam 400 gramas de água quando embalam o desinfeliz.....

O Camarão vendido nas bancas é lavado tadas as manhãs na água do mar (que [e imunda_;;;;


sds.,


silvio
----- Original Message -----
From: Luiz Ferraz Netto
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 11, 2008 11:40 AM
Subject: Re: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise


Será que devo enviar essa sugestão ao Ricardo? Passar o fluxo de oxigênio para tirar o amargor, tudo bem, ...mas, ensinar a ´corromper´ a cor dos tonéis de carvalho usando cobertura de chocolate da kibon me parece algo no qual eu mesmo posso cair na armadilha!

[]´
===========================
Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br
luizferraz.netto@gmail.com
http://www.feiradeciencias.com.br
===========================

----- Original Message -----
From: Silvio Cordeiro
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 11, 2008 6:58 AM
Subject: Re: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise

Ricardo:

Já fabriquei cachaça, fiz algumas experiências e a que deu melhor resultado é, com a cachaça em repouso, intoduzir um tudo que conduz oxigênio para fazer o líquido borbulhar levevmente (isso oxida os ácidos que dão o amargor à pinga). Controle sempre com o densímetros.
Depois, para que ela fique levemente cor de madeira, para mostrar que ficou em toneis de carvalho por 5 anos, basta adicionar cobertura de chocolate da kibom (pouco, controle a cor....)
Jamsais use sasilhame pr´lastico: eu comprava de grandes restaurantes garrafas vasias de uisque que têm bons desenhos e provocam uma subliminar na vítima.
Em Piracicaba tem todos os manuais.

s.
silvio.

----- Original Message -----
From: Luiz Ferraz Netto
To: ciencialist
Sent: Thursday, July 10, 2008 9:00 PM
Subject: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise

Algum químico pode me ajudar nesta?

[]´
===========================
Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br
luizferraz.netto@gmail.com
http://www.feiradeciencias.com.br
===========================

----- Original Message -----
From: "Ricardo Marques Brum" <marques.brum@yahoo.com.br>
To: <leobarretos@uol.com.br>
Sent: Wednesday, July 09, 2008 3:48 PM

Professor Leo

Sou produtor de cachaça.

Gostaria de saber se a eletrólise na cachaça melhoraria a sua qualidade?

Novos endereços, o Yahoo! que você conhece. Crie um email novo com a
sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.
http://br.new.mail.yahoo.com/addresses

No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.4.7/1544 - Release Date: 10/7/2008
07:37

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.4.7/1546 - Release Date: 11/7/2008 06:47

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Quem tem site e links interessantes???
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 12/07/2008 17:26

http://ligadasciencias.wordpress.com/

mande que eu insiro no nosso anel da Liga das Ciências!

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Universidade Católica de Petrópolis oferece 300 bolsas de estudo …
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 12/07/2008 18:10

Universidade Catlica de Petrpolis oferece 300 bolsas de estudo
<http://www.professoresassociados.com/2008/07/11/universidade-catolica-de-petropolis-oferece-300-bolsas-de-estudo/>

Posted: 11 Jul 2008 02:30 PM CDT

RIO - Um convnio entre o Governo do Estado e a Universidade Catlica de
Petrpolis (UCP) vai oferecer 300 vagas de bolsas integrais de estudo para
alunos da rede pblica de ensino. As oportunidades so para cursos
superiores de tecnologias. As bolsas sero distribudas entre os tecnlogos
em Processos de Sustentabilidade Ambiental, Dutos de Petrleo e Gs,
Automao Industrial, Redes de Telecomunicaes e Gesto de Processos
Produtivos. O preenchimento das vagas ser feito por meio de vestibular, a
ser realizado ainda esse ano. Para a parceria foram destinados R$ 1,2
milhes.

(more)<http://www.professoresassociados.com/2008/07/11/universidade-catolica-de-petropolis-oferece-300-bolsas-de-estudo/#more-4540>


--
Prof Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Qumica, Fsica e Matemtica.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A f sem ao morta" (Ir. Kelly Patrcia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Catlica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "joauml" <joauml@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 13/07/2008 18:01

sim, mas eu queria algum jeito de fazer um produtos caseiros =]



--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "brudna" <lrb@...> escreveu
>
> Uma idéia...
>
> Reagir alguns metais com ácido clorídrico.
>
> Veja mais informações nesta página:
> Reatividade de metais com ácido clorídrico
> http://www.cdcc.sc.usp.br/quimica/experimentos/reativ.html
>
> Lembre! Esse tipo de experiência pode ser perigosa.
>
> Até
> Luís Brudna
>
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "joauml" <joauml@> escreveu
> >
> > Desculpe a pergunta, mas alguém conhece um meio de produzir hidrogênio
> > usando produtos caseiros, sem se por meio da eletrólise?
> >
>




SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 13/07/2008 18:22

ter, acho que até tem, mas o borbulhamento e concentração e até mesmo o
rendimento da reação será baixo, pq a pureza de produtos domésticos é
pequena e as condições que vc vai efetuar as reações são inadequadas.
Vou pesquisar e trago

2008/7/13 joauml <joauml@gmail.com>:

> sim, mas eu queria algum jeito de fazer um produtos caseiros =]
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "brudna" <lrb@...> escreveu
>
> >
> > Uma idéia...
> >
> > Reagir alguns metais com ácido clorídrico.
> >
> > Veja mais informações nesta página:
> > Reatividade de metais com ácido clorídrico
> > http://www.cdcc.sc.usp.br/quimica/experimentos/reativ.html
> >
> > Lembre! Esse tipo de experiência pode ser perigosa.
> >
> > Até
> > Luís Brudna
> >
> >
> > --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "joauml" <joauml@> escreveu
> > >
> > > Desculpe a pergunta, mas alguém conhece um meio de produzir hidrogênio
> > > usando produtos caseiros, sem se por meio da eletrólise?
> > >
> >
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "brudna" <lrb@iq.ufrgs.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 13/07/2008 18:28

Com produtos caseiros...

Alumínio reagindo com NaOH (soda).

O NaOH você consegue em desentupidores de pia.
E o alumínio você consegue naqueles ´papel alumínio´. :-)

http://www2.uni-siegen.de/~pci/versuche/english/v44-10.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aluminato_de_s%C3%B3dio

Mais uma vez eu alerto. Essas reações são perigosas e só devem ser
realizadas com equipamento de proteção.

Até
Luís Brudna


--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "joauml" <joauml@...> escreveu
>
> sim, mas eu queria algum jeito de fazer um produtos caseiros =]
>
>
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "brudna" <lrb@> escreveu
> >
> > Uma idéia...
> >
> > Reagir alguns metais com ácido clorídrico.
> >
> > Veja mais informações nesta página:
> > Reatividade de metais com ácido clorídrico
> > http://www.cdcc.sc.usp.br/quimica/experimentos/reativ.html
> >
> > Lembre! Esse tipo de experiência pode ser perigosa.
> >
> > Até
> > Luís Brudna
> >
> >
> > --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "joauml" <joauml@> escreveu
> > >
> > > Desculpe a pergunta, mas alguém conhece um meio de produzir
hidrogênio
> > > usando produtos caseiros, sem se por meio da eletrólise?
> > >
> >
>




SUBJECT: Afundando em plástico
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br
DATE: 13/07/2008 18:35

Não sei se já enviei tal artigo, mas remeto 1 artigo que não é meu, mas tem
participação minha da FIOCRUZ.

Esta página do site "Pesquisas de Química" foi-lhe enviada por Prof
Cristiana Passinato ( coordenacao@pesquisasdequimica.com ).

Pode acessar no seguinte endereço:

http://pesquisasdequimica.com/site/index.php?option=com_content&task=view&id=21&Itemid=35




--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 13/07/2008 18:37

Pois é, pensei nessa, mas não queria passar sem referências, além do
alumínio, acho que dá pra fazer com outros metais que desloquem o
hidrogênio, tem que ver o que tem no material, e ver a fila de reatividade,
e mais uma vez ratifico e assino embaixo do que o professor diz, pois não
sabe-se a concentração ao certo desses materiais caseiros e pode não se ter
um controle legal dessas reações e pode ser perigoso se não for feito com
acompanhamento de alguém que saiba manipular bem e sozinho em sua casa,
teste em um laboratório na escola, faculdade, e com algum amigo,
preferencialmente químico ou técnico em química que tenha experiência com
tais atividades, ok?

Um abraço

2008/7/13 brudna <lrb@iq.ufrgs.br>:

> Com produtos caseiros...
>
> Alumínio reagindo com NaOH (soda).
>
> O NaOH você consegue em desentupidores de pia.
> E o alumínio você consegue naqueles ´papel alumínio´. :-)
>
> http://www2.uni-siegen.de/~pci/versuche/english/v44-10.html<http://www2.uni-siegen.de/%7Epci/versuche/english/v44-10.html>
>
> http://pt.wikipedia.org/wiki/Aluminato_de_s%C3%B3dio
>
> Mais uma vez eu alerto. Essas reações são perigosas e só devem ser
> realizadas com equipamento de proteção.
>
>
> Até
> Luís Brudna
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "joauml" <joauml@...> escreveu
> >
> > sim, mas eu queria algum jeito de fazer um produtos caseiros =]
> >
> >
> >
> > --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "brudna" <lrb@> escreveu
> > >
> > > Uma idéia...
> > >
> > > Reagir alguns metais com ácido clorídrico.
> > >
> > > Veja mais informações nesta página:
> > > Reatividade de metais com ácido clorídrico
> > > http://www.cdcc.sc.usp.br/quimica/experimentos/reativ.html
> > >
> > > Lembre! Esse tipo de experiência pode ser perigosa.
> > >
> > > Até
> > > Luís Brudna
> > >
> > >
> > > --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br<ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "joauml" <joauml@> escreveu
> > > >
> > > > Desculpe a pergunta, mas alguém conhece um meio de produzir
> hidrogênio
> > > > usando produtos caseiros, sem se por meio da eletrólise?
> > > >
> > >
> >
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "Luiz Ferraz Netto" <leobarretos@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 13/07/2008 19:13

Identificação e Produção de gases:

http://www.feiradeciencias.com.br/sala02/02_099.asp

[]´
===========================
Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br
luizferraz.netto@gmail.com
http://www.feiradeciencias.com.br
===========================

----- Original Message -----
From: joauml
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 13, 2008 6:01 PM
Subject: [ciencialist] Re: Fazendo hidrogênio




[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Fw: Pergunta
FROM: "Luiz Ferraz Netto" <leobarretos@uol.com.br>
TO: "ciencialist" <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 13/07/2008 19:47

Alguém sabe o significado de "ambiente ressonante" no contexto da eletrólise?
O consulente abaixo (e agora eu), queremos saber o que vem a ser isso!

[]´
===========================
Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br
luizferraz.netto@gmail.com
http://www.feiradeciencias.com.br
===========================

----- Original Message -----
From: Alexandre Tamer
To: leobarretos@uol.com.br
Sent: Friday, July 11, 2008 4:50 PM
Subject: Pergunta


Prezado Professor,

Parabéns pelo site, aprendi e venho aprendendo muito com ele.
Agora, além de mim, vejo o meu filho interessar-se por ciências e pelo seu site também.

Trago-lhe uma pergunta, a qual não consegui achar resposta no Google.

Em se tratando de eletrólise, e também de otimização do processo eletrolítico, o que seria um "ambiente ressonante"?

Vi esta expressão em um site, e não encontrei nada a respeito.

Com os melhores cumprimentos,

Alexandre Tamer.
No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.4.10/1550 - Release Date: 13/7/2008 17:58


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: Fazendo hidrogênio
FROM: "joao lourenço" <joauml@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 13/07/2008 19:49

ótimo, obrigado pelas respostas vou dar uma pesquisada e tentar aqui, não
precisam se preocupar, tenho equipamento de proteção necessário, alémd e
local e recipiente apropriados.
Muito obrigado


João


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RE: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise
FROM: murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 13/07/2008 19:50


Sílvio,
íc!
Esse papo dá uma sede... ;b
Eu conheço essas canas, só não sabia da caninha ser tão especial.
Outra coisa que me lembro, é que, andando por outros cantos, mais ao norte, topei com a seguinte informação:
- ''quando nóis vai fazê pinga pra Sumpaulo, nóis põe pimenta, purquê polista gosta de cachaça qui desce rasgano... grêurrr... êta pinga boa...''
( a frase acima foi transmitida com com um ar de gosação e tal picardia, que se eu fosse cachaceiro e tivesse hemorróidas eu iria ficar muito bravo! )
Se alguns ficaram chocados com as ''técnicas do mato'', eles podem também fazer mais um exercício de imaginação, tabulando mentalmente as diferenças das normas da ANVISA com os costumes de qualidade do tráfico. :))))
Abraço!
Muliro
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Cachaça e gordura trans
FROM: LECarvalho <lecarvalho@infolink.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 14/07/2008 03:57

At 19:50 13/7/2008, you wrote:


>Sílvio,
>íc!
>Esse papo dá uma sede... ;b
>Eu conheço essas canas, só não sabia da caninha ser tão especial.
>Outra coisa que me lembro, é que, andando por
>outros cantos, mais ao norte, topei com a seguinte informação:
>- ''quando nóis vai fazê pinga pra Sumpaulo,
>nóis põe pimenta, purquê polista gosta de
>cachaça qui desce rasgano... grêurrr... êta pinga boa...''
>( a frase acima foi transmitida com com um ar de
>gosação e tal picardia, que se eu fosse
>cachaceiro e tivesse hemorróidas eu iria ficar muito bravo! )
>Se alguns ficaram chocados com as ''técnicas do
>mato'', eles podem também fazer mais um
>exercício de imaginação, tabulando mentalmente
>as diferenças das normas da ANVISA com os
>costumes de qualidade do tráfico. :))))
>Abraço!
>Muliro




As normas da ANVISA são o uso do Monopólio
Estatal da Violência para proteger fraudes.
Caiam na real.

Mire o exemplo da Gordura Trans.

O limite de ingestão diária é 2 gramas.

Um pacote de biscoito recheado de chocolate tem mais de 2 gramas.

Não informa isso.

E, pior, e pelo contrário, bota um enorme health
claim, no rotulo, dizendo ZERO TRANS.


Ora, fácil... tá dentro da lei.
Da lei da ANVISA.

E´ que quando um alimento tiver menos de 0,2 g de
Trans por porção desse alimento (porção essa
estipulada pelo próprio fabricante)...
pode rotular que tem ZERO TRANS.


No caso do biscoito, se tem 2 gramas de Trans...
basta o rótulo dizer que tem ali 11 porções, que
tem ali biscoitos para 11 crianças.

Se tu come o biscoito todo, as porções todas...
pobrema teu.


Quem elegeu o Lula...
que botou dois ex-ministros pra dirigir a ANVISA...
merece mesmo é morrer.

L.E.

============================



SUBJECT: Cachaça & Mondovino, viu ?
FROM: LECarvalho <lecarvalho@infolink.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 14/07/2008 03:59

At 21:20 11/7/2008, you wrote:

>Recomendo ficar só na parte da oxidação,
>picaretagem não é muito louvável e pode arruinar
>o negócio do pequeno empreendedor se sua
>produção cair na mão de um especialista
>
>Qualquer um que experimentar uma sagatiba normal
>e uma envelhecida percebe claramente a diferença (e não é de chocolate rs)
>
>Ivan Carlos - Chief Information & Security Officer
>DIT Solutions Consultoria em TI, Segurança e Serviços



Hunnnnn...
vocês precisam assistir o Mondovino.
Passou recentemente nos cinemas.

O consultor dos vinhos franceses, italianos, de
pequenas fabriquetas de vinhos finos... ele vivia
metendo oxigenio em tudo quanto era tonel de vinho.

Sem parar.

L.E.


========================

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 14/07/2008 10:04

Muliro:

Em Sabará, MG, existe um festival de pingas : o probrrma é que não podemos provar muito....

Para encerrar o assunto saiba que o brasil produz mais cachaça do que leite. Li isso há alguns anos, não sei se ainda persiste pois a pinga artesanal não tem controle mas também o leida das vaquinhas do sitio....
Viu que a AMBEV passou a ser hoje a maior fabricante de cerveja do mundo, comprando a BUD?

Pode-se fazer pinga com frutas podres (qualquer uma): se catasse na CEASA e fizesse umas homogeneização, poderia surgir uma novo "hit"..... E de quebra, coloquem cadáveres para ajudar a fermentação, de preferência de padres pois são sabrados e deus abençoa quem begbe da pinga: vai pro ceu.....

s
----- Original Message -----
From: murilo filo
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 13, 2008 7:50 PM
Subject: RE: [ciencialist] Fw: Cachaça versus eletrolise



Sílvio,
íc!
Esse papo dá uma sede... ;b
Eu conheço essas canas, só não sabia da caninha ser tão especial.
Outra coisa que me lembro, é que, andando por outros cantos, mais ao norte, topei com a seguinte informação:
- ''quando nóis vai fazê pinga pra Sumpaulo, nóis põe pimenta, purquê polista gosta de cachaça qui desce rasgano... grêurrr... êta pinga boa...''
( a frase acima foi transmitida com com um ar de gosação e tal picardia, que se eu fosse cachaceiro e tivesse hemorróidas eu iria ficar muito bravo! )
Se alguns ficaram chocados com as ''técnicas do mato'', eles podem também fazer mais um exercício de imaginação, tabulando mentalmente as diferenças das normas da ANVISA com os costumes de qualidade do tráfico. :))))
Abraço!
Muliro
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Cachaça & Mondovino, viu ?
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 14/07/2008 10:39

Carvalho:

Eu fazia pinga como hobby, tinha pouca terra e a fabricação era sub-empreitada: curiosamente era um portador de "dow" que regulalava perfeitamente, por horas, o fogo.
As experiências que fiz foi por pura curiosidade e mais para mostrar a uns "profissionais" do como como eles bebem qualquer porcaria.
A cachaça aerada não tem diferença da de 3, 5 anos: o único problema é a cor que, como já disse, usava o kibom pra um acastanhado bem bem leve Não vendia: fabricava no máximo 1.000 litros que meus filhos, por artes demoníacas, faziam desaparecer....
----- Original Message -----
From: LECarvalho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Monday, July 14, 2008 3:59 AM
Subject: [ciencialist] Cachaça & Mondovino, viu ?


At 21:20 11/7/2008, you wrote:

>Recomendo ficar só na parte da oxidação,
>picaretagem não é muito louvável e pode arruinar
>o negócio do pequeno empreendedor se sua
>produção cair na mão de um especialista
>
>Qualquer um que experimentar uma sagatiba normal
>e uma envelhecida percebe claramente a diferença (e não é de chocolate rs)
>
>Ivan Carlos - Chief Information & Security Officer
>DIT Solutions Consultoria em TI, Segurança e Serviços

Hunnnnn...
vocês precisam assistir o Mondovino.
Passou recentemente nos cinemas.

O consultor dos vinhos franceses, italianos, de
pequenas fabriquetas de vinhos finos... ele vivia
metendo oxigenio em tudo quanto era tonel de vinho.

Sem parar.

L.E.

========================

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Cachaça e gordura trans
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 14/07/2008 13:34

Cara, ANVISA tb é política, eu que o diga e o produto que tentamos liberar
há anos que não tem nenhum porque de ser proibido e sim não ter GRANA e
VONTADE POLÍTICA e nem conhecimento pra colocar o processo pra frente e
encher o rabo de muita gente de propina pra vir a liberar.
A gente quer colocar um troço de qualidade pra ser vendido no país há anos e
não consegue por politicagem, dá até nojo.
Pior que deu até prisão indevida, isso dava pra fazer 1 livro e prender meia
dúzia de incompetentes, corrúptos safados que se valem de serem da ANVISA
pra poder ditar o que é certo e o que é errado nesse país em termos de
Vigilância Sanitária e outras áreas afins que eles regulamentam!
Um abraço

2008/7/14 LECarvalho <lecarvalho@infolink.com.br>:

> At 19:50 13/7/2008, you wrote:
>
> >Sílvio,
> >íc!
> >Esse papo dá uma sede... ;b
> >Eu conheço essas canas, só não sabia da caninha ser tão especial.
> >Outra coisa que me lembro, é que, andando por
> >outros cantos, mais ao norte, topei com a seguinte informação:
> >- ''quando nóis vai fazê pinga pra Sumpaulo,
> >nóis põe pimenta, purquê polista gosta de
> >cachaça qui desce rasgano... grêurrr... êta pinga boa...''
> >( a frase acima foi transmitida com com um ar de
> >gosação e tal picardia, que se eu fosse
> >cachaceiro e tivesse hemorróidas eu iria ficar muito bravo! )
> >Se alguns ficaram chocados com as ''técnicas do
> >mato'', eles podem também fazer mais um
> >exercício de imaginação, tabulando mentalmente
> >as diferenças das normas da ANVISA com os
> >costumes de qualidade do tráfico. :))))
> >Abraço!
> >Muliro
>
> As normas da ANVISA são o uso do Monopólio
> Estatal da Violência para proteger fraudes.
> Caiam na real.
>
> Mire o exemplo da Gordura Trans.
>
> O limite de ingestão diária é 2 gramas.
>
> Um pacote de biscoito recheado de chocolate tem mais de 2 gramas.
>
> Não informa isso.
>
> E, pior, e pelo contrário, bota um enorme health
> claim, no rotulo, dizendo ZERO TRANS.
>
> Ora, fácil... tá dentro da lei.
> Da lei da ANVISA.
>
> E´ que quando um alimento tiver menos de 0,2 g de
> Trans por porção desse alimento (porção essa
> estipulada pelo próprio fabricante)...
> pode rotular que tem ZERO TRANS.
>
> No caso do biscoito, se tem 2 gramas de Trans...
> basta o rótulo dizer que tem ali 11 porções, que
> tem ali biscoitos para 11 crianças.
>
> Se tu come o biscoito todo, as porções todas...
> pobrema teu.
>
> Quem elegeu o Lula...
> que botou dois ex-ministros pra dirigir a ANVISA...
> merece mesmo é morrer.
>
> L.E.
>
> ============================
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: uma nova proposta para a configuração eleronica dos elementos químicos
FROM: "Ricardo Soares Vieira" <rickrsv@yahoo.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 14/07/2008 14:29

Olá Prof. Cristiana,

Não há problemas quanto a divulgação ok. Sinta-se a vontade,

At.
Ricardo.

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Profª Cristiana Passinato"
<crispassinato3@...> escreveu
>
> Ricardo,
>
> Terei a honra de divulgar seu site no meu Liga da Ciência, e peço
que todos
> que aqui puderem me remeter em pvt os links interessantes ao meu
conteúdo
> que o façam, para que através de meu anel (reunião) de formadores
de opinião
> e educadores em Ciências, possamos oferecer leitura de qualidade
aos
> estudantes e curiosos sobre o tema:
http://ligadasciencias.wordpress.com
>
> Peço, se possível, quando disponível, se eu poderia também
disponibilizar em
> forma de postagem no blog do meu site Pesquisas de Química tais
textos, que
> são do interesse comum dos Químicos em geral:
http://pesquisasdequimica.com
>
> Espero contribuir com a divulgação dos nossos espaços e a difusão
dos
> trabalhos que possamos vir a produzir e trazer ao conhecimento do
grupo, ok?
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/8 Ricardo Soares Vieira <rickrsv@...>:
>
> > Olá,
> >
> > Conforme tinha comentado, segue o texto em que exponho uma nova
> > proposta para a configuração eletrônica dos átomos. Esta idéia já
> > tinha sido formulada a algum tempo atras, conferir em
> >
> > http://br.geocities.com/rickrsv/teorias_arquivos/quimica.pdf
> >
> > Porém, o texto presente está em uma linguagem mais adequada. Tive
> > trabalhando a um bom tempo nele e agora o disponibiliso para
divulgação.
> >
> > O texto é razoavelmente grande, cerca de 30 páginas (o motivo é
que
> > exponho uma introdução aos modelos atômicos e experiências
associadas
> > com a teoria da configuração eletrônica, a teoria em si ocupa
mesmo
> > aproximadamente a metade disso). Pretendo e breve escrever uma
versão
> > menor, de 10 a 15 páginas, sem a introdução acima referida.
> >
> > O texto pode ser conferido pelo link
> >
> >
http://geocities.yahoo.com.br/rickrsv/teorias_arquivos/quim_config.pd
f
> >
> > p.s., este link não pode ser acessado pelo meu site pessoal, o
(não
> > tive tempo de configurá-lo).
> >
> > Qualquer dúvida, crítica ou opinião pode ser enviada para o meu
e-mail
> > pessoal, divulgado no texto. Comprometo-me, contudo, a responder
as
> > mensagens apenas em agosto, pois estou saindo de férias e o meu
> > computados não se encontra em casa...
> >
> > Aagradeço a todos pelos incentivos e opiniões,
> >
> > Ricardo.
> >
> >
> >
>
>
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@...
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de
Jesus Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>




SUBJECT: Pensando...
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, ciencialist@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>
DATE: 14/07/2008 18:13

Será que tem que ser diferente, fazer coisas loucas e atrocidades pra poder
ter sucesso? Pq o comum e o acaso, o normal, as pessoas educadas, as pessoas
de sensibilidade não podem ser bem amadas e faladas?

Questão X não X da questão

Que será do mundo
Se ele mesmo
Não consegue se definir
Não pára 1 segundo
Não tem 1 minuto que seja
Igual ao outro
Mas o incomum é comum
O normal é anormal
O seguro é inseguro
O que estou a falar?
Nada só o que vem
A cabeça gira tanto quanto ele
O mundo!

Cristiana Passinato

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RE: [ciencialist] Cachaça e gordura trans
FROM: murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 14/07/2008 22:13


LEC,
oi!
Vc não é aquele listeiro maconheiro, é? Acho que não... tinha um que era...
A ANVISA é antipática, burocrata e, conforme vc diz, politizada. Longe de mim defendê-la; concordo com vc.
Só a usei como um parâmetro ''sanitário'' para que comparacem com o que acontece no tráfico. Tinha aí alguns caras horrorizados com a cachaça e os macetes inofensivos usados pelos capiáus, meu!
Acho não ser necessário detalhar os lances higiênicos do tráfico.
Inté!
M. 14/jul
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Chamado: Testando a Astrologia
FROM: "Kentaro Mori" <kentaro.mori@gmail.com>
TO:
DATE: 15/07/2008 00:20

Chamado: Testando a Astrologia <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1272>

[image: astrology_discoveryfd321]

Este que escreve aqui teve seu *mapa astral* elaborado pelo colega *Marcelo
Del Debbio* <http://www.daemon.com.br/mdd/>, conhecido autor de RPGs,
ocultista e *astrlogo*. E os resultados foram muito curiosos.

Forneci *trs conjuntos de dados*, sem indicar qual deles seria o meu, e
alertando mesmo que *talvez nenhum deles fosse o meu*. Del Debbio deveria
criar o mapa astral de cada um dos trs conjuntos e tentar adivinhar qual
(ou se algum) deles seria meu. No s acertou, como parece ter
fornecido *detalhes
incrivelmente acurados*.

Alguns excertos de seus mapas:

*Mapa 1* - " uma pessoa cujo pensamento guiado pelo *emocional*, que
gosta de estar entre amigos com os quais os pode testar sua inteligncia.
Provavelmente tem *algum talento em escrever, por causa da necessidade de se
expressar, e deve ser uma pessoa bem criativa tambm*. emocional e
fantasiosa demais para ser voc, Kentaro"

*Mapa 2* - "*Altamente inquisidor*, gosta de chegar ao fundo de qualquer
coisa que est estudando, fascinado por mistrios e coisas desconhecidas,
interessado em trabalho de detetive e descobrir coisas inexplicveis.
Mercrio em conjuno com pluto e com a lua exageram estas caractersticas
nesta pessoa, pois a maneira como ela pensa e sente se torna muito parecida.
Esse perfil bate muito com o que eu (acho que) conheo de voc. *Meu chute
seria este*. Se no for voc, com certeza algum outro ctico que tem
potencial para ser bem conhecido e com certeza vai ser algum importante
neste cenrio".

*Mapa 3 *- "O terceiro mapa tem sol, mercrio, vnus e saturno em peixes na
casa 11 definitivamente um *mdium sensitivo*, grandes chances de ser
mdium vidente, e dos bons, que tambm deve ter trabalhado com e *influenciado
muitas pessoas* (casa 11). Como a data do sculo retrasado, *obviamente
no voc*. Meu chute que seja um ocultista famoso ou algum ligado com
religies (do tipo "revelaes") ou *lder de alguma seita* enfim, algum
que fala com deuses, fantasmas, espritos, etc. ".

O mapa 1 foi criado a partir dos dados da cantora *Alanis Morisette*. O mapa
2 foi de fato criado a partir dos *meus dados, um acerto*. O mapa 3 se
refere ao famoso "mdium" *Edgar Cayce*. Os mapas 2 e 3 so, preciso
admitir, *acertos impressionantes* em seus detalhes. H alguns erros e
descries que possam ser consideradas contraditrias, mas est claro que *h
mais acertos especficos*.

Este *no era um teste*, e sim uma *brincadeira conduzida no Orkut* (clique
para acompanhar todo o
desenrolar)<http://www.orkut.com.br/CommMsgs.aspx?cmm=48894418&tid=5212495558808341650&start=1>.
Com base nos dados que forneci (data, hora e local de nascimento), mesmo sem
consultar qualquer mapa astral, *bastava uma busca na internet* para
descobrir os dados de Cayce e Morisette.

Del Debbio, contudo, *no teria consultado a internet*, elaborando os mapas
*baseado unicamente nos dados iniciais*. Nesta situao, seus acertos seriam
notveis, e confiando em sua boa f, sugeri que partssemos para algo mais
srio.

E aqui que gostaria de solicitar o auxlio dos leitores deste blog.
Marcelo Del Debbio est mesmo disposto a elaborar *centenas de mapas astrais
* de "cticos" para verificar se possuiriam de fato uma conjuno de astros
favorvel a seus questionamentos. Por outro lado acredito que um *teste mais
simples* e relacionado com a *fabulosa habilidade* que demonstrou na
brincadeira acima seria mais interessante e esclarecedor.

Isto , se consegussemos dados de algo como dez figuras que se destaquem
por alguma caracterstica em especial (artistas, filantropos, cientistas,
mesmo assassinos), mas que *no estejam acessveis na internet* ou em
qualquer outra forma facilmente acessvel, reproduziramos a brincadeira
inicial mas com um controle um tanto maior. Ainda no seria um "teste
cientfico", mas seria mais interessante. Confiar na boa f de Del Debbio
no significa que no devamos verificar sua habilidade especfica de forma
mais controlada. No mnimo saberemos se foi ou no mero acaso.

, contudo, *apenas uma idia*. Talvez a proposta de Del Debbio com centenas
de mapas, ou uma variao dela, seja mais produtiva, permitindo anlises
estatsticas e resultados com maior relevncia. O importante que *Marcelo
Del Debbio est gentilmente disposto a ter suas habilidades, e a prpria
astrologia que defende, posta prova*.

Solicito assim aos leitores que enviem sugestes e comentrios aqui mesmo,
logo abaixo do post, ou de forma privada, ao meu email [
kentaro.mori@gmail.com]. O objetivo que possamos discutir e elaborar um
teste ao mesmo tempo *simples e esclarecedor*.


[As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]



SUBJECT: Hidrogênio x Óleo Vegetal e outros
FROM: "Tipoalgo" <tipoalgo@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 05:40

Olá a todos.

Repasso a explicação abaixo, achei bem didática, até eu entendi.
Caso os Mestres encontrem alguma falha, por favor nos comunique.

Abraços
Tipoalgo

*********************************
Meu caro Alexandre

Não faz sentido a centralização de coisas descentralizadas, e vc
descreve muito bem o motivo de tanta putaria. Parabéns.
Para a nossa desgraça, a porcobráis quer abocanhar tudo, inclusive os
biocombustíveis e a geração de energia elétrica.

Me permita apenas retificar teu belo artigo abaixo, no qual vc ainda
defende o hidroBOBOgênio.
Veja, o H2 seria um combustível com muita energia, apenas se nos
apegarmos aos ensinamentos primários, que nos informam que 1 kg de H2
tem 29 mil kcal, enquanto 1 kg de óleo vegetal (OV) tem apenas 9 mil
kcal e que 1 kg de etanol tem somente 7 mil kcal.
Portanto em massa (vulgo peso), o hidroBOBOgênio contém 3 vezes mais
energia do que o OV (ou Diesel ou gasolina) e 4 vezes mais do que o
etanol.
Acontece que essa fantástica qualidade do H2 não tem aplicação
prática, nem em astronaves intergaláticas, pois num combustível
convencional, a relação da energia ao volume, é muito mais importante
do que à massa (peso), como exemplificado a seguir:
Em volume, o H2 é de longe o pior combustível imaginável, pois seu
"peso" é muito leve, é mais leve do que o ar e foi por algum tempo
utilizado para preencher os lendários e explosivos dirigíveis.
Nas condições normais de pressão e temperatura, um litro de H2 tem
apenas 2,5 kcal, enquanto um litro de OV tem 7.000 kcal e de etanol
5.700 kcal.
Ou seja um litro de OV tem 2.800 vezes mais energia do que 1 litro de
H2... isso mesmo, quase 3 mil vezes...
Mesmo liquefeito à impraticável e caríssima temperatura criogênica de
-253 graus Célsius, o litro de hidrogênio líquido tem apenas 2.300
kcal, ou seja 3 vezes menos energia do que um litro de óleo de fritura
rançoso descartado...
Etc, etc...
Mais detalhes em: http://www.fendel.com.br/logias.html
*********************************



SUBJECT: Re: Alternador funcionando como motor
FROM: "Tipoalgo" <tipoalgo@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 06:02

Olá Prof. Léo e todos.

Vou considerar a sua sugestão e quem sabe um dia apresente um texto
decente sobre o assunto. Por enquanto estou voltado para a
experimentação prática, e como devo conciliar com outras atividades
prático-sócio-profissionais, estou sem vontade.

Baseado no Mestre eu diria: didática não é minha merenda diária, mas
ficar tirando graxa de alternadores obtidos nas sucatas das oficinas
dos amigos!

Abraços
Tipoalgo

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Luiz Ferraz Netto"
<leobarretos@...> escreveu
>
> Olá Tipo Algo (e interessados),
>
> apreciaria muito colocar um projeto desses no Feira de Ciências.
Para atender gregos e troianos (ensino médio e superior) o projeto,
além de ser didático, deve ser diferenciado para esses dois propósitos.
>
> Para o ensino médio não é recomendável a alimentação trifásica;
devemos nos limitar à bateria ou a rede alternada domiciliar
(monofásica ou bifásica) através de um transformador abaixador de
tensão com secundário de três fios (center-tape). Antes do projeto ser
apresentado, vc deverá fazer uma apresentação do que é um "alternador
automotivo", suas partes e suas funções básicas no uso automotivo
(usar como modelo um tipo de alternador bem comum --- nada de modelo
Rolls Roice!). Descrever sucintamente sua função como "gerador de
tensão alternada", as duas placas de diodos retificadores, o regulador
de tensão e a bateria.
> Depois disso é que entra o projeto convertendo-o em motor elétrico
síncrono ou assíncrono.
>
> Para o nível superior (na Física, Eng. Elétrica e Eletrotécnica) o
projeto como começar mais seco, indo direto para a necessidade do uso
da alimentação trifásica, etc. Explicar o porque dos cames (ou chaves
ópticas).
>
> Salientar que trata-se de um projeto didático e não a construção de
um motor elétrico para ser instalados em DRAG...
>
> Se topar isso, com certeza será útil para muitos ... e eu me incluo
nisso ... trifásico não é minha merenda diária (nem ficar tirando
graxa de alternadores obtidos nas sucatas das oficinas dos amigos :-)
>
> aquele abraço,
> ===========================
> Luiz Ferraz Netto [Léo]
> leobarretos@...
> luizferraz.netto@...
> http://www.feiradeciencias.com.br
> ===========================




SUBJECT: Cachaça e gordura trans
FROM: LECarvalho <lecarvalho@infolink.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 09:50

At 22:13 14/7/2008, you wrote:


>LEC,
>oi!
>Vc não é aquele listeiro maconheiro, é? Acho que não... tinha um que era...
>A ANVISA é antipática, burocrata e, conforme vc
>diz, politizada. Longe de mim defendê-la; concordo com vc.
>Só a usei como um parâmetro ''sanitário'' para
>que comparacem com o que acontece no tráfico.
>Tinha aí alguns caras horrorizados com a cachaça
>e os macetes inofensivos usados pelos capiáus, meu!
>Acho não ser necessário detalhar os lances higiênicos do tráfico.
>Inté!




Note, nos jornais, que o Greenhalgh foi ao Lula...
pra tratar de assunto relativo ao leite longa vida...

só pode ser contra o leite em saquinho, o leite
de pequenas cooperativas, o leite convencional...
sendo que o leite longa-vida contem tres aditivos...
rotulados como... estabilizantes.

Mas... o que é que é que é feito... pra estabilizar ?
Ah... a soda caustica também estabilizaria, né ?

L.E.



trechos do
"<http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1307200801.htm>Painel"
de hoje, da FSP:

"Leite derramado - Luiz Eduardo Greenhalgh
aproveitou audiências para tratar de projeto do
interesse do setor de leite longa vida para levar
ao Planalto, em pelo menos duas ocasiões, o
publicitário Guilherme Sodré, que, como o
ex-deputado petista, trabalha para Daniel Dantas.
No palácio, os dois estiveram não apenas com o
chefe-de-gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, mas
com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Uma
dessas conversas foi narrada por Sodré ao amigo e
senador Heráclito Fortes (DEM-PI) em grampo
captado pela Operação Satiagraha. Na condição de
representante da cooperativa IntegraLac, LEG usou
o encontro com Carvalho para sondar a existência
de investigação contra Humberto Braz, braço direito de Dantas.


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
FROM: luiz silva <luizfelipecsrj@yahoo.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 09:57

 
 O q existe de novo nesta teoria ? Alguém sabe?
 
 E  questões como as evidências de que o universo está em expansão e deverá continuar a se expandir; a forma geométrica do universo (esta teoria não iria contra todas as evidências existentes hj??)
 
Abs
Felipe
 
 

--- Em ter, 15/7/08, luizfelipecsrj@yahoo.com.br <luizfelipecsrj@yahoo.com.br> escreveu:

De: luizfelipecsrj@yahoo.com.br <luizfelipecsrj@yahoo.com.br>
Assunto: Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
Para: luizfelipecsrj@yahoo.com.br
Data: Terça-feira, 15 de Julho de 2008, 9:52



#yiv1277362249 p {font-family:Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif;font-size:12px;color:#000000;}#yiv1277362249 .materia {font-size:14px;font-weight:bold;}#yiv1277362249 .h3 {font-size:14px;font-weight:bold;font-family:Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif;text-decoration:none;color:#102D78;}#yiv1277362249 .h3:hover {color:#666666;}


Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
Data : Terça-feira, 15 de julho de 2008
Comentário do Remetente:



Novos endereços, o Yahoo! que você conhece. Crie um email novo com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.
http://br.new.mail.yahoo.com/addresses

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: Hidrogênio x Óleo Vegetal e outros
FROM: "joauml" <joauml@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 10:26

Por outro lado, o H2 não produz nenhuma substância nociva ao
meio-ambiente, apenas água e energia elétrica/térmica. Pensando por
esse lado ele é muito superior a qualquer outro combústivel, afinal,
pelo que eu sei ele é o único que gera apenas água energia
elétrica/térmica em sua utilização numa célula de combústivel ou num
motor comum.



SUBJECT: O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 10:56

Amigos,

Depois de tanto tempo, inicialmente gostaria de cumprimentar a todos.
Rretorno à Ciencialist para colocar esse tema em discussão: O universo é
cíclico? Houve realmente o Big-Bang? Se sim, o que houve antes dele?.
A seguir transcrevo o resumo da matéria publica hoje em O Globo, que comenta
a tese do físico brasileiro Mario Novello, do CBPF, sobre o tema. Vale a
pena ler.
Esclareço que concordo plenamente com a proposta de Novello, não com base
nas justificativas dele, e sim com base em uma teoria de minha autoria, que
infelizmente, não é do agrado de alguns dos integrantes dessa lista, e por
causa disto nem citarei o seu nome.
Esse não é um tema novo, pois já foi discutido aqui na ciencialist na
mensagem http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/38709 , entre
outras.
Importante: não quero colocar no debate a minha teoria e sim a proposta do
Novello de que o universo é cíclico.

Um grande abraço,

Claudio Abreu

========================

Sem Big Bang
Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
Publicada em 15/07/2008 às 03h35m

O Globo Online
RIO - Um dos maiores críticos do Big Bang, Mário Novello, do Centro
Brasileiro de Pesquisa Física (CBPF), propõe uma nova teoria para explicar o
Universo: ele seria não só eterno, como também cíclico. A explosão que para
muitos teria dado origem ao Cosmos seria, na verdade, um momento recorrente
num ciclo eterno de retração e expansão, como mostra matéria de Roberta
Jansen publicada nesta terça no jornal O Globo.

A nova teoria, elaborada em parceria com José Martins Salim, foi apresentada
no início do ano na I Conferência de Cosmologia, Relatividade e Astrofísica,
em Pescara, na Itália, e publicada na "Physics Report".

A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
irracional.

- Isso não tem nada a ver com verdade científica - afirma Novello. - Você
pode provar um dia que houve retração e expansão, mas não pode provar o Big
Bang.

Por isso, desde os anos 70, Novello propõe o modelo do Universo eterno, em
que o Big Bang seria o ápice de um período de colapso do Universo, seguido
por uma fase de expansão que perdura até hoje. A idéia foi criticada durante
muitos anos, mas, recentemente, passou a ser mais bem aceita.

Leia a íntegra aqui, no Globo Digital (somente para assinantes)


Assine O Globo e receba todo o conteúdo do jornal na sua casa
A



SUBJECT: Re: Cachaça e gordura trans
FROM: "Eurico Ferreira de Souza Jr" <caodejah@yahoo.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 11:33

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, murilo filo
<avalanchedrive@...> escreveu

[E]> olá Cachaceiro,

>
>
> LEC,
> oi!
> Vc não é aquele listeiro maconheiro, é? Acho que não... tinha um que
era...

[E]> sou! com muito orgulho, com muito amor...

> A ANVISA é antipática, burocrata e, conforme vc diz, politizada.
Longe de mim defendê-la; concordo com vc.
> Só a usei como um parâmetro ''sanitário'' para que comparacem com o
que acontece no tráfico. Tinha aí alguns caras horrorizados com a
cachaça e os macetes inofensivos usados pelos capiáus, meu!
> Acho não ser necessário detalhar os lances higiênicos do tráfico.

[E]> quem está disposto a pagar o preço, tem qualidade internacional:
geneticamente modificada, hidropônica, limpinha...
(igualzinho com a marvada... tem pro mendigo bebum, tem pro
presidente bebum...)

> Inté!
> M. 14/jul
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>




SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: uma nova proposta para a configuração eleronica dos elementos químicos
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 12:00

Já o fiz.
Um abraço

2008/7/14 Ricardo Soares Vieira <rickrsv@yahoo.com.br>:

> Olá Prof. Cristiana,
>
> Não há problemas quanto a divulgação ok. Sinta-se a vontade,
>
> At.
> Ricardo.
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "Profª Cristiana Passinato"
> <crispassinato3@...> escreveu
>
> >
> > Ricardo,
> >
> > Terei a honra de divulgar seu site no meu Liga da Ciência, e peço
> que todos
> > que aqui puderem me remeter em pvt os links interessantes ao meu
> conteúdo
> > que o façam, para que através de meu anel (reunião) de formadores
> de opinião
> > e educadores em Ciências, possamos oferecer leitura de qualidade
> aos
> > estudantes e curiosos sobre o tema:
> http://ligadasciencias.wordpress.com
> >
> > Peço, se possível, quando disponível, se eu poderia também
> disponibilizar em
> > forma de postagem no blog do meu site Pesquisas de Química tais
> textos, que
> > são do interesse comum dos Químicos em geral:
> http://pesquisasdequimica.com
> >
> > Espero contribuir com a divulgação dos nossos espaços e a difusão
> dos
> > trabalhos que possamos vir a produzir e trazer ao conhecimento do
> grupo, ok?
> >
> > Um abraço,
> >
> > Cristiana
> >
> > 2008/7/8 Ricardo Soares Vieira <rickrsv@...>:
>
> >
> > > Olá,
> > >
> > > Conforme tinha comentado, segue o texto em que exponho uma nova
> > > proposta para a configuração eletrônica dos átomos. Esta idéia já
> > > tinha sido formulada a algum tempo atras, conferir em
> > >
> > > http://br.geocities.com/rickrsv/teorias_arquivos/quimica.pdf
> > >
> > > Porém, o texto presente está em uma linguagem mais adequada. Tive
> > > trabalhando a um bom tempo nele e agora o disponibiliso para
> divulgação.
> > >
> > > O texto é razoavelmente grande, cerca de 30 páginas (o motivo é
> que
> > > exponho uma introdução aos modelos atômicos e experiências
> associadas
> > > com a teoria da configuração eletrônica, a teoria em si ocupa
> mesmo
> > > aproximadamente a metade disso). Pretendo e breve escrever uma
> versão
> > > menor, de 10 a 15 páginas, sem a introdução acima referida.
> > >
> > > O texto pode ser conferido pelo link
> > >
> > >
> http://geocities.yahoo.com.br/rickrsv/teorias_arquivos/quim_config.pd
> f
> > >
> > > p.s., este link não pode ser acessado pelo meu site pessoal, o
> (não
> > > tive tempo de configurá-lo).
> > >
> > > Qualquer dúvida, crítica ou opinião pode ser enviada para o meu
> e-mail
> > > pessoal, divulgado no texto. Comprometo-me, contudo, a responder
> as
> > > mensagens apenas em agosto, pois estou saindo de férias e o meu
> > > computados não se encontra em casa...
> > >
> > > Aagradeço a todos pelos incentivos e opiniões,
> > >
> > > Ricardo.
> > >
> > >
> > >
> >
> >
> >
> > --
> > Profª Cristiana Passinato
> > Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> > Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> > Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> > http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> > http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> > gtalk/msn/meebo: crispassinato3@...
> > skype: crispassinato
> > "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de
> Jesus Cristo
> > - Comunidade Católica Mariana HESED)
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Chamado: Testando a Astrologia
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 12:25

Kentaro, queria te perguntar, tem como eu redirecionar o meu contedo do
wordpress pro link do seu, l do haan?

2008/7/15 Kentaro Mori <kentaro.mori@gmail.com>:

> Chamado: Testando a Astrologia <
> http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1272>
>
> [image: astrology_discoveryfd321]
>
> Este que escreve aqui teve seu *mapa astral* elaborado pelo colega *Marcelo
> Del Debbio* <http://www.daemon.com.br/mdd/>, conhecido autor de RPGs,
> ocultista e *astrlogo*. E os resultados foram muito curiosos.
>
> Forneci *trs conjuntos de dados*, sem indicar qual deles seria o meu, e
> alertando mesmo que *talvez nenhum deles fosse o meu*. Del Debbio deveria
> criar o mapa astral de cada um dos trs conjuntos e tentar adivinhar qual
> (ou se algum) deles seria meu. No s acertou, como parece ter
> fornecido *detalhes
> incrivelmente acurados*.
>
> Alguns excertos de seus mapas:
>
> *Mapa 1* - " uma pessoa cujo pensamento guiado pelo *emocional*, que
> gosta de estar entre amigos com os quais os pode testar sua inteligncia.
> Provavelmente tem *algum talento em escrever, por causa da necessidade de
> se
> expressar, e deve ser uma pessoa bem criativa tambm*. emocional e
> fantasiosa demais para ser voc, Kentaro"
>
> *Mapa 2* - "*Altamente inquisidor*, gosta de chegar ao fundo de qualquer
> coisa que est estudando, fascinado por mistrios e coisas desconhecidas,
> interessado em trabalho de detetive e descobrir coisas inexplicveis.
> Mercrio em conjuno com pluto e com a lua exageram estas caractersticas
> nesta pessoa, pois a maneira como ela pensa e sente se torna muito
> parecida.
> Esse perfil bate muito com o que eu (acho que) conheo de voc. *Meu
> chute
> seria este*. Se no for voc, com certeza algum outro ctico que tem
> potencial para ser bem conhecido e com certeza vai ser algum importante
> neste cenrio".
>
> *Mapa 3 *- "O terceiro mapa tem sol, mercrio, vnus e saturno em peixes na
> casa 11 definitivamente um *mdium sensitivo*, grandes chances de ser
> mdium vidente, e dos bons, que tambm deve ter trabalhado com e
> *influenciado
> muitas pessoas* (casa 11). Como a data do sculo retrasado, *obviamente
> no voc*. Meu chute que seja um ocultista famoso ou algum ligado com
> religies (do tipo "revelaes") ou *lder de alguma seita* enfim, algum
> que fala com deuses, fantasmas, espritos, etc. ".
>
> O mapa 1 foi criado a partir dos dados da cantora *Alanis Morisette*. O
> mapa
> 2 foi de fato criado a partir dos *meus dados, um acerto*. O mapa 3 se
> refere ao famoso "mdium" *Edgar Cayce*. Os mapas 2 e 3 so, preciso
> admitir, *acertos impressionantes* em seus detalhes. H alguns erros e
> descries que possam ser consideradas contraditrias, mas est claro que
> *h
> mais acertos especficos*.
>
> Este *no era um teste*, e sim uma *brincadeira conduzida no Orkut* (clique
> para acompanhar todo o
> desenrolar)<
> http://www.orkut.com.br/CommMsgs.aspx?cmm=48894418&tid=5212495558808341650&start=1
> >.
> Com base nos dados que forneci (data, hora e local de nascimento), mesmo
> sem
> consultar qualquer mapa astral, *bastava uma busca na internet* para
> descobrir os dados de Cayce e Morisette.
>
> Del Debbio, contudo, *no teria consultado a internet*, elaborando os mapas
> *baseado unicamente nos dados iniciais*. Nesta situao, seus acertos
> seriam
> notveis, e confiando em sua boa f, sugeri que partssemos para algo mais
> srio.
>
> E aqui que gostaria de solicitar o auxlio dos leitores deste blog.
> Marcelo Del Debbio est mesmo disposto a elaborar *centenas de mapas
> astrais
> * de "cticos" para verificar se possuiriam de fato uma conjuno de astros
> favorvel a seus questionamentos. Por outro lado acredito que um *teste
> mais
> simples* e relacionado com a *fabulosa habilidade* que demonstrou na
> brincadeira acima seria mais interessante e esclarecedor.
>
> Isto , se consegussemos dados de algo como dez figuras que se destaquem
> por alguma caracterstica em especial (artistas, filantropos, cientistas,
> mesmo assassinos), mas que *no estejam acessveis na internet* ou em
> qualquer outra forma facilmente acessvel, reproduziramos a brincadeira
> inicial mas com um controle um tanto maior. Ainda no seria um "teste
> cientfico", mas seria mais interessante. Confiar na boa f de Del Debbio
> no significa que no devamos verificar sua habilidade especfica de forma
> mais controlada. No mnimo saberemos se foi ou no mero acaso.
>
> , contudo, *apenas uma idia*. Talvez a proposta de Del Debbio com
> centenas
> de mapas, ou uma variao dela, seja mais produtiva, permitindo anlises
> estatsticas e resultados com maior relevncia. O importante que *Marcelo
> Del Debbio est gentilmente disposto a ter suas habilidades, e a prpria
> astrologia que defende, posta prova*.
>
> Solicito assim aos leitores que enviem sugestes e comentrios aqui mesmo,
> logo abaixo do post, ou de forma privada, ao meu email [
> kentaro.mori@gmail.com]. O objetivo que possamos discutir e elaborar um
> teste ao mesmo tempo *simples e esclarecedor*.
>
>
> [As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]
>
>
> ------------------------------------
>
> ##### ##### #####
>
> Pgina de apoio
> http://www.ciencialist.com
>
>
> ##### ##### ##### #####Links do Yahoo! Grupos
>
>
>


--
Prof Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Qumica, Fsica e Matemtica.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A f sem ao morta" (Ir. Kelly Patrcia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Catlica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: Cachaça e gordura trans
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 15:51

Cês tinham que dar essa marvada "da boa" lá pro Lula, pra ver se ele
comprovava, ele deve ser ótimo provador e selo de qualidade, risos...

2008/7/15 Eurico Ferreira de Souza Jr <caodejah@yahoo.com.br>:

> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> murilo filo
> <avalanchedrive@...> escreveu
>
> [E]> olá Cachaceiro,
>
>
> >
> >
> > LEC,
> > oi!
> > Vc não é aquele listeiro maconheiro, é? Acho que não... tinha um que
> era...
>
> [E]> sou! com muito orgulho, com muito amor...
>
> > A ANVISA é antipática, burocrata e, conforme vc diz, politizada.
> Longe de mim defendê-la; concordo com vc.
> > Só a usei como um parâmetro ''sanitário'' para que comparacem com o
> que acontece no tráfico. Tinha aí alguns caras horrorizados com a
> cachaça e os macetes inofensivos usados pelos capiáus, meu!
> > Acho não ser necessário detalhar os lances higiênicos do tráfico.
>
> [E]> quem está disposto a pagar o preço, tem qualidade internacional:
> geneticamente modificada, hidropônica, limpinha...
> (igualzinho com a marvada... tem pro mendigo bebum, tem pro
> presidente bebum...)
>
> > Inté!
> > M. 14/jul
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 15:57

Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua não?
Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
Um abraço

2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Amigos,
>
> Depois de tanto tempo, inicialmente gostaria de cumprimentar a todos.
> Rretorno à Ciencialist para colocar esse tema em discussão: O universo é
> cíclico? Houve realmente o Big-Bang? Se sim, o que houve antes dele?.
> A seguir transcrevo o resumo da matéria publica hoje em O Globo, que
> comenta
> a tese do físico brasileiro Mario Novello, do CBPF, sobre o tema. Vale a
> pena ler.
> Esclareço que concordo plenamente com a proposta de Novello, não com base
> nas justificativas dele, e sim com base em uma teoria de minha autoria, que
>
> infelizmente, não é do agrado de alguns dos integrantes dessa lista, e por
> causa disto nem citarei o seu nome.
> Esse não é um tema novo, pois já foi discutido aqui na ciencialist na
> mensagem http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/38709 ,
> entre
> outras.
> Importante: não quero colocar no debate a minha teoria e sim a proposta do
> Novello de que o universo é cíclico.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
> ========================
>
> Sem Big Bang
> Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
> Publicada em 15/07/2008 às 03h35m
>
> O Globo Online
> RIO - Um dos maiores críticos do Big Bang, Mário Novello, do Centro
> Brasileiro de Pesquisa Física (CBPF), propõe uma nova teoria para explicar
> o
> Universo: ele seria não só eterno, como também cíclico. A explosão que para
>
> muitos teria dado origem ao Cosmos seria, na verdade, um momento recorrente
>
> num ciclo eterno de retração e expansão, como mostra matéria de Roberta
> Jansen publicada nesta terça no jornal O Globo.
>
> A nova teoria, elaborada em parceria com José Martins Salim, foi
> apresentada
> no início do ano na I Conferência de Cosmologia, Relatividade e
> Astrofísica,
> em Pescara, na Itália, e publicada na "Physics Report".
>
> A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
> informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> irracional.
>
> - Isso não tem nada a ver com verdade científica - afirma Novello. - Você
> pode provar um dia que houve retração e expansão, mas não pode provar o Big
>
> Bang.
>
> Por isso, desde os anos 70, Novello propõe o modelo do Universo eterno, em
> que o Big Bang seria o ápice de um período de colapso do Universo, seguido
> por uma fase de expansão que perdura até hoje. A idéia foi criticada
> durante
> muitos anos, mas, recentemente, passou a ser mais bem aceita.
>
> Leia a íntegra aqui, no Globo Digital (somente para assinantes)
>
> Assine O Globo e receba todo o conteúdo do jornal na sua casa
> A
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Google Orkut Apps: Tabela Periódica (no Orkut - que 10!)
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 18:59

Google Orkut Apps: Tabela Periódica (no Orkut - que 10!)

15 Julho, 2008 de Profª Cristiana de B.
Passinato<http://crispassinato.wordpress.com/author/crispassinato/>
<http://crispassinato.wordpress.com/wp-admin/post.php?action=edit&post=2620>

Legal!!! Agora Química no Google tb! Yuppiiii!

This is a periodic table that can be used by students for reference. Esta é
uma tabela periódica que podem ser usadas por estudantes de referência.

*Periodic Table*

Adicionar ao meu perfil
Postar atualizações para os meus amigos Adicionar esse aplicativo dará ao
mesmo acesso às informações do seu perfil público e à sua lista de amigos.
As "informações públicas do perfil" são todas as informações que estão
disponíveis em seu perfil. Elas não têm uma configuração de privacidade que
limite o acesso a amigos de amigos, a amigos ou a você. Ao clicar em
"adicionar aplicativo", você toma conhecimento das informações acima e
aceita os Termos de Uso do OpenSocial<http://www.orkut.com.br/AppTerms.aspx>
.
Adicionar aplicativo<http://crispassinato.wordpress.com/2008/07/15/google-orkut-apps-tabela-periodica-no-orkut-que-10/void%280%29;>



amigos com esse aplicativo
Nenhum dos seus amigos use este aplicativo no momento

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Alemanha planeja construir seu primeiro parque eólico marítimo
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO:
CC: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>, José Renato Gmail <jrmalmeid@gmail.com>, José Carlos Antonio <profjc2003@yahoo.com.br>
DATE: 15/07/2008 19:29

Alemanha planeja construir seu primeiro parque eólico marítimo
oßansicht des Bildes mit der Bildunterschrift: Ao contrário dos parques dinamarqueses, os alemães serão distantes do litoral

Após ter tornado o empreendimento mais atraente para investidores, governo alemão espera que novas usinas eólicas no mar produzam até 25 mil megawatts em 2030. Projeto implica desafios financeiros e tecnológicos.


Em meio aos atuais debates sobre energia na Alemanha, desencadeados pelo aumento do preço do petróleo, pela controversa defesa da energia nuclear como alternativa ecologicamente viável e pela pressão de respeitar os níveis prescritos de emissão de CO2, a Alemanha anunciou um grande projeto de energia eólica para os próximos anos.



O ministro dos Transportes, Obras e Planejamento Urbano, Wolfgang Tiefensee, comunicou que pretende construir 30 parques de energia eólica no Mar do Norte e no Báltico. Cada um custará 1 bilhão de euros. A meta é reduzir cada vez mais a dependência da Alemanha de fornecedores estrangeiros. Com esse parque, o governo espera obter 25 mil megawatts de energia em 2030.



Mapeando águas desconhecidas



Bildunterschrift: Großansicht des Bildes mit der Bildunterschrift: Energia eólica cobre 7% do consumo alemãoTrata-se de uma meta ambiciosa, considerando que a Alemanha não tem nenhum aerogerador no litoral. Os planos do ministério implicam sobretudo diversos desafios de ordem técnica.



"A Alemanha é líder mundial na tecnologia eólica em terra, mas - quanto aos parques em água - ainda está mapeando terreno desconhecido", explicou Ulf Gerard, porta-voz da Associação Alemã de Energia Eólica.



Diante da demanda de turbinas em todo o mundo, o setor eólico teve um surto de exportações nos últimos anos. Com uma produção anual de cerca de 19,5 mil aerogeradores com capacidade de 23 mil megawatts, o setor ocupa mais de 80 mil pessoas, tendo gerado 8 mil empregos no país só no ano passado.



A Alemanha, conhecida por suas credenciais ecológicas, se absteve até agora de explorar a tecnologia eólica no mar - uma tecnologia cada vez mais aceita em todo o mundo como fonte renovável de grandes quantidades de energia não poluente.



Os especialistas atribuem a relutância alemã aos crescentes custos de aço e cobre, ao ceticismo dos investidores e ao fato de a tecnologia eólica em água ainda ser incipiente no país.



Incentivos para investidores



No mês passado, o Parlamento alemão eliminar um dos maiores obstáculos para o desenvolvimento de parques eólicos marítimos, ao alterar a Lei das Energias Renováveis e elevar a chamada "feed-in tariff" para energia eólica produzida no mar de 9 cents para 15 cents de euro. Trata-se da tarifa paga aos proprietários de sistemas de energias renováveis, quando a energia de seus sistemas é fornecida à rede pública. O aumento da tarifa tornou mais atraente, portanto, a produção de energia eólica.



"Quem investir na construção de parques eólicos no mar pode calcular o quanto deverá esperar de retorno até 2015, prazo de validade do valor recém-estipulado", comentou Albrecht Tiedemann, especialista da Agência Alemã de Energia, sediada em Berlim.



Bildunterschrift: Esboço do parque planejado na costa alemã

Riscos em alto-mar



Ao contrário dos parques eólicos marítimos existentes na Dinamarca, na Holanda e no Reino Unido, todos situados a apenas alguns quilômetros de distância da costa, os alemães serão construídos em alto-mar, entre 40 e 80 quilômetros do litoral - um projeto pioneiro em todo o mundo.



Para adquirir a licença para construir parques eólicos marítimos afastados do litoral alemão, o investidor interessado tem que submeter seu projeto a uma monitoração ambiental rigorosa durante mais de um ano. Tudo isso para garantir que os cata-ventos não perturbarão os frágeis ecossistemas marinhos, a fauna e particularmente a região do wattenmeer, faixa costeira do Mar do Norte passível de grandes variações de maré, sob proteção ambiental.



O plano de construir os parques eólicos longe do litoral também visa proteger o turismo e poupar os banhistas da vista pouco pitoresca dos aerogeradores em pleno mar.



Grande riscos logísticos e financeiros



É inegável que os padrões ambientais tornam mais difícil o transporte e a instalação dos pesados equipamentos necessários para montar os parques eólicos. Isso inclui cinco enormes turbinas com mais de cem toneladas cada e quase 200 metros de altura.



Na avaliação dos especialistas, as longas distâncias, a profundidade das águas e a falta de redes de energia tornam o empreendimento em mar duas a três vezes mais dispendioso do que em terra.



Bildunterschrift: Großansicht des Bildes mit der Bildunterschrift: Não será fácil a manutenção das enormes turbinas no meio do marInstalar cabos subaquáticos cujos custos são estimados em 1,5 milhão de euros por quilômetro, fixar os cata-ventos no mar a mais de 25 metros de profundidade, proteger as enormes turbinas da corrosão e garantir a manutenção do parque tão longe da terra são desafios logísticos e financeiros que implicam um risco razoável.



O primeiro parque eólico marítimo da Alemanha será construído perto da ilha de Borkum, no Mar do Norte. Três grandes conglomerados de energia - Eon, EWE e Vattenfall - planejam instalar seis turbinas a 45 quilômetros da ilha ainda este ano. No próximo ano, serão mais seis.




[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RE: [ciencialist] Re: Cachaça e gordura trans
FROM: murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 19:59


Hidropônica? Cacilda!
Eu até entendo seu orgulho, mas amor?
Deve ser algum efeito da genética modificada - monsanto, com certeza.
Sua credulidade nos seres humanos é espantosa...
Boa sorte!
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 20:09

Caro Claudio,

É claro que a sua teoria da bidualidade concorda com a teoria do universo cíclico. Contudo, tenho certeza que, se algum dia ficar provado que o universo não é cíclico, a teoria da bidualidade concordará com isso também!

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br



----- Original Message -----
From: Claudio Abreu - Bidual
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, July 15, 2008 10:56 AM
Subject: [ciencialist] O universo é cíclico?


Amigos,

Depois de tanto tempo, inicialmente gostaria de cumprimentar a todos.
Rretorno à Ciencialist para colocar esse tema em discussão: O universo é
cíclico? Houve realmente o Big-Bang? Se sim, o que houve antes dele?.
A seguir transcrevo o resumo da matéria publica hoje em O Globo, que comenta
a tese do físico brasileiro Mario Novello, do CBPF, sobre o tema. Vale a
pena ler.
Esclareço que concordo plenamente com a proposta de Novello, não com base
nas justificativas dele, e sim com base em uma teoria de minha autoria, que
infelizmente, não é do agrado de alguns dos integrantes dessa lista, e por
causa disto nem citarei o seu nome.
Esse não é um tema novo, pois já foi discutido aqui na ciencialist na
mensagem http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/38709 , entre
outras.
Importante: não quero colocar no debate a minha teoria e sim a proposta do
Novello de que o universo é cíclico.

Um grande abraço,

Claudio Abreu

========================

Sem Big Bang
Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
Publicada em 15/07/2008 às 03h35m

O Globo Online
RIO - Um dos maiores críticos do Big Bang, Mário Novello, do Centro
Brasileiro de Pesquisa Física (CBPF), propõe uma nova teoria para explicar o
Universo: ele seria não só eterno, como também cíclico. A explosão que para
muitos teria dado origem ao Cosmos seria, na verdade, um momento recorrente
num ciclo eterno de retração e expansão, como mostra matéria de Roberta
Jansen publicada nesta terça no jornal O Globo.

A nova teoria, elaborada em parceria com José Martins Salim, foi apresentada
no início do ano na I Conferência de Cosmologia, Relatividade e Astrofísica,
em Pescara, na Itália, e publicada na "Physics Report".

A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
irracional.

- Isso não tem nada a ver com verdade científica - afirma Novello. - Você
pode provar um dia que houve retração e expansão, mas não pode provar o Big
Bang.

Por isso, desde os anos 70, Novello propõe o modelo do Universo eterno, em
que o Big Bang seria o ápice de um período de colapso do Universo, seguido
por uma fase de expansão que perdura até hoje. A idéia foi criticada durante
muitos anos, mas, recentemente, passou a ser mais bem aceita.

Leia a íntegra aqui, no Globo Digital (somente para assinantes)

Assine O Globo e receba todo o conteúdo do jornal na sua casa
A





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 20:11

Danger, Will Robinson, danger! :-)

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br


----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua não?
Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
Um abraço

2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Amigos,
>
> Depois de tanto tempo, inicialmente gostaria de cumprimentar a todos.
> Rretorno à Ciencialist para colocar esse tema em discussão: O universo é
> cíclico? Houve realmente o Big-Bang? Se sim, o que houve antes dele?.
> A seguir transcrevo o resumo da matéria publica hoje em O Globo, que
> comenta
> a tese do físico brasileiro Mario Novello, do CBPF, sobre o tema. Vale a
> pena ler.
> Esclareço que concordo plenamente com a proposta de Novello, não com base
> nas justificativas dele, e sim com base em uma teoria de minha autoria, que
>
> infelizmente, não é do agrado de alguns dos integrantes dessa lista, e por
> causa disto nem citarei o seu nome.
> Esse não é um tema novo, pois já foi discutido aqui na ciencialist na
> mensagem http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/38709 ,
> entre
> outras.
> Importante: não quero colocar no debate a minha teoria e sim a proposta do
> Novello de que o universo é cíclico.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
> ========================
>
> Sem Big Bang
> Físico brasileiro propõe modelo de Universo cíclico
> Publicada em 15/07/2008 às 03h35m
>
> O Globo Online
> RIO - Um dos maiores críticos do Big Bang, Mário Novello, do Centro
> Brasileiro de Pesquisa Física (CBPF), propõe uma nova teoria para explicar
> o
> Universo: ele seria não só eterno, como também cíclico. A explosão que para
>
> muitos teria dado origem ao Cosmos seria, na verdade, um momento recorrente
>
> num ciclo eterno de retração e expansão, como mostra matéria de Roberta
> Jansen publicada nesta terça no jornal O Globo.
>
> A nova teoria, elaborada em parceria com José Martins Salim, foi
> apresentada
> no início do ano na I Conferência de Cosmologia, Relatividade e
> Astrofísica,
> em Pescara, na Itália, e publicada na "Physics Report".
>
> A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
> informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> irracional.
>
> - Isso não tem nada a ver com verdade científica - afirma Novello. - Você
> pode provar um dia que houve retração e expansão, mas não pode provar o Big
>
> Bang.
>
> Por isso, desde os anos 70, Novello propõe o modelo do Universo eterno, em
> que o Big Bang seria o ápice de um período de colapso do Universo, seguido
> por uma fase de expansão que perdura até hoje. A idéia foi criticada
> durante
> muitos anos, mas, recentemente, passou a ser mais bem aceita.
>
> Leia a íntegra aqui, no Globo Digital (somente para assinantes)
>
> Assine O Globo e receba todo o conteúdo do jornal na sua casa
> A
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 20:38

----- Original Message -----
From: "Profª Cristiana Passinato"
Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

> Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?

Cara professora Cristiana

Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
próprio Claudio e estão no meu site em
http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm

As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
acima.

Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
da termodinâmica).

Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
que ela se eternize.

Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm

Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
pode ser lida também a partir de
http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 20:52

Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
coisas de forma transparente.

Um abraço,

Cristiana

2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br>:

> ----- Original Message -----
> From: "Profª Cristiana Passinato"
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
>
> Cara professora Cristiana
>
> Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> próprio Claudio e estão no meu site em
> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
>
> As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> acima.
>
> Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> da termodinâmica).
>
> Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> que ela se eternize.
>
> Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
>
> Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> pode ser lida também a partir de
> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
>
> [ ]´s
> Alberto
> http://ecientificocultural.com/indice.htm
> Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 20:53

em tempo, as discussões envolvendo a Termodinâmica me interessam em muito,
com respeito a tempo e outras variáveis que são muito mais do que percebemos
e fechamos em nosso dia-a-dia.

Um abraço,

Cristiana

2008/7/15 Profª Cristiana Passinato <crispassinato3@gmail.com>:

> Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
> Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
> comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> coisas de forma transparente.
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br>:
>
> ----- Original Message -----
>> From: "Profª Cristiana Passinato"
>> Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
>> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>>
>> > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
>> > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
>>
>> Cara professora Cristiana
>>
>> Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
>> idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
>> por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
>> mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
>> respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
>> próprio Claudio e estão no meu site em
>> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
>>
>> As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
>> estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
>> científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
>> metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
>> ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
>> descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
>> independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
>> discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
>> sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
>> porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
>> acima.
>>
>> Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
>> Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
>> avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
>> parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
>> Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
>> universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
>> periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
>> termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
>> fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
>> entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
>> neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
>> de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
>> uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
>> partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
>> da termodinâmica).
>>
>> Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
>> agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
>> universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
>> vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
>> ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
>> inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
>> existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
>> dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
>> central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
>> que ela se eternize.
>>
>> Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
>> nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
>> óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
>> que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
>> a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
>> confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
>> dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
>> mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
>> como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
>> escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
>> http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
>>
>> Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
>> respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
>> 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
>> pode ser lida também a partir de
>> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
>>
>> [ ]´s
>> Alberto
>> http://ecientificocultural.com/indice.htm
>> Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
>> coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
>>
>>
>>
>
>
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo - Comunidade Católica Mariana HESED)
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Asimov's 30 laws of robotics
FROM: Kentaro <kentaro.mori@gmail.com>
TO: sociedadelunar@googlegroups.com, ciencialist@yahoogrupos.com.br, lista CA <ceticismoaberto@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 21:50

Sent to you by Kentaro via Google Reader: Asimov's 30 laws of robotics
via Boing Boing by Xeni Jardin on 7/15/08 Huh, looks like Isaac
Asimov's 3 laws of robotics have been expanded tenfold by the
thoughtful Something Awful guys: # A robot must tip its hat in the
presence of a lady human being, except where such a display would be
construed as a come-on by a jealous male human being, who then might
pose a difficulty to the Third Law.
# A robot may not act in such a fashion as would make dogs obsolete,
because dogs are less expensive than robots, and robots should be
reserved for science things.
# A robot, when given contradictory orders by two human beings, and
assuming those orders do not violate the First Law, must decide which
order to follow based on which human being has a deeper voice.
# A robot, specifically a big, wide robot, may not pretend to be a
refrigerator and then make a scary noise when a human being opens it.



Asimov's 30 Laws of Robotics [ somethingawful.com, thanks Coop ]


Things you can do from here:
- Subscribe to Boing Boing using Google Reader
- Get started using Google Reader to easily keep up with all your
favorite sites


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 15/07/2008 23:07

Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,

Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.

Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero ter a tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que, pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil. Quanto à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa lista nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta. Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou menos, como quase totalidade dessa lista faz.

A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser cíclico ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista; e o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo, quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das Supercordas, tal como comento a seguir.

Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns 15 bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até chegarmos ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se encontra em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da notícia publicada hoje em o Globo:
"A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista, imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja irracional."

Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da contração que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história eterna do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.

Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo de ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético com relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado tudo nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado, existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender porque essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue reunir tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de lógica.

Um grande abraço,

Claudio Abreu







----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
coisas de forma transparente.

Um abraço,

Cristiana

2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br>:

> ----- Original Message -----
> From: "Profª Cristiana Passinato"
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
>
> Cara professora Cristiana
>
> Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> próprio Claudio e estão no meu site em
> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
>
> As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> acima.
>
> Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> da termodinâmica).
>
> Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> que ela se eternize.
>
> Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
>
> Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> pode ser lida também a partir de
> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
>
> [ ]´s
> Alberto
> http://ecientificocultural.com/indice.htm
> Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: Chamado: Testando a Astrologia
FROM: "Kentaro Mori" <kentaro.mori@gmail.com>
TO:
DATE: 15/07/2008 23:13

Com um agradecimento enorme a todos que comentaram, fizeram sugestões
e se ofereceram para participar do teste, repasso abaixo a proposta de
teste que será enviada ao astrólogo Marcelo Del Debbio.

Continuo solicitando sugestões e comentários, bem como voluntários que
possam ser sujeitos neste teste.

Cordial abraço,

Mori
http://www.ceticismoaberto.com/

==================

PROPOSTA

- Com 20 sujeitos;
- Com idade entre 30 e 60 anos;
- Com alguma característica pessoal forte (assassinos, filósofos,
cientistas, artistas, etc..);

- Fornecerão data, hora e local de nascimento. Precauções serão
tomadas para que os dados, incluindo horário, sejam acurados.

- Os sujeitos deverão ainda responder a um questionário de até vinte perguntas:
-- Dez perguntas de múltipla escolha definidas pelo astrólogo,
-- Cinco perguntas dissertativas definidas pelo astrólogo,
-- Até cinco perguntas de múltipla escolha e/ou dissertativas
adicionais definidas por mim.

- O questionário será discutido e definido de antemão sobre sua
propriedade. Não se pode perguntar, por exemplo, qual seria o signo do
sujeito (!). Profissão, estado civil e afins, contudo, seriam questões
válidas, a critério do astrólogo.

- O astrólogo deverá inicialmente fornecer o perfil esperado com base
em cada conjunto de dados de nascimento _antes_ de lhe serem mostrados
os questionários preenchidos pelos sujeitos. Isto é, fará os "mapas
astrais" de cada sujeito baseado unicamente em seus dados de
nascimento, e irá preencher os vinte questionários baseado unicamente
neles. Nas questões dissertativas, irá comentar o que achar
apropriado.

- Depois de enviar os mapas atrais e os questionários preenchidos com
base nos dados de nascimento, o astrólogo receberá finalmente os
questionários preenchidos pelos sujeitos. Deverá então
correlacioná-los com os dados de nascimento, e fornecer justificativas
para tal correlação e a eventual discrepância com os questionários
preenchidos inicialmente por ele.

- Ao final, serão analisados seus acertos e erros e sua significância
estatística.

---


SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 15/07/2008 23:50

Ué, então pq incita a curiosidade e do que vale uma teoria se nãod iscutida,
debatida, aperfeiçôada?
Então não é teoria, é sua posição à frente de alguns fenômenos e eventos, é
isso?
Agora entendi...
Obrigada

2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
>
> Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui
> na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
>
> Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha
> tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero ter a
> tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que,
> pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil. Quanto
> à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas
> decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando
> defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa lista
> nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta.
> Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou
> aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou
> menos, como quase totalidade dessa lista faz.
>
> A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser cíclico
> ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas
> científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista; e
> o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo,
> quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das
> Supercordas, tal como comento a seguir.
>
> Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns 15
> bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em
> algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de
> tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um
> tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até chegarmos
> ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se encontra
> em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de
> tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que
> isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E
> assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
> acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o
> Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da notícia
> publicada hoje em o Globo:
>
> "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
> informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> irracional."
>
> Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da contração
> que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história eterna
> do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
>
> Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo de
> ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos
> ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num
> bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site
> auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético com
> relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado tudo
> nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado,
> existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí
> vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu
> maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
> entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender porque
> essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue reunir
> tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de
> lógica.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
> Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
> comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> coisas de forma transparente.
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br<albmesq%40uol.com.br>
> >:
>
> > ----- Original Message -----
> > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> >
> > Cara professora Cristiana
> >
> > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > próprio Claudio e estão no meu site em
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> >
> > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > acima.
> >
> > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > da termodinâmica).
> >
> > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > que ela se eternize.
> >
> > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> >
> > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > pode ser lida também a partir de
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> >
> > [ ]´s
> > Alberto
> > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Ricardo S." <ricardos@infolink.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 16/07/2008 00:01

Desculpem-me se se estou falando besteira, ou se isso já foi delineado
por aqui, mas para mim as teorias de modelos cíclicos para o universo
não eram novidade nenhuma. Nem sei se os modelos são coerentes e bem
embasados, mas que eu saiba não são novos.

Por exemplo, na wikipedia há vários anos tem um artigo, com dados sobre
alguns modelos: http://en.wikipedia.org/wiki/Cyclic_Model (com
referências interessantes).

No mais, eu até pensei em comentar a questão dos modelos científicos
relacionados buscarem boas previsões e coerência com observações
astronômicas, e não verdades imutáveis, mas deixo isso para os que detém
o conhecimento.

Abs,

Ricardo S.

Claudio Abreu - Bidual escreveu:
> Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
>
> Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
>
> Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero ter a tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que, pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil. Quanto à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa lista nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta. Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou menos, como quase totalidade dessa lista faz.
>
> A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser cíclico ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista; e o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo, quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das Supercordas, tal como comento a seguir.
>
> Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns 15 bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até chegarmos ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se encontra em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da notícia publicada hoje em o Globo:
> "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista, imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja irracional."
>
> Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da contração que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história eterna do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
>
> Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo de ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético com relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado tudo nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado, existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender porque essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue reunir tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de lógica.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
>
>
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
> Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
> comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> coisas de forma transparente.
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br>:
>
> > ----- Original Message -----
> > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> >
> > Cara professora Cristiana
> >
> > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > próprio Claudio e estão no meu site em
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> >
> > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > acima.
> >
> > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > da termodinâmica).
> >
> > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > que ela se eternize.
> >
> > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> >
> > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > pode ser lida também a partir de
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> >
> > [ ]´s
> > Alberto
> > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
>




SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 00:10

Caro Claudio,

Cabe não misturar teoria do big bang e teoria das supercordas no mesmo e-mail. São coisas completamente diferentes e quase diametralmente opostas no espectro das teorias físicas. Ainda assim, ninguém levanta um cartão amarelo para essas teorias? Que livros você anda lendo? As objeções a elas estão até mesmo em "The Big Bang Theory" (a série televisiva)!

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br



----- Original Message -----
From: Claudio Abreu - Bidual
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, July 15, 2008 11:07 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,

Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.

Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero ter a tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que, pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil. Quanto à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa lista nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta. Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou menos, como quase totalidade dessa lista faz.

A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser cíclico ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista; e o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo, quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das Supercordas, tal como comento a seguir.

Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns 15 bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até chegarmos ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se encontra em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da notícia publicada hoje em o Globo:
"A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista, imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja irracional."

Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da contração que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história eterna do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.

Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo de ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético com relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado tudo nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado, existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender porque essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue reunir tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de lógica.

Um grande abraço,

Claudio Abreu


----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
coisas de forma transparente.

Um abraço,

Cristiana

2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br>:

> ----- Original Message -----
> From: "Profª Cristiana Passinato"
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
>
> Cara professora Cristiana
>
> Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> próprio Claudio e estão no meu site em
> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
>
> As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> acima.
>
> Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> da termodinâmica).
>
> Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> que ela se eternize.
>
> Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
>
> Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> pode ser lida também a partir de
> http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
>
> [ ]´s
> Alberto
> http://ecientificocultural.com/indice.htm
> Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: O universo é cíclico?
FROM: "oraculo333" <oraculo@atibaia.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 16/07/2008 00:27

Olá Claudio

Claudio: "Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o
momento da contração que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um
momento na história eterna do universo, do que esse começo
inexplicável de tudo. "

O que parece, ou deixa de parecer, plausível à você é, em termos
científicos absoluta e totalmente irrelevante. Conhecido como
"argumento da incredulidade pessoal", essa argumentação é simplesmente
inócua e sem sentido.

O universo não foi "construído" para se adequar a nossa capacidade de
compreensão, e muito do que a ciência descobriu viola ou afronta nosso
"bom senso". Mesmo assim, é assim que as coisas são, que a realidade é.

Não tome como pessoal, o dito acima serve para todos nós. Mesmo as
coisas que são "difíceis de acreditar" devem ser consideradas
corretas, reais, se tiverem sustentação em evidências físicas.

O Big Bang tem, não importa em nada o quanto "incomode" seu bom senso
ou supere sua capacidade de compreensão, tem evidências, muitas, e se
manterá como teoria aceita até que alguém consiga refuta-la.

Já se tentou explicar diversas vezes aqui na lista para você, mas
vamos lá mais uma vez..:-)

De acordo com os cálculos, baseados em leis da física (que ninguém
pode demonstrar que estão incorretas), as galáxias se afastam. Se se
afastam, estavam, claro, mais próximas ontem que hoje, ano passado que
este ano, e muito mais há milhões de anos atrás.

Calculando as distâncias e "voltando a fita", é possível descobrir
que, 13,7 bilhões de anos atrás, toda matéria estava junta, e se
estava junta, a atração gravitacional, ainda de acordo com as leis da
física, deveria ser gigantesca, colocando toda matéria em um ponto.

As mesmas leis e cálculos determinam que buracos negros existam e
colapsem sobre si mesmos, em uma mini-singularidade (mini em termos de
universo, claro).

Essa super-simplificação da teoria do Big Bang é sustentada por muitas
evidências, como a radiação de fundo, que, aliás, foi proposta por um
adversário da teoria, que alegava "se houve um BB, deveria haver uma
radiação de fundo em frequência determinada, e onde estaria ela?". Ao
ser descoberta, a alegação do adversário da teoria se voltou contra
ele, e gerou mais uma evidência do BB.

Claro que, se for capaz, pode demonstrar que a teoria está incorreta.
mas tem de fazer isso explicando, de forma satisfatória, toda
evidência a favor desta teoria que existe no momento.

E não vale usar o argumento da "incredulidade pessoal", pois não é uma
argumento real ou evidência de nada.

E para quem "não vai mais cair nessa", você até que tem se esforçado
para começar uma discussão aqui na lista, não?..:-) Mas não se
preocupe, é para isso que existe a lista, para discutir, criticar, e
tentar refutar teorias.

Sei que não compreende e preferia ter sua teoria protegida, mas não é
assim que a ciência funciona. Ela precisa, exige na verdade, que toda
teoria suporte os mais violentos e rigorosos ataques e críticas, e só
se for capaz de sobreviver a todo esse rigor, será aceita como correta.

Um abraço.

Homero


--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
<bidual@...> escreveu
>
> Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
>
> Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo
aqui na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
>
> Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que
tenha tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos
quero ter a tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo
em vão, e que, pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer
algo de útil. Quanto à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem
se interessar por elas decidirem se são válidas ou não. Já passei da
fase de ficar tentando defendê-las a todo custo e qualquer forma.
Realmente vocês aqui dessa lista nunca mais terão a oportunidade de
ficar questionando minha proposta. Atualmente, acho que aprendi que é
bem melhor ficar questionando ou aplaudindo idéias dos outros, que
queiram se colocar na berlinda. Mais ou menos, como quase totalidade
dessa lista faz.
>
> A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser
cíclico ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com
teses ditas científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal,
leigo ou cientista; e o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém
levanta um cartão amarelo, quanto mais um vermelho. Exemplos disso são
as teoria do Big-Bang e das Supercordas, tal como comento a seguir.
>
> Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há
uns 15 bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria
condensado em algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho
de uma bola de tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!,
então depois de um tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo,
expandindo até chegarmos ao nosso estágio atual, onde,
comprovadamente, o universo ainda se encontra em expansão, e por aí
vai... Agora, o que existia antes da tal bola de tênis, ninguém se
aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que isso não
interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E assim
fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica.
Aliás, o Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito
abaixo da notícia publicada hoje em o Globo:
> "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que
deu origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria
antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais
oferecer informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a
física seja irracional."
>
> Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da
contração que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na
história eterna do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
>
> Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas.
Acabo de ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu
aos ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi
compilada num bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se
encontra no site auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista
fiquei ainda mais cético com relação à teoria das Supercordas. Nas
próprias palavras do entrevistado tudo nela é vago, cada um que faça
suas contas por ela chegará a um resultado, existem uma porção de
teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí vai...Agora, a
questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu maior
ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender
porque essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e
consegue reunir tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma
idéia que nada tem de lógica.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
>
>
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e
discutidos, :)
> Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo
acompanhar os
> comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um
grupo
> grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de
explanar as
> coisas de forma transparente.
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@...>:
>
> > ----- Original Message -----
> > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> >
> > Cara professora Cristiana
> >
> > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também
não é
> > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > próprio Claudio e estão no meu site em
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> >
> > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > acima.
> >
> > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que,
segundo o
> > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria
que os
> > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no
sentido de
> > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa
fase
> > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo
para
> > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > da termodinâmica).
> >
> > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual
em que
> > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big
Bang
> > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da
fornalha
> > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a
fornalha
> > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha
afim de
> > que ela se eternize.
> >
> > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas
tudo o
> > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que
remodelar
> > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser
saber
> > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> >
> > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na
mensagem
> > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > pode ser lida também a partir de
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> >
> > [ ]´s
> > Alberto
> > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@...
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de
Jesus Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>




SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 11:01

Cristiana,

Isso é apenas um mise-en-scène do Claudio. Se ele não quer falar da teoria, por que a citou? Se ele não quer discutir o assunto, por que enviou o e-mail como "Claudio Abreu - Bidual"? Ele vai dizer que isso é provocação minha. E é! :-)

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br



----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Tuesday, July 15, 2008 11:50 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Ué, então pq incita a curiosidade e do que vale uma teoria se nãod iscutida,
debatida, aperfeiçôada?
Então não é teoria, é sua posição à frente de alguns fenômenos e eventos, é
isso?
Agora entendi...
Obrigada

2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
>
> Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui
> na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
>
> Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha
> tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero ter a
> tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que,
> pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil. Quanto
> à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas
> decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando
> defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa lista
> nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta.
> Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou
> aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou
> menos, como quase totalidade dessa lista faz.
>
> A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser cíclico
> ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas
> científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista; e
> o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo,
> quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das
> Supercordas, tal como comento a seguir.
>
> Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns 15
> bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em
> algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de
> tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um
> tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até chegarmos
> ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se encontra
> em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de
> tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que
> isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E
> assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
> acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o
> Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da notícia
> publicada hoje em o Globo:
>
> "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
> informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> irracional."
>
> Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da contração
> que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história eterna
> do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
>
> Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo de
> ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos
> ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num
> bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site
> auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético com
> relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado tudo
> nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado,
> existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí
> vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu
> maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
> entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender porque
> essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue reunir
> tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de
> lógica.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
> Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
> comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> coisas de forma transparente.
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br<albmesq%40uol.com.br>
> >:
>
> > ----- Original Message -----
> > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> >
> > Cara professora Cristiana
> >
> > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > próprio Claudio e estão no meu site em
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> >
> > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > acima.
> >
> > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > da termodinâmica).
> >
> > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > que ela se eternize.
> >
> > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> >
> > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > pode ser lida também a partir de
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> >
> > [ ]´s
> > Alberto
> > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RECRUTAMENTO
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, gerencia <gerencia@crq3.org.br>, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, ciencialist@yahoogrupos.com.br, cienciaemacao@yahoo.com.br
DATE: 16/07/2008 12:03

Sala de Chat Procura-se 3 moderadores voluntários (ATCOM) pra sala de chat:
precisa-se que esteja a partir do 4º período de faculdade de Química e que
esteja cursando licenciatura, possa estar por 4 h no chat da página que é
esse:

http://crispassinato.wordpress.com/chat/

As intruções de uso do chat:

Marque pelo formulário de contatos ou comentários o seu horário (use os
comentários dessa mesma página, por gentileza), e no horário combinado
compareça a essa página e entre na sala de bate-papo, para tirar sua dúvida
ou teclar sobre alguma questão ou mesmo ter alguma orientação através desse
novo recurso.

Atenciosamente,

Profª Cristiana Passinato

coordenacao@pesquisasdequimica.com

http://pesquisasdequimica.com


--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 16/07/2008 12:25

Mas do que seriam os grandes debates se não fossem os grandes provocadores?
Pra haver senso há de se ter sempre o elemento do contra-senso.
Para se ter tese sempre se deve levantar a contra-tese ou antítese, pra que
tudo seja colocado à prova.
E se provado, palmas pra ele.
Ex.: Imagina aquele programa "Manhattan Conection" se não fosse o polêmico
(amem ou não) Diogo Mainardi, seria um porre, todos concordando com todos, o
que seria do programa sem antes o Jabor, o Francis, sempre tem que ter
alguém pra desestruturar e quebrar os paradigmas e pensamentos fechados,
cristalizados ou então às teses mal embasadas ou infundadas.
Se quisermos impôr algo, isso não será científico, isso será um pensamento
tão somente nosso, uma vertente que lançaremos ao mundo sem toda e qualquer
valia, por que o que é o unitário dentro do Universo?
Muito vago, muito frágil, temos que discutir mesmo, pra fortalecer nossas
bases e nossas teorias, gente!

Um abraço!

2008/7/16 Alvaro Augusto (U) <alvaro@daelt.sh06.com>:

> Cristiana,
>
> Isso é apenas um mise-en-scène do Claudio. Se ele não quer falar da teoria,
> por que a citou? Se ele não quer discutir o assunto, por que enviou o e-mail
> como "Claudio Abreu - Bidual"? Ele vai dizer que isso é provocação minha. E
> é! :-)
>
>
> [ ]s
>
> Alvaro Augusto de Almeida
> http://www.alvaroaugusto.com.br
> alvaro@lunabay.com.br <alvaro%40lunabay.com.br>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 11:50 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Ué, então pq incita a curiosidade e do que vale uma teoria se nãod
> iscutida,
> debatida, aperfeiçôada?
> Então não é teoria, é sua posição à frente de alguns fenômenos e eventos, é
> isso?
> Agora entendi...
> Obrigada
>
> 2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br <bidual%40gbl.com.br>
> >:
>
> > Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
> >
> > Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui
> > na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
> >
> > Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha
> > tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero
> ter a
> > tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que,
> > pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil.
> Quanto
> > à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas
> > decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando
> > defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa
> lista
> > nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta.
> > Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou
> > aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou
> > menos, como quase totalidade dessa lista faz.
> >
> > A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser
> cíclico
> > ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas
> > científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista;
> e
> > o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo,
> > quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das
> > Supercordas, tal como comento a seguir.
> >
> > Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns
> 15
> > bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em
> > algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de
> > tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um
> > tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até
> chegarmos
> > ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se
> encontra
> > em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de
> > tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo
> que
> > isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E
> > assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
> > acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o
> > Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da
> notícia
> > publicada hoje em o Globo:
> >
> > "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> > origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> > Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> > imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais
> oferecer
> > informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> > irracional."
> >
> > Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da
> contração
> > que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história
> eterna
> > do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
> >
> > Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo
> de
> > ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos
> > ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num
> > bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site
> > auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético
> com
> > relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado
> tudo
> > nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado,
> > existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por
> aí
> > vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o
> seu
> > maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
> > entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender
> porque
> > essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue
> reunir
> > tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de
> > lógica.
> >
> > Um grande abraço,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> >
> > ----- Original Message -----
> > From: Profª Cristiana Passinato
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br><ciencialist%
> 40yahoogrupos.com.br>
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos,
> :)
> > Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar
> os
> > comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> > grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> > coisas de forma transparente.
> >
> > Um abraço,
> >
> > Cristiana
> >
> > 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br<albmesq%40uol.com.br>
> <albmesq%40uol.com.br>
>
> > >:
> >
> > > ----- Original Message -----
> > > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> > >
> > > Cara professora Cristiana
> > >
> > > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > > próprio Claudio e estão no meu site em
> > > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> > >
> > > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > > acima.
> > >
> > > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > > da termodinâmica).
> > >
> > > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > > que ela se eternize.
> > >
> > > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> > >
> > > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > > pode ser lida também a partir de
> > > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> > >
> > > [ ]´s
> > > Alberto
> > > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> > >
> > >
> > >
> >
> > --
> > Profª Cristiana Passinato
> > Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> > Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> > Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> > http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> > http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> > gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com><crispassinato3%
> 40gmail.com>
> > skype: crispassinato
> > "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> > Cristo
> > - Comunidade Católica Mariana HESED)
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "J.Victor" <j.victor.neto@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 13:27

Caro Ricardo,



Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei se o
autor lhe dá um suporte

matemático ao menos razoável, ou se o autor tem evidências científicas
experimentais para apoiar suas teses.

Ou se apenas desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso
e do eu acho.

Quanto tiver um tempinho a mais, darei uma lida no texto explicativo.

Realmente, é como você disse, tais conjeturas não são novas.



Assim, de uma maneira ou de outra, toda essa história está cheirando ao
teorema do Eterno Retorno,

de Henri Poincaré! Que lhe deu uma prova matemática rigorosa, em termos das
leis de Newton.

Ou seja, com Poincaré, a”ressurreição” se tornou possível, paradoxalmente.

Na ocasião em que Poincaré provou matematicamente que os sistemas podem
voltar ao ponto inicial,

dado um tempo muito longoE bote longo nisso), este argumento foi tão
importante que donos de mentes prodigiosas,

como Boltzman e Nietzsche, se envolveram até à exaustão, para conciliar seus
pontos de vista com aquele do Teorema.

Foi aí que Nietzsche endoidou de vez e declarou que “Deus está morto”!..

Pelo que pude perceber a respeito dos comentários sobre a TGBD, um caráter
cíclico do universo é defendido.

Como Novello, que “lesgisla” também sobre essas coisas, usando todo o
aparato da TRG, com eficiência.

Contudo, nada do que Novello defende, e desenvolve, é proibido pelas leis
físicas atuais, incluindo-se as

extensões à teoria da TRG aplicada à Cosmologia como, por exemplo, as
descobertas teóricas de

Gödel. Em o “O Círculo do Tempo” Novello desenvolve suas teorias tendo como
pano de fundo, de alguma maneira,

o trabalho de Gödel, que desenvolveu umas soluções para as equações de
campo de Einstein, pelo que este não

gostou nem um pouquinho, torceu o nariz e quase saiu correndo...

Usa largamente as conseqüências teóricas do chamado Universo de Gödel e a
Ponte de Conexão ou

Ponte de Einstein-Rosen, num esquema que ele mesmo justifica: “ Por Universo
de Godel

deve-se entender uma particular geometria que caracterizaria a totalidade
espaço-temporal do mundo.

Enquanto por Ponte de Conexão ou Ponte Einstein-Rosen, entende-se uma
configuração localizada.”

Bem, isto é inferido pelas soluções matemáticas das equações de campo.

Mas daí para a implementação de uma máquina do tempo, vai muita imaginação,
“criação” de materiais

que inexistem no momento e muita boa vontade para aceitação de coisas como
namorar sua mãe ou mudar

o curso da história, numa viagem inversa, onde você pode ser ver um menino
chorão e mijão.

Sou aberto quanto a teorias físicas. Mas tem coisas que são também demais
também!...

E com as declarações acima estou expondo que, apesar de minha extrema
confiança na matemática,

entendo que os resultados, as soluções, devam ser analisadas com os pés no
chão. Sem romantismos ou passagens

a coisas claramente absurdas, sem evidências experimentais, ainda que conte
com o beneplácito teórico, como

previsão. Há soluções das Eqs. de Campo que são aceitáveis, e as que são
aceitáveis o são de maneira completa.

As que não são aceitáveis são aquelas que conduzem a um passado que pode
contar com a interveniência do freguês,

ou conduzem à idéia de um universo que engorda e emagrece, vice-versa,
ad-eternum.

São coisas repugnantes, para mim, que sou plebeu.

Ou seja, os impedimentos são de ordem lógica e operacional, essencialmente.
Coisas inatingíveis.

Mas não custa nada sonhar. Pensadores e suas mentes brilhantes, esses.

É como aquelas tentativas de uma Teoria do Tudo. Uma teoria que explica
tudo, como se fora uma

chave que abre todas as fechaduras, sem exceção. Chave que sai por aí
abrindo tudo?

Se aparecer alguma assim, vou é sair correndo, também, que não sou doido.

Embora todos esses trabalhos, principalmente os desenvolvidos por Novello,
tenham um

respaldo matemático para ninguém botar defeito, para mim, não passam de
ficções científicas

muito estilizadas, com suporte teórico adequado, mesmo ante as
impossibilidades que estou “inventando” por aquí.

Até o momento, não há qualquer respaldo experimental para sustentar

tais proposições; ao contrário da vertente da TRG, que trata,e muito bem, e
com fundamentos

palpáveis, do lado cá, do nosso aqui e agora.

Podem me chamar de herético relativista. Mesmo parecendo paradoxal.
Aceiito!, como diria Seu Lunga!.

Não acho que coisas como a teoria do Eterno Retorno( que é um marco nesses
negócios de universo cíclico, ou coisa que o valha),

Volta no Tempo, que estão a reboque de teorias como as de Novello, ou
outras que preguem isso,

sirvam para outra finalidade que não aquela de pensar, dar asas à
imaginação, usando as próprias armas da TRG.

A reboque, vê-se até onde vai uma teoria. Se não o tiro sai pela culatra. E
nisto pode estar a utilidade desses vôos.

É de se ressaltar um poderoso respaldo matemático, como é o caso dos
desenvolvimentos de Novello.

Contudo, é preciso saber, também, até onde certas soluções têm chance de
corresponderem à realidade.

Agora, imagine alguma teoria, dessas “cabeludas”, sem um suporte matemático!


Apenas à base do eu penso e de eu acho!. Nem anima. Nem nada.

Mas pensar é um direito, até um dever do cidadão. Pensar é exercitar esse
direito inalienável.

Não é proibido nem dói.

E, em pensamento, tudo é possível. Agora, daí para a realidade, e nem
sabemos objetivamente o

que é isso, vai alguma distância.

É claro que não estou criticando quem quer que seja. Apenas expondo o que
penso.

Mas que parece discurso filosófico ou metafísico, mais este do que aquele,
de valor científico questionável, isto lá é vero!



Sds,

Victor.









De: ciencialist@yahoogrupos.com.br [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
Em nome de Ricardo S.
Enviada em: quarta-feira, 16 de julho de 2008 00:02
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?



Desculpem-me se se estou falando besteira, ou se isso já foi delineado
por aqui, mas para mim as teorias de modelos cíclicos para o universo
não eram novidade nenhuma. Nem sei se os modelos são coerentes e bem
embasados, mas que eu saiba não são novos.

Por exemplo, na wikipedia há vários anos tem um artigo, com dados sobre
alguns modelos: http://en.wikipedia.org/wiki/Cyclic_Model (com
referências interessantes).

No mais, eu até pensei em comentar a questão dos modelos científicos
relacionados buscarem boas previsões e coerência com observações
astronômicas, e não verdades imutáveis, mas deixo isso para os que detém
o conhecimento.

Abs,

Ricardo S.

Claudio Abreu - Bidual escreveu:
> Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
>
> Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui
na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
>
> Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha
tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero ter a
tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que,
pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil. Quanto
à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas
decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando
defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa lista
nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta.
Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou
aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou
menos, como quase totalidade dessa lista faz.
>
> A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser
cíclico ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses
ditas científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou
cientista; e o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão
amarelo, quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e
das Supercordas, tal como comento a seguir.
>
> Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns 15
bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em
algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de
tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um
tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até chegarmos
ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se encontra
em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de
tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo que
isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E
assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o
Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da notícia
publicada hoje em o Globo:
> "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais oferecer
informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
irracional."
>
> Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da
contração que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na
história eterna do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
>
> Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo de
ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos
ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num
bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site
auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético com
relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado tudo
nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado,
existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por aí
vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o seu
maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender porque
essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue reunir
tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de
lógica.
>
> Um grande abraço,
>
> Claudio Abreu
>
>
>
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
<mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos, :)
> Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar os
> comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> coisas de forma transparente.
>
> Um abraço,
>
> Cristiana
>
> 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br
<mailto:albmesq%40uol.com.br> >:
>
> > ----- Original Message -----
> > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> >
> > Cara professora Cristiana
> >
> > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > próprio Claudio e estão no meu site em
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> >
> > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > acima.
> >
> > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > da termodinâmica).
> >
> > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > que ela se eternize.
> >
> > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> >
> > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > pode ser lida também a partir de
> > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> >
> > [ ]´s
> > Alberto
> > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
<mailto:crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
>





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 13:55

Cara Profª Cristiana Passinato, Homero, Alberto e Alvaro Augusto

Não adianta me provocar Alvaro Augusto, por que você não vai conseguir fazer com que cai nessa. Quanto a utilizar o email que você citou nas minhas mensagens, ressalto que ele é o meu endereço na Ciencialist, desde quando nela entrei em 1999. Mas se ele o está incomodando, pode deixar que eu vou lá e tiro a palavra proibida aqui nessa lista, ou até o substituo pelo meu email principal que é cbas@gbl.com.br.

Profª Cristiana, acho que a senhora deve ser nova aqui, e portanto não chegou a participar das calorosas discussões que houveram aqui sobre a minha teoria, que insisto, não será discutida aqui. Caso tenha interesse consulte o site dela no http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/ e se filie ao grupo para poder ter acesso aos arquivos. Lá no meru site poderemos trocar idéias sobre ela.

Faço agora considerações sobre o que disse o ALberto, o Homero e a Profª Cristiana. Homero disse que partindo do pressuposto que o universo está expansão os cientistas chegaram a conclusão que ele deveria ter sido algo bem comprimido, tal como os buracos negros, e por ai vai. Já você, Cristiana, se me permite chamá-la assim, disse que, pra haver senso tem que haver o contra-senso, pra haver tese tem que haver antí-tese, ou seja, em resumo, advoga a existência da dualidade das coisas. Daí pergunto:
1) se há a expansão do universo como será possível não haver a contração do universo, em que pese as argumentações do Alberto pela via da termodinâmica?
2) se há Big-Bang não teria de haver Big-Crunch, e, também, o ponto de inflexão da universo em expansão para o universo em contração?

Admitir apenas que o universo em expansão após o Big-Bang certamente é incompleto. É como querer ver no mar uma, e só uma, onda que só nasce e cresce. tal onda nem chegaria a quebrar, o que por analogia, seria o ponto de inflexão do universo em expansão para o universo em contração. Repare Homero que esse não é um "argumento da incredulidade pessoal", trata-se de um argumento de incredulidade objetiva, calcado em fatos, que qualquer pessoa de bom senso e raciocínio mediano pode fazer.

Faço minhas suas palavras, Homero: "é assim que as coisas são, que a realidade é". As ondas, e por analogia, o universo, nascem, crecem, quebram, espumam e morrem. Considerando ao nascer e o morrer com sendo um ponto só, tal como o encontro do +infinito com o - infinito da reta, poder-se-ia utilizar a dualidade proposta pela Cristiana, para se chegar a conclusão de que para existir o zero na reta, tem que existir o seu ponto oposto que é o +/- infinito; ou seja, para existir o Big-Bang (o -infinito da reta), tem que existir o Big-Crunh (o +infinito da reta), para que juntos formemr um ponto único, que se oponha ao ponto de inflexão do universo (o zero da reta).

Se a Cristiana agora começar a entender que para que possa haver um dual que ela advoga, tem que existir também o dual desse dual, era começará a entender sobre o que trata a minha teoria; e o porquê do complemento da identificação do meu endereço eletronico aqui na Ciencialist, que o Alvaro algusto citou e, acredito, destesta.

Resumo da ópera: você querendo ou não, Homero, tudo leva acrer que o Universo é cíclico e contínuo, tal com as ondas do mar.

Um grande abraço




----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 12:25 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Mas do que seriam os grandes debates se não fossem os grandes provocadores?
Pra haver senso há de se ter sempre o elemento do contra-senso.
Para se ter tese sempre se deve levantar a contra-tese ou antítese, pra que
tudo seja colocado à prova.
E se provado, palmas pra ele.
Ex.: Imagina aquele programa "Manhattan Conection" se não fosse o polêmico
(amem ou não) Diogo Mainardi, seria um porre, todos concordando com todos, o
que seria do programa sem antes o Jabor, o Francis, sempre tem que ter
alguém pra desestruturar e quebrar os paradigmas e pensamentos fechados,
cristalizados ou então às teses mal embasadas ou infundadas.
Se quisermos impôr algo, isso não será científico, isso será um pensamento
tão somente nosso, uma vertente que lançaremos ao mundo sem toda e qualquer
valia, por que o que é o unitário dentro do Universo?
Muito vago, muito frágil, temos que discutir mesmo, pra fortalecer nossas
bases e nossas teorias, gente!

Um abraço!

2008/7/16 Alvaro Augusto (U) <alvaro@daelt.sh06.com>:

> Cristiana,
>
> Isso é apenas um mise-en-scène do Claudio. Se ele não quer falar da teoria,
> por que a citou? Se ele não quer discutir o assunto, por que enviou o e-mail
> como "Claudio Abreu - Bidual"? Ele vai dizer que isso é provocação minha. E
> é! :-)
>
>
> [ ]s
>
> Alvaro Augusto de Almeida
> http://www.alvaroaugusto.com.br
> alvaro@lunabay.com.br <alvaro%40lunabay.com.br>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 11:50 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Ué, então pq incita a curiosidade e do que vale uma teoria se nãod
> iscutida,
> debatida, aperfeiçôada?
> Então não é teoria, é sua posição à frente de alguns fenômenos e eventos, é
> isso?
> Agora entendi...
> Obrigada
>
> 2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br <bidual%40gbl.com.br>
> >:
>
> > Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
> >
> > Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui
> > na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
> >
> > Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha
> > tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero
> ter a
> > tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que,
> > pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil.
> Quanto
> > à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas
> > decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando
> > defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa
> lista
> > nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta.
> > Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou
> > aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou
> > menos, como quase totalidade dessa lista faz.
> >
> > A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser
> cíclico
> > ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas
> > científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista;
> e
> > o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo,
> > quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das
> > Supercordas, tal como comento a seguir.
> >
> > Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns
> 15
> > bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em
> > algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de
> > tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um
> > tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até
> chegarmos
> > ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se
> encontra
> > em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de
> > tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo
> que
> > isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E
> > assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
> > acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o
> > Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da
> notícia
> > publicada hoje em o Globo:
> >
> > "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> > origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> > Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> > imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais
> oferecer
> > informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> > irracional."
> >
> > Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da
> contração
> > que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história
> eterna
> > do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
> >
> > Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo
> de
> > ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos
> > ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num
> > bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site
> > auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético
> com
> > relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado
> tudo
> > nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado,
> > existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por
> aí
> > vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o
> seu
> > maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
> > entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender
> porque
> > essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue
> reunir
> > tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de
> > lógica.
> >
> > Um grande abraço,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> >
> > ----- Original Message -----
> > From: Profª Cristiana Passinato
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br><ciencialist%
> 40yahoogrupos.com.br>
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos,
> :)
> > Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar
> os
> > comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> > grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> > coisas de forma transparente.
> >
> > Um abraço,
> >
> > Cristiana
> >
> > 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br<albmesq%40uol.com.br>
> <albmesq%40uol.com.br>
>
> > >:
> >
> > > ----- Original Message -----
> > > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> > >
> > > Cara professora Cristiana
> > >
> > > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > > próprio Claudio e estão no meu site em
> > > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> > >
> > > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > > acima.
> > >
> > > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > > da termodinâmica).
> > >
> > > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > > que ela se eternize.
> > >
> > > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> > >
> > > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > > pode ser lida também a partir de
> > > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> > >
> > > [ ]´s
> > > Alberto
> > > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> > >
> > >
> > >
> >
> > --
> > Profª Cristiana Passinato
> > Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> > Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> > Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> > http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> > http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> > gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com><crispassinato3%
> 40gmail.com>
> > skype: crispassinato
> > "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> > Cristo
> > - Comunidade Católica Mariana HESED)
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 15:25

Caro Claudio,

Seu "nome de guerra" não me incomoda, de forma alguma, e não vejo razão para censurá-lo. Foi apenas uma observação. Mas é curioso observar que, no e-mail abaixo, você diz que não irá debater a teoria da bidualidade e, no penúltimo parágrafo, faz exatamente isso. Ainda assim, não é uma teoria estética que dirá se o universo é cíclico ou não. Isso depende fundamentalmente da quantidade de matéria no universo e das equações da relatividade geral. Só isso.

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br


----- Original Message -----
From: Claudio Abreu - Bidual
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:55 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Cara Profª Cristiana Passinato, Homero, Alberto e Alvaro Augusto

Não adianta me provocar Alvaro Augusto, por que você não vai conseguir fazer com que cai nessa. Quanto a utilizar o email que você citou nas minhas mensagens, ressalto que ele é o meu endereço na Ciencialist, desde quando nela entrei em 1999. Mas se ele o está incomodando, pode deixar que eu vou lá e tiro a palavra proibida aqui nessa lista, ou até o substituo pelo meu email principal que é cbas@gbl.com.br.

Profª Cristiana, acho que a senhora deve ser nova aqui, e portanto não chegou a participar das calorosas discussões que houveram aqui sobre a minha teoria, que insisto, não será discutida aqui. Caso tenha interesse consulte o site dela no http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/ e se filie ao grupo para poder ter acesso aos arquivos. Lá no meru site poderemos trocar idéias sobre ela.

Faço agora considerações sobre o que disse o ALberto, o Homero e a Profª Cristiana. Homero disse que partindo do pressuposto que o universo está expansão os cientistas chegaram a conclusão que ele deveria ter sido algo bem comprimido, tal como os buracos negros, e por ai vai. Já você, Cristiana, se me permite chamá-la assim, disse que, pra haver senso tem que haver o contra-senso, pra haver tese tem que haver antí-tese, ou seja, em resumo, advoga a existência da dualidade das coisas. Daí pergunto:
1) se há a expansão do universo como será possível não haver a contração do universo, em que pese as argumentações do Alberto pela via da termodinâmica?
2) se há Big-Bang não teria de haver Big-Crunch, e, também, o ponto de inflexão da universo em expansão para o universo em contração?

Admitir apenas que o universo em expansão após o Big-Bang certamente é incompleto. É como querer ver no mar uma, e só uma, onda que só nasce e cresce. tal onda nem chegaria a quebrar, o que por analogia, seria o ponto de inflexão do universo em expansão para o universo em contração. Repare Homero que esse não é um "argumento da incredulidade pessoal", trata-se de um argumento de incredulidade objetiva, calcado em fatos, que qualquer pessoa de bom senso e raciocínio mediano pode fazer.

Faço minhas suas palavras, Homero: "é assim que as coisas são, que a realidade é". As ondas, e por analogia, o universo, nascem, crecem, quebram, espumam e morrem. Considerando ao nascer e o morrer com sendo um ponto só, tal como o encontro do +infinito com o - infinito da reta, poder-se-ia utilizar a dualidade proposta pela Cristiana, para se chegar a conclusão de que para existir o zero na reta, tem que existir o seu ponto oposto que é o +/- infinito; ou seja, para existir o Big-Bang (o -infinito da reta), tem que existir o Big-Crunh (o +infinito da reta), para que juntos formemr um ponto único, que se oponha ao ponto de inflexão do universo (o zero da reta).

Se a Cristiana agora começar a entender que para que possa haver um dual que ela advoga, tem que existir também o dual desse dual, era começará a entender sobre o que trata a minha teoria; e o porquê do complemento da identificação do meu endereço eletronico aqui na Ciencialist, que o Alvaro algusto citou e, acredito, destesta.

Resumo da ópera: você querendo ou não, Homero, tudo leva acrer que o Universo é cíclico e contínuo, tal com as ondas do mar.

Um grande abraço

----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 12:25 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Mas do que seriam os grandes debates se não fossem os grandes provocadores?
Pra haver senso há de se ter sempre o elemento do contra-senso.
Para se ter tese sempre se deve levantar a contra-tese ou antítese, pra que
tudo seja colocado à prova.
E se provado, palmas pra ele.
Ex.: Imagina aquele programa "Manhattan Conection" se não fosse o polêmico
(amem ou não) Diogo Mainardi, seria um porre, todos concordando com todos, o
que seria do programa sem antes o Jabor, o Francis, sempre tem que ter
alguém pra desestruturar e quebrar os paradigmas e pensamentos fechados,
cristalizados ou então às teses mal embasadas ou infundadas.
Se quisermos impôr algo, isso não será científico, isso será um pensamento
tão somente nosso, uma vertente que lançaremos ao mundo sem toda e qualquer
valia, por que o que é o unitário dentro do Universo?
Muito vago, muito frágil, temos que discutir mesmo, pra fortalecer nossas
bases e nossas teorias, gente!

Um abraço!

2008/7/16 Alvaro Augusto (U) <alvaro@daelt.sh06.com>:

> Cristiana,
>
> Isso é apenas um mise-en-scène do Claudio. Se ele não quer falar da teoria,
> por que a citou? Se ele não quer discutir o assunto, por que enviou o e-mail
> como "Claudio Abreu - Bidual"? Ele vai dizer que isso é provocação minha. E
> é! :-)
>
>
> [ ]s
>
> Alvaro Augusto de Almeida
> http://www.alvaroaugusto.com.br
> alvaro@lunabay.com.br <alvaro%40lunabay.com.br>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Tuesday, July 15, 2008 11:50 PM
> Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Ué, então pq incita a curiosidade e do que vale uma teoria se nãod
> iscutida,
> debatida, aperfeiçôada?
> Então não é teoria, é sua posição à frente de alguns fenômenos e eventos, é
> isso?
> Agora entendi...
> Obrigada
>
> 2008/7/15 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br <bidual%40gbl.com.br>
> >:
>
> > Caros Alberto, Alvaro Augusto e Profª Cristina Passinato,
> >
> > Por mais que seja provocado, não irei colocar a minha teoria de novo aqui
> > na berlinda. Não vou cair mais nessa, viu Alvaro Augusto. Estou fora.
> >
> > Algum dia, quando me aposentar, daqui a uns dois anos, espero que tenha
> > tempo e disposição para concluir meu livro sobre ela. Pelo menos quero
> ter a
> > tranqüilidade interior de saber que não passei nesse mundo em vão, e que,
> > pelo menos, tentei descobrir algo de interesse e fazer algo de útil.
> Quanto
> > à aceitação das minhas idéias, deixarei para quem se interessar por elas
> > decidirem se são válidas ou não. Já passei da fase de ficar tentando
> > defendê-las a todo custo e qualquer forma. Realmente vocês aqui dessa
> lista
> > nunca mais terão a oportunidade de ficar questionando minha proposta.
> > Atualmente, acho que aprendi que é bem melhor ficar questionando ou
> > aplaudindo idéias dos outros, que queiram se colocar na berlinda. Mais ou
> > menos, como quase totalidade dessa lista faz.
> >
> > A questão que me leva a colocar em debate esse tema do Universo ser
> cíclico
> > ou não é o fato de, frequentemente, a gente se deparar com teses ditas
> > científicas que desafiam a lógica de qualquer mortal, leigo ou cientista;
> e
> > o pior, é que ninguém reclama nada, ninguém levanta um cartão amarelo,
> > quanto mais um vermelho. Exemplos disso são as teoria do Big-Bang e das
> > Supercordas, tal como comento a seguir.
> >
> > Vejamos primeiro o Big-Bang. Diz a teoria que, se não me engano, há uns
> 15
> > bilhões de anos, tudo que existe no nosso universo estaria condensado em
> > algo muito pequeno (acho que já li que seria do tamanho de uma bola de
> > tênis, é mole?), que explodiu num senhor BIG-BANG!!!!, então depois de um
> > tal estágio inflacionário, tudo foi se expandindo, expandindo até
> chegarmos
> > ao nosso estágio atual, onde, comprovadamente, o universo ainda se
> encontra
> > em expansão, e por aí vai... Agora, o que existia antes da tal bola de
> > tênis, ninguém se aventura a dizer, e todos saem pela tangente, dizendo
> que
> > isso não interessa, que não se insere no escopo da teoria, coisa e tal. E
> > assim fica-se ouvindo essa baboseira sem pé, nem cabeça, até que a coisa
> > acaba virando verdade, tal como os mistérios da igreja católica. Aliás, o
> > Novello reclama disso, conforme se vê no trecho transcrito abaixo da
> notícia
> > publicada hoje em o Globo:
> >
> > "A teoria do Big Bang defende a idéia de uma explosão primordial que deu
> > origem ao Universo e deixa em aberto a questão sobre o que haveria antes.
> > Para Novello, trata-se de um "mito científico". Segundo o cientista,
> > imaginar que o Universo proviria de um ponto singular, sem jamais
> oferecer
> > informações sobre o que teria vindo antes, é pressupor que a física seja
> > irracional."
> >
> > Ora me parece ser muito mais plausível acreditar que o momento da
> contração
> > que precedeu o Big Bang tenha sido apenas mais um momento na história
> eterna
> > do universo, do que esse começo inexplicável de tudo.
> >
> > Outra questão científica estranha é a tal teoria das Supercordas. Acabo
> de
> > ler a entrevista que o físico brasileiro Nathan Berkovits deu aos
> > ciencialisteiros sobre a Teoria das Supercordas, a qual foi compilada num
> > bom trabalho jornalístico do Roberto Belisário, e que se encontra no site
> > auxiliar da Ciencialist. Ao ler essa entrevista fiquei ainda mais cético
> com
> > relação à teoria das Supercordas. Nas próprias palavras do entrevistado
> tudo
> > nela é vago, cada um que faça suas contas por ela chegará a um resultado,
> > existem uma porção de teorias, elas não tem resultados testáveis, e por
> aí
> > vai...Agora, a questão dela exigir de 10 a 11 dimensões, a meu ver é o
> seu
> > maior ponto fraco. Nem o próprio Nathan Berkovitsr, que é um dos que mais
> > entende da teoria, acredita nisso. Sinceramente, não dá para entender
> porque
> > essa teoria desperta tanto interesse no meio científico, e consegue
> reunir
> > tantas pessoas de alto conhecimento em torno de uma idéia que nada tem de
> > lógica.
> >
> > Um grande abraço,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> >
> > ----- Original Message -----
> > From: Profª Cristiana Passinato
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br><ciencialist%
> 40yahoogrupos.com.br>
> > Sent: Tuesday, July 15, 2008 8:52 PM
> > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > Realmente os modelos metafísicos são bastante discutíveis e discutidos,
> :)
> > Não tenho tanto embasamento pra tais discussões, mas consigo acompanhar
> os
> > comentários e obrigada por me localizar, pois quando estamos em um grupo
> > grande e heterogêneo devemos ter tais cuidados, justamente de explanar as
> > coisas de forma transparente.
> >
> > Um abraço,
> >
> > Cristiana
> >
> > 2008/7/15 Alberto Mesquita Filho <albmesq@uol.com.br<albmesq%40uol.com.br>
> <albmesq%40uol.com.br>
>
> > >:
> >
> > > ----- Original Message -----
> > > From: "Profª Cristiana Passinato"
> > > Sent: Tuesday, July 15, 2008 3:57 PM
> > > Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > > > Desculpe, mas pq a proposta do Novello é mais interessante e a sua
> > > > (do Claudio Abreu) não? Bem, é só pq o Novello é reconhecido?
> > >
> > > Cara professora Cristiana
> > >
> > > Quero crer que a coisa não é bem por aí. Não estou defendendo as
> > > idéias do Novello, muito pelo contrário, acho que a coisa também não é
> > > por aí. Como também não estou atacando as idéias do Claudio Abreu,
> > > mesmo porque eu fui um dos poucos que conseguiu manter um diálogo
> > > respeitoso com o mesmo. Aliás, nossas mensagens foram coletadas pelo
> > > próprio Claudio e estão no meu site em
> > > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/tgbd.htm
> > >
> > > As idéias do provessor Novello, por mais que possamos criticá-las,
> > > estão embasadas dentro de um contexto aceito nas academias como
> > > científicas. Já as idéias do Claudio Abreu possuem um forte teor
> > > metafísico, e poucos aqui conseguem se situar nas fronteiras entre a
> > > ciência e a metafísica. Em virtude disso muitas discussões acabaram
> > > descambando para ofensas pessoais, o que foi uma pena pois
> > > independentemente das idéias serem boas ou más, a verdade é que uma
> > > discussão abordando as fronteiras das ciências ou do conhecimento é
> > > sempre interessante. Enfim, não quero ressuscitar a polêmica, mesmo
> > > porque o que eu tinha a dizer já disse e está documentado no link
> > > acima.
> > >
> > > Com respeito ao universo cíclico do professor Novello e que, segundo o
> > > Claudio, se prestaria a corroborar a sua (dele) tgbd, eu diria que os
> > > avanços são muito tênues com relação à teoria do Big Bang. A rigor,
> > > parece-me que o que o professor Novello fez foi alternar *fases* de
> > > Big Bang (expansão) com fases de Big Crunch (contração) e o seu
> > > universo seria cíclico e eterno (sem princípio nem fim) no sentido de
> > > periódico. Isso tudo é muito bonito mas esbarra nos princípios da
> > > termodinâmica, tanto é que admite-se também que em cada uma dessas
> > > fases a termodinâmica se alternaria, fases entrópicas (aumento da
> > > entropia) com fases neguentrópicas (diminuição da entropia --
> > > neguentropia = entropia negativa). Estaríamos então vivendo numa fase
> > > de expansão, entrópica, e a iniciar-se num Big Bang. E evoluindo para
> > > uma expansão máxima, quando o universo começaria a se contrair e a
> > > partir de então teríamos que inventar a neguentermodinâmica (negação
> > > da termodinâmica).
> > >
> > > Eu gosto dessa idéia de universo eterno, sem princípio nem fim, mas
> > > agrada-me bem mais a idéia de uma explosão permanente, ou seja, o
> > > universo não se originou no Big Bang, e nem mesmo a fase atual em que
> > > vivemos, mas o universo seria um Big Bang eterno. Ou seja, o Big Bang
> > > ainda não acabou, simplesmente estamos bastante afastados da fornalha
> > > inicial. Ao mesmo tempo em que existe matéria visível em expansão,
> > > existiria também matéria invisível (matéria escura) em contração e
> > > dirigindo-se para o centro do universo (ou se quiser, para a fornalha
> > > central, o centro do Big Bang eterno) e alimentando a fornalha afim de
> > > que ela se eternize.
> > >
> > > Obviamente as complicações de natureza termodinâmica persistem, mas
> > > nada que não possa ser remodelado de maneira a tornar as coisas
> > > óbvias. Costumo dizer que "nem tudo o que é óbvio é certo, mas tudo o
> > > que é certo tem sempre um lado óbvio". Ou seja, teríamos que remodelar
> > > a termodinâmica universal, mas de maneira tal que possamos continuar
> > > confiando no modelo termodinâmico para os fenômenos do nosso dia a
> > > dia. Isso iria mexer não só com o segundo princípio da termodinâmica
> > > mas, principalmente, com o primeiro princípio. Se alguém quiser saber
> > > como executo essa magia, sugiro que consultem o artigo "Variáveis
> > > escondidas e a termodinâmica", que pode ser lido a partir de
> > > http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm
> > >
> > > Com respeito a essa idéia de explosão permanente, comentei algo a
> > > respeito nos primórdios da Ciencialist (setembro de 2000) na mensagem
> > > 6037 http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/6037 e que
> > > pode ser lida também a partir de
> > > http://ecientificocultural.com/ECC2/Dialogos/varios/ci6037.txt
> > >
> > > [ ]´s
> > > Alberto
> > > http://ecientificocultural.com/indice.htm
> > > Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> > > coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
> > >
> > >
> > >
> >
> > --
> > Profª Cristiana Passinato
> > Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> > Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> > Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> > http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> > http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> > gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com><crispassinato3%
> 40gmail.com>
> > skype: crispassinato
> > "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> > Cristo
> > - Comunidade Católica Mariana HESED)
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Um Oceano de plástico...
FROM: "Wanderson Huebert Dutra" <wanderson.huebert@arp.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 15:38





Assunto: Um Oceano de plástico
Repasso, pela importância:
Impressionante!
E não há sinal de que vá diminuir essa loucura.
Ao contrário, a China entrou com toda força na "economia plástica" e deve
ampliar grandemente o problema.
De algum jeito vamos pagar por isso, ou já estamos pagando.
Talvez com uma grande crise global...
Um Oceano de plástico
Durabilidade, estabilidade e resistência a desintegração. As propriedades
que fazem do plástico um dos produtos com maiores aplicações e utilidades
ao consumidor final, também o tornam um dos maiores vilões ambientais.
São produzidos anualmente cerca de 100 milhões de toneladas de plástico e
cerca de 10% deste total acabam nos oceanos, sendo que 80% desta fração
vem de terra firme.
No oceano pacífico há uma enorme camada flutuante de plástico, que já é
considerada a maior concentração de lixo do mundo, com cerca de 1000 km
de extensão, vai da costa da Califórnia, atravessa o Havaí e chega a meio
caminho do Japão e atinge uma profundidade de mais ou menos 10 metros .
Acredita-se que haja neste vórtex de lixo cerca de 100 milhões de
toneladas de plásticos de todos os tipos.
Pedaços de redes, garrafas, tampas, bolas , bonecas, patos de borracha,
tênis, isqueiros, sacolas plásticas, caiaques, malas e todo exemplar
possível de ser feito com plástico. Segundo seus descobridores, a mancha
de lixo, ou sopa plástica tem quase duas vezes o tamanho dos Estados
Unidos.
(Embedded image moved to file: pic02136.jpg)vortex.jpg
Ocean Plastic
O oceanógrafo Curtis Ebbesmeyer, que pesquisa esta mancha há 15 anos
compara este vórtex a uma entidade viva, um grande animal se movimentando
livremente pelo pacifico. E quando passa perto do continente, você tem
praias cobertas de lixo plástico de ponta a ponta.
(Embedded image moved to file: pic04580.jpg)sea-turtle-deformed.jpg
Tartaruga deformada por aro plástico
A bolha plástica atualmente está em duas grandes áreas ligadas por uma
parte estreita. Referem-se a elas como bolha oriental e bolha ocidental.
Um marinheiro que navegou pela área no final dos anos 90 disse que ficou
atordoado com a visão do oceano de lixo plástico a sua frente. 'Como foi
possível fazermos isso?' - 'Naveguei por mais de uma semana sobre todo
esse lixo'.
Pesquisadores alertam para o fato de que toda peça plástica que foi
manufaturada desde que descobrimos este material, e que não foram
recicladas, ainda estão em algum lugar. E ainda há o problema das
partículas decompostas deste plástico. Segundo dados de Curtis Ebbesmeyer
, em algumas áreas do oceano pacifico podem se encontrar uma concentração
de polímeros de até seis vezes mais do que o fitoplâncton, base da cadeia
alimentar marinha.
(Embedded image moved to file: pic14875.jpg)birdtummy.jpg
Todas a peças plásticas à direita foram tiradas do estômago desta ave
Segundo PNUMA, o programa das nações unidas para o meio ambiente, este
plástico é responsável pela morte de mais de um milhão de aves marinha
todos os anos. Sem contar toda a outra fauna que vive nesta área, como
tartarugas marinhas, tubarões, e centenas de espécies de peixes.
(Embedded image moved to file: pic05907.jpg)dead_bird.jpg
Ave morta com o estômago cheio de pedaços de plástico
E para piorar essa sopa plástica pode funcionar como uma esponja, que
concentraria todo tipo de poluentes persistentes, ou seja, qualquer
animal que se alimentar nestas regiões estará ingerindo altos índices de
venenos, que podem ser introduzidos, através da pesca, na cadeia
alimentar humana, fechando-se o ciclo, na mais pura verdade de que o que
fazemos à terra retorna à nós, seres humanos.
Fontes: The Independent, Greenpeace e Mindfully
Ver essas coisas sempre servem para que nós repensemos nossos valores e
principalmente nosso papel frente ao meio ambiente, ou o ambiente em que
vivemos.
Antes de Reciclar, reduza!
Abração a todos
--
O sabiá no sertão
Quando canta me comove
Passa três meses cantando
E sem cantar passa nove
Porque tem a obrigação
De só cantar quando chove!
Cordel do fogo encantado


Atividade nos últimos dias
a.. 89Novos usuários
b.. 13Novos arquivos
Visite seu Grupo
Yahoo! Mail
Conecte-se ao mundo

Proteção anti-spam

Muito mais espaço

Yahoo! Barra
Instale grátis

Buscar sites na web

Checar seus e-mails .

Yahoo! Grupos
Crie seu próprio grupo

A melhor forma de comunicação

.

--
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.
--
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.
--
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.
--
Esta mensagem foi verificada pelo sistema de antivírus e
acredita-se estar livre de perigo.



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 16/07/2008 19:39

----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu - Bidual"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:55 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Olá Claudio

Fiquei feliz com o seu retorno. Mas vamos ao que interessa.

> 2) se há Big-Bang não teria de haver Big-Crunch, e, também, o ponto
> de inflexão da universo em expansão para o universo em contração?

Do ponto de vista lógico-linguístico, e também ideológico, eu diria
que sim, da mesma maneira que se existe o quente deve existir o frio,
se existe o forte, deve existir o fraco, se existe o alto deve existir
o baixo etc. Mas veja que o quente não se transforma radicalmente em
frio, o forte em fraco e o alto em baixo etc. Há um ditado oriental,
relacionado à iniologia (lógica do dual yin-yang) a dizer que "no
extremo o yang se transforma no yin", mas este yin que surge de um
yang não é o antagônico complementar deste yang. Por exemplo, se você
aquecer certa porção de água, a água vai ficando cada vez mais yang
(quente é yang, na lógica iniológica). No extremo do aquecimento a
água não vai ficar fria (ou seja, não se torna yin no sentido de
temperatura), mas vira vapor. A porção da água que evapora foge do seu
ambiente água, e o caráter fuga é yin (na lógica iniológica). É neste
sentido que o yang (quente) no extremo (de aquecimento) se transforma
em yin (fuga).

No caso em apreço você está considerando como natural que a expansão
venha a se transformar em contração. Isso pode até acontecer, mas deve
ter uma explicação lógica e não apenas um achismo a apoiar-se numa
dualidade linguística. Por exemplo, digamos que o universo fosse
perfeitamente elástico e ficasse oscilando entre expansão e contração,
assim como um pêndulo oscila entre um lado e outro. Ou seja, trata-se
de um equilíbrio dinâmico a transformar energia potencial em cinética
e vice-versa, per omnia saecula saeculorum.

Nada contra essa idéia, acho apenas que as teorias de universo cíclico
não são exatamente assim, mas deixo as considerações para que sejam
feitas por quem entenda realmente do assunto. Se ficarmos apenas nas
considerações mecânicas (universo perfeitamente elástico) a
termodinâmica deixa de entrar em jogo.

Por outro lado, quando uma bomba explode, e isso é fácil de constatar,
não há a correspondente contração. A bomba não volta, periodicamente,
a ser o que era. Ela explode apenas uma vez e sem que ocorra o
reagrupamento de suas partes. É óbvio que se existe a expansão
(explosão da bomba), deve existir a contração, mas isso não significa
que a explosão implique numa posterior contração.

Concordo contigo, "se há um Big-Bang, teria que haver também um
Big-Crunch", pelo menos em pensamento. Mas isso não significa que um
se transforme sempre no outro e, tal não ocorrendo, o ponto de
inflexão existirá também apenas em pensamento.

Perceba também que na minha visão (exposta no email anterior), a rigor
não existe nem o Big-Bang nem o Big-Crunch, mas uma associação perene
dos dois, existindo sempre a explosão, a emitir matéria para os
confins do universo, e essa matéria degradada em "entropinos"
retornando sempre e obrigatoriamente para o centro da explosão. Neste
caso não existem fases, apenas matéria visível indo para um lado e
matéria escura indo para o lado oposto. Como já afirmei, isso seria
possível se, e somente se, conseguirmos reformular a termodinâmica a
fim de conseguirmos explicar esta perenidade exclusivamente mecânica
(sem aumento resultante da entropia, considerando-se o universo como
um todo).

Nada contra a TGBD, que considero uma belíssima construção intelectual
mas onde ainda não consegui enxergar vantagens científicas. Estou
apenas discutindo aspectos relacionados ao assunto desta thread.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: Re: O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu" <bidual@gbl.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 16/07/2008 21:15

Caro Alberto Mesquita Filho,

Também estou muito feliz em voltar a falar com você depois de tanto
tempo.

Bem ou mal, como ou sem minha teoria, acho que encontrei um tema
fascinante para trocarmos idéias aqui nessa lista. Estou fazendo de
tudo para não bota-la no meio do assunto, o que é bastante difícil
para mim. Mas vou continuar tentando, e me atendo apenas a comentar
afirmações que aparecem na mídia o na lista, sem recorrer ao meu
grande respaldo teórico.

Como sempre você continua elegante, brilhante, informativo e preciso
em suas intervenções.

Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
que não querem calar:
1) e como o universo se comprimiu até ter o tamanho de uma bola de
tenis?
2) e com essa expansão ele vai dar em que?

Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu
rebanho. :>} ...

Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

Takata, que tal deixar isso tudo pra lá e voltar ao seu lugar de
destaque ness lista? Imagino como você deve estar sentido falta de
estar aqui, apontando erros em tudo o que aqui se propõe, mas também
dando muita informação para todos, distribuindo gratuitamente seu
enorme conhecimento e cultura. Tenho certeza que o Alberto aceitará
seu retorno de bom grado. E é por isso que estou me prestando a
fazer esse pael de bombeiro

Um grande abraço a todos,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br




SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 02:05

Alberto:

Sem entrar em profundas reflexões ou citar dezenas de autores, apresento uma simples pergunta:

Se, comprovadamente o planeta Terra está evoluindo a partir de uma explosão inicial que formou o sistema solar há aproximadamente 4.7 bilhoes de anos, em decorrência da formação da via lactea ha 10 bilhões de anos, e temos hoje um bioma em explosão de vida (nos últimos 20.000 anos) acredito que podemos deduzir simplesmente que o planeta Terra evolui (inclusive com as mudanças muito lentas mas enexoráveis em seu núcleo como os vulcões e as acomodações do manto revelam.
Assim, se considerasr-mos que o plateta evolui, obviamente que o sistema solar sobre as mesmas modidicações, tanto que já é previsto dentro de alguns 5 bilhçoes de anos a extinção do sol que se transformará numa anã brana, um buraco negro que dará início a um novo complexo espacial
Os novos equipamentos como o uble estão todos os dias mostrando estrelas, galáxias em formação ou se extinguindo.
Qual outra forma de pensar sobre a evolução, a reciclagem da massa que compõe o universo atual?

Essas linhas são apenas uma observação, uma pergunta, não vou fazer referências a outros autores, a outras hipóteses, por fastidioso e inoportuno.

sds.,

silvio cordeiro
----- Original Message -----
From: Alberto Mesquita Filho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 7:39 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu - Bidual"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:55 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Olá Claudio

Fiquei feliz com o seu retorno. Mas vamos ao que interessa.

> 2) se há Big-Bang não teria de haver Big-Crunch, e, também, o ponto
> de inflexão da universo em expansão para o universo em contração?

Do ponto de vista lógico-linguístico, e também ideológico, eu diria
que sim, da mesma maneira que se existe o quente deve existir o frio,
se existe o forte, deve existir o fraco, se existe o alto deve existir
o baixo etc. Mas veja que o quente não se transforma radicalmente em
frio, o forte em fraco e o alto em baixo etc. Há um ditado oriental,
relacionado à iniologia (lógica do dual yin-yang) a dizer que "no
extremo o yang se transforma no yin", mas este yin que surge de um
yang não é o antagônico complementar deste yang. Por exemplo, se você
aquecer certa porção de água, a água vai ficando cada vez mais yang
(quente é yang, na lógica iniológica). No extremo do aquecimento a
água não vai ficar fria (ou seja, não se torna yin no sentido de
temperatura), mas vira vapor. A porção da água que evapora foge do seu
ambiente água, e o caráter fuga é yin (na lógica iniológica). É neste
sentido que o yang (quente) no extremo (de aquecimento) se transforma
em yin (fuga).

No caso em apreço você está considerando como natural que a expansão
venha a se transformar em contração. Isso pode até acontecer, mas deve
ter uma explicação lógica e não apenas um achismo a apoiar-se numa
dualidade linguística. Por exemplo, digamos que o universo fosse
perfeitamente elástico e ficasse oscilando entre expansão e contração,
assim como um pêndulo oscila entre um lado e outro. Ou seja, trata-se
de um equilíbrio dinâmico a transformar energia potencial em cinética
e vice-versa, per omnia saecula saeculorum.

Nada contra essa idéia, acho apenas que as teorias de universo cíclico
não são exatamente assim, mas deixo as considerações para que sejam
feitas por quem entenda realmente do assunto. Se ficarmos apenas nas
considerações mecânicas (universo perfeitamente elástico) a
termodinâmica deixa de entrar em jogo.

Por outro lado, quando uma bomba explode, e isso é fácil de constatar,
não há a correspondente contração. A bomba não volta, periodicamente,
a ser o que era. Ela explode apenas uma vez e sem que ocorra o
reagrupamento de suas partes. É óbvio que se existe a expansão
(explosão da bomba), deve existir a contração, mas isso não significa
que a explosão implique numa posterior contração.

Concordo contigo, "se há um Big-Bang, teria que haver também um
Big-Crunch", pelo menos em pensamento. Mas isso não significa que um
se transforme sempre no outro e, tal não ocorrendo, o ponto de
inflexão existirá também apenas em pensamento.

Perceba também que na minha visão (exposta no email anterior), a rigor
não existe nem o Big-Bang nem o Big-Crunch, mas uma associação perene
dos dois, existindo sempre a explosão, a emitir matéria para os
confins do universo, e essa matéria degradada em "entropinos"
retornando sempre e obrigatoriamente para o centro da explosão. Neste
caso não existem fases, apenas matéria visível indo para um lado e
matéria escura indo para o lado oposto. Como já afirmei, isso seria
possível se, e somente se, conseguirmos reformular a termodinâmica a
fim de conseguirmos explicar esta perenidade exclusivamente mecânica
(sem aumento resultante da entropia, considerando-se o universo como
um todo).

Nada contra a TGBD, que considero uma belíssima construção intelectual
mas onde ainda não consegui enxergar vantagens científicas. Estou
apenas discutindo aspectos relacionados ao assunto desta thread.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 10:16

Caro Claudio,

Desafeto, eu? Alto lá! Sou somente contra sua teoria. Nada tenho contra você!

Em tempo, remexendo nas minhas coisas, encontrei um artigo do Mário Novello intitulado "An Eternal Universe", datado de 1983. Não é de hoje que ele propõe esse tema.

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br




----- Original Message -----
From: Claudio Abreu
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?


Caro Alberto Mesquita Filho,

Também estou muito feliz em voltar a falar com você depois de tanto
tempo.

Bem ou mal, como ou sem minha teoria, acho que encontrei um tema
fascinante para trocarmos idéias aqui nessa lista. Estou fazendo de
tudo para não bota-la no meio do assunto, o que é bastante difícil
para mim. Mas vou continuar tentando, e me atendo apenas a comentar
afirmações que aparecem na mídia o na lista, sem recorrer ao meu
grande respaldo teórico.

Como sempre você continua elegante, brilhante, informativo e preciso
em suas intervenções.

Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
que não querem calar:
1) e como o universo se comprimiu até ter o tamanho de uma bola de
tenis?
2) e com essa expansão ele vai dar em que?

Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu
rebanho. :>} ...

Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

Takata, que tal deixar isso tudo pra lá e voltar ao seu lugar de
destaque ness lista? Imagino como você deve estar sentido falta de
estar aqui, apontando erros em tudo o que aqui se propõe, mas também
dando muita informação para todos, distribuindo gratuitamente seu
enorme conhecimento e cultura. Tenho certeza que o Alberto aceitará
seu retorno de bom grado. E é por isso que estou me prestando a
fazer esse pael de bombeiro

Um grande abraço a todos,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: De graça, até furo na cabeça
FROM: "Kentaro Mori" <kentaro.mori@gmail.com>
TO:
DATE: 17/07/2008 11:15

De graa, at furo na cabea <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1284>

[image: futurama_farnsworthae32]

*Farnsworth 1*: "Eu estava experimentando para ver se conseguiria remover
meu prprio crebro!
*Farnsworth*: "Claro! Como foi?"
*Farnsworth 1*: "Bem, retirar o crebro foi a parte fcil. A parte
complicada foi retirar o crebro!".

Em verdade *no de graa*, mas algo mais comum do que seu crebro possa
imaginar. Incrivelmente, evidncias de
*trepanao*<http://en.wikipedia.org/wiki/Trepanation>
* * i.e., crnios com furos deliberados foram encontradas em restos com
mais de 8.000 anos de idade. A prtica milenar tambm foi descrita em
detalhe por Hipcrates e Galeno, tendo sido conduzida at a Idade Mdia e
Renascena, pelas mais diversas supersties sesses de descarrego no so
nada em comparao. Com o advento da medicina moderna, *furar a cabea saiu
de moda*, j que a cirurgia por si s no realmente til exceto em casos
muito especficos.

Mais incrivelmente, contudo, que como no ilegal, *ainda hoje h pessoas
que resolvem furar a prpria cabea*, em busca dos supostos benefcios
espirituais ou psicolgicos sonhados h milnios. o caso de *Heather Perry
*, inglesa que aos 29 anos resolveu fazer a delicada cirurgia em si mesma,
no conforto da prpria casa e *usando um espelho*.

As coisas no se saram muito
bem<http://news.bbc.co.uk/1/hi/health/651892.stm>,
Perry *furou um pouco alm da conta*, atingindo uma membrana cerebral. Foi
levada s pressas ao hospital, mas passa bem hoje, anos depois do incidente.
O blog *Neurophilosophy* est conduzindo uma entrevista com
Perry<http://scienceblogs.com/neurophilosophy/2008/07/submit_your_questions_for_heather_perry.php>
.

Se voc tiver estmago (e entender ingls), tambm pode acompanhar este
relato de outro voluntrio da trepanao, completo com
*fotos*<http://www.bmezine.com/news/people/A10101/trepan/>.
Neste caso, a cirurgia foi conduzida por um amigo, e no houve grandes
complicaes. Mas o comentrio final no deve anim-lo. Ele descobriu por si
mesmo que os benefcios que sentiu inicialmente "*eram apenas um placebo*,
no um fenmeno fisiolgico".

O que no impede que voc encontre na rede grupos defendendo esta prtica de
medicina muito <http://www.trepanationguide.com/>, muito
alternativa<http://www.trepan.com/index_.php>.
De forma preocupante, muitos daqueles que recorrem cirurgia caseira sofrem
de depresso. Como algum que esteve l aconselha:

"Eu recomendo que as pessoas *no se submetam a este procedimento*,
principalmente a qualquer um considerando-o como uma forma de aliviar a
depresso crnica. Se algum passasse por isso esperando que seja a panacia
para todos seus problemas, e acabe no sendo, ento isto pode incentiv-lo a
ir alm. Tambm no recomendo pela *razo mais bvia de que dificilmente
algum conseguir conduzi-lo de forma apropriada e segura*".

comum ouvir argumentos sobre como uma prtica deveria ser vlida, por ser
*milenar*. Ou por ser praticada por *muitas pessoas*, descrevendo resultados
positivos. De toda forma, esperaria-se que uma pessoa jamais faria algo como
furar a prpria cabea.

Pois bem, as pessoas no s o fazem, como ainda pagam para faz-lo. E *no
uma questo de estupidez*: ignorando o ato em si, o relato do sujeito que
tentou a trepanao sugere uma inteligncia acima da mdia ou ao menos uma
que deveria evitar criar buracos desnecessrios no crnio.

Seres humanos so bichos complexos e comumente irracionais. Em meio a esta
loucura, *a nica forma comprovada de expanso da mente a cincia*. [via
Mindhacks <http://www.mindhacks.com/blog/2008/07/what_is_it_like_to_d.html>]
Veja tambm

- Mosca com culos <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=718> Imagem
criada para a competio Bilder der Forschung (Fotos para Cincia) de 20...
- <$BlogItemSubject$> <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=534> Furo
do sculo: Golfinho com ps e mos , no Japo tambm h tablides.
- ManBearPig! <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1140> Lixo
completo, claro. Apenas um sujeito dentro de uma caixa, com a cabea para
fora. Como se...
- Evidncia estabilizada <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=655>
- Mais histerias escolares <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1127>

Postado em Ceticismo <http://www.ceticismoaberto.com/news/?cat=12>,
Fortianismo <http://www.ceticismoaberto.com/news/?cat=4>


[As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]



SUBJECT: REFLEXÃO
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, ciencialist@yahoogrupos.com.br, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com
DATE: 17/07/2008 11:20

Máxima ilustrativa e reflexiva aos que interessar possa:

"Quem tem mais medo da mudança do que da desgraça, não tem mais remédio do
que conformar-se com a opção da desgraça".

( Mário de Andrade)

Sem mais, e arregaçando às mangas que o trabalho é duro e árduo, acumula-se
e temos que buscar mesmo as respostas.
Aos alunos: sempre busquem às respostas, se incompletas, pesquisem e achem,
nunca se encerrarão, serão sempre ineficazes, mas busque a maior proximidade
da sua compreensão do que pode ser necessário no momento de acordo com seus
objetivos.

Aos professores: por favor, não se cristalizem e abram olhos, ouvidos, tato,
sentidos vários e infindos para que se aproximem desses que tanto precisam
de nós: os alunos.

Um abraço forte, bom dia,

Profª Cristiana Passinato

PS.: Todos podem fazer e pensar diferente, mas o que vale é que façam em
prol do educar, uninamo-nos para que possamos da forma que for ajudar como
um verdadeiro exército aos que necessitarem, mesmo que isso não nos custe 1
centavo, o que interessa é EDUCAR!

http://pesquisasdequimica.com


--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 15:42

----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?

> Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
> expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
> acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
> comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
> Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
> não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
> que não querem calar: 1) e como o universo se comprimiu até ter o
> tamanho de uma bola de tenis? 2) e com essa expansão ele vai dar em
> que?

Você disse bem: "considerado como sendo científico". São as regras do
jogo a impregnarem o academicismo dos dias atuais, e... Quem sou eu
para modificá-las? Como nem você nem eu aceitamos essas regras em toda
a sua plenitude, permanecemos à margem da ciência e/ou até mesmo sendo
considerados, por motivos vários, como "crackpots". Como já disse há
muito tempo: "Nossa loucura reside na nossa coragem em expressarmos
nossas idéias", coisa que o academicismo vigente nem sempre tolera.

Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular).

> Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
> quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
> boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu rebanho.
> :>} ...

Como teria dito Laplace: "Não precisei dessa hipótese". Obviamente,
qualquer que seja a teoria a ser considerada, sempre haverá lugar onde
ajeitar uma possível existência para Deus mas, caso isso aconteça,
acredito que deva surgir como uma singularidade e fora do âmbito da
ciência. Confundir ciência com religião é obra ou de religiosos de
pouca fé ou de cientistas de pouca ciência (ciência é empregada aqui
no sentido de sabedoria) ou, ainda, de charlatães e/ou ignorantes.

> Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
> condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
> digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
> meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Não tenho a menor idéia.

> Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
> disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
> coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
> você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
> afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

De fato, ocorreu um certo entrevero, mas ele saiu por conta própria.

> [...] Tenho certeza que o Alberto aceitará seu retorno de bom grado.
> E é por isso que estou me prestando a fazer esse pael de bombeiro

Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando
julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois
esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma,
e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se
conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim,
pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase
todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos"
e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o
motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 15:44

----- Original Message -----
From: "Silvio Cordeiro"
Sent: Thursday, July 17, 2008 2:05 AM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

> Se, comprovadamente o planeta Terra está evoluindo a partir de uma
> explosão inicial que formou o sistema solar há aproximadamente 4.7
> bilhoes de anos, em decorrência da formação da via lactea ha 10
> bilhões de anos, e temos hoje um bioma em explosão de vida (nos
> últimos 20.000 anos) acredito que podemos deduzir simplesmente que o
> planeta Terra evolui (inclusive com as mudanças muito lentas mas
> enexoráveis em seu núcleo como os vulcões e as acomodações do manto
> revelam. Assim, se considerasr-mos que o plateta evolui, obviamente
> que o sistema solar sobre as mesmas modidicações, tanto que já é
> previsto dentro de alguns 5 bilhçoes de anos a extinção do sol que
> se transformará numa anã brana, um buraco negro que dará início a
> um novo complexo espacial
Os novos equipamentos como o uble estão todos os dias mostrando
estrelas, galáxias em formação ou se extinguindo.
Qual outra forma de pensar sobre a evolução, a reciclagem da massa que
compõe o universo atual?

Olá Silvio

Digamos que num local que poderíamos chamar "centro do universo"
haveria uma explosão permanente, no sentido em que seria sempre
realimentada. Mas realimentada através de que? (a resposta surgirá
oportunamente)

Como resultado dessa explosão, e da mesma forma como é aceito pela
teoria atual do Big-Bang, o universo visível estaria em expansão.
Durante essa expansão, e como você bem colocou, esse universo visível
está se desgastando (vulcões, acomodações, explosões estelares, etc).
Até mesmo quando você esfrega as mãos você está colaborando para esse
desgaste do universo, o que se manifesta através de atrito e na
transformação de trabalho em calor (com o conseqüente aumento da
entropia).

Mas o que seria de fato esse aumento da entropia? Eu diria, utilizando
uma hipótese que a ciência acadêmica atual não aceita sequer como
provável, que em qualquer processo irreversível (como o esfregar das
mãos) uma fração de massa dos objetos que participam do processo seria
perdida sob a forma de entropinos. Os entropinos seriam como os
neutrinos, uma partícula que não é captável a não ser em condições
extremamente raras [e bota extremamente nisso, pois o que se consegue
captar seria algo da natureza de um em um bilhão de um bilhão (e bota
bilhão nisso) de neutrinos que, dia a dia cruzam um centrímeto
quadrado do espaço cósmico].

Ou seja, o universo visível está se desgastando em sua trajetória rumo
aos confins do universo. Em outras palavras, e caso essa expansão seja
perene, essa matéria visível se extinguirá em entropinos, mais cedo ou
mais tarde.

Pergunto agora: Para onde irão esses entropinos, os verdadeiros átomos
de Demócrito, o resquício último da matéria? Obviamente para todos os
lados, mas... Qual seria então o papel da atração gravitacional
resultante a toda a massa do universo visível? Não seria lógico
esperar que mais cedo ou mais tarde essas partículas começassem a se
dirigir para o centro do universo? Qual seria o resultado disso? Não
seria de se esperar que essa matéria escura (entropinos) estivesse
sempre realimentando a fogueira cósmica situada no centro do universo?
Não seria de esperar a existência de um Big-Bang permanente, a
reproduzir sempre a formação de um novo universo visível local, com
novas galáxias sendo sempre produzidas e ocupando o lugar daquelas que
irão naturalmente desaparecer?

Fosse isso verdade, eu poderia dizer que a entropia aumenta, em nosso
laboratório, simplesmente pelo fato de ignorarmos a produção de
entropinos. Mas eles estão aí, no nosso universo, constituindo a
matéria escura, logo a entropia do universo não aumenta. Se levarmos
em conta essa matéria escura, e da maneira como estou interpretando,
poderíamos dizer que a entropia do universo é constante e podemos
assumir qualquer valor para essa constante, por exemplo, zero. A
termodinâmica continuará funcionando como modelo a ser utilizado em
nossas experiências, que não levam em consideração a matéria escura
(entropinos no caso) mas, rigorosamente falando, ela deixa de ter sua
interpretação ao nível das partículas elementares, quando não pudermos
desprezar a existência desses "hipotéticos" entropinos (e que muito
provavelmente seriam, nada mais, nada menos, do que os próprios
neutrinos).

Detalhes sobre a matemática dessa termodinâmica são encontrados em
"Variáveis escondidas e a termodinâmica": vide
http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Luiz Ferraz Netto" <leobarretos@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 17:24

Com permissão, comento algumas passagens já ´atacadas´ pelo Alberto:

> Alberto: Por exemplo, digamos que o universo fosse
perfeitamente elástico e ficasse oscilando entre expansão e contração,
assim como um pêndulo oscila entre um lado e outro. Ou seja, trata-se
de um equilíbrio dinâmico a transformar energia potencial em cinética
e vice-versa, per omnia saecula saeculorum.<

Essa hipótese trás uma conseqüência grave --- a alteração da lei da gravitação universal ---. Num sistema elástico que garanta a oscilação ao redor da posição de equilíbrio, é preciso que a lei de força tenha intensidade proporcional ao deslocamento, que seja de atração (ou seja, sinal oposto ao deslocamento). Isso bate de frente com a lei do inverso do quadrado da distância da gravitação.
A existência do Big Bang e o correspondente Big Crunch, cíclico, são incompatíveis com a atual lei de gravitação.
Com a queda com o "quadrado da distância" não há recurso de nova atração para formar o ´ovo primordial´.

>Alberto: Por outro lado, quando uma bomba explode, e isso é fácil de constatar,
não há a correspondente contração. A bomba não volta, periodicamente,
a ser o que era.<

Quando uma bomba explode, seus efeitos não derivam exatamente dos estilhaços metálicos ou do resíduo do material explosivo, e sim da expansão brusca do ar envolvente. É a ´detonação do ar´ que causa os estragos básicos. O estouro de uma granada arranca um braço mesmo na ausência de qqer estilhaço metálico. Como é o ar que sofre expansão brusca (considerável aumento de pressão local), após a detonação ali reina atmosfera tênue e baixíssima pressão --- há considerável contração do ar envolvente nessa região --- o retorno à pressão atmosférica. A matéria escura que retorna, seria o equivalente ao ar retornando ao seu local. O ´ovo´ do novo Big Bang provavelmente não será o mesmo ´ovo´ do anterior Big Bang, com o mesmo tipo de material. Todavia, no caso do retorno do ar, não se trata de oscilação --- não há nova explosão!

>Alberto: Concordo contigo, "se há um Big-Bang, teria que haver também um
Big-Crunch", pelo menos em pensamento.<

Não concordo com os dois ... mesmo em pensamento!

[]´

===========================
Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br
luizferraz.netto@gmail.com
http://www.feiradeciencias.com.br
===========================

----- Original Message -----
From: Alberto Mesquita Filho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 7:39 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu - Bidual"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:55 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Olá Claudio

Fiquei feliz com o seu retorno. Mas vamos ao que interessa.

> 2) se há Big-Bang não teria de haver Big-Crunch, e, também, o ponto
> de inflexão da universo em expansão para o universo em contração?

Do ponto de vista lógico-linguístico, e também ideológico, eu diria
que sim, da mesma maneira que se existe o quente deve existir o frio,
se existe o forte, deve existir o fraco, se existe o alto deve existir
o baixo etc. Mas veja que o quente não se transforma radicalmente em
frio, o forte em fraco e o alto em baixo etc. Há um ditado oriental,
relacionado à iniologia (lógica do dual yin-yang) a dizer que "no
extremo o yang se transforma no yin", mas este yin que surge de um
yang não é o antagônico complementar deste yang. Por exemplo, se você
aquecer certa porção de água, a água vai ficando cada vez mais yang
(quente é yang, na lógica iniológica). No extremo do aquecimento a
água não vai ficar fria (ou seja, não se torna yin no sentido de
temperatura), mas vira vapor. A porção da água que evapora foge do seu
ambiente água, e o caráter fuga é yin (na lógica iniológica). É neste
sentido que o yang (quente) no extremo (de aquecimento) se transforma
em yin (fuga).

No caso em apreço você está considerando como natural que a expansão
venha a se transformar em contração. Isso pode até acontecer, mas deve
ter uma explicação lógica e não apenas um achismo a apoiar-se numa
dualidade linguística. Por exemplo, digamos que o universo fosse
perfeitamente elástico e ficasse oscilando entre expansão e contração,
assim como um pêndulo oscila entre um lado e outro. Ou seja, trata-se
de um equilíbrio dinâmico a transformar energia potencial em cinética
e vice-versa, per omnia saecula saeculorum.

Nada contra essa idéia, acho apenas que as teorias de universo cíclico
não são exatamente assim, mas deixo as considerações para que sejam
feitas por quem entenda realmente do assunto. Se ficarmos apenas nas
considerações mecânicas (universo perfeitamente elástico) a
termodinâmica deixa de entrar em jogo.

Por outro lado, quando uma bomba explode, e isso é fácil de constatar,
não há a correspondente contração. A bomba não volta, periodicamente,
a ser o que era. Ela explode apenas uma vez e sem que ocorra o
reagrupamento de suas partes. É óbvio que se existe a expansão
(explosão da bomba), deve existir a contração, mas isso não significa
que a explosão implique numa posterior contração.

Concordo contigo, "se há um Big-Bang, teria que haver também um
Big-Crunch", pelo menos em pensamento. Mas isso não significa que um
se transforme sempre no outro e, tal não ocorrendo, o ponto de
inflexão existirá também apenas em pensamento.

Perceba também que na minha visão (exposta no email anterior), a rigor
não existe nem o Big-Bang nem o Big-Crunch, mas uma associação perene
dos dois, existindo sempre a explosão, a emitir matéria para os
confins do universo, e essa matéria degradada em "entropinos"
retornando sempre e obrigatoriamente para o centro da explosão. Neste
caso não existem fases, apenas matéria visível indo para um lado e
matéria escura indo para o lado oposto. Como já afirmei, isso seria
possível se, e somente se, conseguirmos reformular a termodinâmica a
fim de conseguirmos explicar esta perenidade exclusivamente mecânica
(sem aumento resultante da entropia, considerando-se o universo como
um todo).

Nada contra a TGBD, que considero uma belíssima construção intelectual
mas onde ainda não consegui enxergar vantagens científicas. Estou
apenas discutindo aspectos relacionados ao assunto desta thread.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.




No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.0/1558 - Release Date: 17/7/2008 09:56


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Carta Aberta: Questionamentos sobre nossas atividades no site Pesquisas de Química
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 17/07/2008 18:14

Venho sofrendo uma série de questionamentos sobre nossa prática aqui no
nosso site.

O que acho engraçado, pois não mexi e nem me meti com trabalho de ninguém,
tão somente ajudo aos alunos que recorrem ao site e à Comunidade no Orkut.

Eu ofereci um trabalho dígno para estudantes, só que ainda de forma
voluntária, pois não tenho recursos, mas seria "remunerado" com a
comprovação ao final do período como ATCOM (Atividades Complementares),
através de comprovantes, tais como: declaração ou certificado do número de
horas que estipulei como de trabalho e horas diárias para serem
contabilizadas nas obrigatórias segundo o MEC para que se formem como
professores.

Um grupo de professores revoltados numa determinada comunidade de um
Professor bloguista irmão, aliás ele não é bloguista, ele tem 1 sítio e esse
produz um material muito parecido com o do Profº Minatti, da UFSC e ele na
UCS (Universidade Caxias do Sul), o Emiliano Chemello em sua comunidade de
"Professores de Química" no Orkut.

Esse bando de achincalhadores de trabalho alheio começaram a se unir pra
jogar pedra em todo e qualquer profissional liberal que venha a querer se
promover através de comunidades e scraps ou mesmo divulgando inocentemente
seus trabalhos.

Cada um sabe a prática que tem, e cada um segue a conduta que acha, trabalha
não está mole e fácil pra ninguém e cada um faz o que bem entende pra gerar
divulgação e proporcionar uma visibilidade maior, mas não somos nem empresa,
nem seita, nem picaretas como fomos denominados por nada, somos professores
e estudantes de graduação afim de auxiliar gratuita e abertamente os alunos
que nos procuram pra isso.

Percebemos direitinho quando os alunos querem se aproveitar e nos mandam
listas de exercícios e retemos suas listas e resolvemos quando e na hora que
podemos, 1 a 1, através de posts, tudo aqui é aberto.

Se mudei algumas coisas na página inicial era justamente para aumentar a
forma de captar renda pra o próprio projeto se auto-desenvolver, pois sei do
corporativismo e dificuldades que enfrentaria se fosse pedir ao governo
fomento e financiamento com bolsas e outros recursos mais, tem que ser
doutor, tem que ser já introjectado e ter conhecimento e eu não sou ninguém
ainda na minha carreira acadêmica, infelizmente para conseguir tais
recursos, mas já conseguimos 1 padrinho que além de assinar das ATCOM ao
final de cada período, ele ainda vai levar ao conhecimento dos demais
professores do país o meu e o projeto do blog e site de mais 4 professores
que atuam com estilos, formatos e para públicos diferenciados, mas será uma
divulgação e, inclusive o Emiliano está entre os que serão citados por nosso
Patrono.

Sobre questões resolvidas:

Desde que o mundo é mundo, conheço professores que se abstém e têm medo de
resolver questões, e tem outro grupo de professores que resolvem, tem
inclusive o pessoal que resolve questões de vestibulares, concursos, tem os
que vendem questões, aliás recebi várias ofertas, neguei-me e chamei a uma
aula no msn, as pessoas espertinhas que queriam comprar só a resolução
correram, por que será?

Já acho que podem ter sido testes de professores, já que agora entrei na
comunidade e vi, aliás comportamentos e questionamentos em listas atípícos
nos comentários que nos são submetidos por aqui também são esquesitos, pois
são sobre 1 mesmo assunto, pessoas diferentes postando zilhões de questões
juntas sobre sempre algumas questões iguais.

Esse tipo de conduta, nós abominamos, fazer por fazer listas e pra eles
copiarem e colarem, mas as dificuldades, que são discutidas, no msn
apresentadas as dificuldades, não vejo por que não responder?

Isso tudo é medo de mostrar que não sabe tudo?

Eu não sei mesmo, ora bolas, mas mesmo não sabendo tudo, sei algo que posso
ajudar a quem necessita, mas de forma eficaz, pois as pessoas precisam
ensinar de maneira completa.

Eu abomino pessoas que explicam pela metade, parece que só explicam quando
pagam e só fazem "Educação" se remunerados, são tão preciosos que por
algumas dicas de resoluções de questões, querem sempre estabelecer trocas,
ficam rotulando, marginalizando, agredindo, jorrando e destilando venenos,
sempre testando aos alunos se eles estão ou não os testando também ou se
eles querem se "aproveitar" da sua sapiência.

Ora, se ele é formado pra explicar, ensinar, e o aluno está aí para
aprender, qual é a missão do professor e do aluno?

E que relação viciada é essa, que neura, e que distanciamento imenso é esse?

Por que ficar querendo declarar guerra aos alunos e os alunos aos
professores sempre que se precisa de ajuda?

Por que isso?

Gostaria também de salientar, que acredito que essa atividade possa vir a
afrontar determinados profissionais que se valem do dinheiro dos mais
necessitados pra serem socorridos, eu também dou aulas para pessoas que
precisam em domicílio e on line, e não perco dinheiro nenhum e nem desabono
meu trabalho quando faço esse blog e tiro dúvidas on line.

Temos mercado pra todo mundo, não sou eu quem vou tirar "clientela" de
ninguém, mas a diferença é que eu sou professora e não explicadora, e trato
com alunos e não clientes. Ok?

A quem interessar: Se precisarem, eu e a equipe estaremos por aqui SEMPRE
dispostos a ajudá-los, CUSTE O QUE CUSTAR, mesmo que nos condenem à "forcas"
virtuais, até porque os líderes, mártires, os trangressores e que executaram
mudanças reais no nosso mundo pra toda e qualquer evolução e posterior
avanço foram perseguidos, por que não a nós não sejam perseguidores os mais
cristalizados e rendidos ao sistema a que eles se submeteram de troca,
consumismo e "Educação Capitalista", não é mesmo?

Um abraço,

Profª Cristiana Passinato

http://crispassinato.wordpress.com/2008/07/17/questionamentos/
--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Vivendo e aprendendo
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, ciencialist@yahoogrupos.com.br, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com
DATE: 17/07/2008 19:03

Ah! O pessoal me julga vivaldina e esperta, não sei pq?
Hj levei um calote.
Dei aula on line pra um menino de Nilópolis que me disse que estava
precisando, fechou 1:30 e a mãe me pareceu legal, disse que depositaria meu
dinheiro on line ontem, eu fiquei naquela, poxa, vou dar aula e depois
cobro, né?
O filho me mandou os 2 telefones errados na aula, eu liguei e não consigo
nem cel e nem tel. Legal, R$52,50 calotados e eu sou a espertona, segundo os
"Professores de Química" da comunidade de mesmo nome do Orkut.
Agora, a gente age de boa fé, eu acordo 7:30 da manhã pra atender o menino e
a mãe se pirulita, totalmente.
Agora me diz, eu não me importei, pois o menino respondeu muito bem às
aulas, agora me fale, eu sou esperta?
Primeiro farei cadastro, confirmarei telefones e só aceitarei INTEGRAL e na
frente aulas on line, afff que feio, esse é o nosso país.
Um abraço!

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RE: [ciencialist] REFLEXÃO
FROM: murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 22:16


Fessora...
Tudo em paz? Espero que sim.
Devagar vou gostando + de vc.
Vai mandando que vou lendo!
Temos na lista uma carência estrogênica muito grave.
braço!
Mvrilo
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Crítica na Rede
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 17/07/2008 23:09

Guia das falácias de Stephen Downes
Tradução e adaptação de Júlio Sameiro

O objectivo de um argumento é expor as razões (premissas) que sustentam uma
conclusão. Um argumento é falacioso quando parece que as razões apresentadas
sustentam a conclusão, mas na realidade não sustentam. Da mesma maneira que
há padrões típicos, largamente usados, de argumentação correcta, também há
padrões típicos de argumentos falaciosos. A tradição lógica e filosófica
procurou fazer um inventário e dar nomes a essas falácias típicas e este
guia faz a sua listagem.

- Falácias da Dispersão <http://criticanarede.com/welcome.htm>[image:
Acesso gratuito] (manobras de diversão)
- Falso dilema (falsa dicotomia)
- Apelo à ignorância
- Derrapagem (bola de neve ou declive ardiloso)
- Pergunta complexa
- Apelo a Motivos <http://criticanarede.com/motive.htm>[image: Acesso
gratuito] (em vez de razões)
- Apelo à força
- Apelo à piedade
- Apelo a consequências
- Apelo a preconceitos
- Apelo ao povo
- Fugir ao Assunto <http://criticanarede.com/subject.htm>[image: Acesso
gratuito] (falhar o alvo)
- Ataques pessoais
- Apelo à autoridade
- Autoridade anónima
- Estilo sem substância
- Falácias Indutivas <http://criticanarede.com/induct.htm>[image: Acesso
gratuito]
- Generalização precipitada
- Amostra não representativa
- Falsa analogia
- Indução preguiçosa
- Omissão de dados
- Falácias com regras gerais <http://criticanarede.com/stat.htm>[image:
Acesso gratuito]
- Falácia do acidente
- Falácia inversa do acidente
- Falácias causais <http://criticanarede.com/causal.htm>[image: Acesso
gratuito]
- *Post hoc*
- Efeito conjunto
- Insignificância
- Tomar o efeito pela causa
- Causa complexa
- Falhar o alvo <http://criticanarede.com/point.htm>[image: Acesso
gratuito]
- Petição de princípio
- Conclusão irrelevante
- Espantalho
- Falácias da ambiguidade <http://criticanarede.com/ambig.htm>[image:
Acesso gratuito]
- Equívoco
- Anfibologia
- Ênfase
- Erros categoriais <http://criticanarede.com/category.htm>[image: Acesso
gratuito]
- Falácia da composição
- Falácia da divisão
- *Non sequitur* <http://criticanarede.com/nonseq.htm>[image: Acesso
gratuito]
- Falácia da afirmação da consequente
- Falácia da negação da antecedente
- Falácia da inconsistência
- Falácias da explicação <http://criticanarede.com/welcome-1.htm>[image:
Acesso gratuito]
- Inventar factos
- Distorcer factos
- Irrefutabilidade
- Âmbito limitado
- Pouca profundidade
- Erros de Definição <http://criticanarede.com/welcome-2.htm>[image:
Acesso gratuito]
- Definição demasiado lata
- Definição demasiado restrita
- Definição pouco clara
- Definição circular
- Definição contraditória

- Operadores proposicionais <http://criticanarede.com/operator.htm>[image:
Acesso gratuito]
- Proposição <http://criticanarede.com/proposit.htm>[image: Acesso
gratuito]
- Tabela de verdade <http://criticanarede.com/ttable.htm>[image: Acesso
gratuito]

- Bibliografia <http://criticanarede.com/refernce.htm>[image: Acesso
gratuito]
- Copyright <http://criticanarede.com/copyrite.htm>[image: Acesso
gratuito]

http://criticanarede.com/falacias.htm


--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Fw: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 17/07/2008 23:11

Caro Alvaro Augusto,

Saiba que nada tenho contra você pessoalmente, muito pelo contrário. Considero-o uma pessoa muito preparada e competente.

Quis dizer desafeto no campo das idéias... Desculpa nossa falha, como se diz na Globo... (risos)

Poderia me mandar o artigo do Novello?

Quanto ao fato do universo ser cíclico, sei que essa é uma tese antiga, e defendida por muitos outros ciencistas. A primeira vez que tive contato com ela foi naquele livro maravilhoso do Stephen Wawkings, do "Big-Bang aos buracos negros - Uma breve história do tempo", que acredito ter sido editado no Brasil por volta de 1988 ou 1989. Repare que até o nome do livro sugere o carater cíclico do universo, caso se considere o Big Crunch como sendo um GRANDE BURACÃO NEGRO, que fosse também do tamanho de uma bola de tenis.

Bem essa história de Big Bang também é bastante antiga... Tem lá bíblia: no início era a escuridaão e no 1º dia Deus fez a luz... Será que Ele não teria feito o Big Bang que é cheio de luz? (risos)

Um grande abraço,

Claudio Abreu


----- Original Message -----
From: Alvaro Augusto (U)
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Thursday, July 17, 2008 10:16 AM
Subject: Re: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?


Caro Claudio,

Desafeto, eu? Alto lá! Sou somente contra sua teoria. Nada tenho contra você!

Em tempo, remexendo nas minhas coisas, encontrei um artigo do Mário Novello intitulado "An Eternal Universe", datado de 1983. Não é de hoje que ele propõe esse tema.

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br

----- Original Message -----
From: Claudio Abreu
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?

Caro Alberto Mesquita Filho,

Também estou muito feliz em voltar a falar com você depois de tanto
tempo.

Bem ou mal, como ou sem minha teoria, acho que encontrei um tema
fascinante para trocarmos idéias aqui nessa lista. Estou fazendo de
tudo para não bota-la no meio do assunto, o que é bastante difícil
para mim. Mas vou continuar tentando, e me atendo apenas a comentar
afirmações que aparecem na mídia o na lista, sem recorrer ao meu
grande respaldo teórico.

Como sempre você continua elegante, brilhante, informativo e preciso
em suas intervenções.

Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
que não querem calar:
1) e como o universo se comprimiu até ter o tamanho de uma bola de
tenis?
2) e com essa expansão ele vai dar em que?

Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu
rebanho. :>} ...

Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

Takata, que tal deixar isso tudo pra lá e voltar ao seu lugar de
destaque ness lista? Imagino como você deve estar sentido falta de
estar aqui, apontando erros em tudo o que aqui se propõe, mas também
dando muita informação para todos, distribuindo gratuitamente seu
enorme conhecimento e cultura. Tenho certeza que o Alberto aceitará
seu retorno de bom grado. E é por isso que estou me prestando a
fazer esse pael de bombeiro

Um grande abraço a todos,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 02:50

----- Original Message -----
From: "Luiz Ferraz Netto"
Sent: Thursday, July 17, 2008 5:24 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

> > Alberto: Por exemplo, digamos que o universo fosse perfeitamente
> > elástico e ficasse oscilando entre expansão e contração, assim
> > como um pêndulo oscila entre um lado e outro. Ou seja, trata-se de
> > um equilíbrio dinâmico a transformar energia potencial em cinética
> > e vice-versa, per omnia saecula saeculorum.

> Léo: Essa hipótese trás uma conseqüência grave --- a alteração da
> lei da gravitação universal ---. Num sistema elástico que garanta a
> oscilação ao redor da posição de equilíbrio, é preciso que a lei de
> força tenha intensidade proporcional ao deslocamento, que seja de
> atração (ou seja, sinal oposto ao deslocamento). Isso bate de frente
> com a lei do inverso do quadrado da distância da gravitação.

Bem pensado. Digamos então que essa seria então mais uma dentre as
possíveis complicações para qualquer teoria que venha a sugerir a
existência de um universo cíclico e clássico. Do ponto de vista da
física "moderna" já não está mais aqui quem falou, mesmo porque em
termos de física "moderna" vale tudo. Quero crer que a filosofia do
"vale-tudo" de Feyeraband apóia-se fortemente nos "magníficos" efeitos
engendrados pelos físicos "modernos". [Para os que não entenderam esta
última frase digo que engendrado = "que se tirou do nada", segundo o
dicionário eletrônico Houaiss.]

> > Alberto: Por outro lado, quando uma bomba explode, e isso é fácil
> > de constatar, não há a correspondente contração. A bomba não
> > volta, periodicamente, a ser o que era.

> Léo: Quando uma bomba explode, seus efeitos não derivam exatamente
> dos estilhaços metálicos ou do resíduo do material explosivo, e sim
> da expansão brusca do ar envolvente. É a ´detonação do ar´ que causa
> os estragos básicos. O estouro de uma granada arranca um braço mesmo
> na ausência de qqer estilhaço metálico. Como é o ar que sofre
> expansão brusca (considerável aumento de pressão local), após a
> detonação ali reina atmosfera tênue e baixíssima pressão --- há
> considerável contração do ar envolvente nessa região --- o retorno à
> pressão atmosférica. A matéria escura que retorna, seria o
> equivalente ao ar retornando ao seu local. O ´ovo´ do novo Big Bang
> provavelmente não será o mesmo ´ovo´ do anterior Big Bang, com o
> mesmo tipo de material. Todavia, no caso do retorno do ar, não se
> trata de oscilação --- não há nova explosão!

Bem, eu não estava falando em efeitos, apenas tentando mostrar que o
dualismo não implica sempre numa alternância fenomenológica entre os
antagônicos complementares (no caso, expansão e contração).

> > Alberto: Concordo contigo, "se há um Big-Bang, teria que haver
> > também um Big-Crunch", pelo menos em pensamento.

Léo: Não concordo com os dois ... mesmo em pensamento!

Talvez, e como mostrou acima, você não concorde com a alternância
embasada nos princípios da física, mas há de concordar que quando
falamos em expansão existe concomitantemente, em nossa maneira de
pensar, a idéia de contração. Assim como só existe o quente se existir
o frio, só existe o alto se existir o baixo, e por aí vai.

Por outro lado, e já que você criou o universo através de um Big-Bang
( e hoje dá a entender que não o fez alternando com a possibilidade de
um Big-Crunch futuro), sugiro que quando você for criar algum outro
universo, o faça através de um Big-Crunch (não alternado com nenhum
possível Big-Bang futuro). Talvez você precise reeditar alguma das
leis que criou ao proferir a famosa frase: "Faça-se a Luz". ;-))). Não
encare isso como um desafio, pois quem sou eu para desafiar o nosso
Deus? ;-)))))

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: O universo é cíclico?
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 10:40


Cláudio:

Você diz:

"Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular)."

Coloque os termos no presente e nos mostre qual sua teoria, seu ponto de vista sobre
o citado início e término do nosso planeta.

Existe, na internet, algo que se possa acessar?

E pergunto sua opinião sobre a existência de outros universos e se a expansão deste se expandirá até quando.

O Mestre Alberto poderia também nos dar uma aula sobre o assunto.....

agradeço a atenção,

silvio.




----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?

> Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
> expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
> acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
> comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
> Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
> não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
> que não querem calar: 1) e como o universo se comprimiu até ter o
> tamanho de uma bola de tenis? 2) e com essa expansão ele vai dar em
> que?

Você disse bem: "considerado como sendo científico". São as regras do
jogo a impregnarem o academicismo dos dias atuais, e... Quem sou eu
para modificá-las? Como nem você nem eu aceitamos essas regras em toda
a sua plenitude, permanecemos à margem da ciência e/ou até mesmo sendo
considerados, por motivos vários, como "crackpots". Como já disse há
muito tempo: "Nossa loucura reside na nossa coragem em expressarmos
nossas idéias", coisa que o academicismo vigente nem sempre tolera.

Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular).

> Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
> quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
> boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu rebanho.
> :>} ...

Como teria dito Laplace: "Não precisei dessa hipótese". Obviamente,
qualquer que seja a teoria a ser considerada, sempre haverá lugar onde
ajeitar uma possível existência para Deus mas, caso isso aconteça,
acredito que deva surgir como uma singularidade e fora do âmbito da
ciência. Confundir ciência com religião é obra ou de religiosos de
pouca fé ou de cientistas de pouca ciência (ciência é empregada aqui
no sentido de sabedoria) ou, ainda, de charlatães e/ou ignorantes.

> Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
> condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
> digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
> meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Não tenho a menor idéia.

> Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
> disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
> coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
> você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
> afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

De fato, ocorreu um certo entrevero, mas ele saiu por conta própria.

> [...] Tenho certeza que o Alberto aceitará seu retorno de bom grado.
> E é por isso que estou me prestando a fazer esse pael de bombeiro

Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando
julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois
esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma,
e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se
conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim,
pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase
todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos"
e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o
motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
.


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 12:48

Prezado Silvio

Essa frase que você atribuiu (vide abaixo) a mim na verdade é do Alberto, que assim detem todos os direitos e deveres sobre ela...(risos) Passo a bola para ele responder, pois estou com uma porção de outras mensagenas para comentar, inclusive essa em que ele fez tal citação.

Abraços,

Claudio Abreu

============

----- Original Message -----
From: Silvio Cordeiro
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 18, 2008 10:40 AM
Subject: [ciencialist] O universo é cíclico?

Cláudio:

Você diz:

"Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular)."




.





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] REFLEXÃO
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 18/07/2008 13:26

Obrigada, Murilo, achei que ng me lia.
:)

2008/7/17 murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>:

>
> Fessora...
> Tudo em paz? Espero que sim.
> Devagar vou gostando + de vc.
> Vai mandando que vou lendo!
> Temos na lista uma carência estrogênica muito grave.
> braço!
> Mvrilo
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 17:03

Prezados Alberto e Homero,

Volto a comentar a sua mensagem abaixo

----- Original Message -----
From: Alberto Mesquita Filho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 7:39 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Alberto disse:
"Há um ditado oriental, relacionado à iniologia (lógica do dual yin-yang) a dizer que "no extremo o yang se transforma no yin", mas este yin que surge de um
yang não é o antagônico complementar deste yang. Por exemplo, se você aquecer certa porção de água, a água vai ficando cada vez mais yang (quente é yang, na lógica iniológica). No extremo do aquecimento a água não vai ficar fria (ou seja, não se torna yin no sentido de temperatura), mas vira vapor. A porção da água que evapora foge do seu ambiente água, e o caráter fuga é yin (na lógica iniológica). É neste sentido que o yang (quente) no extremo (de aquecimento) se transforma em yin (fuga)."

Claudio comenta:

Caro Alberto,

A água esquentada pelo sol vira vapor d´água, por exemplo, formando uma nuvem, que por sua vez pode transformar em chuva transformando esse vapor em água novamente; ou se estiver muito frio essa chuva pode virar granizo, após ser esquentado pelo sol virará água novamente, fechando o ciclo, que pode se repetir indefinidamente. Repare que em certas condições, tal como numa caldeira, a agua vira vapor d´água, que por sua vez gira um gerador, daí gerando energia elétrica, que por sua vez pode gerar calor num filamento eletrico.

Passar de granizo para água, de água para vapor e de vapor para água ou granizo envolvem trocas de energia. Aliás, já dizia Einstein pela sua célebre formula E=m*(c^2) que matéria = energia e energia = matéria. No nosso exemplo, a matéria em questão é granizo = água = vapor dágua, respectivos estados físicos, sólido, líquido e gasoso, dependendo da quantidade de energia térmica que contenham. No nosso esxemplo a energia é o calor, cujo aumento sobre o granizo o transforma em água, e sogre a água o tranforma em vapor d´água, e inversamente, reduzindo-se o calor sobre o vapor d´água ele se transforma em água, e sobre a agua ela se transforma em gelo. E, correndo por fora, existe um princípio que diz que a energia contida nesse e qualquer sistema é conservada e mantida constante.

Como você viu Alberto, toda essa análise foi feita com um exemplo bem simples, e dentro de uma visão ocidental, sem recorrer a qualquer misticismo oriental. Se você reparar bem existem quatro componentes nesse exemplo, aliás, como em tudo o que se conhece. Afinal, não será preciso falar sobre a minha teoria para identificá-los, pois vocês já a conhecem, pelo menos os mais antigos aqui na lista. E, assim, certamente poderão identificar quais são eles. Repare que estou mantenho o meu compromisso de não usar ou citar a minha teoria. Reparem que são vocês que tem feito isso, e que andam falando sobre dela aqui. Alguns, mais céticos e impacientes como o Alvaro Augusto, até com sarcarmo, gozações e insinuações desnecessárias, que tenho relevado, mas que gostaria muito que ele se contivesse, e, assim, mantivesse o nível do debate elevado.

Repare ainda, Alberto, que, dependendo do enfoque que se dê, ao se ver a questão do ângulo de um dos seus quatro componentes, os demais três formarão um só, embora decomposto em um par de opostos e um terceiro, de natureza diferente das desse par. E dai, chega-se a uma relação entre dois, ou seja, um intereagindo com outro oposto, tal como na iniologia (lógica do dual yin-yang); ressalte-se que esse outro oposto, conforme já dito, por sua vez se decomporia em três, tal como numa teoria aqui proibida de ser comentada nessa lista e que, insisto, não será aqui debatida. Deixo para vocês fazerem esse exercício de identificar que é quem nesse exemplo, principalmente para aqueles que queiram descobrir a polvora.

Mas, voltando ao tema da Tread, o importante aqui para discussão da questão do universo nesse exemplo da agua se suas transformações, que você propôs e eu comentei, é que nele a história se repete, ciclicamente, tal como, acredito deve vir se petetindo no caso do universo. E é fundamental que continue a se repetir para que continuemos vivos nese nosso planeta tã maltratado por nós.

Para encerrar essa mensagem, caro Alberto, transcrevo as frases que você utiliza em baixo do seu nome nas suas mensagens aqui na lista:

"Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá."

Quanto à sua afirmação sobre elétron, não posso não me pronunciar, pois não conheço a sua tese. Mas concordo totalmente com você quanto ao movimento da Terra e a fato de que a história se repetirá, inclusive na questão do universo. Não vejo como isso possa ser diferente.

Um grande abraço,

Claudio Abreu




----- Original Message -----
From: Alberto Mesquita Filho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 7:39 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Volta para Ciencialist Roberto Takata!
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 17:30

Alô pessoal,

Peço o apoio de todos para que me ajudem no meu objetivo de trazer o Roberto Takata de volta para essa lista. Tenho falado com ele em pvt, e ele está, mesmo, muito chateado, e não vou entrar em detalhes, por que não vem ao caso. Imagino como ele deve estar se sentindo mal em não estar participando, por decisão dele nessa lista, da qual ele sempre foi um dos mais assíduos e brilhates debatedores.

O nosso grande Alberto, já se manifestou sobre isso, quando o provoquei sobre o assunto, conforme trecho reproduzido abaixo:

"Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma, e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim, pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos" e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa."

É certo que se o Roberto voltar, como acho que voltará, tal como eu voltei, ele e o Alberto, poderão ficar se dando um gêlo mútuao, como seria o mais natural. Mas, certamente, com o tempo, voltariam, primeiro a se falar, e depois, quem sabe, voltarem a debater e a divergir, pois. como se saber é impossível não divergir nessa lista.

Deixo por fim a frase que enviei para o Takata em pvt, que continuo achando muito válida para todos nós:
"Aprendi, caro Roberto, que a gente, para ser feliz nesse mundo, tem de saber aceitar as pessoas como ela são, para que elas nos aceitem como somos e também saber perdoar para ser perdoado."

Acredito que se vocês responderem positivamente a esse meu chamado, certamente o nosso querido computador japonês, que sempre tenta ser frio e racional, acabará não segurando a emoção, e voltará. Vamos tentar?

Abraços,

Claudio Abreu

PS. Saiba Takata que não estou fazendo isso com o objetivo questionável de que ao voltar você seja mais complacente e paciente com a minha teoria. Aliás, assumi o compromisso de não mais descutí-la aqui na lista. Saiba que o motivo é o seguinte: você e a Ciencialist se confundem. Sinceramente, sinto sua falta aqui.












----- Original Message -----
From: Alberto Mesquita Filho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Thursday, July 17, 2008 3:42 PM
Subject: Re: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?


----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?

> Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
> expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
> acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
> comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
> Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
> não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
> que não querem calar: 1) e como o universo se comprimiu até ter o
> tamanho de uma bola de tenis? 2) e com essa expansão ele vai dar em
> que?

Você disse bem: "considerado como sendo científico". São as regras do
jogo a impregnarem o academicismo dos dias atuais, e... Quem sou eu
para modificá-las? Como nem você nem eu aceitamos essas regras em toda
a sua plenitude, permanecemos à margem da ciência e/ou até mesmo sendo
considerados, por motivos vários, como "crackpots". Como já disse há
muito tempo: "Nossa loucura reside na nossa coragem em expressarmos
nossas idéias", coisa que o academicismo vigente nem sempre tolera.

Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular).

> Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
> quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
> boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu rebanho.
> :>} ...

Como teria dito Laplace: "Não precisei dessa hipótese". Obviamente,
qualquer que seja a teoria a ser considerada, sempre haverá lugar onde
ajeitar uma possível existência para Deus mas, caso isso aconteça,
acredito que deva surgir como uma singularidade e fora do âmbito da
ciência. Confundir ciência com religião é obra ou de religiosos de
pouca fé ou de cientistas de pouca ciência (ciência é empregada aqui
no sentido de sabedoria) ou, ainda, de charlatães e/ou ignorantes.

> Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
> condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
> digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
> meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Não tenho a menor idéia.

> Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
> disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
> coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
> você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
> afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

De fato, ocorreu um certo entrevero, mas ele saiu por conta própria.

> [...] Tenho certeza que o Alberto aceitará seu retorno de bom grado.
> E é por isso que estou me prestando a fazer esse pael de bombeiro

Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando
julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois
esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma,
e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se
conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim,
pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase
todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos"
e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o
motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 17:58

Caro J. Victor,

Respondo à sua mensagem:
----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


J. Victor:
>Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei se o autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou se apenas desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do eu acho.

Claudio:

Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao compromisso que assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no site nesse mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos arquivos e mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria muito que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais sobre ela. Dou a maior força.

Abraços,

Claudio Abreu



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Sites interessantes no Ensino de Química
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com
DATE: 18/07/2008 19:17

18 Julho, 2008 de Prof Cristiana de B.
Passinato<http://crispassinato.wordpress.com/author/crispassinato/>|
<http://crispassinato.wordpress.com/wp-admin/post.php?action=edit&post=2763>

Alguns outros

Investigaes em Ensino de Cincias da UFRGS
http://www.if.ufrgs.br/ienci/

Revista da Sociedade Brasileira de Histria da Cincia
http://www.ifi.unicamp.br/~ghtc/sbhc.htm<http://www.ifi.unicamp.br/%7Eghtc/sbhc.htm>

Revista Ibero-americana de Educao
http://www.rieoei.org/presentar.php

Journal of Science Education
http://www.colciencias.gov.co/rec/

Journal of Instructional Science and Technology (e-JIST)
http://www.usq.edu.au/e-jist/

Jornal Cincia e Ensino
http://www.fae.unicamp.br/gepce/publicacoesgepCE.html

REVISTA ELECTRNICA DE ENSEANZA DE LAS CIENCIAS
http://www.saum.uvigo.es/reec/

--
Prof Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Qumica, Fsica e Matemtica.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A f sem ao morta" (Ir. Kelly Patrcia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Catlica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]



SUBJECT: Em Síntese (versao alfa)
FROM: "brudna" <lrb@iq.ufrgs.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 18/07/2008 19:28

Já que estamos em fase de anúncios de iniciativas. Aproveito para
mostrar mais uma de minhas mais novas crias. E eu ainda acho que tenho
tempo pra mais coisas. :-)

Em Síntese
http://www.emsintese.com.br

O ´Em Síntese´ é um site/blog focado na química.
Aos poucos vou encontrando a melhor linha a ser seguida neste novo
blog/site.

Aceito sugestões.

Até
Luís Brudna
luisbrudna@gmail.com
==



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 19:45

Grandes Luiz Ferraz Neto e Alberto,

Luiz, é uma grande satisfação responder a uma mensagem sua rebatendo a uma do Alberto, que por sua vez rebateu uma minha. Acompanhei de passagem como você sofreu quando o Imperdível ficou ameaçado de perder o seu provedor hospedeiro. Ainda bem que se conseguiu uma solução, pois tudo poderia acontecer nesse mundo, menos perder o Imperdível, que é de garnde utilidade para todos os estudantes de ciências, inclusive marmanjos como eu.

Vamos aos meus comentários sobre a sua mensagem
----- Original Message -----
From: Luiz Ferraz Netto
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Thursday, July 17, 2008 5:24 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Luiz> Essa hipótese trás uma conseqüência grave --- a alteração da lei da gravitação universal ---. Num sistema elástico que garanta a oscilação ao redor da posição de equilíbrio, é preciso que a lei de força tenha intensidade proporcional ao deslocamento, que seja de atração (ou seja, sinal oposto ao deslocamento). Isso bate de frente com a lei do inverso do quadrado da distância da gravitação. A existência do Big Bang e o correspondente Big Crunch, cíclico, são incompatíveis com a atual lei de gravitação. Com a queda com o "quadrado da distância" não há recurso de nova atração para formar o ´ovo primordial´.

A questão, Luiz Ferraz Neto, é que poderiam ser outras as leis que o regeriam universo na sua contração, ou, melhor, as leis que regem o universo em sua expansão, poderiam seriam situações particulares dessas leis maiores. Assim, o que você está se referindo a lei do inverso do quadrado da distância da gravitação teria validade apenas para o universo em expansão, mas não para o universo em contração. É possível que você vá levantar o cartão amarelo e mesmo o vermelho para mim agora... Mas a anti-matéria existe, não existe? Será que podemos aplicar tudo o que sabemos sobre a matéria para estudar a anti-matéria? Os buracos negros existem, não existem? Será que podemos aplicar tudo que sabemos ao nosso universo em expansão para os buracos negros? Acho que não, concorda?

Se posicione agora aonde estamos em termos do patamar do conhecimento científico nesse início de século do terceiro milênio. Concorda que é certo dizermos que nós ainda não sabemos praticamente de nada, Luiz. Veja bem, dentro do que se considera ciência, sabemos algo sobre a expansão do universo que nos permite supor a existência do Big Bang e só, mais nada além disso. O resto é tudo suposição, inclusive as tais supercordas. Afinal, o que se passa dentro de um buraco negro, alguém aí sabe? Já esteve lá, dentro de algum deles? Contudo, a existencia em si dos buracos negros já possui reconhecimento científico, apesar de ningúem saber o que acontece dentro dele.

De forma semelhante, o Alberto também detona a fase de contração do universo, alegando que se ela existisse teria de ser feita uma nova teoria da termodinâmica. Ora, isso é muito semelhante ao seu argumendo, de que a contração iria bater de frente com a lei do inverso do quadrado da distância da gravitação. Ora, ora, meus caros Alberto e Luiz, vocês estão se apegando demais a principios que podem ter aplicação somente no universo em expansão em que vivemos, mas que não seriam aplicáveis ao universo em contração.

No primeiro livro que li do Stephen Wawkings, "Do Bib Bang aos Buracos Negros" ele supôs que se, no universo em contração, o tempo fosse un número imaginario e naõ um número real, tal como é no universo em expansão, poder-se-ia chegar a uma definição do modelo de expansã e contração do universo e até o Big Crunch. Ele advogva que isso seria necessário para ser mantida a seta do tempo, sempre na sentido do passado para o futuro. Pergunto à você Luiz: se consideramos o espaço também como feito de três coordenadas expressas por números imaginários, tal como o tempo, não poderiámos acabar com o que você define como impedimento dado pela lei do inverso do quadrado da distância da gravitação? E você, Alberto, será que não poderia pensar em como remodelar a termodinâmica, utilizando-se os números imaginários ou algo assim?

O importante é que não podemos ficar nos atendo somente ao que é considerado hoje como científico pelos nossos iluminados cientistas, e ficarmos satisfeitos e conformados, tal como o Homero e tantos outros, aceitando teses como essas da existencia Big Bang e da expansão do Universo, sem querer saber o que existiu antes dele e o que existirá depois dela. Sinceramente acho muito pouco, mesmo concorde que são proposições verdadeiras, como tudo leva crer que são. A verdade é que a ciência está precisando de uma teoria maior, que seja a base e estrutura de todas demais teorias.

Reparem que o fato da ciência atual estar fazendo o que poderia ser chado de reducionismo, pelo Fritjof Capra - ao se preocupar apenas com o Big Bang e a expansão do Universo, de forma, digamos, verdadeira, porém, certamente, incompleta - não poderia estar nos levando a um mal equacionamento dessas duas questões? Em outras palavras, o fato de ainda não se ter uma entendimento completo de todo o processo, que a meu ver é o universo ser obrigatóriamente, cíclico, não poderia estar escondendo os conhecimentos necessários para que melhor se estudadessse apenas esses dois componentes, o Big Bang e expansão, de forma que pudessem ser conhecidos em sua plenitude? Eu acho, ou melhor, eu acredito, ou melhor ainda, eu já tenho certeza, de que isso está ocorrendo com a nossa ciencia atual. Tem gente aí na lista, em especial o Homero, que vai, com certeza, rebater - e é direito dele, mas essa é a minha posição, calcada em fatos objetivos e não pessoais, e ligados ao achômetros, tal como já falei aqui em mensagem anterior. Quanto a qual seria essa teoria, deixo, como desafio, para vocês, que se sintam habilitados e motivados, descobrirem qual seria ela, quebrando a cabeça até o final das suas vidas, pois certamente não será uma empretada fácil.

De minha parte, me permito estar desenvolvendo, há mais de quarenta anos, uma proposta para essa teoria tão imprescindível, a qual, contudo, conforme assumi compromiso, não será aqui explicada, nem muito menos debatida aqui na Ciencialist. Acredito que minha tese possa ajudar vocês a desenvolver essa teoria tão necessária, mas não sou dono da verdade. Deixo o endereço do grupo do Yahoo no qual escrevi sobre ela, ao qual gostaria que todos vocês que tenham interesse no tema, concordando ou não com minha proposta, se associassem, para que pudessem ter acesso pleno às mensagens e os arquivos: http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/

Um grande abraço,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "J.Victor" <j.victor.neto@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 21:11

Caro C. Abreu,





Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.

Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
modestos!

E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!

Por isso, não me animei a continuar.

Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
parecem ser o cerne da teoria.



1-“A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo
o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou"
é a própria síntese da TGBD.” ..............

2- “. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a Teoria de
Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira, seu autor
acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a) conhecer o
desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de toda e
qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor desde já
agradece a participação de todos.”

Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
lambuja, define o que existe fora dele.

Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais o qu7e
vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar sequer
perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho certeza:
você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os aparatos
usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar outro ramo
do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não conheço. Por
isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida nisso
tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e filosofia
em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
sorte.

Sds,

Victor.

Resumo da TGBD:

A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo o
que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou" é
a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se refere
apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para que exista
o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não ser",
referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não é passa
a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O objetivo
deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em administração
de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949, que vem
desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre ela, cujos
textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da Internet, ele
acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
científica e profissional, que queiram contribuir para o desenvolvimento de
sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na história da
ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD
seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do conhecimento,
e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c) simplificar
a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.



















De: ciencialist@yahoogrupos.com.br [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
Em nome de Claudio Abreu - Bidual
Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?



Caro J. Victor,

Respondo à sua mensagem:
----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>

Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?

J. Victor:
>Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei se o
autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou se apenas
desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do eu acho.

Claudio:

Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao compromisso que
assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no site nesse
mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos arquivos e
mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria muito
que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais sobre ela.
Dou a maior força.

Abraços,

Claudio Abreu

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date: 17/7/2008
18:08



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 21:22

Caros Luiz Ferraz Neto e Alberto,

Continuo a respondendo as mensagens
----- Original Message -----
From: Luiz Ferraz Netto
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Thursday, July 17, 2008 5:24 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Luiz Ferraz Neto:>Quando uma bomba explode, seus efeitos ... derivam ...da expansão brusca do ar envolvente. É a ´detonação do ar´ que causa os estragos básicos. .... Como é o ar que sofre expansão brusca (considerável aumento de pressão local), após a detonação ali reina atmosfera tênue e baixíssima pressão --- há considerável contração do ar envolvente nessa região --- o retorno à pressão atmosférica.

Claudio:
Então, na explosão da bomba após a expansão tem-se a contração. Certo? E porque, por analogia, não haveria o mesmo após a explosão do universo, no Big Bang?

=====

Luiz Ferraz Neto:>A matéria escura que retorna, seria o equivalente ao ar retornando ao seu local. O ´ovo´ do novo Big Bang provavelmente não será o mesmo ´ovo´ do anterior Big Bang, com o mesmo tipo de material. Todavia, no caso do retorno do ar, não se trata de oscilação --- não há nova explosão!


Claudio:
Poderia explicar melhor?

======

> >Alberto para Claudio:
Concordo contigo, "se há um Big-Bang, teria que haver também um
Big-Crunch", pelo menos em pensamento.<

Luiz Ferraz Neto:>
Não concordo com os dois ... mesmo em pensamento!

Claudio:
Com os dois quais? Eu e o Alberto, ou o Big Bang e o Big Crunch? Bem analisando melhor não faz diferença. O certo é que o Luiz não concorda nem conosco, Alberto nem com BB e o BC... "nem em pensamento!"
Pergunto eu, a você Luiz, nem de depois de tudo que eu escrevi nas minhas últimas mensagens? Joguei a minha conversa fora?

================

Albert para Claudio>
Perceba também que na minha visão (exposta no email anterior), a rigor não existe nem o Big-Bang nem o Big-Crunch, mas uma associação perene
dos dois, existindo sempre a explosão, a emitir matéria para os confins do universo, e essa matéria degradada em "entropinos"
retornando sempre e obrigatoriamente para o centro da explosão. Neste caso não existem fases, apenas matéria visível indo para um lado e matéria escura indo para o lado oposto. Como já afirmei, isso seria possível se, e somente se, conseguirmos reformular a termodinâmica a fim de conseguirmos explicar esta perenidade exclusivamente mecânica (sem aumento resultante da entropia, considerando-se o universo como um todo).

Claudio:
Mas Alberto, explica isso melhor. Como a explosão iria emitir matéria para os confins do universo e depois essa matéria degradada retornaria sempre e obrigatoriamente para o centro da explosão. Sinceramente, não conseguir entender como isso seria feito. Se a matéria é emitida para os confins do universo, como poderia voltar para o centro dele? Que "entropinos" seriam esses? Me lembro agora que eles seriam semelhantes aos neutrinos, não é isso? Poxa, Alberto, a sua imaginação está bem maior do que a minha... Quanto a haver uma fornalha no centro do universo que estaria explodindo eternamente, também não acho algo plausível pois se houvesse isso, certamente seria algo visível, e ninguém ainda vim indícios dessa fornalha. Sinceramente, não vejo como viabilizar essa proposta.

Considerando que comprovadamente existem buracos negros no centro das galáxias, inclusive da nossa, a Via Láctea, é bastante lógico supor que exista um Buraco negro no centro do universo, com qualquer nome que tenha, do tipo matéria ou energia escura. Não seria menos imaginoso e mais aceitável supor que como as estrelas, com o tempo acabam se comprimindo em um buraco negro (chamados aqui de buraquinhos negros), numa escala maior, tais buraquinhos negros acabariam sugando os planetas de depois iriam ser tragados pelos buracos negros dos centros das galáxias, que por sua vez iriam ser tragados pelo Buracão Negro Central do universo? Repare que é mais plausível supor que existe um Buracão Negro no centro do universo, considerando que ele ainda está em formação, ouse ele ainda seria um bebê no nosso estágio atual do universo, e, assim, ainda não poderia ser observado. Na seqüência, contudo ele iria crescendo sua massa, na medida em que fosse engolindo buracos negros das galáxia o que, curiosamente, faria com que cada vez mais ele fosse se comprimindo e reduzindo de tamanho. Depois de engolir todas as atuais galáxias do universo ele iria se comprimir ao máximo, até chegar ao tamanho de uma bola de tênis num Big Crunch. Que assim voltaria a explodir num novo Big Bang.

Sinceramente acho esse modelo mais factível. Principalmente se forem desenvolvidas, digamos, a gravitação, a termodinâmica, e todas demais leis que forem necessárias e que se aplicassem à situação do universo em contração.Esse é um caminho difícil de ser trilhado. mas pelo menos é um caminho completo com início, meio e fim e... reinício. Ops, deu quatro componentes de novo minha gente, tal como numa tal teoria que não pode ser discutida aqui... Bem, vou parando por aqui agora.

Um grande abraço,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Fw: Volta para Ciencialist Roberto Takata!
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
CC: "Roberto Takata" <rmtakata@hotmail.com>, "Roberto Takata" <roberto.takata@bol.com.br>
DATE: 18/07/2008 21:25

Amigos, a pedido do Romano, repaso essa mensagem dela para a lista.

Abraços,

Claudio abreu

----- Original Message -----
From: "Romano Jr" <rtjunior2005@gmail.com>
To: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
Sent: Friday, July 18, 2008 8:41 PM
Subject: Re: Volta para Ciencialist Roberto Takata!


Eu não estou mais inscrito na lista...mas acompanho a lista
publicamente diariamente, e respondo a todos emails em particular.(Não
só encho o saco do Takata não, mas do Alvaro, do Victor, do Alberto,
do Bulcão...em reservado heheheh
Manifesto tb meu desejo de ver o takata na lista, apesar de eu ter
xingado a mãe dele uma vez, e ele nunca ter me perdoado,....hehehehe.
Ele lê meus emails , mas , não responde

Volta aí , Takata...

Bidual, gostaria que voce fizesse o favor de enviar este email para a
lista

Abs,
Romano, vulgo Júnior Bradock
Ex-participante da ciencialist, mas sempre leitor fiel de suas mensagens


--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
<bidual@...> escreveu
>
> Alô pessoal,
>
> Peço o apoio de todos para que me ajudem no meu objetivo de trazer o
Roberto Takata de volta para essa lista. Tenho falado com ele em pvt,
e ele está, mesmo, muito chateado, e não vou entrar em detalhes, por
que não vem ao caso. Imagino como ele deve estar se sentindo mal em
não estar participando, por decisão dele nessa lista, da qual ele
sempre foi um dos mais assíduos e brilhates debatedores.
>
> O nosso grande Alberto, já se manifestou sobre isso, quando o
provoquei sobre o assunto, conforme trecho reproduzido abaixo:
>
> "Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando
julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois
esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma,
e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se
conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim,
pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase
todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos"
e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o
motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa."
>
> É certo que se o Roberto voltar, como acho que voltará, tal como eu
voltei, ele e o Alberto, poderão ficar se dando um gêlo mútuao, como
seria o mais natural. Mas, certamente, com o tempo, voltariam,
primeiro a se falar, e depois, quem sabe, voltarem a debater e a
divergir, pois. como se saber é impossível não divergir nessa lista.
>
> Deixo por fim a frase que enviei para o Takata em pvt, que continuo
achando muito válida para todos nós:
> "Aprendi, caro Roberto, que a gente, para ser feliz nesse mundo, tem
de saber aceitar as pessoas como ela são, para que elas nos aceitem
como somos e também saber perdoar para ser perdoado."
>
> Acredito que se vocês responderem positivamente a esse meu chamado,
certamente o nosso querido computador japonês, que sempre tenta ser
frio e racional, acabará não segurando a emoção, e voltará. Vamos tentar?
>
> Abraços,
>
> Claudio Abreu
>
> PS. Saiba Takata que não estou fazendo isso com o objetivo
questionável de que ao voltar você seja mais complacente e paciente
com a minha teoria. Aliás, assumi o compromisso de não mais descutí-la
aqui na lista. Saiba que o motivo é o seguinte: você e a Ciencialist
se confundem. Sinceramente, sinto sua falta aqui.
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Alberto Mesquita Filho
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Thursday, July 17, 2008 3:42 PM
> Subject: Re: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?
>
>
> ----- Original Message -----
> From: "Claudio Abreu"
> Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
> Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?
>
> > Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
> > expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
> > acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
> > comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
> > Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
> > não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
> > que não querem calar: 1) e como o universo se comprimiu até ter o
> > tamanho de uma bola de tenis? 2) e com essa expansão ele vai dar em
> > que?
>
> Você disse bem: "considerado como sendo científico". São as regras do
> jogo a impregnarem o academicismo dos dias atuais, e... Quem sou eu
> para modificá-las? Como nem você nem eu aceitamos essas regras em toda
> a sua plenitude, permanecemos à margem da ciência e/ou até mesmo sendo
> considerados, por motivos vários, como "crackpots". Como já disse há
> muito tempo: "Nossa loucura reside na nossa coragem em expressarmos
> nossas idéias", coisa que o academicismo vigente nem sempre tolera.
>
> Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
> diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
> ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
> ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
> expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
> Big-Bang singular).
>
> > Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
> > quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
> > boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu rebanho.
> > :>} ...
>
> Como teria dito Laplace: "Não precisei dessa hipótese". Obviamente,
> qualquer que seja a teoria a ser considerada, sempre haverá lugar onde
> ajeitar uma possível existência para Deus mas, caso isso aconteça,
> acredito que deva surgir como uma singularidade e fora do âmbito da
> ciência. Confundir ciência com religião é obra ou de religiosos de
> pouca fé ou de cientistas de pouca ciência (ciência é empregada aqui
> no sentido de sabedoria) ou, ainda, de charlatães e/ou ignorantes.
>
> > Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
> > condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
> > digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
> > meu grande desafeto Alvaro Augusto.
>
> Não tenho a menor idéia.
>
> > Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
> > disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
> > coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
> > você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
> > afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.
>
> De fato, ocorreu um certo entrevero, mas ele saiu por conta própria.
>
> > [...] Tenho certeza que o Alberto aceitará seu retorno de bom grado.
> > E é por isso que estou me prestando a fazer esse pael de bombeiro
>
> Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando
> julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois
> esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma,
> e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se
> conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim,
> pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase
> todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos"
> e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é
que o
> motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa.
>
> [ ]´s
> Alberto
> http://ecientificocultural.com/indice.htm
> Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
> coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.
>
>
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>




SUBJECT: Animações em flash pra Físicos
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>
DATE: 18/07/2008 21:46

http://faraday.physics.utoronto.ca/GeneralInterest/Harrison/Flash/#misc

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Fw: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 23:28

Mestre Alberto:

data venia, passo-lhe a problemáticaz para vossa apreciação.

obrigado,

silvio.


----- Original Message -----
From: Claudio Abreu - Bidual
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 18, 2008 12:48 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Prezado Silvio

Essa frase que você atribuiu (vide abaixo) a mim na verdade é do Alberto, que assim detem todos os direitos e deveres sobre ela...(risos) Passo a bola para ele responder, pois estou com uma porção de outras mensagenas para comentar, inclusive essa em que ele fez tal citação.

Abraços,

Claudio Abreu

============

----- Original Message -----
From: Silvio Cordeiro
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 18, 2008 10:40 AM
Subject: [ciencialist] O universo é cíclico?

Cláudio:

Você diz:

"Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular)."

.

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Volta para Ciencialist Roberto Takata!
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 18/07/2008 23:31

Cláudio:

O Ilustre Takata avisou que passaria um tempo fora do grupo pois está em altos estudos sobre biologia.
Não tenho (perdi) o e-mail dele mas qlguem ou ele mesmo deve ter e está possívelmente de olho nessa querela.

sds.,

silvio.

----- Original Message -----
From: Claudio Abreu - Bidual
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 18, 2008 5:30 PM
Subject: [ciencialist] Volta para Ciencialist Roberto Takata!


Alô pessoal,

Peço o apoio de todos para que me ajudem no meu objetivo de trazer o Roberto Takata de volta para essa lista. Tenho falado com ele em pvt, e ele está, mesmo, muito chateado, e não vou entrar em detalhes, por que não vem ao caso. Imagino como ele deve estar se sentindo mal em não estar participando, por decisão dele nessa lista, da qual ele sempre foi um dos mais assíduos e brilhates debatedores.

O nosso grande Alberto, já se manifestou sobre isso, quando o provoquei sobre o assunto, conforme trecho reproduzido abaixo:

"Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma, e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim, pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos" e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa."

É certo que se o Roberto voltar, como acho que voltará, tal como eu voltei, ele e o Alberto, poderão ficar se dando um gêlo mútuao, como seria o mais natural. Mas, certamente, com o tempo, voltariam, primeiro a se falar, e depois, quem sabe, voltarem a debater e a divergir, pois. como se saber é impossível não divergir nessa lista.

Deixo por fim a frase que enviei para o Takata em pvt, que continuo achando muito válida para todos nós:
"Aprendi, caro Roberto, que a gente, para ser feliz nesse mundo, tem de saber aceitar as pessoas como ela são, para que elas nos aceitem como somos e também saber perdoar para ser perdoado."

Acredito que se vocês responderem positivamente a esse meu chamado, certamente o nosso querido computador japonês, que sempre tenta ser frio e racional, acabará não segurando a emoção, e voltará. Vamos tentar?

Abraços,

Claudio Abreu

PS. Saiba Takata que não estou fazendo isso com o objetivo questionável de que ao voltar você seja mais complacente e paciente com a minha teoria. Aliás, assumi o compromisso de não mais descutí-la aqui na lista. Saiba que o motivo é o seguinte: você e a Ciencialist se confundem. Sinceramente, sinto sua falta aqui.


----- Original Message -----
From: Alberto Mesquita Filho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Thursday, July 17, 2008 3:42 PM
Subject: Re: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?

----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu"
Sent: Wednesday, July 16, 2008 9:15 PM
Subject: [ciencialist] Re: O universo é cíclico?

> Segundo disse o Homero, considerando-se que o universo está em
> expansão, pode-se concluir mediante uma porção de cálculos e
> acredito, suposições, que ele anteriormente estava bastante
> comprimido, do tamanho de uma bola de tênis, e daí teria havido o
> Big Bang. Tudo isso aí é dito e considerado como sendo científico, e
> não "linguistico", como você definiu. Mas daí vêm as perguntastas
> que não querem calar: 1) e como o universo se comprimiu até ter o
> tamanho de uma bola de tenis? 2) e com essa expansão ele vai dar em
> que?

Você disse bem: "considerado como sendo científico". São as regras do
jogo a impregnarem o academicismo dos dias atuais, e... Quem sou eu
para modificá-las? Como nem você nem eu aceitamos essas regras em toda
a sua plenitude, permanecemos à margem da ciência e/ou até mesmo sendo
considerados, por motivos vários, como "crackpots". Como já disse há
muito tempo: "Nossa loucura reside na nossa coragem em expressarmos
nossas idéias", coisa que o academicismo vigente nem sempre tolera.

Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você deve
ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch) nem na
expansão da maneira como é atualmente considerada (resultado de um
Big-Bang singular).

> Bom se você colocar DEUS na história, fica moleza responder: foi Ele
> quer comprimiu o universo e a sua expansão irá até Ele. Não é uma
> boa explicação? Pelo menos iria agradar ao PBento XV e seu rebanho.
> :>} ...

Como teria dito Laplace: "Não precisei dessa hipótese". Obviamente,
qualquer que seja a teoria a ser considerada, sempre haverá lugar onde
ajeitar uma possível existência para Deus mas, caso isso aconteça,
acredito que deva surgir como uma singularidade e fora do âmbito da
ciência. Confundir ciência com religião é obra ou de religiosos de
pouca fé ou de cientistas de pouca ciência (ciência é empregada aqui
no sentido de sabedoria) ou, ainda, de charlatães e/ou ignorantes.

> Mudando radicalmente de assunto: por anda ando o Roberto Takata? Em
> condições normais ela já teria aparecido aqui na lista para,
> digamos, me "cumprimentar", e dar as "boas vindas". Tal como já fez
> meu grande desafeto Alvaro Augusto.

Não tenho a menor idéia.

> Da última vez que falei com o nosso "computador" japonês em pvt ele
> disse que havia optado por ficar fora da lista um tempo, até que as
> coisa esfriassem, por causa de alguma rixa que teria havido entre
> você, Alberto e ele, a qual não me interessa saber o porquê, pois
> afinal é imposssível inexistir rixas aqui nessa lista.

De fato, ocorreu um certo entrevero, mas ele saiu por conta própria.

> [...] Tenho certeza que o Alberto aceitará seu retorno de bom grado.
> E é por isso que estou me prestando a fazer esse pael de bombeiro

Como já disse, ele saiu por conta própria e poderá voltar quando
julgar conveniente. Não há porque aceitar ou deixar de aceitar, pois
esta é uma lista pública e eu não sou o moderador. De qualquer forma,
e de minha parte, ele será bem-vindo em seu retorno, apenas não sei se
conseguiremos dialogar "numa boa". De minha parte quero crer que sim,
pois não costumo guardar mágoas nem rancores. Já "briguei" com quase
todos os palpiteiros aqui da Ciencialist e continuamos "net-amigos"
e/ou "net-inimigos íntimos" [;-)] e, com exceção do Takata (se é que o
motivo realmente foi esse), ninguém saiu daqui por minha causa.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Crie formulários para sites e blogs - serviço gratuito
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 01:24

« Galáxia Química - a nova tabela
periódica<http://cacalinks.wordpress.com/2008/07/17/galaxia-quimica-a-nova-tabela-periodica/>
Crie formulários para sites e blogs - serviço
gratuito<http://cacalinks.wordpress.com/2008/07/18/crie-formularios-para-sites-e-blogs-servico-gratuito/>

Para os que não possuem muito conhecimento em programação de formulários ou
para os que desejam ganhar tempo em seus projetos web, encontramos 2
serviços bem úteis, que fornecem ferramentas profissionais capazes de criar
formulários para serem utilizados em sites e blogs gratuitamente.

<http://www.formfacil.com/>

*FormFacil <http://www.formfacil.com/> *(site em Português BR): para usar o
serviço é necessário cadastro, para isso, entre no site e clique em
Cadastre-se, aparecerá um popup para inserção dos seus dados. Ao logar-se,
você poderá criar quantos formulários desejar, configurando-os de acordo com
as instruções, criando campos específicos, de acordo com sua necessidade,
podendo deixar seu formulário público ou não, depois, basta copiar o código
gerado para seu site/blog, para que seus visitantes possam entrar em contato
com você. Também é possível ver relatórios, exportar os dados recebidos para
seu computador, podendo abrí-los no Excel, em formato CSV. O interessante é
que o mesmo desenvolvedor do site FormFacil também criou um outro site
chamado *ImagemFacil <http://www.imagemfacil.com/>*, que oferece um serviço
para edição de imagens e, quem fizer seu cadastro em um dos serviços, poderá
utilizar o mesmo login e senha para os dois sites, sem a necessidade de
cadastrar-se duas vezes. O ImagemFacil oferece diversos recursos para edição
de imagens online, inclusive bordas decorativas para fotos digitais,
emblemas de times de futebol e vários efeitos de filtros.

<http://kontactr.com/>

*Kontactr <http://kontactr.com/>* (site em Inglês): Com ele é possível ter
em seu site/blog um formulário de contato estilo Web2.0, muito simples e
fácil de usar. Para utilizar o serviço é necessário cadastro: clique
aqui<http://kontactr.com/signup/>.
Após o cadastro você receberá um email para ativar sua conta. Ao logar-se,
você será direcionado à uma página onde poderá copiar e colar os códigos
disponíveis. Existem códigos em HTML e AJAX, que tanto podem ficar fixos em
uma página, ou em forma dos novos popups feitos em AJAX. Os formulários
possuem a ferramenta anti-spam conhecida com CAPTCHA(não sabe o que é
CAPTCHA, clique aqui <http://pt.wikipedia.org/wiki/CAPTCHA>). Muito bom!

http://cacalinks.wordpress.com/2008/07/18/crie-formularios-para-sites-e-blogs-servico-gratuito/

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Volta para Ciencialist Roberto Takata!
FROM: "Kentaro Mori" <kentaro.mori@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 01:42

2008/7/18 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:
> Peço o apoio de todos para que me ajudem no meu objetivo de trazer o Roberto
> Takata de volta para essa lista.
>>>

Totalmente apoiado. A ciencialist perde muito mesmo sem o Tantalizing
Amazing Knowledge Acquisition Terabyte Apparatus.

Mori


SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 02:51

----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu - Bidual"
Sent: Friday, July 18, 2008 12:48 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

> Prezado Silvio. Essa frase que você atribuiu (vide abaixo) a mim na
> verdade é do Alberto, que assim detem todos os direitos e deveres
> sobre ela...(risos) Passo a bola para ele responder, pois estou com
> uma porção de outras mensagenas para comentar, inclusive essa em que
> ele fez tal citação.

Eu tenho a impressão que já respondi, mas se persistir alguma dúvida
poderei retornar ao assunto.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 02:55

----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu - Bidual"
Sent: Friday, July 18, 2008 5:03 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

> A água esquentada pelo sol vira vapor d´água, por exemplo, formando
> uma nuvem, que por sua vez pode transformar em chuva transformando
> esse vapor em água novamente; ou se estiver muito frio essa chuva
> pode virar granizo, após ser esquentado pelo sol virará água
> novamente, fechando o ciclo, que pode se repetir indefinidamente.
> Repare que em certas condições, tal como numa caldeira, a agua vira
> vapor d´água, que por sua vez gira um gerador, daí gerando energia
> elétrica, que por sua vez pode gerar calor num filamento eletrico.

Eu não disse que não existem fenômenos cíclicos ou periódicos. O que
eu pretendi dizer é que a existência de uma fase do ciclo não implica
necessariamente na existência de outras fases deste ciclo. Veja bem,
você disse, na mensagem anterior, a qual eu estava respondendo: "se há
Big-Bang não teria de haver Big-Crunch, e, também, o ponto de inflexão
da universo em expansão para o universo em contração?". E eu volto a
dizer: Não, a existência do Big-Bang não implica necessariamente na
existência do Big-Crunch, ainda que em pensamento os dois possam
existir. Repare que você utilizou a expressão "em certas condições".
Quais seriam então as condições a nos garantirem a existência deste
ponto de inflexão? Segundo o Léo deu a entender, isso parece ser
mecanicamente impossível. Eu já tenho minhas dúvidas a esse respeito.
Talvez o impossível seja um universo oscilante à semelhança de um
pêndulo (a força gravitacional não é compatível com esse achado), mas
daí a dizer que a inflexão seria impossível vai uma grande distância
(É possível que eu não tenha entendido devidamente o posicionamento do
Léo).

> Se você reparar bem existem quatro componentes nesse exemplo, aliás,
> como em tudo o que se conhece.

Se a oscilação de fato ocorrer, é possível que possamos descrevê-la
através de quatro componentes, mas essa não é a minha dúvida. A minha
dúvida é: essa oscilação universal de fato ocorre? Você afirma que
sim, mas ainda não conseguiu me convencer através do argumento da
dualidade: "se algo existe, o seu antagônico deve também existir." A
única coisa que você pode garantir, utilizando esse argumento, é o da
existência, mas nunca o da alternância de um em outro. A existência de
fenômenos periódicos não implica na afirmação de que "tudo poderia ser
interpretado utilizando o argumento da periodicidade".

Além do mais, no exemplo da água-vapor que você utilizou, diria que o
fenômeno, ainda que periódico, é termodinamicamente irreversível. Ou
seja, entre o aquecimento da água pelos raios solares e a produção de
chuva com o esfriamento da água, haverá sempre um aumento da entropia
do universo (pela visão convencional do que seja entropia). Ou seja,
este fenômeno é periódico mas não é 100% cíclico, no sentido de
totalmente reversível (e esta afirmação é válida qualquer que seja a
visão adotada). No caso Big-Bang/Big-Crunch, como as coisas ficariam,
do ponto de vista termodinâmico? A termodinâmica da fase Big-Crunch
seria a mesma que adotamos na fase atual, aceita como de expansão (pós
Big-Bang)? Ou teríamos que criar a neguentropia e/ou a inversão do
tempo?

> Mas, voltando ao tema da Tread, o importante aqui para discussão da
> questão do universo nesse exemplo da agua se suas transformações,
> que você propôs e eu comentei, é que nele a história se repete,
> ciclicamente, tal como, acredito deve vir se petetindo no caso do
> universo. E é fundamental que continue a se repetir para que
> continuemos vivos nese nosso planeta tã maltratado por nós.

Bem, o modelo que propus também é compatível com um universo eterno,
ainda que não oscilante.

> Para encerrar essa mensagem, caro Alberto, transcrevo as frases que
> você utiliza em baixo do seu nome nas suas mensagens aqui na lista:
> "Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga
> elétrica coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá."
> Quanto à sua afirmação sobre elétron, não posso não me pronunciar,
> pois não conheço a sua tese. Mas concordo totalmente com você quanto
> ao movimento da Terra e a fato de que a história se repetirá,
> inclusive na questão do universo. Não vejo como isso possa ser
> diferente.

O período histórico a que a frase se refere é outro, e estou tentando
mostrar que Galileu passou por herege ao afirmar que "a Terra se move"
e, não obstante, a história mostrou que ele estava certo.

Por outro lado, e com relação a sua interpretação, diria que ela seria
válida tanto no caso do Big-Bang/Big-Crunch quanto no caso do modelo
que apresentei. Com uma vantagem em relação a este último: Não havendo
Big-Crunch, seria sempre possível viajarmos em direção ao centro do
universo (obviamente em velocidades incompatíveis com a tecnologia
atual) de maneira a permanecermos sempre no mesmo lugar (ou seja,
equidistante em relação ao centro do universo), sendo suficiente
encontrar um planeta similar à Terra numa galáxia que hoje ocupa uma
posição mais central (em relação ao meu modelo). Havendo Big-Crunch (e
a correspondente negüentropia), passaríamos por uma fase
termodinamicamente inviável para a existência de vida normal, a menos
que se crie, por mutação, uma vida às avessas e a andar com o tempo
para trás. Mas mesmo assim, nossos descendentes mutantes seriam
"fritados" ao atingirem a proximidade de um novo Big-Bang. Ou seja, o
universo seria eterno, mas nós não teríamos nenhuma espectativa de
usufruirmos dessa eternidade.

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: ENC: Boletim CH n. 150 As interpretações da mecânica quântica
FROM: "J.Victor" <j.victor.neto@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 13:12





De: Victor [mailto:jvoneto@uol.com.br]
Enviada em: sábado, 19 de julho de 2008 05:28
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Assunto: Boletim CH n. 150 As interpretações da mecânica quântica



Olá, todos.



A quem interessar possa.



Boletim CH – 50, http://cienciahoje.uol.com.br/122358 ,



com um bom artigo, sobre as As interpretações da mecânica quântica. O autor é filósofo da ciência. E dá um recado.

Estou concluindo a transcrição de uma entrevista que David Bohm deu a um físico Brasileiro. Logo que termine, posarei no fórum. Nela, o físico esclarece suas motivações para sua teoria, etc. Boa leitura, e saber como o autor pensa é sempre instrutivo. Falta mais de 1/3. E é bem grandinho. Estou brigando com a preguiça, para terminar. Mas vencerei o duelo, podem apostar.





Sds,

Victor.



se Date: 18/7/2008 18:35



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 15:44

----- Original Message -----
From: "Claudio Abreu - Bidual"
Sent: Friday, July 18, 2008 9:22 PM
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

>> Mas Alberto, explica isso melhor. Como a explosão iria emitir
>> matéria para os confins do universo e depois essa matéria degradada
>> retornaria sempre e obrigatoriamente para o centro da explosão.
>> Sinceramente, não conseguir entender como isso seria feito. Se a
>> matéria é emitida para os confins do universo, como poderia voltar
>> para o centro dele?

Sinceramente, não consegui entender a sua dúvida. Afinal, a teoria que
você aceita como verdadeira não implicaria exatamente nesse retorno
obrigatório (a contração seguida da expansão)? O problema é que você
está deixando de lado um fato importantíssimo, o de que essa matéria
em expansão está se degradando (entropicamente falando) de uma
quantidade fantasticamente fabulosa, quando pensada em níveis
cósmicos. Não por outros motivos, os adeptos dessa idéia inventaram a
negüentropia, que você agora parece aceitar numa boa. Tudo bem, essa é
uma saída aparentemente lógica, bem a gosto do "vale tudo" do filósofo
Feyerabend. Quem sou eu para questionar a lógica do "vale tudo" que
impregnou a cabeça dos físicos "modernos"?

De acordo com a minha teoria termodinâmica [vide
http://ecientificocultural.com/Eletron2/termodinamica.htm ], quando a
matéria se desgasta termodinamicamente (aumento mensurável da
entropia), na realidade essa matéria está *perdendo* matéria, ao
transformar parte de sua constituição em entropinos, incaptáveis pelos
meios laboratóriais comuns (matéria escura, porém que continuaria
sendo matéria, na acepção clássica do termo).

Se eu fosse interpretar um Big-Bang *clássico* à luz da minha teoria
termodinâmica, eu diria que a matéria visível (constituída
principalmente por galáxias) iria se consumindo durante essa expansão
até não restar praticamente nada que não sejam entropinos. Quando
estivesse por acontecer aquilo a que você chama de Big-Crunch, essa
matéria visível não mais existiria, ou seja, esse Big-Crunch seria
apenas de matéria escura. Essa matéria escura retornaria então
(seguindo agora a sua idéia, mas com as ressalvas que fiz) para o
centro do universo e, após bilhões de bilhões (e bota bilhões nisso)
de anos teríamos um novo Big-Bang, não é mesmo?

Mas... Porque isso precisaria se dar necessariamente de uma maneira
cíclica e periódica? Não seria bem mais interessante a coexistência da
expansão da matéria visível com a contração da matéria escura? O
centro do universo, de uma maneira que eu não saberia descrever, assim
como os autores do projeto Big-Bang também não sabem, estaria
continuamente recebendo materia escura e produzindo matéria visível. O
mecanismo poderia ser bastante semelhante àquele imaginado, mas
totalmente desconhecido, no Big-Bang dos autores ficcionistas
"modernos". Como a matéria escura (a exemplo dos neutrinos) não é
captável pela matéria visível, poderíamos trafegar num sentido
concomitantemente com a matéria escura que, viajando no sentido
inverso, nos atravessaria a todo o momento sem nos importunar, como
fazem os neutrinos emitidos pelo nosso sol.

Em resumo, não vejo motivos para o seu estranhamento. Do contrário,
como você explicaria o seu Big-Crunch? Que força sobrenatural seria
esta capaz de transformar a expansão na contração, senão a
gravitacional?

Resta ainda explicar o fato da expansão estar se dando de maneira
acelerada, pelo menos na camada do universo em que nos situamos, não é
mesmo? Esta é uma complicação a mais, mas... O que seria da ciência se
não existissem essas complicações, ou esses "problemas-filhos", para
citar Popper? Lembro que essa complicação incomoda também os adeptos
da idéia do Big-Bang/Big-Crunch, e desconheço a saída que eles
propõem. Aliás, já afirmei que não sou um estudioso de cosmologia e
meu interesse pelo assunto surge apenas como um "problema-filho" e
decorrente de meus estudos sobre a natureza íntima da matéria.

> Que "entropinos" seriam esses? Me lembro agora que eles seriam
> semelhantes aos neutrinos, não é isso? Poxa, Alberto, a sua
> imaginação está bem maior do que a minha... Quanto a haver uma
> fornalha no centro do universo que estaria explodindo eternamente,
> também não acho algo plausível pois se houvesse isso, certamente
> seria algo visível, e ninguém ainda vim indícios dessa fornalha.
> Sinceramente, não vejo como viabilizar essa proposta.

Mas... O que você entende por "visível"? Você tem idéia da velocidade
que a nossa galáxia estaria viajando no universo, em relação a este
centro do universo eminentemente clássico? Por outro lado, a radiação
de fundo não seria um aspecto dessa visibilidade? Você já ouviu falar
em efeito Doppler? Digamos que estamos viajando num universo clássico
e numa velocidade próxima à velocidade da luz. O que você esperaria
enxergar, olhando para trás? E para a frente, assumindo que as outras
galáxias estão viajando numa velocidade tão grande quanto a nossa?
Veja bem, estou falando em universo eminentemente clássico, onde o
postulado da constância da velocidade da luz (em relação aos
referenciais) ainda não foi decretado.

> Considerando que comprovadamente existem buracos negros no centro
> das galáxias, inclusive da nossa, a Via Láctea, é bastante lógico
> supor que exista um Buraco negro no centro do universo, com qualquer
> nome que tenha, do tipo matéria ou energia escura. Não seria menos
> imaginoso e mais aceitável supor que como as estrelas, com o tempo
> acabam se comprimindo em um buraco negro (chamados aqui de
> buraquinhos negros), numa escala maior, tais buraquinhos negros
> acabariam sugando os planetas de depois iriam ser tragados pelos
> buracos negros dos centros das galáxias, que por sua vez iriam ser
> tragados pelo Buracão Negro Central do universo? Repare que é mais
> plausível supor que existe um Buracão Negro no centro do universo,
> considerando que ele ainda está em formação, ouse ele ainda seria um
> bebê no nosso estágio atual do universo, e, assim, ainda não poderia
> ser observado. Na seqüência, contudo ele iria crescendo sua massa,
> na medida em que fosse engolindo buracos negros das galáxia o que,
> curiosamente, faria com que cada vez mais ele fosse se comprimindo e
> reduzindo de tamanho. Depois de engolir todas as atuais galáxias do
> universo ele iria se comprimir ao máximo, até chegar ao tamanho de
> uma bola de tênis num Big Crunch. Que assim voltaria a explodir num
> novo Big Bang.

E porque isso precisaria necessariamente acontecer apenas de tempos em
tempos? Porque isso não poderia estar acontecendo sempre, a incluir o
agora? Baseado em que você está impondo limites à quantidade de
matéria do universo? Por acaso alguém já conseguiu estimar essa
quantidade?

> Sinceramente acho esse modelo mais factível. Principalmente se forem
> desenvolvidas, digamos, a gravitação, a termodinâmica, e todas
> demais leis que forem necessárias e que se aplicassem à situação do
> universo em contração.Esse é um caminho difícil de ser trilhado. mas
> pelo menos é um caminho completo com início, meio e fim e...
> reinício. Ops, deu quatro componentes de novo minha gente, tal como
> numa tal teoria que não pode ser discutida aqui... Bem, vou parando
> por aqui agora.

Pelo menos você reconhece que a física atual é incompetente para
tratar desse assunto. Mas daí a ficarmos propondo leis a se ajustarem
a idéias estratosféricas vai uma grande diferença. Acho mais
interessante tentarmos justificar, e até mesmo remodelar, a nossa
física com argumentos que se apliquem a nossa realidade e, a seguir,
verificar como isso poderia ser extrapolado para situações mais
quixotescas. Pelo menos foi isso que tentei fazer quando desenvolvi o
tema "Variáveis escondidas e a termodinâmica" (vide link acima).

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Alberto Mesquita Filho" <albmesq@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 16:01

----- Original Message -----
From: "Silvio Cordeiro"
Sent: Friday, July 18, 2008 11:28 PM
Subject: Fw: [ciencialist] O universo é cíclico?

> Mestre Alberto: data venia, passo-lhe a problemáticaz para vossa
> apreciação.

>> Alberto, em msg anterior:
> > "Sinceramente, as respostas que daria as suas perguntas seriam bem
> > diferentes daquelas apresentadas pelo Homero ou pelos demais
> > ciencialisteiros. Já disse alguma coisa a respeito e, como você
> > deve ter percebido, não acredito nem nessa compressão (Big-Crunch)
> > nem na expansão da maneira como é atualmente considerada
> > (resultado de um Big-Bang singular)."

Caro Silvio

Como disse para o Claudio Abreu: "Eu tenho a impressão que já
respondi, mas se persistir alguma dúvida poderei retornar ao assunto."

A assunto chegou a ser ventilado ligeiramente em
http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/message/68869 e pode ser
complementado com uma msg de hoje, em resposta a alguns
questionamentos do Claudio (ainda não tenho nem o número nem o link
desta msg).

[ ]´s
Alberto
http://ecientificocultural.com/indice.htm
Mas indiferentemente a tudo isso, o elétron não é uma carga elétrica
coulombiana e a Terra se move. E a história se repetirá.



SUBJECT: ENC: [ciencialist] ENC: Boletim CH n. 150 As interpretações da mecânica quântica
FROM: "J.Victor" <j.victor.neto@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 17:30

Corrigindo um pouco o portuga: no próprio texto.

Sds,

Victor.



De: ciencialist@yahoogrupos.com.br [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br] Em nome de J.Victor
Enviada em: sábado, 19 de julho de 2008 13:13
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Assunto: [ciencialist] ENC: Boletim CH n. 150 As interpretações da mecânica quântica





De: Victor [mailto:jvoneto@uol.com.br <mailto:jvoneto%40uol.com.br> ]
Enviada em: sábado, 19 de julho de 2008 05:28
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
Assunto: Boletim CH n. 150 As interpretações da mecânica quântica

Olá, todos.

A quem interessar possa.

Boletim CH – 50, http://cienciahoje.uol.com.br/122358 ,

com um bom artigo, sobre as As interpretações da mecânica quântica. O autor é filósofo da ciência. E dá um recado.

Estou concluindo a transcrição de uma entrevista que David Bohm deu a um físico brasileiro. Logo que termine, postarei no fórum. Nela, o físico esclarece suas motivações para sua teoria, etc. Boa leitura; e saber como o autor pensa é sempre instrutivo. Falta mais de 1/3. E é bem grandinho. Estou brigando com a preguiça, para terminar. Mas vencerei o duelo, podem apostar.

Sds,

Victor.

se Date: 18/7/2008 18:35

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.2/1561 - Release Date: 18/7/2008 18:35



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: OVNI de Vórtice em Caratinga
FROM: "Kentaro Mori" <kentaro.mori@gmail.com>
TO:
DATE: 19/07/2008 18:11

OVNI de Vórtice em Caratinga <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1291>

[image: caratingaufo2]

*Caratinga*, Minas Gerais, já foi cenário para o pouso de um *disco
voador*através do telégrafo de seu
*Anor* <http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=674>, como lembrou *Ziraldo*.
Mas no fim do mês passado, um *OVNI de Vórtice* foi bem registrado nos céus
da cidade.

Continue lendo para os relatos, imagens e a explicação. Ah sim, e *um vídeo*
!

*Leia o resto desta entrada
»<http://www.ceticismoaberto.com/news/?p=1291#more-1291>
*


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: Belmiro Wolski <belmirow@yahoo.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 20:00

 
     Caraca!!!!
 
     Isto me lembra muito uma pessoa cujo sobrenome começa com F.
 
     [],s
 
     Belmiro

--- Em sáb, 19/7/08, J.Victor <j.victor.neto@uol.com.br> escreveu:

De: J.Victor <j.victor.neto@uol.com.br>
Assunto: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Data: Sábado, 19 de Julho de 2008, 0:11






Caro C. Abreu,

Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.

Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
modestos!

E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!

Por isso, não me animei a continuar.

Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
parecem ser o cerne da teoria.

1-“A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo
o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou"
é a própria síntese da TGBD.” ............ ..

2- “. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a Teoria de
Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira, seu autor
acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a) conhecer o
desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de toda e
qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor desde já
agradece a participação de todos.”

Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
lambuja, define o que existe fora dele.

Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais o qu7e
vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar sequer
perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho certeza:
você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os aparatos
usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar outro ramo
do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não conheço. Por
isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida nisso
tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e filosofia
em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
sorte.

Sds,

Victor.

Resumo da TGBD:

A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo o
que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou" é
a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se refere
apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para que exista
o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não ser",
referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não é passa
a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O objetivo
deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em administração
de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949, que vem
desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre ela, cujos
textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da Internet, ele
acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
científica e profissional, que queiram contribuir para o desenvolvimento de
sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na história da
ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD
seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do conhecimento,
e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c) simplificar
a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.

De: ciencialist@ yahoogrupos. com.br [mailto:ciencialist@ yahoogrupos. com.br]
Em nome de Claudio Abreu - Bidual
Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
Para: ciencialist@ yahoogrupos. com.br
Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Caro J. Victor,

Respondo à sua mensagem:
----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@ yahoogrupos. com.br <mailto:ciencialist %40yahoogrupos. com.br>

Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?

J. Victor:
>Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei se o
autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou se apenas
desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do eu acho.

Claudio:

Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao compromisso que
assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no site nesse
mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos arquivos e
mensagens. O endereço é http://br.groups. yahoo.com/ group/tgbd/
Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria muito
que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais sobre ela.
Dou a maior força.

Abraços,

Claudio Abreu

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg. com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date: 17/7/2008
18:08

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
















Novos endereços, o Yahoo! que você conhece. Crie um email novo com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.
http://br.new.mail.yahoo.com/addresses

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: RE: [ciencialist] Crítica na Rede
FROM: murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 20:06


Lista, oi!Eu só comecei e já acho que esta matéria é preciosa.
Vale a pena passar o pente fino.
Há enrolões que vão realmente se profissionalizar.
abr/M.
SP 18/julh
[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Volta para Ciencialist Roberto Takata!
FROM: LECarvalho <lecarvalho@infolink.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 20:16

At 21:25 18/7/2008, you wrote:

>Amigos, a pedido do Romano, repaso essa mensagem dela para a lista.
>
>Abraços,
>
>Claudio abreu




Muito esquisito...

sumiu ele...

e sumiu o Ferrari...

juntos.

L.E.


======================


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 19/07/2008 22:08

Prezado J. Victor,

Pena que você, antes mesmo de conhecer minha teoria, já tenha se posicionado radicalmente contra ela, numa rota do tipo "não li e não gostei".

Saiba apenas que eu nunca iria escrever, e logo na apresentação do site da minha teoria, algo que eu não acredite piamente.Tudo o que está lá escrito, é a expressão do que eu penso , e me permito pensar, ser verdadeiro, depois de mais de 40 anos de estudos sobre a questão. Essa teoria é a coisa mais importante da minha vida, e que espero que algum dia chegue a concluí-la, para ir embora desse mundo, deixando-a aí como minha contribuição maior.

Realmente, o objetivo da minha teoria é ousado, sem dúvida, tal como pode ser visto no texto que você transcreveu na sua mensagem. Aliás, se esse objetivo não fosse tão ousado ela não poderia ter GERAL no seu nome, nem para nada serviria. Contudo, saiba que eu não iria ficar desperdiçando meu precioso tempo com algo em que eu não acreditasse totalmente, pois tenho mais o que fazer, e bom lembrar que a nossa vida é uma só.

Gostaria de fazer alguns pequenos comentários apenas quanto à sua afirmação: "Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de lambuja, define o que existe fora dele". Primeiro, saiba que você transcreveu errado, pois o que eu realmente afirmei foi: "o que existe e/ou não existe fora dele". Como se vê a "lambuja" é bem maior do que a que você entendeu. Segundo, você não deu importância a minha frase que vem logo a seguir: "A expressão "e/ou" é a própria síntese da TGBD" e para as explicações que vêm depois dela. Terceiro, saiba, J. Victor, que se minha teoria definir a estrutura do que existe e/ou não no universo, obrigatóriamente estará definido, também, a estrutura do que existe e/ou não existe fora dele. Isso pode ser até ousado, mas também lógico e verdadeiro, se aceita a hipótese de que a minha teoria seja verdadeira. Essa é uma questão do tudo e/ou nada. Pega tudo e/ou pega nada. Você que aparenta defender tanto as coisas pelo lado da matemática, saiba que essa é uma formulação lógica, a qual, por sua vez, saiba, obedece à minha teoria, como não poderia deixar de ser, senão ela não seria GERAL. Mas isso aí já é começar a discutir a minha teoria aqui na Ciencialist, e eu assumi o compromisso de não fazê-lo, e não vou fazê-lo. Paro por aqui.

Enfim, é direito seu não se interessar por minhas idéias, mas, também, é direito meu acreditar nelas e prosseguir no seu desenvolvimento. Afinal se eu não creditar nelas, quem é que vai acreditar? Você e outros céticos? Certamente que não. E já estou com 58 anos, e não restam muitos outros, com saúde e disposição, para tentar terminar minha proposta.

Pelo que você escreveu na mensagem abaixo, o texto de apresentação do meu site o espantou bastante, e despertou um enorme ceticismo quanto à minha proposta, antes mesmo de conhecê-la. Melhor assim, não me interessam pessoas que tenham esse perfil. Desse modo, vejo que o texto de abertura do site está ótimo, na medida em que desestimula pessoas que tenham o seu perfil a se associarem ao grupo. Melhor assim, pois não perderei meu tempo, tentando conhecer tais pessoas e ficar trocando idéias com ela.

É isso mesmo, J. Victor: nunca perca tempo com algo em que você não acredite. Saiba, que, embora lamentando não ter conseguido despertar seu interesse para minha teoria, gostei da sua sinceridade, franqueza e objetividade, e, mais ainda, por de ter jogado limpo, tal como eu jogo.

Apesar de tudo, envio um grande e cordial abraço,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br




----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 18, 2008 9:11 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


+Caro C. Abreu,

Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.

Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
modestos!

E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!

Por isso, não me animei a continuar.

Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
parecem ser o cerne da teoria.

1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo
o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou"
é a própria síntese da TGBD." ..............

2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a Teoria de
Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira, seu autor
acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a) conhecer o
desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de toda e
qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor desde já
agradece a participação de todos."

Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
lambuja, define o que existe fora dele.

Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais o qu7e
vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar sequer
perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho certeza:
você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os aparatos
usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar outro ramo
do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não conheço. Por
isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida nisso
tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e filosofia
em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
sorte.

Sds,

Victor.

Resumo da TGBD:

A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo o
que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou" é
a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se refere
apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para que exista
o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não ser",
referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não é passa
a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O objetivo
deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em administração
de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949, que vem
desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre ela, cujos
textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da Internet, ele
acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
científica e profissional, que queiram contribuir para o desenvolvimento de
sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na história da
ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD
seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do conhecimento,
e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c) simplificar
a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.

De: ciencialist@yahoogrupos.com.br [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
Em nome de Claudio Abreu - Bidual
Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Caro J. Victor,

Respondo à sua mensagem:
----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>

Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?

J. Victor:
>Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei se o
autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou se apenas
desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do eu acho.

Claudio:

Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao compromisso que
assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no site nesse
mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos arquivos e
mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria muito
que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais sobre ela.
Dou a maior força.

Abraços,

Claudio Abreu

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date: 17/7/2008
18:08

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 22:47

Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos de
clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto e
gratuito.

Triste, mas é verdade!

Ah! Só estou repassando, pois essa gente fará de tudo pra me denegrir no
"Mercado" deles, só pq tenho um site que ajuda on line aberta e
gratuitamente, fazendo o que muitos não fazem por comércio, fazendo de forma
incompleta para sempre ter o "cliente" na mão e os professores que só dão
dicas, e não ensinam por completo em cursinhos que só lançam fórmulas e
dizem assim: "ah, vc não precisa entender, só precisa decorar, aceita porque
não tem como você entender"?

Quem banaliza o ensino? Eu?

Leiam, caso possam e queiram e interessar, caso não os interesse, delete e
desculpe-me, mas preciso me defender de forma pública!

felipe says:

oi Cristina

felipe says:

Lembra de mim ?

Profª Cristiana Passinato says:

oi

Profª Cristiana Passinato says:

lembro

Profª Cristiana Passinato says:

o menino da comunidade que falou de aulas particulares

Profª Cristiana Passinato says:

sim, lembro

felipe says:

olha, nao quero brigas ok, mas quero expor minha opinião, sobre sua idologia
e sobre sua mensagem do msn

Profª Cristiana Passinato says:

eu pus alguma msg no msn pra vc ofensiva?

Profª Cristiana Passinato says:

eu dou aulas presenciais

Profª Cristiana Passinato says:

essas eu cobro

Profª Cristiana Passinato says:

ah sobre essa frase?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkk

Profª Cristiana Passinato says:

eu falei isso pq no meu site eu tiro dúvidas mesmo

felipe says:

"professora on line gratis e daí"..... e daí que assim vc está boicotando
aqueles q ganham um pouco mais p/ complementar um salario indigno de
professor com aulas particulares.

Profª Cristiana Passinato says:

e nesse espaço é gratuito e livre

Profª Cristiana Passinato says:

mas eu tb faço isso

Profª Cristiana Passinato says:

há mercado pra todos

Profª Cristiana Passinato says:

nesse sentido, não há quem esteja boicotando ng

felipe says:

ao oferecer isso de graça vc pode estar tirando o ganha pão de alguem, alem
de estar banalizando opofissionalismo da classe de professores

Profª Cristiana Passinato says:

banalizar é fazer musiquinha, ficar explicando por fórmulas e pedindo ao
aluno que aceite e acabou

Profª Cristiana Passinato says:

tem muitos que fazem isso, sabia?

Profª Cristiana Passinato says:

pra mim, isso é banalização

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

eu passei mal

felipe says:

a palavra profissional significa, ser remunerado por aquilo que realiza por
trablaho, vc está desdignicando o trabalho

Profª Cristiana Passinato says:

já perdi 1 emprego por conta das barbaridades que falaram naquela
comunidade, já saí dela, só entrei em contato com vc pra perguntar sobre
aulas particulares, pq tb atuo em domicílio

Profª Cristiana Passinato says:

se tiver interesse

Profª Cristiana Passinato says:

eu atuo há 15 anos no mercado de aulas particulares

Profª Cristiana Passinato says:

envio meu currículo e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

se não

felipe says:

olha, discutir metido de ensino é outra historia, so nao acho certo, nem vc
nem ninuém trabalhar de graça....

Profª Cristiana Passinato says:

eu sigo meu rumo e respeito a opinão de vcs, não estou tirando mercado de
ng, viu?

Profª Cristiana Passinato says:

banalização pra mim e pra mta gente é isso

Profª Cristiana Passinato says:

não é explicar on line gratuitamente

felipe says:

tipo.. um aluno q faz uso disso, vai ignorar a aula, ficar de papo com o
clegas pq afinal de contas ele conhece uma professora q ensina de graça pela
internet. PENSA NISSO TÁ.

Profª Cristiana Passinato says:

banalizar é não cobrar, onde já se viu?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

eles já ficam

Profª Cristiana Passinato says:

eles colam e copiam sem explicação alguma

Profª Cristiana Passinato says:

e pronto, é melhor que alguém os oriente

Profª Cristiana Passinato says:

alguém capacitado, nãos ó peguem um conteúdo todo retalhado pela net sem
sentido e eles não saibam nem do que se trata?

Profª Cristiana Passinato says:

eles lá pelo menos terão explicações, demonstrações

Profª Cristiana Passinato says:

sempre ligo às explicações teoria

felipe says:

está tirando o meu mercado, 90% da minha renda é de aulas particulares, vc
esta oferenco de graça aquilo que eu faço com seriedade e profissionalismo a
mais de 8 anos

Profª Cristiana Passinato says:

tento perguntar por msn se eles fizeram, e muitos me mostram

Profª Cristiana Passinato says:

meu Deus

Profª Cristiana Passinato says:

então

Profª Cristiana Passinato says:

vários no mercado tiram

Profª Cristiana Passinato says:

vários

Profª Cristiana Passinato says:

não de graça

Profª Cristiana Passinato says:

pq tem professor particular a beça por aí

Profª Cristiana Passinato says:

em cada bairro se vc for ver

Profª Cristiana Passinato says:

não só químicos

Profª Cristiana Passinato says:

mas biólogos, matemáticos, economistas, dão aula de tudo futebol clube

Profª Cristiana Passinato says:

se vc for se estressar com concorrência, vc vai ficar louco

felipe says:

ok, mas vc esta sim tirando meus cliente, o q nao tem problema, o sol brilha
para todos, mas vc esta fzendo de graça????? ou seja, todo meu esforço em
montar uma carteira de cliente, educar os pais a entenderem q o aluno
precisa de acompanhamento, vc pode destruir tudo q eu montei.

Profª Cristiana Passinato says:

aula particular em domicílio é diferente de apoio de dúvidas on line,
querido, pense?

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá doido, menino

Profª Cristiana Passinato says:

eu hein?

Profª Cristiana Passinato says:

fala sério

Profª Cristiana Passinato says:

como que eu tô tirando seus clientes?

Profª Cristiana Passinato says:

ah que isso?

felipe says:

Cristina, eu estou terceirizando minhas aulas, eu nao tenho mais tempo,
estou contratando professor para dar conta dos meus alunos clientes.
concorrencia ate q me ajuda a desafogar um pouco . mas vc esta causando
dunping, entende ?

Profª Cristiana Passinato says:

vem cá, deixa de ser menino, e páre e pense, eu não estou tirando de ng
nada, então um concorrente seu, que cobre mais barato, está "tirando" seus
alunos?

Profª Cristiana Passinato says:

ahahahahahah

Profª Cristiana Passinato says:

meu amor, sinceramente

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá viajando

Profª Cristiana Passinato says:

sincera e honestamente

Profª Cristiana Passinato says:

viajando!

Profª Cristiana Passinato says:

na boa, que absurdo

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

primeiro

Profª Cristiana Passinato says:

pra mim Educação não é negócio

Profª Cristiana Passinato says:

pra princípio de conversa

Profª Cristiana Passinato says:

só ganho o justo pra que eu coma

Profª Cristiana Passinato says:

ok?

Profª Cristiana Passinato says:

quando dou aulas em domicílio cobro

Profª Cristiana Passinato says:

quanto tiro dúvidas on line, não

Profª Cristiana Passinato says:

isso é comigo, é opçãominha

Profª Cristiana Passinato says:

e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

não é proibido e ng me impede disso, ok?

Profª Cristiana Passinato says:

acho que estamos conversados, eu não tenho nem interesse de enviar meu
currículo pra vc

Profª Cristiana Passinato says:

se vc acha que Educação é comércio

Profª Cristiana Passinato says:

e eu estou "concorrendo" contigo

Profª Cristiana Passinato says:

então ficamos por aqui, ok?

felipe says:

vc oferece o meu tipo de seviço GRATIS, ninguem consehgue concorrer a isso ,
vc esta fazedno capitalismo animal sem sentir. é tipo quando grander
empresas lideres se unem ao perceber q um possivel novo concorrente esta
crescendo, colocan seus preço o minimo possivel , suportam um preriodo de
prejuizo(afinal sao randes empresas) e o que estava crescendo nao consegue
competir, pois nao tem anos ne

Profª Cristiana Passinato says:

e daí?

Profª Cristiana Passinato says:

e se fosse

Profª Cristiana Passinato says:

agora vamos falar a tua língua

felipe says:

por favor cristina, sem faltar respeito ta,sem ironias com " meu amor"!

Profª Cristiana Passinato says:

E DAÍ

Profª Cristiana Passinato says:

ué?

Profª Cristiana Passinato says:

eu falo querido e emeu amor sempre

Profª Cristiana Passinato says:

é meu jeito

Profª Cristiana Passinato says:

não tôs endo irônica

felipe says:

ok, vc entendera, quando tiver um bom emprego, e um dia trocarem vc e toda
sua carreia por outro profissional mas barato, ou pior, por outro
profissional q trabalhe de graça, com isso é impossivel de competir,

felipe says:

vc é do rio né

Profª Cristiana Passinato says:

meu caro professor e colega, não sendo irônica, e agora objetivamente
falando, pq na sua língua tempo é dinheiro

Profª Cristiana Passinato says:

já fizeram iss

Profª Cristiana Passinato says:

e aprendi a ver pelo lado da empresa tb

Profª Cristiana Passinato says:

eles têm as necessidades dele

Profª Cristiana Passinato says:

e se eu for boa o suficiente

Profª Cristiana Passinato says:

me recoloco no mercado

Profª Cristiana Passinato says:

não vou matar 300 pq tô querndo um emprego

Profª Cristiana Passinato says:

ou ficar neurótica pq tem concorrentes

Profª Cristiana Passinato says:

imagina em concurso público, hein?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

voui te contar 1 historinha rápida

felipe says:

oK, EDUCAÇÃO NAO É NEGOCIO, mas educação é profissão, eu sou eduicador, vc é
educadora, AMBOS TEMOS Q SER REMUNARADOS POR ISSO, , sao anos de dedicação a
faculdade, muitas despesas, p/ se tornar um profissional, e chega aqui vc
TRABALHA DE GRAÇA ???? isso não é CUBA

Profª Cristiana Passinato says:

fui a primeira prof part de fís, quim, e mat do Recreio a anunciar numa
revista de lá

Profª Cristiana Passinato says:

hj vários

Profª Cristiana Passinato says:

vários anunciam

Profª Cristiana Passinato says:

e o pior

Profª Cristiana Passinato says:

não são químicos

Profª Cristiana Passinato says:

são tudo, menos químicos e profs

Profª Cristiana Passinato says:

além disso

felipe says:

VC ESTA EMPENHADA UM TEMPO NA WEB EXECERCENDO SUA PROFISSÃO, tem q ser
remunerada por isso.

Profª Cristiana Passinato says:

fazm um monte de besteiras que eu fico sabendo

Profª Cristiana Passinato says:

eu vou me matar?

Profª Cristiana Passinato says:

pior, fazem anúncios sem sentido só pra ficar na minha frente e ligarem
antes, eu não mudo o meu, pq não vou tirar o sentido do meu texto

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

mas eu não trabalho de graça

Profª Cristiana Passinato says:

esse projeto é outro lance

Profª Cristiana Passinato says:

esse projeto é um sonho e ideal meu de anos

Profª Cristiana Passinato says:

10 anos sonhando com ele

Profª Cristiana Passinato says:

ele está se tornando real

Profª Cristiana Passinato says:

e aí vem um bando de gente doida dizendo que eu tô abrindo concorrência com
vcs?

Profª Cristiana Passinato says:

pera

Profª Cristiana Passinato says:

que isso?

Profª Cristiana Passinato says:

não penso tb loucamente no dinheiro, não

felipe says:

vc nao tem nível preofissinal, vc reafirmou sua falta de respeito, mesmo q
eu pedisse por favor educadamente, agora entendo com quem estou falando, é
uma rebelde, ofensiva, que reafirma suas grosserias argumentando que fazem
parte da sua personalidade

Profª Cristiana Passinato says:

quero difundir ciência, mostrar exercícios resolvidos, ajudar a quem precisa
e não pode pagar a 1 professor, sei lá, mas qual é o problema, não é
proibido, não

Profª Cristiana Passinato says:

meu amor

Profª Cristiana Passinato says:

vou ter que fechar esse papo, vc tá sendo desrespeitoso

felipe says:

ALIÁS É ATÉ BÍBLICO, : .....' todo trabalho deve ser remunerado...'

Profª Cristiana Passinato says:

no meu msn

Profª Cristiana Passinato says:

ok

Profª Cristiana Passinato says:

vai ler a bíblia então

Profª Cristiana Passinato says:

e me deixa no meu canto seguindo o meu trabalho, ok?

Profª Cristiana Passinato says:

vc pode seguir o seu

Profª Cristiana Passinato says:

eu aplaudo, e dignifico vc por isso

Profª Cristiana Passinato says:

que bom que vc tá dando até pros colegas

Profª Cristiana Passinato says:

continue assim

Profª Cristiana Passinato says:

é nobre

Profª Cristiana Passinato says:

mas cuidado com essa fome de dinheiro

Profª Cristiana Passinato says:

pq prof mesmo particular

felipe says:

se vc fosse boa o suficiente nao teria tempo de ficar on line p/ resposnder
alunozinhos pn line. estaria com seus horarios cheios como o meu, trabalho
14 hs por dia Cristina,

Profª Cristiana Passinato says:

TEM QUE RALAR MTO PRA GANHAR DINDIM

Profª Cristiana Passinato says:

sim

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

sou péssima

Profª Cristiana Passinato says:

ótimo

Profª Cristiana Passinato says:

eu tb trabalho bastante

Profª Cristiana Passinato says:

parabéns

Profª Cristiana Passinato says:

vai me ofender mais?

Profª Cristiana Passinato says:

pode colocar aí

Profª Cristiana Passinato says:

ótimo

Profª Cristiana Passinato says:

acho ótimo que me ofenda bastante

Profª Cristiana Passinato says:

só tome cuidado, só isso, mas pode continuar

felipe says:

PÁRA DE FALAR MAL DOS OUTROS Q NAO PODEM SE DEFENDER,

Profª Cristiana Passinato says:

hein?

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá viajando

Profª Cristiana Passinato says:

eu hein?

felipe says:

nao quero saber tuas historias, tuas richas,

Profª Cristiana Passinato says:

surtando

Profª Cristiana Passinato says:

menino

Profª Cristiana Passinato says:

vc me conhece? não né?

Profª Cristiana Passinato says:

tá falando com quem nem conhece?

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

vá seguir seu caminho em paz

Profª Cristiana Passinato says:

é o melhor que vc tem a fazer

Profª Cristiana Passinato says:

só isso

Profª Cristiana Passinato says:

boas aulas

Profª Cristiana Passinato says:

e que vc tenha sucesso em seu trabalho

Profª Cristiana Passinato says:

agora, se me permite, poderia seguir o meu trabalho tb?

Profª Cristiana Passinato says:

vc me permite?

felipe says:

so queria q entendesse, nao se pode oferecer à revelia o trabalho q muitos
procuram , muitos poderiam estar alimentando melhos seus filhos, pagando
dividas, comprando remedios se tivessem essa oportunidade q vc esta tirando

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá tentando, mas não conseguirá o que quer

Profª Cristiana Passinato says:

sim

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

mas é opção minha

Profª Cristiana Passinato says:

em que lei diz que eu não posso?

Profª Cristiana Passinato says:

vamos fazer assim?

Profª Cristiana Passinato says:

vc fica com a sua opinião

Profª Cristiana Passinato says:

e eu fico com a minha

Profª Cristiana Passinato says:

os 2 seguem seus caminhos e estamos em paz e conversados, sim?

felipe says:

Cristina, vc est ignorando uma grande realidade, ninguem te apoiou na
comunidade, seus colegas, esta te afirmando q isso nao esta certo, por favor
ve se encherga q seu sonho é um tiro q sai pela culatra, é dificil mas é
preciso tentar aceitar a opiniao de VÁRIOS PROFISSIONAIS.

Profª Cristiana Passinato says:

eu não darei mais ouvidos, pelo menos, sei o que faço e estou seguindo o meu
coração

Profª Cristiana Passinato says:

desculpe

Profª Cristiana Passinato says:

mas não sou os vários profissionais que lá estão

Profª Cristiana Passinato says:

sou eu

Profª Cristiana Passinato says:

EU SOU EU, e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

é com o meu trabalho e meu conhecimento, a minha ralaçãio na faculdade, na
escola técnica, meus estudos, pesquisas que faço isso

felipe says:

CONTINUAREI, SE VC NAO FALIR MEU PROJETO.

Profª Cristiana Passinato says:

ng pode vir contra isso, não proibo ng de nada

Profª Cristiana Passinato says:

já me sacanearam mto e eu não falei nada, e eu agora fico no meu canto
fazendo o meu trabalho e as pessoas vêm em cima, pq?:

Profª Cristiana Passinato says:

falir seu projeto?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkkkkkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

eu vou te pedir licença

Profª Cristiana Passinato says:

mas terei que acabar com esse papo

Profª Cristiana Passinato says:

pq vc tá indo pra um lado que eu realmente tô achando engraçado

Profª Cristiana Passinato says:

agora, vcs me tiraram 1 emprego

Profª Cristiana Passinato says:

e nem sabem

Profª Cristiana Passinato says:

um abraço



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: George Dyson's New Scifi Story About How Google Achieves Consciousness [Afte...
FROM: Mori <kentaro.mori@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br, lista CA <ceticismoaberto@yahoogrupos.com.br>, sociedadelunar@googlegroups.com
DATE: 19/07/2008 23:16

Sent to you by Mori via Google Reader: George Dyson's New Scifi Story
About How Google Achieves Consciousness [Afternoon Reading] via io9 by
Annalee Newitz on 7/18/08
If you're looking for some seriously mind-blowing hard science fiction
online this afternoon, look no further than a new (free online) short
story, "Engineers' Dreams," by science historian George Dyson. Brother
of techbiz genius Esther Dyson, George is known for his meticulous,
entertaining historical investigations into secret government science
projects of the twentieth century. Now he's turned his eyes to the
twenty-first century, and has written a highly-informed and brainy tale
of how Google could become the first true artificial intelligence. Read
an excerpt below.


SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "oraculo333" <oraculo@atibaia.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 23:44

Olá Vitor

Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
Desculpe a franqueza.Boa sorte."

Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
matemática, só isso.

Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
tratando de ciência.

Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)

Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.

Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
confusão que fez em sua cabeça.

E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
forças físicas mais a gravidade.

O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
mágico.

A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
bobagem.

Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)

Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:

TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "

Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
"grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!

Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
da matemática, puxa vida!

Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)

Um abraço.

Homero






--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@...>
escreveu
>
> Caro C. Abreu,
>
>
>
>
>
> Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
>
> Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> modestos!
>
> E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
>
> Por isso, não me animei a continuar.
>
> Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
> parecem ser o cerne da teoria.
>
>
>
> 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
de tudo
> o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
expressão "e/ou"
> é a própria síntese da TGBD." ..............
>
> 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
Teoria de
> Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
seu autor
> acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
conhecer o
> desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
toda e
> qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
desde já
> agradece a participação de todos."
>
> Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> lambuja, define o que existe fora dele.
>
> Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
o qu7e
> vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
sequer
> perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
> ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
certeza:
> você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
aparatos
> usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
outro ramo
> do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
conheço. Por
> isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
> literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
nisso
> tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
filosofia
> em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
> sorte.
>
> Sds,
>
> Victor.
>
> Resumo da TGBD:
>
> A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
tudo o
> que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
"e/ou" é
> a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
refere
> apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
que exista
> o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
ser",
> referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
> algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
é passa
> a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
> dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
objetivo
> deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
administração
> de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
que vem
> desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
ela, cujos
> textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
Internet, ele
> acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
> científica e profissional, que queiram contribuir para o
desenvolvimento de
> sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
história da
> ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
TGBD
> seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
conhecimento,
> e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
simplificar
> a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
> De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
[mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
>
> Caro J. Victor,
>
> Respondo à sua mensagem:
> ----- Original Message -----
> From: J.Victor
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
<mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
>
> Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> J. Victor:
> >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
se o
> autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
se apenas
> desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
eu acho.
>
> Claudio:
>
> Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
> suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
compromisso que
> assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
site nesse
> mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
arquivos e
> mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
muito
> que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
> opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
sobre ela.
> Dou a maior força.
>
> Abraços,
>
> Claudio Abreu
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>
> No virus found in this incoming message.
> Checked by AVG - http://www.avg.com
> Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
17/7/2008
> 18:08
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>




SUBJECT: Reação H2O2 + Mg
FROM: "joauml" <joauml@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 19/07/2008 23:55

gostaria de saber o que acontece nessa reação, eu sei que 2Mg + 2H2O
--> 2MgOH + H2, estaria errado dizer que 2 H2O2 + 2MG --> 2MGOH + H2 + O2?



SUBJECT: Re: [ciencialist] REFLEXÃO
FROM: vernerstranz@click21.com.br
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 06:44

Caramba pro, é claro q vc é lida!!! verner.

Citando Profª Cristiana Passinato <crispassinato3@gmail.com>:

> Obrigada, Murilo, achei que ng me lia.
> :)
>
> 2008/7/17 murilo filo <avalanchedrive@hotmail.com>:
>
> >
> > Fessora...
> > Tudo em paz? Espero que sim.
> > Devagar vou gostando + de vc.
> > Vai mandando que vou lendo!
> > Temos na lista uma carência estrogênica muito grave.
> > braço!
> > Mvrilo
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
>
>
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>



___________________________________________________________________________________
Para fazer uma ligação DDD pra perto ou pra longe, faz um 21. A Embratel tem
tarifas muito baratas esperando por você. Aproveite!



SUBJECT: Re: [ciencialist] Volta para Ciencialist Roberto Takata!
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 20/07/2008 11:59

cARVALHO:

Já escrevi aaui, ele (Takata) avisou que ia tirar um tempo para se dedicar à biologia.

infelizmente não tenho (perdi, por virus) o e-mail dele.... quem tiver, poderia publicar,,,,

sds.,
silvio.
----- Original Message -----
From: LECarvalho
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Saturday, July 19, 2008 8:16 PM
Subject: [ciencialist] Volta para Ciencialist Roberto Takata!


At 21:25 18/7/2008, you wrote:

>Amigos, a pedido do Romano, repaso essa mensagem dela para a lista.
>
>Abraços,
>
>Claudio abreu

Muito esquisito...

sumiu ele...

e sumiu o Ferrari...

juntos.

L.E.

======================

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 20/07/2008 13:41

Caro Homero,

Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me colocou, e a minha teoria, como seus temas principais.

Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não perder a minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última vez. Mesmo porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal, que é o que tem na maior parte do seu texto, nada acrescenta à ciência. Vou apenas me ater a rebater os seus textos transcritos a seguir, que são os que contém criticas mais objetivas. Vamos lá.

Homero disse:

"Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!

Claudio comenta:

Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde uma reação, de mesma intensidade e sentido contrário"

A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você como uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não tratam do mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O que está por trás da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o seu nome aqui nessa lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é que a situação de existirem dois componentes em separado só será possível se, e somente se, eles formarem um Dual, ou seja, se forem dois Unos (e não UNS, como você pejorativamente escreveu) iguais em sua natureza, porém opostos em seu sentido. Por outro lado, em decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e somente se, existir o outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja igual ao primeiro e em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª Lei de Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha teoria aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao formular suas leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse leis, sem qualquer comprovação, mas apenas com o que é observado objetivamente nos nossos mundo e universo. Tal, exatamente, como eu fiz com a minha teoria. Assim, sinceramente, não vejo porque as três leis de de Newtons são ditas científicas, e as minhas são baboseiras, apesar de apresentarem a estrutura, dos eventos físicos (materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da física, das partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números quanticos, da tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos quimicos, do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e menos pessoal, Homero.

Homero disse:
"Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza da matemática, puxa vida!"

Claudio comenta:
Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois é formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim, maluquice e brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa sua frase "Todo dois é formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª lei da minha teoria, ela teria que ter esse complemento: "desde que esses dois sejam Unos iguais em sua natureza e opostos em seu sentido."

Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora, Homero, como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma série de combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª lei da minha teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes totalmente iguais, em natureza e sentido; b) dois componentes iguais em natureza e sentido e um terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei da minha teoria, para que exista um Terno, ou seja, uma situação com três e somente três componentes, é necessário que dois componentes formem um Dual, observando o disposto na 2ª lei, e que o 3º Uno seja de natureza diferente da natureza do Dual. Pela minha teoria, existem, portanto, limitações tanto para a formação do Dual quanto para a formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se você capta a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice), não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando minhas propostas, e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente. Seja, ao menos, mais elegantes em suas colocações, já que não não endende o as demais pessoas estão propondo.

Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois dois". Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a coisa não seria tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha teoria, só existe uma situação em que pssa existir quatro componentes interagindo, que a prevista pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que exista um Terno interagindo com 4º Uno, formando uma Quadra, com a condição de que o 3º e o 4º Unos formem, também um Dual, chamado Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que faz parte do Terno.

Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª Lei, mas como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não comentar minha teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei aqui nesa mensagem sobre ela foi em resposta às truculências desnecessárias e mal embasadas feitas por você, Homero, .

Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
"Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"

Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito obtuso, talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice), associado a um conformismo científico que não leva a nada. Fiz questão de repetir pela terceira vez para ver se você entende o que eu estou falando.

Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em homenagem ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei - tive que baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e para lista, é ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me aporrinhar nem acredito que você queira se aporrinhar. Dessa forma, o melhor é fazermos o seguinte: quando você receber alguma mensagem minha nalista, você delete-a, e quando eu receber alguma sua, deleto-a também Assim, seremos felizes para sempre.

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br




----- Original Message -----
From: oraculo333
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Olá Vitor

Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
Desculpe a franqueza.Boa sorte."

Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
matemática, só isso.

Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
tratando de ciência.

Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)

Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.

Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
confusão que fez em sua cabeça.

E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
forças físicas mais a gravidade.

O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
mágico.

A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
bobagem.

Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)

Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:

TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "

Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
"grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!

Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
da matemática, puxa vida!

Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)

Um abraço.

Homero

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@...>
escreveu
>
> Caro C. Abreu,
>
>
>
>
>
> Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
>
> Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> modestos!
>
> E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
>
> Por isso, não me animei a continuar.
>
> Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
> parecem ser o cerne da teoria.
>
>
>
> 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
de tudo
> o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
expressão "e/ou"
> é a própria síntese da TGBD." ..............
>
> 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
Teoria de
> Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
seu autor
> acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
conhecer o
> desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
toda e
> qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
desde já
> agradece a participação de todos."
>
> Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> lambuja, define o que existe fora dele.
>
> Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
o qu7e
> vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
sequer
> perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
> ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
certeza:
> você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
aparatos
> usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
outro ramo
> do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
conheço. Por
> isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
> literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
nisso
> tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
filosofia
> em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
> sorte.
>
> Sds,
>
> Victor.
>
> Resumo da TGBD:
>
> A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
tudo o
> que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
"e/ou" é
> a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
refere
> apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
que exista
> o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
ser",
> referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
> algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
é passa
> a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
> dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
objetivo
> deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
administração
> de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
que vem
> desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
ela, cujos
> textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
Internet, ele
> acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
> científica e profissional, que queiram contribuir para o
desenvolvimento de
> sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
história da
> ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
TGBD
> seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
conhecimento,
> e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
simplificar
> a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
> De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
[mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
>
> Caro J. Victor,
>
> Respondo à sua mensagem:
> ----- Original Message -----
> From: J.Victor
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
<mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
>
> Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> J. Victor:
> >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
se o
> autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
se apenas
> desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
eu acho.
>
> Claudio:
>
> Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
> suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
compromisso que
> assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
site nesse
> mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
arquivos e
> mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
muito
> que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
> opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
sobre ela.
> Dou a maior força.
>
> Abraços,
>
> Claudio Abreu
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>
> No virus found in this incoming message.
> Checked by AVG - http://www.avg.com
> Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
17/7/2008
> 18:08
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: O efeito colateral da educação fantasma
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, ciencialist@yahoogrupos.com.br, professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>
DATE: 20/07/2008 14:40

* Crise do ensino no Ocidente consolida lógica do totalitarismo econômico,
mas pode dar origem a uma nova forma de contracultura intelectual,Robert Kurz,
Fez parte da história do colonialismo que o Ocidente se apresentasse a si
mesmo como civilização superior na relação com o resto do mundo, não apenas
no sentido técnico e econômico, mas também no cultural. As ideologias
ocidentais do século 19 e da primeira metade do 20 falavam do "fardo do
homem branco", encarregado de alegrar o mundo com suas bênçãos. Foi só após
a Segunda Guerra Mundial que a intelligentsia ocidental deu início a uma
crítica do "eurocentrismo". Descobriram-se as realizações culturais
autônomas do "outro", depois de suas conquistas terem sido destruídas até a
raiz ao longo de vários séculos. *
------------------------------

*Robert Kurz*

Foi um reconhecimento para o museu e para a reminiscência culpada. A
descolonização não trouxe naturalmente nenhuma renovação das antigas
culturas, há muito tempo naufragadas, ainda que sejam instrumentalizadas até
hoje para uma fundação ideológica de identidades. Ao invés disso, os
movimentos sociais pós-coloniais e os Estados do hemisfério Sul se
orientaram em todos os aspectos pelo protótipo ocidental, começando pela
categoria política de "nação" até chegar à forma jurídica burguesa moderna e
a racionalidade da economia empresarial. Disso faz parte também a campanha
de alfabetização e a instalação de um sistema escolar e educacional segundo
os padrões ocidentais. Justamente no caso da alfabetização e da ofensiva
educacional se trata à primeira vista de uma grande conquista emancipadora.
Quem iria contestar que a técnica cultural elementar da leitura e da escrita
representa um pressuposto irrenunciável para o progresso civilizador? Como a
transmissão de saber e a educação poderiam ser interpretadas de outra forma
senão positivamente? Todavia são importantes também o conteúdo do saber e a
forma da transmissão. E nesse aspecto o surgimento do sistema educacional
ocidental não pode de modo algum ser entendido em linha reta no sentido
emancipador. A alfabetização européia e a "escolarização" da sociedade não
foram um presente civilizador generoso para as pessoas, mas parte do
processo designado na literatura crítica pelo conceito de "colonização
interna". A submissão externa do mundo por parte do Ocidente vem de par com
uma flagelação interna do próprio homem ocidental para se converter em
"material" da valorização capitalista.

*Adestramento*

Nisso desempenhavam uma função não apenas as medidas de disciplinamento
violento, mas também o adestramento espiritual e o aprendizado de parâmetros
comportamentais com a finalidade de ajustar a práxis inteira da vida ao
"trabalho abstrato" (Marx) e à concorrência universal. Tanto as formas
institucionais da educação "para o povo" como os conteúdos transmitidos
serviam em primeiro lugar a esse objetivo da "interiorização" de um perfil
capitalista de requisitos. Só aparentemente o processo era diferente para a
formação "superior" da juventude da elite burguesa. A nova geração destinada
aos escalões de liderança na economia, na política e na cultura deveria
receber um saber o mais universal possível e ser capaz de reflexão
filosófica para além das exigências práticas imediatas. Na Alemanha, Wilhelm
von Humboldt (1767-1835) chegou a criar um ideal de formação neo-humanista,
entendendo o desdobramento universal do espírito como fim em si mesmo, o
qual não poderia ser degradado à mera "instrução", reduzida em termos
funcionalistas, para fins dados. Mas ideais de formação dessa espécie não
estavam dirigidos à crítica, mas antes à autofruição de uma burguesia que
não havia delegado completamente sua autoconsciência aos mecanismos
funcionais "do sistema", permitindo-se ainda o luxo de uma formação,
pesquisa e auto-representação cultural supostamente "sem finalidade". Os
Estados pós-coloniais do Sul reproduziram, junto com as instituições
capitalistas restantes, as idéias ocidentais de educação, tanto aquela para
o "povo", reduzida em termos funcionalistas, como aquela para as elites,
mais elevada e "sem finalidade". Mas, na mesma medida em que o paradigma da
"modernização recuperadora" entrou em colapso desde os anos 1980 com o
processo da globalização e com a crise mundial provocada pela terceira
revolução industrial, a ofensiva educacional das nações do assim chamado
Terceiro Mundo chegou a seus limites. Constata-se que um sistema educacional
moderno, com escolas, universidades, institutos de pesquisa e instituições
culturais, só pode ser financiado se a economia nacional correspondente é
capaz de concorrer no mercado mundial.

*Custos indiretos*

Em regiões cada vez maiores do globo, o sistema escolar e educacional se
dissolve junto com a economia. Assim como há "fábricas fantasma" que só
existem nominalmente e mal produzem alguma coisa ainda, há também "escolas
fantasma" e "universidades fantasma" em que nada mais é realmente ensinado e
pesquisado. Não é só no Afeganistão ou na Somália que o índice da
alfabetização retrocede.

Esse destino o sistema educacional partilha com a maioria das outras
infra-estruturas ou serviços públicos. Subjaz ao problema, que aqui se torna
visível, uma determinada lógica econômica. Instituições infra-estruturais,
como correio, abastecimento de água, sistema de saúde e, precisamente, a
educação, não são, segundo sua essência, empresas de mercado, mas condições
estruturais da sociedade inteira para a economia empresarial e de mercado.

Visto em termos econômicos, trata-se de custos gerais, custos indiretos,
custos mortos ou "faux frais" (Marx) da reprodução capitalista. As empresas
pressupõem determinadas qualificações nas forças de trabalho encontradas no
mercado de trabalho; a mais elementar delas é naturalmente a capacidade de
ler e escrever. Mas mesmo essa qualificação básica não surge por natureza
(embora seja tratada pelas empresas como um recurso natural, sem custos);
para tanto são necessárias despesas sociais.

As empresas só podem calcular seus custos econômicos imediatos; segundo sua
natureza, elas não têm competência para custos da sociedade como um todo.
Por esse motivo o Estado assumiu usualmente não só o funcionamento das
infra-estruturas e, com isso, do sistema educacional, mas também os seus
custos. Trata-se de um financiamento secundário, derivado: os rendimentos
capitalistas do mercado (lucros, salários, honorários) são taxados pelo
Estado, para que possa executar os serviços públicos com esse dinheiro
extraído.

Porém, nesse aspecto, o desenvolvimento das forças produtivas engendrou um
contexto fatal, pouco refletido até o momento. Pois quanto mais a produção
das empresas é cientificizada e, com isso, maior a porção de capital real
(tecnologia), tanto mais sobe o grau de socialização e tanto maior se torna
a importância da infra-estrutura, principalmente da formação e da instrução.
Sob o ponto de vista do cálculo capitalista privado, esse desenvolvimento
resulta em que o verdadeiro fim, a produção empresarial para o lucro, é de
certo modo sufocado pelas condições estruturais da sociedade inteira. Isso
significa por sua vez que os custos sociais indiretos ou (do ponto de vista
da economia empresarial) os "custos mortos" aumentam desproporcionalmente.
Desse modo, surge um problema de financiamento crônico das infra-estruturas,
que crescem de maneira objetivamente necessária. Em outras palavras: o grau
de socialização produzido pelo próprio capitalismo não é mais representável
em termos capitalistas. Esse problema aparece como dimensão especial de um
processo crítico secular. Com a terceira revolução industrial da
microeletrônica, esse problema se exacerba no curso de uma crise estrutural
dos mercados. No plano da economia empresarial, torna-se supérflua uma
tamanha massa de força de trabalho, cuja reabsorção não é mais possível por
meio de uma ampliação dos mercados. O Estado pode cada vez menos taxar
salários e precisa, além disso, financiar o desemprego. Ao mesmo tempo, no
processo de globalização, as empresas transnacionais fogem do alcance fiscal
do Estado, indo parar nos "oásis" de países que taxam pouco ou não taxam de
modo algum os investidores estrangeiros. O endividamento já há muito tempo
precário do aparelho do Estado praticamente explode.

Desse modo, o financiamento dos serviços públicos e das infra-estruturas é
fundamentalmente posto em questão, embora as exigências objetivas a esses
domínios continuem a crescer devido à mesma terceira revolução industrial.
Ou seja, temos de lidar com uma contradição interna aguda do sistema. Em um
curso quase natural dessa crise, acabam se paralisando tanto as capacidades
da produção, por falta de rentabilidade, como os setores públicos, por falta
de "financiabilidade". O aparelho do Estado se reduz cada vez mais a uma
administração restritiva das pessoas e dos recursos, ao seu papel de
aparelho da violência. Os custos para a "segurança" interna e externa
aumentam continuamente, ao passo que diminuem os custos para a sustentação
infra-estrutural. Com outras palavras: o cerne anti-social, anticivilizador,
bárbaro da modernidade vem à luz, enquanto o "excesso civilizador", como a
medicina, a assistência médica, a educação, a cultura etc., vai
desaparecendo sucessivamente. Se o Ocidente produz, sob a liderança dos EUA,
um novo colonialismo da crise e invoca ideologicamente a "salvação da
civilização", ele se desmente a si próprio em suas próprias relações
internas por conta do desenvolvimento anticivilizador. Hoje o sistema
educacional e as instituições culturais decaem nos países ocidentais, já em
completa semelhança com as regiões críticas do Sul. Geralmente os suportes
da educação, da instrução e da cultura são os municípios e as Províncias; e
justamente para esses níveis mais baixos da administração estatal a crise
financeira no Ocidente progrediu tanto quanto para os Estados centrais do
Terceiro Mundo. Analfabetismo secundário Nas escolas o reboco das paredes
cai, os materiais didáticos estão envelhecidos, os subsídios para a
instrução são cortados e setores inteiros da produção de nichos culturais
são liquidados. Os discursos domingueiros dos políticos sobre a necessidade
de uma ofensiva educacional no contexto da "concorrência global" estão em
crassa contradição com a realidade. Mesmo de escolas de aperfeiçoamento e
universidades saem jovens que não dominam técnicas culturais básicas e são
incapazes de refletir para além dos dados imediatos. Nesse aspecto, há muito
tempo já se fala de "analfabetos secundários", pessoas que podem ler e
escrever em caso de necessidade, mas sem entender e elaborar o conteúdo. E,
apesar do ensino obrigatório universal, até mesmo o analfabetismo primário,
total, aumenta nos EUA e na Alemanha. A política e a administração reagem às
contradições críticas no sistema educacional de maneira estereotipada, com
três medidas paradigmáticas. O primeiro paradigma se chama, como em todos os
outros domínios, "privatização". No entanto escolas privadas, universidades
privadas e outras instituições educacionais privadas, operadas como empresas
de mercado, não são mais, naturalmente, infra-estruturas públicas; antes,
elas estão orientadas para uma minoria de clientela solvente. Na mesma
direção se vai quando se elevam as taxas nas escolas públicas e nas
universidades e o material didático deixa de ser gratuito. Está intimamente
ligado a essa tendência o segundo paradigma, isto é, a propaganda reforçada
para uma assim chamada educação de elite. Em termos práticos isso significa
que as escolas e as universidades normais são conscientemente negligenciadas
para que o fomento estatal se concentre em poucas instituições de elite.
Essas condições, habituais nos EUA já faz muito tempo, se difundem agora no
mundo ocidental inteiro. Mas, se a formação se torna dependente da
solvência, o nível intelectual da sociedade como um todo declina
forçosamente. Bolsas privadas não podem compensar a perda de serviços
públicos que cobrem áreas inteiras. O reservatório social de talentos
intelectuais deixa de ser esgotado. Vai ainda mais fundo o alcance do
terceiro paradigma da superação aparente da crise: a redução funcionalista
da educação e da pesquisa à capacidade de valorização econômica imediata.
Com força cada vez maior, as escolas e as universidades são atadas
diretamente à "economia", guiadas segundo critérios da economia empresarial
e, no plano dos conteúdos, dirigidas ao conformismo com o mercado. Por assim
dizer, vale a divisa: "Não importa o que você estuda, é sempre economia
empresarial!". Inteligência subversiva O totalitarismo econômico chegou ao
sistema educacional. Mas isso significa que, junto com os últimos restos do
ideal de formação de Humboldt, desaparece a autofruição cultural das elites
capitalistas; elas mesmas se reduzem aos "idiotas funcionais do sistema".
Desse modo se dissolve também a capacidade intelectual de tomar distância,
que é, porém, pressuposta para a condução de processos complexos em geral. A
nova "elite" se desmente a si mesma.

Mas o que acontece com o potencial intelectual da sociedade, posto de lado e
não mais resgatável?

Se a educação para a grande massa é desmantelada de maneira tão crassa,
desaparece também sua função anterior de disciplinamento. Desse modo, porém,
é desencadeado não apenas um "analfabetismo secundário", mas talvez também
uma "inteligência subversiva" que não siga mais os princípios do
totalitarismo econômico. Pode ser que a administração capitalista da crise
educacional ponha a caminho, sem querer, uma nova contracultura intelectual.

Robert Kurz é sociólogo e ensaísta alemão, autor de "Os Últimos Combates"
(ed. Vozes) e "O Colapso da Modernização" (ed. Paz e Terra). Ele escreve
regularmente na seção "Autores", do Mais!.
Tradução de Luiz Repa.
*Extraído do FOLHA DE S. PAULO (11/04/2004)*
http://proyecto.unlam.edu.ar/espec/htdocs2/Archivo%20de%20Noticias%5CBrasil%5C11-04-04(1).htm

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: Nando <nando.str@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 15:00

Profª Cristiana Passinato wrote:
> Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos de
> clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto e
> gratuito.
>
> Triste, mas é verdade!

Bom, conta a história toda agora... pelo que entendi, uma comunidade do
orkut (antro de gênios) criticou o teu 'serviço' de tirar dúvidas via
MSN, é isso?
E agora o carinha com problemas de auto-estima está com medo que isso
vai acabar com os clientes dele?


SUBJECT: Educação para quem quer se educado: A JUVENTUDE AINDA PENSA, POR ISSO QUER SER EDUCADA COM RESPEITO!
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br, ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 16:28

http://crispassinato.wordpress.com/2008/07/20/opiniao-pertinente-de-uma-aluna-minha/

Gostaria que lêssem, pois acredito muito nos jovens, eles pensam, eles
existem, eles podem ser melhor educados, pois eles querem, só não está sendo
interessante, por interesse de quem quer que eles sejam o objeto do
consumismo em massa e indiscriminado, até quando o produto é a própria
Educação em si.
Vejam a opinião da aluna XXX, que traz muito de contribuíção para o processo
todo de decisão e sua opinião para mim é de um nível muito mais elevado e é
deles que quero ouvir e triar o que devo fazer, pois é pra eles a quem
dirijo a minha forma de Educar, e não aos meus pseudo-"concorrentes".

Um abraço,
--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "oraculo333" <oraculo@atibaia.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 17:11

Esta, abusurda, discussão sobre a assim chamada "teoria bidual" já
ocorreu outras vezes na lista, desde 2004. Para não ter de repetir
todos os argumentos, solenemente ignorados pelo Claudio, de novo, este
link leva, a quem se interessar por tamanha "doidera", as mensagens
daquela época (as minhas, especificamente, talvez ajudem o Claudio a
lembrar de porque não levamos sua teoria a sério):

http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/msearch?date=before&DM=11&DD=1&DY=2007&DM2=------------&DD2=----&DY2=----&AM=contains&AT=oraculo&SM=contains&ST=&MM=contains&MT=bidual&charset=UTF-8

É enlouquecedor ter essas discussões circulares e absolutamente
destituídas de sentido ou propósito aqui na lista, recorrentemente.

É interessante notar quem desde 2004, a tal "teoria" não mudou nada,
não previu nada, não fez "fá nem fú" em absolutamente nada. Como
dragões invisíveis que soltam fogo frio e moram em garagens, esta
"teoria" e "nenhuma teoria" são a mesma coisa, sob qualquer ponto de
vista.

Uma das mensagens, para ter uma idéia do problema:

"Olá Claudio

Essa é fácil..:-) Preciso de um desafio maior, talvez com números
grandes..:-)

Veja, o próprio sistema já diz tudo, é tipagem OAB, 3 letras e dois
antigenos. O AB que falta não é um antigeno, mas a resposta a ambos..:-)

Ou podemos tentar outra abordagem, temos dois antigenos: portanto, 3
possibilidades, a reação a apenas um deles, a reação a ambos ou a
reação a nenhum dos dois. Mais uma vez, 3 reações possíveis..:-)

Ou, ainda, um terno e um uno para controle (a falta de reação total à
esses antígenos específicos..:-)

O que interessa é que as letras são apenas formas de classificar, não
o processo bioquimico ou biologico em sí mesmo. É didático, não
absoluto. Tudo pode ser agrupado e desagrupado para melhor comprensão,
sejam reações, sejam antigenos, sejam substancias quimicas. Existem
centenas de elementos, não 4 elementos (ainda que se pensasse assim no
passado, mas parece que já abandonaram essa abordagem..:-). Mas, para
efeitos de classificação, posso separa-los em qualquer quantidade de
grupos que deseje, 4, 3, 2, 6, 15, etc.

Se tem dois antigenos, dois martelos, duas orelhas ou dois qualquer
coisa, terá 4 combinações..:-) Não importa, é matematica, não a teoria
de tudo. Este, aquele, os dois ou nenhum deles..:-) Matematica, não
revolução na física..:-) Se tiver 3 de qualquer coisa, terá outro
conjunto de possibilidades matemáticas, apenas isso..:-)

Há, como demonstrou o Takata, dezenas de antigenos. Nós os agrupamos
de um determinado modo para efeitos didáticos. Se for mais
conveniente, agruparemos de outra forma. Não é absoluto e certamente
não é o fundamento da fisica deste universo, é matemática simples..:-)

Você usou todos os conceitos matematicos básicos (apesar de o 4 ser
dispensável..:-) e por isso parece que TUDO se encaixa. Dois antigenos
ou dois qualquer coisa terão 4 opções matemáticas. 3 terão outras, mas
sempre poderá voltar a encaixar no que sobra, já que 3 é dois mais um
(o duo mais o uno..:-).

Sejam os quartos de minha casa, sejam as rugas de minha mãe..:-)

Um abraço.

Homero"

Assustador, e cansativo, ter de reviver tudo de novo agora..:-)

Um abraço.

Homero



--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "oraculo333" <oraculo@...> escreveu
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
>
>
>
>
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso
para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
(quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma
a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>




SUBJECT: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: "Alvaro Augusto \(U\)" <alvaro@daelt.sh06.com>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 20/07/2008 17:57

E educação não é um negócio? Cursinhos são fáceis de criticar, mas o que diria, por exemplo, o pessoal da Faculdade Pitágoras sobre isso?

Precisamos parar com essa história de que "educação é sacerdócio". Isso só serve de munição para aqueles que desejam manter os salários dos professores em níveis de subsistência.

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br



----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br ; professores_de_quimica ; pesquisas-de-quimica@googlegroups.com ; espacoempresarial@yahoogrupos.com.br
Sent: Saturday, July 19, 2008 10:47 PM
Subject: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???


Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos de
clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto e
gratuito.

Triste, mas é verdade!

Ah! Só estou repassando, pois essa gente fará de tudo pra me denegrir no
"Mercado" deles, só pq tenho um site que ajuda on line aberta e
gratuitamente, fazendo o que muitos não fazem por comércio, fazendo de forma
incompleta para sempre ter o "cliente" na mão e os professores que só dão
dicas, e não ensinam por completo em cursinhos que só lançam fórmulas e
dizem assim: "ah, vc não precisa entender, só precisa decorar, aceita porque
não tem como você entender"?

Quem banaliza o ensino? Eu?

Leiam, caso possam e queiram e interessar, caso não os interesse, delete e
desculpe-me, mas preciso me defender de forma pública!

felipe says:

oi Cristina

felipe says:

Lembra de mim ?

Profª Cristiana Passinato says:

oi

Profª Cristiana Passinato says:

lembro

Profª Cristiana Passinato says:

o menino da comunidade que falou de aulas particulares

Profª Cristiana Passinato says:

sim, lembro

felipe says:

olha, nao quero brigas ok, mas quero expor minha opinião, sobre sua idologia
e sobre sua mensagem do msn

Profª Cristiana Passinato says:

eu pus alguma msg no msn pra vc ofensiva?

Profª Cristiana Passinato says:

eu dou aulas presenciais

Profª Cristiana Passinato says:

essas eu cobro

Profª Cristiana Passinato says:

ah sobre essa frase?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkk

Profª Cristiana Passinato says:

eu falei isso pq no meu site eu tiro dúvidas mesmo

felipe says:

"professora on line gratis e daí"..... e daí que assim vc está boicotando
aqueles q ganham um pouco mais p/ complementar um salario indigno de
professor com aulas particulares.

Profª Cristiana Passinato says:

e nesse espaço é gratuito e livre

Profª Cristiana Passinato says:

mas eu tb faço isso

Profª Cristiana Passinato says:

há mercado pra todos

Profª Cristiana Passinato says:

nesse sentido, não há quem esteja boicotando ng

felipe says:

ao oferecer isso de graça vc pode estar tirando o ganha pão de alguem, alem
de estar banalizando opofissionalismo da classe de professores

Profª Cristiana Passinato says:

banalizar é fazer musiquinha, ficar explicando por fórmulas e pedindo ao
aluno que aceite e acabou

Profª Cristiana Passinato says:

tem muitos que fazem isso, sabia?

Profª Cristiana Passinato says:

pra mim, isso é banalização

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

eu passei mal

felipe says:

a palavra profissional significa, ser remunerado por aquilo que realiza por
trablaho, vc está desdignicando o trabalho

Profª Cristiana Passinato says:

já perdi 1 emprego por conta das barbaridades que falaram naquela
comunidade, já saí dela, só entrei em contato com vc pra perguntar sobre
aulas particulares, pq tb atuo em domicílio

Profª Cristiana Passinato says:

se tiver interesse

Profª Cristiana Passinato says:

eu atuo há 15 anos no mercado de aulas particulares

Profª Cristiana Passinato says:

envio meu currículo e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

se não

felipe says:

olha, discutir metido de ensino é outra historia, so nao acho certo, nem vc
nem ninuém trabalhar de graça....

Profª Cristiana Passinato says:

eu sigo meu rumo e respeito a opinão de vcs, não estou tirando mercado de
ng, viu?

Profª Cristiana Passinato says:

banalização pra mim e pra mta gente é isso

Profª Cristiana Passinato says:

não é explicar on line gratuitamente

felipe says:

tipo.. um aluno q faz uso disso, vai ignorar a aula, ficar de papo com o
clegas pq afinal de contas ele conhece uma professora q ensina de graça pela
internet. PENSA NISSO TÁ.

Profª Cristiana Passinato says:

banalizar é não cobrar, onde já se viu?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

eles já ficam

Profª Cristiana Passinato says:

eles colam e copiam sem explicação alguma

Profª Cristiana Passinato says:

e pronto, é melhor que alguém os oriente

Profª Cristiana Passinato says:

alguém capacitado, nãos ó peguem um conteúdo todo retalhado pela net sem
sentido e eles não saibam nem do que se trata?

Profª Cristiana Passinato says:

eles lá pelo menos terão explicações, demonstrações

Profª Cristiana Passinato says:

sempre ligo às explicações teoria

felipe says:

está tirando o meu mercado, 90% da minha renda é de aulas particulares, vc
esta oferenco de graça aquilo que eu faço com seriedade e profissionalismo a
mais de 8 anos

Profª Cristiana Passinato says:

tento perguntar por msn se eles fizeram, e muitos me mostram

Profª Cristiana Passinato says:

meu Deus

Profª Cristiana Passinato says:

então

Profª Cristiana Passinato says:

vários no mercado tiram

Profª Cristiana Passinato says:

vários

Profª Cristiana Passinato says:

não de graça

Profª Cristiana Passinato says:

pq tem professor particular a beça por aí

Profª Cristiana Passinato says:

em cada bairro se vc for ver

Profª Cristiana Passinato says:

não só químicos

Profª Cristiana Passinato says:

mas biólogos, matemáticos, economistas, dão aula de tudo futebol clube

Profª Cristiana Passinato says:

se vc for se estressar com concorrência, vc vai ficar louco

felipe says:

ok, mas vc esta sim tirando meus cliente, o q nao tem problema, o sol brilha
para todos, mas vc esta fzendo de graça????? ou seja, todo meu esforço em
montar uma carteira de cliente, educar os pais a entenderem q o aluno
precisa de acompanhamento, vc pode destruir tudo q eu montei.

Profª Cristiana Passinato says:

aula particular em domicílio é diferente de apoio de dúvidas on line,
querido, pense?

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá doido, menino

Profª Cristiana Passinato says:

eu hein?

Profª Cristiana Passinato says:

fala sério

Profª Cristiana Passinato says:

como que eu tô tirando seus clientes?

Profª Cristiana Passinato says:

ah que isso?

felipe says:

Cristina, eu estou terceirizando minhas aulas, eu nao tenho mais tempo,
estou contratando professor para dar conta dos meus alunos clientes.
concorrencia ate q me ajuda a desafogar um pouco . mas vc esta causando
dunping, entende ?

Profª Cristiana Passinato says:

vem cá, deixa de ser menino, e páre e pense, eu não estou tirando de ng
nada, então um concorrente seu, que cobre mais barato, está "tirando" seus
alunos?

Profª Cristiana Passinato says:

ahahahahahah

Profª Cristiana Passinato says:

meu amor, sinceramente

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá viajando

Profª Cristiana Passinato says:

sincera e honestamente

Profª Cristiana Passinato says:

viajando!

Profª Cristiana Passinato says:

na boa, que absurdo

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

primeiro

Profª Cristiana Passinato says:

pra mim Educação não é negócio

Profª Cristiana Passinato says:

pra princípio de conversa

Profª Cristiana Passinato says:

só ganho o justo pra que eu coma

Profª Cristiana Passinato says:

ok?

Profª Cristiana Passinato says:

quando dou aulas em domicílio cobro

Profª Cristiana Passinato says:

quanto tiro dúvidas on line, não

Profª Cristiana Passinato says:

isso é comigo, é opçãominha

Profª Cristiana Passinato says:

e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

não é proibido e ng me impede disso, ok?

Profª Cristiana Passinato says:

acho que estamos conversados, eu não tenho nem interesse de enviar meu
currículo pra vc

Profª Cristiana Passinato says:

se vc acha que Educação é comércio

Profª Cristiana Passinato says:

e eu estou "concorrendo" contigo

Profª Cristiana Passinato says:

então ficamos por aqui, ok?

felipe says:

vc oferece o meu tipo de seviço GRATIS, ninguem consehgue concorrer a isso ,
vc esta fazedno capitalismo animal sem sentir. é tipo quando grander
empresas lideres se unem ao perceber q um possivel novo concorrente esta
crescendo, colocan seus preço o minimo possivel , suportam um preriodo de
prejuizo(afinal sao randes empresas) e o que estava crescendo nao consegue
competir, pois nao tem anos ne

Profª Cristiana Passinato says:

e daí?

Profª Cristiana Passinato says:

e se fosse

Profª Cristiana Passinato says:

agora vamos falar a tua língua

felipe says:

por favor cristina, sem faltar respeito ta,sem ironias com " meu amor"!

Profª Cristiana Passinato says:

E DAÍ

Profª Cristiana Passinato says:

ué?

Profª Cristiana Passinato says:

eu falo querido e emeu amor sempre

Profª Cristiana Passinato says:

é meu jeito

Profª Cristiana Passinato says:

não tôs endo irônica

felipe says:

ok, vc entendera, quando tiver um bom emprego, e um dia trocarem vc e toda
sua carreia por outro profissional mas barato, ou pior, por outro
profissional q trabalhe de graça, com isso é impossivel de competir,

felipe says:

vc é do rio né

Profª Cristiana Passinato says:

meu caro professor e colega, não sendo irônica, e agora objetivamente
falando, pq na sua língua tempo é dinheiro

Profª Cristiana Passinato says:

já fizeram iss

Profª Cristiana Passinato says:

e aprendi a ver pelo lado da empresa tb

Profª Cristiana Passinato says:

eles têm as necessidades dele

Profª Cristiana Passinato says:

e se eu for boa o suficiente

Profª Cristiana Passinato says:

me recoloco no mercado

Profª Cristiana Passinato says:

não vou matar 300 pq tô querndo um emprego

Profª Cristiana Passinato says:

ou ficar neurótica pq tem concorrentes

Profª Cristiana Passinato says:

imagina em concurso público, hein?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

voui te contar 1 historinha rápida

felipe says:

oK, EDUCAÇÃO NAO É NEGOCIO, mas educação é profissão, eu sou eduicador, vc é
educadora, AMBOS TEMOS Q SER REMUNARADOS POR ISSO, , sao anos de dedicação a
faculdade, muitas despesas, p/ se tornar um profissional, e chega aqui vc
TRABALHA DE GRAÇA ???? isso não é CUBA

Profª Cristiana Passinato says:

fui a primeira prof part de fís, quim, e mat do Recreio a anunciar numa
revista de lá

Profª Cristiana Passinato says:

hj vários

Profª Cristiana Passinato says:

vários anunciam

Profª Cristiana Passinato says:

e o pior

Profª Cristiana Passinato says:

não são químicos

Profª Cristiana Passinato says:

são tudo, menos químicos e profs

Profª Cristiana Passinato says:

além disso

felipe says:

VC ESTA EMPENHADA UM TEMPO NA WEB EXECERCENDO SUA PROFISSÃO, tem q ser
remunerada por isso.

Profª Cristiana Passinato says:

fazm um monte de besteiras que eu fico sabendo

Profª Cristiana Passinato says:

eu vou me matar?

Profª Cristiana Passinato says:

pior, fazem anúncios sem sentido só pra ficar na minha frente e ligarem
antes, eu não mudo o meu, pq não vou tirar o sentido do meu texto

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

mas eu não trabalho de graça

Profª Cristiana Passinato says:

esse projeto é outro lance

Profª Cristiana Passinato says:

esse projeto é um sonho e ideal meu de anos

Profª Cristiana Passinato says:

10 anos sonhando com ele

Profª Cristiana Passinato says:

ele está se tornando real

Profª Cristiana Passinato says:

e aí vem um bando de gente doida dizendo que eu tô abrindo concorrência com
vcs?

Profª Cristiana Passinato says:

pera

Profª Cristiana Passinato says:

que isso?

Profª Cristiana Passinato says:

não penso tb loucamente no dinheiro, não

felipe says:

vc nao tem nível preofissinal, vc reafirmou sua falta de respeito, mesmo q
eu pedisse por favor educadamente, agora entendo com quem estou falando, é
uma rebelde, ofensiva, que reafirma suas grosserias argumentando que fazem
parte da sua personalidade

Profª Cristiana Passinato says:

quero difundir ciência, mostrar exercícios resolvidos, ajudar a quem precisa
e não pode pagar a 1 professor, sei lá, mas qual é o problema, não é
proibido, não

Profª Cristiana Passinato says:

meu amor

Profª Cristiana Passinato says:

vou ter que fechar esse papo, vc tá sendo desrespeitoso

felipe says:

ALIÁS É ATÉ BÍBLICO, : .....' todo trabalho deve ser remunerado...'

Profª Cristiana Passinato says:

no meu msn

Profª Cristiana Passinato says:

ok

Profª Cristiana Passinato says:

vai ler a bíblia então

Profª Cristiana Passinato says:

e me deixa no meu canto seguindo o meu trabalho, ok?

Profª Cristiana Passinato says:

vc pode seguir o seu

Profª Cristiana Passinato says:

eu aplaudo, e dignifico vc por isso

Profª Cristiana Passinato says:

que bom que vc tá dando até pros colegas

Profª Cristiana Passinato says:

continue assim

Profª Cristiana Passinato says:

é nobre

Profª Cristiana Passinato says:

mas cuidado com essa fome de dinheiro

Profª Cristiana Passinato says:

pq prof mesmo particular

felipe says:

se vc fosse boa o suficiente nao teria tempo de ficar on line p/ resposnder
alunozinhos pn line. estaria com seus horarios cheios como o meu, trabalho
14 hs por dia Cristina,

Profª Cristiana Passinato says:

TEM QUE RALAR MTO PRA GANHAR DINDIM

Profª Cristiana Passinato says:

sim

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

sou péssima

Profª Cristiana Passinato says:

ótimo

Profª Cristiana Passinato says:

eu tb trabalho bastante

Profª Cristiana Passinato says:

parabéns

Profª Cristiana Passinato says:

vai me ofender mais?

Profª Cristiana Passinato says:

pode colocar aí

Profª Cristiana Passinato says:

ótimo

Profª Cristiana Passinato says:

acho ótimo que me ofenda bastante

Profª Cristiana Passinato says:

só tome cuidado, só isso, mas pode continuar

felipe says:

PÁRA DE FALAR MAL DOS OUTROS Q NAO PODEM SE DEFENDER,

Profª Cristiana Passinato says:

hein?

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá viajando

Profª Cristiana Passinato says:

eu hein?

felipe says:

nao quero saber tuas historias, tuas richas,

Profª Cristiana Passinato says:

surtando

Profª Cristiana Passinato says:

menino

Profª Cristiana Passinato says:

vc me conhece? não né?

Profª Cristiana Passinato says:

tá falando com quem nem conhece?

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

vá seguir seu caminho em paz

Profª Cristiana Passinato says:

é o melhor que vc tem a fazer

Profª Cristiana Passinato says:

só isso

Profª Cristiana Passinato says:

boas aulas

Profª Cristiana Passinato says:

e que vc tenha sucesso em seu trabalho

Profª Cristiana Passinato says:

agora, se me permite, poderia seguir o meu trabalho tb?

Profª Cristiana Passinato says:

vc me permite?

felipe says:

so queria q entendesse, nao se pode oferecer à revelia o trabalho q muitos
procuram , muitos poderiam estar alimentando melhos seus filhos, pagando
dividas, comprando remedios se tivessem essa oportunidade q vc esta tirando

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá tentando, mas não conseguirá o que quer

Profª Cristiana Passinato says:

sim

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

mas é opção minha

Profª Cristiana Passinato says:

em que lei diz que eu não posso?

Profª Cristiana Passinato says:

vamos fazer assim?

Profª Cristiana Passinato says:

vc fica com a sua opinião

Profª Cristiana Passinato says:

e eu fico com a minha

Profª Cristiana Passinato says:

os 2 seguem seus caminhos e estamos em paz e conversados, sim?

felipe says:

Cristina, vc est ignorando uma grande realidade, ninguem te apoiou na
comunidade, seus colegas, esta te afirmando q isso nao esta certo, por favor
ve se encherga q seu sonho é um tiro q sai pela culatra, é dificil mas é
preciso tentar aceitar a opiniao de VÁRIOS PROFISSIONAIS.

Profª Cristiana Passinato says:

eu não darei mais ouvidos, pelo menos, sei o que faço e estou seguindo o meu
coração

Profª Cristiana Passinato says:

desculpe

Profª Cristiana Passinato says:

mas não sou os vários profissionais que lá estão

Profª Cristiana Passinato says:

sou eu

Profª Cristiana Passinato says:

EU SOU EU, e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

é com o meu trabalho e meu conhecimento, a minha ralaçãio na faculdade, na
escola técnica, meus estudos, pesquisas que faço isso

felipe says:

CONTINUAREI, SE VC NAO FALIR MEU PROJETO.

Profª Cristiana Passinato says:

ng pode vir contra isso, não proibo ng de nada

Profª Cristiana Passinato says:

já me sacanearam mto e eu não falei nada, e eu agora fico no meu canto
fazendo o meu trabalho e as pessoas vêm em cima, pq?:

Profª Cristiana Passinato says:

falir seu projeto?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkkkkkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

eu vou te pedir licença

Profª Cristiana Passinato says:

mas terei que acabar com esse papo

Profª Cristiana Passinato says:

pq vc tá indo pra um lado que eu realmente tô achando engraçado

Profª Cristiana Passinato says:

agora, vcs me tiraram 1 emprego

Profª Cristiana Passinato says:

e nem sabem

Profª Cristiana Passinato says:

um abraço

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:16

Exatamente isso, o que gostaria de colocar em pauta é a questão de: como
alguém que pode não estar nem em concorrência, que no caso sou eu, pode
quebrar o negócio dele com uma concorrência desleal?
Capitalismo animal? Ou selvagem?
Eu sou comunista e vim de Cuba?
Olha que confusão de conceitos?
Todos que leram acharam curioso e comentaram e os enriquecimentos estão
começando a ser muito proveitosos pela minha difusão, pois me mandaram
opiniões e artigos muito interessantes e estou tentando dividir tudo, pois
acredito que seja um verdadeiro fórum criado, só que descentralizado,
risos...
Espero que as pessoas que estão nessa comunidade do Orkut aprendam a falar
menos e agir mais, pois se entrasse na tal comunidade iria rir, os
verdadeiros quilos de discussões do sexo dos anjos em prol do ego e vaidade
e olha que nem são phD´s nem nada, eu só me envaideço de algo e nem fico
metida, mas me envaideço de algo mto grande, não de algo que todo mundo tem,
todo mundo é.
Ser professor é digno e é uma profissão de uma riqueza de prática imensa,
mas... Qualquer um hoje é, isso que é lastimável e qualquer um segue
querendo oferecer suas valiosas "dicas" por aí por rios.
Quando cobro, é quando vou à domicílio e meu "serviço" é completo, por isso
não sou uma máquina de fazer aulas e alunos e não consigo trabalhar 14 h por
dia, talvez 9 em domicílios e mais as outras quando chego a casa e tenho as
dúvidas e auxílios pelo site (http://pesquisasdequimica.com) e msn, pq não?
Um abraço, e obrigada pelo retorno.

2008/7/20 Nando <nando.str@gmail.com>:

> Profª Cristiana Passinato wrote:
> > Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos
> de
> > clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto
> e
> > gratuito.
> >
> > Triste, mas é verdade!
>
> Bom, conta a história toda agora... pelo que entendi, uma comunidade do
> orkut (antro de gênios) criticou o teu 'serviço' de tirar dúvidas via
> MSN, é isso?
> E agora o carinha com problemas de auto-estima está com medo que isso
> vai acabar com os clientes dele?
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:18

Ok, concordo, mas o pessoal tb tá fazendo como se fosse o quê?
Não é sacerdócio, mas tb não é prostituíção, entende?
Se eu quero tirar dúvidas on line de graça, qual o problema, é custo meu,
trabalho meu, não é?
E quem se envolve não é obrigado, é convidado e faz pq quer, isso é fato.
Quem não quer se envolver e só enriquecer o espaço com conteúdo, indicações
de referências, tb é válido, e eu aceito.
Aceito colaborações de todas as partes e maneiras que acho que contribuam
pra Educação, e isso fere a alguém que se diz prejudicado pelo meu
"dumping"?
Que isso?
kkkkkkk
Um abraço

2008/7/20 Alvaro Augusto (U) <alvaro@daelt.sh06.com>:

> E educação não é um negócio? Cursinhos são fáceis de criticar, mas o que
> diria, por exemplo, o pessoal da Faculdade Pitágoras sobre isso?
>
> Precisamos parar com essa história de que "educação é sacerdócio". Isso só
> serve de munição para aqueles que desejam manter os salários dos professores
> em níveis de subsistência.
>
> [ ]s
>
> Alvaro Augusto de Almeida
> http://www.alvaroaugusto.com.br
> alvaro@lunabay.com.br <alvaro%40lunabay.com.br>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br> ;
> professores_de_quimica ; pesquisas-de-quimica@googlegroups.com<pesquisas-de-quimica%40googlegroups.com>;
> espacoempresarial@yahoogrupos.com.br<espacoempresarial%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Saturday, July 19, 2008 10:47 PM
> Subject: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
>
> Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos de
> clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto e
> gratuito.
>
> Triste, mas é verdade!
>
> Ah! Só estou repassando, pois essa gente fará de tudo pra me denegrir no
> "Mercado" deles, só pq tenho um site que ajuda on line aberta e
> gratuitamente, fazendo o que muitos não fazem por comércio, fazendo de
> forma
> incompleta para sempre ter o "cliente" na mão e os professores que só dão
> dicas, e não ensinam por completo em cursinhos que só lançam fórmulas e
> dizem assim: "ah, vc não precisa entender, só precisa decorar, aceita
> porque
> não tem como você entender"?
>
> Quem banaliza o ensino? Eu?
>
> Leiam, caso possam e queiram e interessar, caso não os interesse, delete e
> desculpe-me, mas preciso me defender de forma pública!
>
> felipe says:
>
> oi Cristina
>
> felipe says:
>
> Lembra de mim ?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> oi
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> lembro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> o menino da comunidade que falou de aulas particulares
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sim, lembro
>
> felipe says:
>
> olha, nao quero brigas ok, mas quero expor minha opinião, sobre sua
> idologia
> e sobre sua mensagem do msn
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu pus alguma msg no msn pra vc ofensiva?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu dou aulas presenciais
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> essas eu cobro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ah sobre essa frase?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu falei isso pq no meu site eu tiro dúvidas mesmo
>
> felipe says:
>
> "professora on line gratis e daí"..... e daí que assim vc está boicotando
> aqueles q ganham um pouco mais p/ complementar um salario indigno de
> professor com aulas particulares.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e nesse espaço é gratuito e livre
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas eu tb faço isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> há mercado pra todos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> nesse sentido, não há quem esteja boicotando ng
>
> felipe says:
>
> ao oferecer isso de graça vc pode estar tirando o ganha pão de alguem, alem
> de estar banalizando opofissionalismo da classe de professores
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> banalizar é fazer musiquinha, ficar explicando por fórmulas e pedindo ao
> aluno que aceite e acabou
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> tem muitos que fazem isso, sabia?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pra mim, isso é banalização
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu passei mal
>
> felipe says:
>
> a palavra profissional significa, ser remunerado por aquilo que realiza por
> trablaho, vc está desdignicando o trabalho
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> já perdi 1 emprego por conta das barbaridades que falaram naquela
> comunidade, já saí dela, só entrei em contato com vc pra perguntar sobre
> aulas particulares, pq tb atuo em domicílio
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se tiver interesse
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu atuo há 15 anos no mercado de aulas particulares
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> envio meu currículo e pronto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se não
>
> felipe says:
>
> olha, discutir metido de ensino é outra historia, so nao acho certo, nem vc
> nem ninuém trabalhar de graça....
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu sigo meu rumo e respeito a opinão de vcs, não estou tirando mercado de
> ng, viu?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> banalização pra mim e pra mta gente é isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não é explicar on line gratuitamente
>
> felipe says:
>
> tipo.. um aluno q faz uso disso, vai ignorar a aula, ficar de papo com o
> clegas pq afinal de contas ele conhece uma professora q ensina de graça
> pela
> internet. PENSA NISSO TÁ.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> banalizar é não cobrar, onde já se viu?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles já ficam
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles colam e copiam sem explicação alguma
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e pronto, é melhor que alguém os oriente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> alguém capacitado, nãos ó peguem um conteúdo todo retalhado pela net sem
> sentido e eles não saibam nem do que se trata?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles lá pelo menos terão explicações, demonstrações
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sempre ligo às explicações teoria
>
> felipe says:
>
> está tirando o meu mercado, 90% da minha renda é de aulas particulares, vc
> esta oferenco de graça aquilo que eu faço com seriedade e profissionalismo
> a
> mais de 8 anos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> tento perguntar por msn se eles fizeram, e muitos me mostram
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu Deus
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> então
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vários no mercado tiram
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vários
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não de graça
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pq tem professor particular a beça por aí
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> em cada bairro se vc for ver
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não só químicos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas biólogos, matemáticos, economistas, dão aula de tudo futebol clube
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se vc for se estressar com concorrência, vc vai ficar louco
>
> felipe says:
>
> ok, mas vc esta sim tirando meus cliente, o q nao tem problema, o sol
> brilha
> para todos, mas vc esta fzendo de graça????? ou seja, todo meu esforço em
> montar uma carteira de cliente, educar os pais a entenderem q o aluno
> precisa de acompanhamento, vc pode destruir tudo q eu montei.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> aula particular em domicílio é diferente de apoio de dúvidas on line,
> querido, pense?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá doido, menino
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu hein?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> fala sério
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> como que eu tô tirando seus clientes?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ah que isso?
>
> felipe says:
>
> Cristina, eu estou terceirizando minhas aulas, eu nao tenho mais tempo,
> estou contratando professor para dar conta dos meus alunos clientes.
> concorrencia ate q me ajuda a desafogar um pouco . mas vc esta causando
> dunping, entende ?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vem cá, deixa de ser menino, e páre e pense, eu não estou tirando de ng
> nada, então um concorrente seu, que cobre mais barato, está "tirando" seus
> alunos?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ahahahahahah
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu amor, sinceramente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá viajando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sincera e honestamente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> viajando!
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> na boa, que absurdo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> primeiro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pra mim Educação não é negócio
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pra princípio de conversa
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> só ganho o justo pra que eu coma
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ok?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> quando dou aulas em domicílio cobro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> quanto tiro dúvidas on line, não
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> isso é comigo, é opçãominha
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e pronto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não é proibido e ng me impede disso, ok?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> acho que estamos conversados, eu não tenho nem interesse de enviar meu
> currículo pra vc
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se vc acha que Educação é comércio
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e eu estou "concorrendo" contigo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> então ficamos por aqui, ok?
>
> felipe says:
>
> vc oferece o meu tipo de seviço GRATIS, ninguem consehgue concorrer a isso
> ,
> vc esta fazedno capitalismo animal sem sentir. é tipo quando grander
> empresas lideres se unem ao perceber q um possivel novo concorrente esta
> crescendo, colocan seus preço o minimo possivel , suportam um preriodo de
> prejuizo(afinal sao randes empresas) e o que estava crescendo nao consegue
> competir, pois nao tem anos ne
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e daí?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e se fosse
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> agora vamos falar a tua língua
>
> felipe says:
>
> por favor cristina, sem faltar respeito ta,sem ironias com " meu amor"!
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> E DAÍ
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ué?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu falo querido e emeu amor sempre
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é meu jeito
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não tôs endo irônica
>
> felipe says:
>
> ok, vc entendera, quando tiver um bom emprego, e um dia trocarem vc e toda
> sua carreia por outro profissional mas barato, ou pior, por outro
> profissional q trabalhe de graça, com isso é impossivel de competir,
>
> felipe says:
>
> vc é do rio né
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu caro professor e colega, não sendo irônica, e agora objetivamente
> falando, pq na sua língua tempo é dinheiro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> já fizeram iss
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e aprendi a ver pelo lado da empresa tb
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles têm as necessidades dele
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e se eu for boa o suficiente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> me recoloco no mercado
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não vou matar 300 pq tô querndo um emprego
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ou ficar neurótica pq tem concorrentes
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> imagina em concurso público, hein?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> voui te contar 1 historinha rápida
>
> felipe says:
>
> oK, EDUCAÇÃO NAO É NEGOCIO, mas educação é profissão, eu sou eduicador, vc
> é
> educadora, AMBOS TEMOS Q SER REMUNARADOS POR ISSO, , sao anos de dedicação
> a
> faculdade, muitas despesas, p/ se tornar um profissional, e chega aqui vc
> TRABALHA DE GRAÇA ???? isso não é CUBA
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> fui a primeira prof part de fís, quim, e mat do Recreio a anunciar numa
> revista de lá
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> hj vários
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vários anunciam
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e o pior
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não são químicos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> são tudo, menos químicos e profs
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> além disso
>
> felipe says:
>
> VC ESTA EMPENHADA UM TEMPO NA WEB EXECERCENDO SUA PROFISSÃO, tem q ser
> remunerada por isso.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> fazm um monte de besteiras que eu fico sabendo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu vou me matar?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pior, fazem anúncios sem sentido só pra ficar na minha frente e ligarem
> antes, eu não mudo o meu, pq não vou tirar o sentido do meu texto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> concordo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas eu não trabalho de graça
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> esse projeto é outro lance
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> esse projeto é um sonho e ideal meu de anos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> 10 anos sonhando com ele
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ele está se tornando real
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e aí vem um bando de gente doida dizendo que eu tô abrindo concorrência com
> vcs?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pera
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> que isso?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não penso tb loucamente no dinheiro, não
>
> felipe says:
>
> vc nao tem nível preofissinal, vc reafirmou sua falta de respeito, mesmo q
> eu pedisse por favor educadamente, agora entendo com quem estou falando, é
> uma rebelde, ofensiva, que reafirma suas grosserias argumentando que fazem
> parte da sua personalidade
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> quero difundir ciência, mostrar exercícios resolvidos, ajudar a quem
> precisa
> e não pode pagar a 1 professor, sei lá, mas qual é o problema, não é
> proibido, não
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu amor
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vou ter que fechar esse papo, vc tá sendo desrespeitoso
>
> felipe says:
>
> ALIÁS É ATÉ BÍBLICO, : .....' todo trabalho deve ser remunerado...'
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> no meu msn
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ok
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vai ler a bíblia então
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e me deixa no meu canto seguindo o meu trabalho, ok?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc pode seguir o seu
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu aplaudo, e dignifico vc por isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> que bom que vc tá dando até pros colegas
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> continue assim
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é nobre
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas cuidado com essa fome de dinheiro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pq prof mesmo particular
>
> felipe says:
>
> se vc fosse boa o suficiente nao teria tempo de ficar on line p/ resposnder
> alunozinhos pn line. estaria com seus horarios cheios como o meu, trabalho
> 14 hs por dia Cristina,
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> TEM QUE RALAR MTO PRA GANHAR DINDIM
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sim
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> concordo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sou péssima
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ótimo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu tb trabalho bastante
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> parabéns
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vai me ofender mais?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pode colocar aí
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ótimo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> acho ótimo que me ofenda bastante
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> só tome cuidado, só isso, mas pode continuar
>
> felipe says:
>
> PÁRA DE FALAR MAL DOS OUTROS Q NAO PODEM SE DEFENDER,
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> hein?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá viajando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu hein?
>
> felipe says:
>
> nao quero saber tuas historias, tuas richas,
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> surtando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> menino
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc me conhece? não né?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> tá falando com quem nem conhece?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vá seguir seu caminho em paz
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é o melhor que vc tem a fazer
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> só isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> boas aulas
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e que vc tenha sucesso em seu trabalho
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> agora, se me permite, poderia seguir o meu trabalho tb?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc me permite?
>
> felipe says:
>
> so queria q entendesse, nao se pode oferecer à revelia o trabalho q muitos
> procuram , muitos poderiam estar alimentando melhos seus filhos, pagando
> dividas, comprando remedios se tivessem essa oportunidade q vc esta tirando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá tentando, mas não conseguirá o que quer
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sim
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> concordo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas é opção minha
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> em que lei diz que eu não posso?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vamos fazer assim?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc fica com a sua opinião
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e eu fico com a minha
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> os 2 seguem seus caminhos e estamos em paz e conversados, sim?
>
> felipe says:
>
> Cristina, vc est ignorando uma grande realidade, ninguem te apoiou na
> comunidade, seus colegas, esta te afirmando q isso nao esta certo, por
> favor
> ve se encherga q seu sonho é um tiro q sai pela culatra, é dificil mas é
> preciso tentar aceitar a opiniao de VÁRIOS PROFISSIONAIS.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu não darei mais ouvidos, pelo menos, sei o que faço e estou seguindo o
> meu
> coração
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> desculpe
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas não sou os vários profissionais que lá estão
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sou eu
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> EU SOU EU, e pronto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é com o meu trabalho e meu conhecimento, a minha ralaçãio na faculdade, na
> escola técnica, meus estudos, pesquisas que faço isso
>
> felipe says:
>
> CONTINUAREI, SE VC NAO FALIR MEU PROJETO.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ng pode vir contra isso, não proibo ng de nada
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> já me sacanearam mto e eu não falei nada, e eu agora fico no meu canto
> fazendo o meu trabalho e as pessoas vêm em cima, pq?:
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> falir seu projeto?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkkkkkkkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu vou te pedir licença
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas terei que acabar com esse papo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pq vc tá indo pra um lado que eu realmente tô achando engraçado
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> agora, vcs me tiraram 1 emprego
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e nem sabem
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> um abraço
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:23

Claudio, acho que isso é pessoal, mas vamos lá:
1) Te achei um cara maneiro pelo seu site, e acho que tua idéia pode ser
discutida até do ponto de vista filosófico e espiritual, mas para ter bases
acadêmicas vc terá que abrir a guarda e discutir mais, acentando alguns
posicionamentos e críticas e reavaliando onde poderia melhorar na tua tese,
ok?
2) Acho que vc leva muito pro pessoal tudo e acredito ainda que se
justifique demais pra quem tem toda e absoluta certeza de que está certo no
que diz.
3) Mostre que está correto, mas não se deixe aparentar estar em desespero,
já que tem consciência que está certo, aliás estar certo depende tanto do
referencial e do ponto de vista, vcs físicos que o digam, até em Mecânica
Clássica se diz que tudo depende do referencial, é assim, não é, eu sou
ignorante demais pra debater Física, mas até onde pude ver como uma pessoa
que me considero uma aprendiz em ciência, acredito nisso.

Um abraço, e sucesso nas suas abordagens e defesas, sempre defenda seus
ideais isso é o princípio mesmo, nós somos sempre combatidos por algo, mas
vai que vc é quem está correto e todos nós que estamos errados, mas nos
prove e terá palmas, pelo menos de mim!

Cristiana

2008/7/20 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Caro Homero,
>
> Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me colocou, e
> a minha teoria, como seus temas principais.
>
> Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não perder a
> minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última vez. Mesmo
> porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal, que é o que tem
> na maior parte do seu texto, nada acrescenta à ciência. Vou apenas me ater a
> rebater os seus textos transcritos a seguir, que são os que contém criticas
> mais objetivas. Vamos lá.
>
> Homero disse:
>
>
> "Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A 2ª Lei
> da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais em natureza,
> mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser
> óbvio com feição de "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Claudio comenta:
>
> Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde uma
> reação, de mesma intensidade e sentido contrário"
>
> A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e
> verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você como
> uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não tratam do
> mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O que está por trás
> da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o seu nome aqui nessa
> lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é que a situação de existirem
> dois componentes em separado só será possível se, e somente se, eles
> formarem um Dual, ou seja, se forem dois Unos (e não UNS, como você
> pejorativamente escreveu) iguais em sua natureza, porém opostos em seu
> sentido. Por outro lado, em decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e
> somente se, existir o outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja
> igual ao primeiro e em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª
> Lei de Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e
> verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha teoria
> aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao formular suas
> leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse leis, sem qualquer
> comprovação, mas apenas com o que é observado objetivamente nos nossos mundo
> e universo. Tal, exatamente, como eu fiz com a minha teoria. Assim,
> sinceramente, não vejo porque as três leis de de Newtons são ditas
> científicas, e as minhas são baboseiras, apesar de apresentarem a estrutura,
> dos eventos físicos (materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da
> física, das partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números
> quanticos, da tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos
> quimicos, do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa
> Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e menos
> pessoal, Homero.
>
> Homero disse:
> "Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um um,
> todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza da
> matemática, puxa vida!"
>
> Claudio comenta:
> Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois é
> formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim, maluquice e
> brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu ceticismo
> preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do que é proposto
> (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa sua frase "Todo dois é
> formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª lei da minha teoria, ela teria
> que ter esse complemento: "desde que esses dois sejam Unos iguais em sua
> natureza e opostos em seu sentido."
>
> Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora, Homero,
> como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma série de
> combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª lei da minha
> teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes totalmente iguais,
> em natureza e sentido; b) dois componentes iguais em natureza e sentido e um
> terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei da minha teoria, para que exista
> um Terno, ou seja, uma situação com três e somente três componentes, é
> necessário que dois componentes formem um Dual, observando o disposto na 2ª
> lei, e que o 3º Uno seja de natureza diferente da natureza do Dual. Pela
> minha teoria, existem, portanto, limitações tanto para a formação do Dual
> quanto para a formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se
> você capta a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa
> capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice),
> não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando minhas propostas,
> e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente. Seja, ao menos, mais
> elegantes em suas colocações, já que não não endende o as demais pessoas
> estão propondo.
>
> Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois dois".
> Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a coisa não seria
> tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha teoria, só existe uma
> situação em que pssa existir quatro componentes interagindo, que a prevista
> pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que exista um Terno interagindo com
> 4º Uno, formando uma Quadra, com a condição de que o 3º e o 4º Unos formem,
> também um Dual, chamado Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que
> faz parte do Terno.
>
> Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª Lei, mas
> como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não comentar minha
> teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei aqui nesa mensagem
> sobre ela foi em resposta às truculências desnecessárias e mal embasadas
> feitas por você, Homero, .
>
> Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco
> lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
> "Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer que
> seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"
>
> Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito obtuso,
> talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa capacidade de
> entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice), associado a
> um conformismo científico que não leva a nada. Fiz questão de repetir pela
> terceira vez para ver se você entende o que eu estou falando.
>
> Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em homenagem
> ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei - tive que
> baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e para lista, é
> ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me aporrinhar nem acredito que
> você queira se aporrinhar. Dessa forma, o melhor é fazermos o seguinte:
> quando você receber alguma mensagem minha nalista, você delete-a, e quando
> eu receber alguma sua, deleto-a também Assim, seremos felizes para sempre.
>
> Claudio Abreu
> www.claudioabreu.com.br
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "J.Victor" <j.victor.neto@...>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br<ciencialist%2540yahoogrupos.com.br>
> >
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "oraculo333" <oraculo@atibaia.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:23

Olá Claudio

Claudio: "Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor,
você me colocou, e a minha teoria, como seus temas principais."

Você NÃO tem uma teoria, Claudio. Pensa que tem, e considerarei que é
um engano legítimo e de boa fé, mas não tem uma teoria.

E se não consegue ver a diferença entre a ação e reação de Newton, e a
bobagem que é "todo dois é formado por dois uns", sinto muito, mas não
posso fazer nada.

Homero


--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
<bidual@...> escreveu
>
> Caro Homero,
>
> Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me
colocou, e a minha teoria, como seus temas principais.
>
> Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não
perder a minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última
vez. Mesmo porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal,
que é o que tem na maior parte do seu texto, nada acrescenta à
ciência. Vou apenas me ater a rebater os seus textos transcritos a
seguir, que são os que contém criticas mais objetivas. Vamos lá.
>
> Homero disse:
>
> "Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A
2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais
em natureza, mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado
por UNS. Vai ser óbvio com feição de "grande e importante verdade"
assim lá na conchinchina!
>
> Claudio comenta:
>
> Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde
uma reação, de mesma intensidade e sentido contrário"
>
> A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e
verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você
como uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não
tratam do mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O
que está por trás da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o
seu nome aqui nessa lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é
que a situação de existirem dois componentes em separado só será
possível se, e somente se, eles formarem um Dual, ou seja, se forem
dois Unos (e não UNS, como você pejorativamente escreveu) iguais em
sua natureza, porém opostos em seu sentido. Por outro lado, em
decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e somente se, existir o
outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja igual ao primeiro e
em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª Lei de
Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e
verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha
teoria aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao
formular suas leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse
leis, sem qualquer comprovação, mas apenas com o que é observado
objetivamente nos nossos mundo e universo. Tal, exatamente, como eu
fiz com a minha teoria. Assim, sinceramente, não vejo porque as três
leis de de Newtons são ditas científicas, e as minhas são baboseiras,
apesar de apresentarem a estrutura, dos eventos físicos
(materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da física, das
partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números quanticos, da
tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos quimicos,
do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa
Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e
menos pessoal, Homero.
>
> Homero disse:
> "Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
da matemática, puxa vida!"
>
> Claudio comenta:
> Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois
é formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim,
maluquice e brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu
ceticismo preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do
que é proposto (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa
sua frase "Todo dois é formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª
lei da minha teoria, ela teria que ter esse complemento: "desde que
esses dois sejam Unos iguais em sua natureza e opostos em seu sentido."
>
> Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora,
Homero, como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma
série de combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª
lei da minha teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes
totalmente iguais, em natureza e sentido; b) dois componentes iguais
em natureza e sentido e um terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei
da minha teoria, para que exista um Terno, ou seja, uma situação com
três e somente três componentes, é necessário que dois componentes
formem um Dual, observando o disposto na 2ª lei, e que o 3º Uno seja
de natureza diferente da natureza do Dual. Pela minha teoria, existem,
portanto, limitações tanto para a formação do Dual quanto para a
formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se você capta
a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa
capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de
burrice), não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando
minhas propostas, e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente.
Seja, ao menos, mais elegantes em suas colocações, já que não não
endende o as demais pessoas estão propondo.
>
> Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois
dois". Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a
coisa não seria tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha
teoria, só existe uma situação em que pssa existir quatro componentes
interagindo, que a prevista pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que
exista um Terno interagindo com 4º Uno, formando uma Quadra, com a
condição de que o 3º e o 4º Unos formem, também um Dual, chamado
Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que faz parte do Terno.
>
> Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª
Lei, mas como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não
comentar minha teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei
aqui nesa mensagem sobre ela foi em resposta às truculências
desnecessárias e mal embasadas feitas por você, Homero, .
>
> Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco
lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
> "Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"
>
> Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito
obtuso, talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa
capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de
burrice), associado a um conformismo científico que não leva a nada.
Fiz questão de repetir pela terceira vez para ver se você entende o
que eu estou falando.
>
> Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em
homenagem ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei
- tive que baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e
para lista, é ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me
aporrinhar nem acredito que você queira se aporrinhar. Dessa forma, o
melhor é fazermos o seguinte: quando você receber alguma mensagem
minha nalista, você delete-a, e quando eu receber alguma sua, deleto-a
também Assim, seremos felizes para sempre.
>
> Claudio Abreu
> www.claudioabreu.com.br
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do
fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum,
expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo,
ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para
pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e
poderoso para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria,
para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
(quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem
que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se
conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior
prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar
uma a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
>
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>




SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "brudna" <lrb@iq.ufrgs.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:40

Concordo com o Oraculo.

Mais uma vez o assunto enche o saco.

Nem é Bidual... é chata sem ser legal. :-)

Até
Luís Brudna

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "oraculo333" <oraculo@...> escreveu
>
> Olá Claudio
>
> Claudio: "Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor,
> você me colocou, e a minha teoria, como seus temas principais."
>
> Você NÃO tem uma teoria, Claudio. Pensa que tem, e considerarei que é
> um engano legítimo e de boa fé, mas não tem uma teoria.
>
> E se não consegue ver a diferença entre a ação e reação de Newton, e a
> bobagem que é "todo dois é formado por dois uns", sinto muito, mas não
> posso fazer nada.
>
> Homero
>
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
> <bidual@> escreveu
> >
> > Caro Homero,
> >
> > Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me
> colocou, e a minha teoria, como seus temas principais.
> >
> > Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não
> perder a minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última
> vez. Mesmo porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal,
>



SUBJECT: Re: [ciencialist] Reação H2O2 + Mg
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:49

Em meio básico acredito que esteja correto, como ocorre com permanganato,
mas Mn é transição e Mg é alcalino terroso, enfim...
Meio neutro (água), talvez tb ocorra pq é alcalino terroso, mas o Mg já tem
uma contribuíção covalente, não sei como o Mg2+ agora de cór, sem pesquisar,
pode ser solvatado, se gera OH- pra formar MgOH em solução, entende?
Mas se for meio ácido forma o óxido, como no desproporcionamento em meio
ácido reagindo com permanganato de potássio.
se eu estiver enganada, os químicos que me auxiliem, ok?
Um abraço,
Cris

2008/7/19 joauml <joauml@gmail.com>:

> gostaria de saber o que acontece nessa reação, eu sei que 2Mg + 2H2O
> --> 2MgOH + H2, estaria errado dizer que 2 H2O2 + 2MG --> 2MGOH + H2 + O2?
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] Reação H2O2 + Mg
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 18:53

Mg(OH)2

2008/7/20 Profª Cristiana Passinato <crispassinato3@gmail.com>:

> Em meio básico acredito que esteja correto, como ocorre com permanganato,
> mas Mn é transição e Mg é alcalino terroso, enfim...
> Meio neutro (água), talvez tb ocorra pq é alcalino terroso, mas o Mg já tem
> uma contribuíção covalente, não sei como o Mg2+ agora de cór, sem pesquisar,
> pode ser solvatado, se gera OH- pra formar MgOH em solução, entende?
> Mas se for meio ácido forma o óxido, como no desproporcionamento em meio
> ácido reagindo com permanganato de potássio.
> se eu estiver enganada, os químicos que me auxiliem, ok?
> Um abraço,
> Cris
>
> 2008/7/19 joauml <joauml@gmail.com>:
>
> gostaria de saber o que acontece nessa reação, eu sei que 2Mg + 2H2O
>> --> 2MgOH + H2, estaria errado dizer que 2 H2O2 + 2MG --> 2MGOH + H2 + O2?
>>
>>
>>
>
>
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo - Comunidade Católica Mariana HESED)
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: Reação H2O2 + Mg
FROM: "joauml" <joauml@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 19:28

Então a reação 2peróxido de hidrogênio(H2O2) + 2Magnésio(Mg) -->
2hidróxido de magnésio(MgOH) + H2 + O2?
Acho que não é H2O2 + 2Mg --> 2MgOH
porque é possível ver que a reação libera um gás.



SUBJECT: Re: [ciencialist] Re: Reação H2O2 + Mg
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 20/07/2008 21:43

É Mg(OH)2

2008/7/20 joauml <joauml@gmail.com>:

> Então a reação 2peróxido de hidrogênio(H2O2) + 2Magnésio(Mg) -->
> 2hidróxido de magnésio(MgOH) + H2 + O2?
> Acho que não é H2O2 + 2Mg --> 2MgOH
> porque é possível ver que a reação libera um gás.
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 20/07/2008 23:52

Homero,

Como já expliquei, e você mais uma vez não entendeu, a 3ª Lei de Lei de Newton é apenas um caso particular da 2ª Lei da TGBD. E não vou explicar de novo, pois você parece ter dificuldade de captar as coisas. Não vou ficar perdendo tempo com gente preconceituosa e obtusa como você.

Claudio Abreu


----- Original Message -----
From: oraculo333
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:23 PM
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Olá Claudio

Claudio: "Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor,
você me colocou, e a minha teoria, como seus temas principais."

Você NÃO tem uma teoria, Claudio. Pensa que tem, e considerarei que é
um engano legítimo e de boa fé, mas não tem uma teoria.

E se não consegue ver a diferença entre a ação e reação de Newton, e a
bobagem que é "todo dois é formado por dois uns", sinto muito, mas não
posso fazer nada.

Homero

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
<bidual@...> escreveu
>
> Caro Homero,
>
> Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me
colocou, e a minha teoria, como seus temas principais.
>
> Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não
perder a minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última
vez. Mesmo porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal,
que é o que tem na maior parte do seu texto, nada acrescenta à
ciência. Vou apenas me ater a rebater os seus textos transcritos a
seguir, que são os que contém criticas mais objetivas. Vamos lá.
>
> Homero disse:
>
> "Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A
2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais
em natureza, mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado
por UNS. Vai ser óbvio com feição de "grande e importante verdade"
assim lá na conchinchina!
>
> Claudio comenta:
>
> Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde
uma reação, de mesma intensidade e sentido contrário"
>
> A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e
verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você
como uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não
tratam do mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O
que está por trás da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o
seu nome aqui nessa lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é
que a situação de existirem dois componentes em separado só será
possível se, e somente se, eles formarem um Dual, ou seja, se forem
dois Unos (e não UNS, como você pejorativamente escreveu) iguais em
sua natureza, porém opostos em seu sentido. Por outro lado, em
decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e somente se, existir o
outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja igual ao primeiro e
em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª Lei de
Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e
verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha
teoria aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao
formular suas leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse
leis, sem qualquer comprovação, mas apenas com o que é observado
objetivamente nos nossos mundo e universo. Tal, exatamente, como eu
fiz com a minha teoria. Assim, sinceramente, não vejo porque as três
leis de de Newtons são ditas científicas, e as minhas são baboseiras,
apesar de apresentarem a estrutura, dos eventos físicos
(materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da física, das
partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números quanticos, da
tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos quimicos,
do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa
Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e
menos pessoal, Homero.
>
> Homero disse:
> "Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
da matemática, puxa vida!"
>
> Claudio comenta:
> Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois
é formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim,
maluquice e brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu
ceticismo preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do
que é proposto (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa
sua frase "Todo dois é formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª
lei da minha teoria, ela teria que ter esse complemento: "desde que
esses dois sejam Unos iguais em sua natureza e opostos em seu sentido."
>
> Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora,
Homero, como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma
série de combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª
lei da minha teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes
totalmente iguais, em natureza e sentido; b) dois componentes iguais
em natureza e sentido e um terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei
da minha teoria, para que exista um Terno, ou seja, uma situação com
três e somente três componentes, é necessário que dois componentes
formem um Dual, observando o disposto na 2ª lei, e que o 3º Uno seja
de natureza diferente da natureza do Dual. Pela minha teoria, existem,
portanto, limitações tanto para a formação do Dual quanto para a
formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se você capta
a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa
capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de
burrice), não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando
minhas propostas, e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente.
Seja, ao menos, mais elegantes em suas colocações, já que não não
endende o as demais pessoas estão propondo.
>
> Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois
dois". Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a
coisa não seria tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha
teoria, só existe uma situação em que pssa existir quatro componentes
interagindo, que a prevista pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que
exista um Terno interagindo com 4º Uno, formando uma Quadra, com a
condição de que o 3º e o 4º Unos formem, também um Dual, chamado
Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que faz parte do Terno.
>
> Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª
Lei, mas como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não
comentar minha teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei
aqui nesa mensagem sobre ela foi em resposta às truculências
desnecessárias e mal embasadas feitas por você, Homero, .
>
> Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco
lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
> "Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"
>
> Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito
obtuso, talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa
capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de
burrice), associado a um conformismo científico que não leva a nada.
Fiz questão de repetir pela terceira vez para ver se você entende o
que eu estou falando.
>
> Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em
homenagem ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei
- tive que baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e
para lista, é ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me
aporrinhar nem acredito que você queira se aporrinhar. Dessa forma, o
melhor é fazermos o seguinte: quando você receber alguma mensagem
minha nalista, você delete-a, e quando eu receber alguma sua, deleto-a
também Assim, seremos felizes para sempre.
>
> Claudio Abreu
> www.claudioabreu.com.br
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do
fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum,
expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo,
ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para
pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e
poderoso para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria,
para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
(quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem
que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se
conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior
prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar
uma a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
>
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 00:27

Homero,

Quem veio falar da minha teoria, que você não reconhece como tal, foi você. Eu apenas coloquei em discussão na lista a questão do Universo ser cíclico ou não. Foi você, que respondeu ao J Victor, que não enviou a mensagem para você, e sim para mim, entrou na discussão sobrea minha teoria, falando uma porção de bobagens e partindo até ofensas pessoais, para as quais tive de dar um chega pra lá à altura, pois não sou cahorro não. Não vou ficar perdendo meu tempo discutindo minha teoria com você. Afinal, ve-se você não dispõe de capacidade mental para entendê-la. Eu falo uma coisa, você entende outra e perdi o saco de ficar lhe explicando como ela seria.

Quanto ao que você disse relacionado ao tema do universo ser cíclico ou não, e que eu contestei, você não falou mais nada. E caiu com todo seu mau humor em cima da minha TGBD. Por acaso isso não foi uma reação ao fato de eu ter dito que você deve ser daqueles ditos cientistas conformistas e conformados que acreditam, sem questionar nada, em tudo que é considerado ciêntífico, e que, assim, concorda com uma teoria que estuda a expansão do universo desde uma fração infinitésima de tempo após o Big Bang, mas que se nega a tentar analisar o que teria se passado no instante e antes do Bib Bang e o que irá se passar após o fim da expansão?`Até brinquei: será que os caras vão deixar para Deus a explicação? Nesse caso você não levanta nem um cartão amarelo para tal tese, que pode até ser correta para o período de tempo que ela analisa, mas que, certamente, é incompleta por se entreter apenas nesse período. E daí você vem querendo dar um cartão vermelho para minha teoria? Quem é você para ousar fazer isso?

Homero, volte ao tema original e responda: o universo é cíclico ou não? Esclareça a sua posição, ou então fique calado, em cima do muro, observando o que rola na lista, sem ficar gerando tumultos.

Claudio Abreu



----- Original Message -----
From: oraculo333
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 20, 2008 5:11 PM
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Esta, abusurda, discussão sobre a assim chamada "teoria bidual" já
ocorreu outras vezes na lista, desde 2004. Para não ter de repetir
todos os argumentos, solenemente ignorados pelo Claudio, de novo, este
link leva, a quem se interessar por tamanha "doidera", as mensagens
daquela época (as minhas, especificamente, talvez ajudem o Claudio a
lembrar de porque não levamos sua teoria a sério):

http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/msearch?date=before&DM=11&DD=1&DY=2007&DM2=------------&DD2=----&DY2=----&AM=contains&AT=oraculo&SM=contains&ST=&MM=contains&MT=bidual&charset=UTF-8

É enlouquecedor ter essas discussões circulares e absolutamente
destituídas de sentido ou propósito aqui na lista, recorrentemente.

É interessante notar quem desde 2004, a tal "teoria" não mudou nada,
não previu nada, não fez "fá nem fú" em absolutamente nada. Como
dragões invisíveis que soltam fogo frio e moram em garagens, esta
"teoria" e "nenhuma teoria" são a mesma coisa, sob qualquer ponto de
vista.

Uma das mensagens, para ter uma idéia do problema:

"Olá Claudio

Essa é fácil..:-) Preciso de um desafio maior, talvez com números
grandes..:-)

Veja, o próprio sistema já diz tudo, é tipagem OAB, 3 letras e dois
antigenos. O AB que falta não é um antigeno, mas a resposta a ambos..:-)

Ou podemos tentar outra abordagem, temos dois antigenos: portanto, 3
possibilidades, a reação a apenas um deles, a reação a ambos ou a
reação a nenhum dos dois. Mais uma vez, 3 reações possíveis..:-)

Ou, ainda, um terno e um uno para controle (a falta de reação total à
esses antígenos específicos..:-)

O que interessa é que as letras são apenas formas de classificar, não
o processo bioquimico ou biologico em sí mesmo. É didático, não
absoluto. Tudo pode ser agrupado e desagrupado para melhor comprensão,
sejam reações, sejam antigenos, sejam substancias quimicas. Existem
centenas de elementos, não 4 elementos (ainda que se pensasse assim no
passado, mas parece que já abandonaram essa abordagem..:-). Mas, para
efeitos de classificação, posso separa-los em qualquer quantidade de
grupos que deseje, 4, 3, 2, 6, 15, etc.

Se tem dois antigenos, dois martelos, duas orelhas ou dois qualquer
coisa, terá 4 combinações..:-) Não importa, é matematica, não a teoria
de tudo. Este, aquele, os dois ou nenhum deles..:-) Matematica, não
revolução na física..:-) Se tiver 3 de qualquer coisa, terá outro
conjunto de possibilidades matemáticas, apenas isso..:-)

Há, como demonstrou o Takata, dezenas de antigenos. Nós os agrupamos
de um determinado modo para efeitos didáticos. Se for mais
conveniente, agruparemos de outra forma. Não é absoluto e certamente
não é o fundamento da fisica deste universo, é matemática simples..:-)

Você usou todos os conceitos matematicos básicos (apesar de o 4 ser
dispensável..:-) e por isso parece que TUDO se encaixa. Dois antigenos
ou dois qualquer coisa terão 4 opções matemáticas. 3 terão outras, mas
sempre poderá voltar a encaixar no que sobra, já que 3 é dois mais um
(o duo mais o uno..:-).

Sejam os quartos de minha casa, sejam as rugas de minha mãe..:-)

Um abraço.

Homero"

Assustador, e cansativo, ter de reviver tudo de novo agora..:-)

Um abraço.

Homero

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "oraculo333" <oraculo@...> escreveu
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
>
>
>
>
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso
para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
(quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma
a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 00:40


Alô lista, respondo a:

============
----- Original Message -----
From: brudna
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:40 PM
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
Concordo com o Oraculo.
Mais uma vez o assunto enche o saco.
Nem é Bidual... é chata sem ser legal. :-)
Até
Luís Brudna
===============

:-) :-):-):-):-):-) Muito engraçadinho você, Brudna, me fez rir bastante. Uma gracinha mesmo. :-) :-):-):-):-):-)

Mas, saiba que quem está trazendo o debate sobre minha teoria, e em carater muitas vezes desrespeitoso e ofensivo, não sou eu, e sim os mesmos de sempre, incluindo agora você, que como moderador da lista deveria observar o que está acontecendo nela, e não se posicionando arbitrariamene a favor de niguém. Afinal, por acaso não tem muito assunto nessa sua lista que também enche o saco e são chatas sem ser legal?

E exijo que não censurar essa mensagem, pois nela estou exercendo meu direito de resposta.

Claudio Abreu




----- Original Message -----
From: brudna
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:40 PM
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Concordo com o Oraculo.

Mais uma vez o assunto enche o saco.

Nem é Bidual... é chata sem ser legal. :-)

Até
Luís Brudna

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "oraculo333" <oraculo@...> escreveu
>
> Olá Claudio
>
> Claudio: "Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor,
> você me colocou, e a minha teoria, como seus temas principais."
>
> Você NÃO tem uma teoria, Claudio. Pensa que tem, e considerarei que é
> um engano legítimo e de boa fé, mas não tem uma teoria.
>
> E se não consegue ver a diferença entre a ação e reação de Newton, e a
> bobagem que é "todo dois é formado por dois uns", sinto muito, mas não
> posso fazer nada.
>
> Homero
>
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
> <bidual@> escreveu
> >
> > Caro Homero,
> >
> > Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me
> colocou, e a minha teoria, como seus temas principais.
> >
> > Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não
> perder a minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última
> vez. Mesmo porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal,
>





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Vídeos com experimentos químicos
FROM: "joauml" <joauml@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 21/07/2008 01:28

Eu fiz uma conta no youtube apenas para colocar meus videos de
experiências, procuro sempre atualizar com novas experiencias. Quem
quiser dar uma olhada lá esse é o link do canal:
http://br.youtube.com/user/JoaumlEphgb
lembrando que em baixo desse canal tem mais experiencias, quem tiver
algum vídeo ou idéia para experiencias pode me adicionar no
msn(joaoweimaraner@hotmail.com) ou mandar um e-mail(joauml@gmail.com)
ou mesmo postar aqui que eu tento colocar lá com créditos.




SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Claudio Abreu - Bidual" <bidual@gbl.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 01:55

Cara Cristiana, se posso assim lhe chamar,

Muito obrigado pelas suas palavras carinhosas e estimulantes, feitas nessa sua mensagem pessoal.

Concordo com você que vou ter que melhorar bem a minha proposta para que ela seja acolhida no mundo acadêmico que é sabidamente exigente. Saiba, contudo, que entre fazer isso ou melhor desenvolver as minhas idéias, fico com a segunda opção, pois julgo ser mais importante é descobrir algo que seja útil e verdadeiro. Caso chegue lá, com a possibilidade de divulgação possibilitada atualmente pela internet, e que deverá aumentar consideravelmente ao longo dos anos, certamente alguém irá descobrir que minhas idéias por serem verdadeiras e úteis, e cuidará de difundí-las no meu acadêmico, obedecendo seus ritos. Só espero que dessa vez me dêem o crédito sobre o que eu propus e não se repita uma história muito desagradável que já me aconteceu há 15 anos atrás, que pode ser vista no meu site http://br.groups.yahoo.com/group/averdadeirahistoriadoplanoreal/

Você diz: "Acho que vc leva muito pro pessoal tudo e acredito ainda que se justifique demais pra quem tem toda e absoluta certeza de que está certo no que diz." Não acho que seja bem assim. Já me cansei de ficar dando demonstrações de força da minha teoria aqui na lista, e não vou mais faze-lo, talvez por já ter a certeza de que estou certo. Repare que tudo que é dito contrariamente ao que proponho nessa lista, eu respondo com toda lógica, demonstrando que estou certo, dando detalhes. Ora isso deve irritar certas pessoas que se consideram cientistas e donos da verdade e dessa lista. Não vou citar nomes, para que isso não dê motivos a elas para voltarem-se contra mim, por nada, só porque eu dei a minha opinião, sempre calcada numa teoria que desenvolvi, que eu tenho certeza de que é verdadeira. Contudo, essas pessoas não a levam sério, até pelo simples preconceito bobo de acharem que ela é metafísica, não é científica, e coisa e tal, esquecendo-se, contudo, de verificar se ela é verdadeira ou não, o que para mim é o que importa.

Você diz: "Um abraço, e sucesso nas suas abordagens e defesas, sempre defenda seus ideais isso é o princípio mesmo, nós somos sempre combatidos por algo, mas vai que vc é quem está correto e todos nós que estamos errados, mas nos prove e terá palmas, pelo menos de mim!"

Como já disse você é muito carinhosa e estimulante, e é muito bom ouvir isso no meio de um verdadeiro ninho de cobras céticas e rancorosas. Só não garanto que terei o saco de continuar nessa lista tentando demonstrar que eu estou certo e vocês errados. Mas é um grande conforto para mim saber que poderei contar com suas palmas se o fizer.

Um grande abraço,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br
http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
http://br.groups.yahoo.com/group/averdadeirahistoriadoplanoreal/



----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:23 PM
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Claudio, acho que isso é pessoal, mas vamos lá:
1) Te achei um cara maneiro pelo seu site, e acho que tua idéia pode ser
discutida até do ponto de vista filosófico e espiritual, mas para ter bases
acadêmicas vc terá que abrir a guarda e discutir mais, acentando alguns
posicionamentos e críticas e reavaliando onde poderia melhorar na tua tese,
ok?
2) Acho que vc leva muito pro pessoal tudo e acredito ainda que se
justifique demais pra quem tem toda e absoluta certeza de que está certo no
que diz.
3) Mostre que está correto, mas não se deixe aparentar estar em desespero,
já que tem consciência que está certo, aliás estar certo depende tanto do
referencial e do ponto de vista, vcs físicos que o digam, até em Mecânica
Clássica se diz que tudo depende do referencial, é assim, não é, eu sou
ignorante demais pra debater Física, mas até onde pude ver como uma pessoa
que me considero uma aprendiz em ciência, acredito nisso.

Um abraço, e sucesso nas suas abordagens e defesas, sempre defenda seus
ideais isso é o princípio mesmo, nós somos sempre combatidos por algo, mas
vai que vc é quem está correto e todos nós que estamos errados, mas nos
prove e terá palmas, pelo menos de mim!

Cristiana

2008/7/20 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Caro Homero,
>
> Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me colocou, e
> a minha teoria, como seus temas principais.
>
> Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não perder a
> minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última vez. Mesmo
> porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal, que é o que tem
> na maior parte do seu texto, nada acrescenta à ciência. Vou apenas me ater a
> rebater os seus textos transcritos a seguir, que são os que contém criticas
> mais objetivas. Vamos lá.
>
> Homero disse:
>
>
> "Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A 2ª Lei
> da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais em natureza,
> mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser
> óbvio com feição de "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Claudio comenta:
>
> Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde uma
> reação, de mesma intensidade e sentido contrário"
>
> A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e
> verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você como
> uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não tratam do
> mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O que está por trás
> da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o seu nome aqui nessa
> lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é que a situação de existirem
> dois componentes em separado só será possível se, e somente se, eles
> formarem um Dual, ou seja, se forem dois Unos (e não UNS, como você
> pejorativamente escreveu) iguais em sua natureza, porém opostos em seu
> sentido. Por outro lado, em decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e
> somente se, existir o outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja
> igual ao primeiro e em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª
> Lei de Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e
> verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha teoria
> aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao formular suas
> leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse leis, sem qualquer
> comprovação, mas apenas com o que é observado objetivamente nos nossos mundo
> e universo. Tal, exatamente, como eu fiz com a minha teoria. Assim,
> sinceramente, não vejo porque as três leis de de Newtons são ditas
> científicas, e as minhas são baboseiras, apesar de apresentarem a estrutura,
> dos eventos físicos (materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da
> física, das partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números
> quanticos, da tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos
> quimicos, do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa
> Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e menos
> pessoal, Homero.
>
> Homero disse:
> "Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um um,
> todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza da
> matemática, puxa vida!"
>
> Claudio comenta:
> Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois é
> formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim, maluquice e
> brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu ceticismo
> preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do que é proposto
> (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa sua frase "Todo dois é
> formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª lei da minha teoria, ela teria
> que ter esse complemento: "desde que esses dois sejam Unos iguais em sua
> natureza e opostos em seu sentido."
>
> Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora, Homero,
> como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma série de
> combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª lei da minha
> teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes totalmente iguais,
> em natureza e sentido; b) dois componentes iguais em natureza e sentido e um
> terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei da minha teoria, para que exista
> um Terno, ou seja, uma situação com três e somente três componentes, é
> necessário que dois componentes formem um Dual, observando o disposto na 2ª
> lei, e que o 3º Uno seja de natureza diferente da natureza do Dual. Pela
> minha teoria, existem, portanto, limitações tanto para a formação do Dual
> quanto para a formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se
> você capta a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa
> capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice),
> não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando minhas propostas,
> e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente. Seja, ao menos, mais
> elegantes em suas colocações, já que não não endende o as demais pessoas
> estão propondo.
>
> Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois dois".
> Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a coisa não seria
> tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha teoria, só existe uma
> situação em que pssa existir quatro componentes interagindo, que a prevista
> pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que exista um Terno interagindo com
> 4º Uno, formando uma Quadra, com a condição de que o 3º e o 4º Unos formem,
> também um Dual, chamado Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que
> faz parte do Terno.
>
> Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª Lei, mas
> como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não comentar minha
> teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei aqui nesa mensagem
> sobre ela foi em resposta às truculências desnecessárias e mal embasadas
> feitas por você, Homero, .
>
> Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco
> lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
> "Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer que
> seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"
>
> Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito obtuso,
> talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa capacidade de
> entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice), associado a
> um conformismo científico que não leva a nada. Fiz questão de repetir pela
> terceira vez para ver se você entende o que eu estou falando.
>
> Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em homenagem
> ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei - tive que
> baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e para lista, é
> ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me aporrinhar nem acredito que
> você queira se aporrinhar. Dessa forma, o melhor é fazermos o seguinte:
> quando você receber alguma mensagem minha nalista, você delete-a, e quando
> eu receber alguma sua, deleto-a também Assim, seremos felizes para sempre.
>
> Claudio Abreu
> www.claudioabreu.com.br
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "J.Victor" <j.victor.neto@...>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br<ciencialist%2540yahoogrupos.com.br>
> >
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 02:12

Concordo em número, gênero e grau Alvaro,

Educação é um negócio, e um negócio muito rentável. Tão rentável que banqueiros estão largando os bancos e entrando nele, veja o exemplo do Haddad no Ibmec.

Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.


From: Alvaro Augusto (U)
Sent: Sunday, July 20, 2008 5:57 PM
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Subject: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???


E educação não é um negócio? Cursinhos são fáceis de criticar, mas o que diria, por exemplo, o pessoal da Faculdade Pitágoras sobre isso?

Precisamos parar com essa história de que "educação é sacerdócio". Isso só serve de munição para aqueles que desejam manter os salários dos professores em níveis de subsistência.

[ ]s

Alvaro Augusto de Almeida
http://www.alvaroaugusto.com.br
alvaro@lunabay.com.br

----- Original Message -----
From: Profª Cristiana Passinato
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br ; professores_de_quimica ; pesquisas-de-quimica@googlegroups.com ; espacoempresarial@yahoogrupos.com.br
Sent: Saturday, July 19, 2008 10:47 PM
Subject: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???

Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos de
clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto e
gratuito.

Triste, mas é verdade!

Ah! Só estou repassando, pois essa gente fará de tudo pra me denegrir no
"Mercado" deles, só pq tenho um site que ajuda on line aberta e
gratuitamente, fazendo o que muitos não fazem por comércio, fazendo de forma
incompleta para sempre ter o "cliente" na mão e os professores que só dão
dicas, e não ensinam por completo em cursinhos que só lançam fórmulas e
dizem assim: "ah, vc não precisa entender, só precisa decorar, aceita porque
não tem como você entender"?

Quem banaliza o ensino? Eu?

Leiam, caso possam e queiram e interessar, caso não os interesse, delete e
desculpe-me, mas preciso me defender de forma pública!

felipe says:

oi Cristina

felipe says:

Lembra de mim ?

Profª Cristiana Passinato says:

oi

Profª Cristiana Passinato says:

lembro

Profª Cristiana Passinato says:

o menino da comunidade que falou de aulas particulares

Profª Cristiana Passinato says:

sim, lembro

felipe says:

olha, nao quero brigas ok, mas quero expor minha opinião, sobre sua idologia
e sobre sua mensagem do msn

Profª Cristiana Passinato says:

eu pus alguma msg no msn pra vc ofensiva?

Profª Cristiana Passinato says:

eu dou aulas presenciais

Profª Cristiana Passinato says:

essas eu cobro

Profª Cristiana Passinato says:

ah sobre essa frase?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkk

Profª Cristiana Passinato says:

eu falei isso pq no meu site eu tiro dúvidas mesmo

felipe says:

"professora on line gratis e daí"..... e daí que assim vc está boicotando
aqueles q ganham um pouco mais p/ complementar um salario indigno de
professor com aulas particulares.

Profª Cristiana Passinato says:

e nesse espaço é gratuito e livre

Profª Cristiana Passinato says:

mas eu tb faço isso

Profª Cristiana Passinato says:

há mercado pra todos

Profª Cristiana Passinato says:

nesse sentido, não há quem esteja boicotando ng

felipe says:

ao oferecer isso de graça vc pode estar tirando o ganha pão de alguem, alem
de estar banalizando opofissionalismo da classe de professores

Profª Cristiana Passinato says:

banalizar é fazer musiquinha, ficar explicando por fórmulas e pedindo ao
aluno que aceite e acabou

Profª Cristiana Passinato says:

tem muitos que fazem isso, sabia?

Profª Cristiana Passinato says:

pra mim, isso é banalização

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

eu passei mal

felipe says:

a palavra profissional significa, ser remunerado por aquilo que realiza por
trablaho, vc está desdignicando o trabalho

Profª Cristiana Passinato says:

já perdi 1 emprego por conta das barbaridades que falaram naquela
comunidade, já saí dela, só entrei em contato com vc pra perguntar sobre
aulas particulares, pq tb atuo em domicílio

Profª Cristiana Passinato says:

se tiver interesse

Profª Cristiana Passinato says:

eu atuo há 15 anos no mercado de aulas particulares

Profª Cristiana Passinato says:

envio meu currículo e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

se não

felipe says:

olha, discutir metido de ensino é outra historia, so nao acho certo, nem vc
nem ninuém trabalhar de graça....

Profª Cristiana Passinato says:

eu sigo meu rumo e respeito a opinão de vcs, não estou tirando mercado de
ng, viu?

Profª Cristiana Passinato says:

banalização pra mim e pra mta gente é isso

Profª Cristiana Passinato says:

não é explicar on line gratuitamente

felipe says:

tipo.. um aluno q faz uso disso, vai ignorar a aula, ficar de papo com o
clegas pq afinal de contas ele conhece uma professora q ensina de graça pela
internet. PENSA NISSO TÁ.

Profª Cristiana Passinato says:

banalizar é não cobrar, onde já se viu?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

eles já ficam

Profª Cristiana Passinato says:

eles colam e copiam sem explicação alguma

Profª Cristiana Passinato says:

e pronto, é melhor que alguém os oriente

Profª Cristiana Passinato says:

alguém capacitado, nãos ó peguem um conteúdo todo retalhado pela net sem
sentido e eles não saibam nem do que se trata?

Profª Cristiana Passinato says:

eles lá pelo menos terão explicações, demonstrações

Profª Cristiana Passinato says:

sempre ligo às explicações teoria

felipe says:

está tirando o meu mercado, 90% da minha renda é de aulas particulares, vc
esta oferenco de graça aquilo que eu faço com seriedade e profissionalismo a
mais de 8 anos

Profª Cristiana Passinato says:

tento perguntar por msn se eles fizeram, e muitos me mostram

Profª Cristiana Passinato says:

meu Deus

Profª Cristiana Passinato says:

então

Profª Cristiana Passinato says:

vários no mercado tiram

Profª Cristiana Passinato says:

vários

Profª Cristiana Passinato says:

não de graça

Profª Cristiana Passinato says:

pq tem professor particular a beça por aí

Profª Cristiana Passinato says:

em cada bairro se vc for ver

Profª Cristiana Passinato says:

não só químicos

Profª Cristiana Passinato says:

mas biólogos, matemáticos, economistas, dão aula de tudo futebol clube

Profª Cristiana Passinato says:

se vc for se estressar com concorrência, vc vai ficar louco

felipe says:

ok, mas vc esta sim tirando meus cliente, o q nao tem problema, o sol brilha
para todos, mas vc esta fzendo de graça????? ou seja, todo meu esforço em
montar uma carteira de cliente, educar os pais a entenderem q o aluno
precisa de acompanhamento, vc pode destruir tudo q eu montei.

Profª Cristiana Passinato says:

aula particular em domicílio é diferente de apoio de dúvidas on line,
querido, pense?

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá doido, menino

Profª Cristiana Passinato says:

eu hein?

Profª Cristiana Passinato says:

fala sério

Profª Cristiana Passinato says:

como que eu tô tirando seus clientes?

Profª Cristiana Passinato says:

ah que isso?

felipe says:

Cristina, eu estou terceirizando minhas aulas, eu nao tenho mais tempo,
estou contratando professor para dar conta dos meus alunos clientes.
concorrencia ate q me ajuda a desafogar um pouco . mas vc esta causando
dunping, entende ?

Profª Cristiana Passinato says:

vem cá, deixa de ser menino, e páre e pense, eu não estou tirando de ng
nada, então um concorrente seu, que cobre mais barato, está "tirando" seus
alunos?

Profª Cristiana Passinato says:

ahahahahahah

Profª Cristiana Passinato says:

meu amor, sinceramente

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá viajando

Profª Cristiana Passinato says:

sincera e honestamente

Profª Cristiana Passinato says:

viajando!

Profª Cristiana Passinato says:

na boa, que absurdo

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

primeiro

Profª Cristiana Passinato says:

pra mim Educação não é negócio

Profª Cristiana Passinato says:

pra princípio de conversa

Profª Cristiana Passinato says:

só ganho o justo pra que eu coma

Profª Cristiana Passinato says:

ok?

Profª Cristiana Passinato says:

quando dou aulas em domicílio cobro

Profª Cristiana Passinato says:

quanto tiro dúvidas on line, não

Profª Cristiana Passinato says:

isso é comigo, é opçãominha

Profª Cristiana Passinato says:

e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

não é proibido e ng me impede disso, ok?

Profª Cristiana Passinato says:

acho que estamos conversados, eu não tenho nem interesse de enviar meu
currículo pra vc

Profª Cristiana Passinato says:

se vc acha que Educação é comércio

Profª Cristiana Passinato says:

e eu estou "concorrendo" contigo

Profª Cristiana Passinato says:

então ficamos por aqui, ok?

felipe says:

vc oferece o meu tipo de seviço GRATIS, ninguem consehgue concorrer a isso ,
vc esta fazedno capitalismo animal sem sentir. é tipo quando grander
empresas lideres se unem ao perceber q um possivel novo concorrente esta
crescendo, colocan seus preço o minimo possivel , suportam um preriodo de
prejuizo(afinal sao randes empresas) e o que estava crescendo nao consegue
competir, pois nao tem anos ne

Profª Cristiana Passinato says:

e daí?

Profª Cristiana Passinato says:

e se fosse

Profª Cristiana Passinato says:

agora vamos falar a tua língua

felipe says:

por favor cristina, sem faltar respeito ta,sem ironias com " meu amor"!

Profª Cristiana Passinato says:

E DAÍ

Profª Cristiana Passinato says:

ué?

Profª Cristiana Passinato says:

eu falo querido e emeu amor sempre

Profª Cristiana Passinato says:

é meu jeito

Profª Cristiana Passinato says:

não tôs endo irônica

felipe says:

ok, vc entendera, quando tiver um bom emprego, e um dia trocarem vc e toda
sua carreia por outro profissional mas barato, ou pior, por outro
profissional q trabalhe de graça, com isso é impossivel de competir,

felipe says:

vc é do rio né

Profª Cristiana Passinato says:

meu caro professor e colega, não sendo irônica, e agora objetivamente
falando, pq na sua língua tempo é dinheiro

Profª Cristiana Passinato says:

já fizeram iss

Profª Cristiana Passinato says:

e aprendi a ver pelo lado da empresa tb

Profª Cristiana Passinato says:

eles têm as necessidades dele

Profª Cristiana Passinato says:

e se eu for boa o suficiente

Profª Cristiana Passinato says:

me recoloco no mercado

Profª Cristiana Passinato says:

não vou matar 300 pq tô querndo um emprego

Profª Cristiana Passinato says:

ou ficar neurótica pq tem concorrentes

Profª Cristiana Passinato says:

imagina em concurso público, hein?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

voui te contar 1 historinha rápida

felipe says:

oK, EDUCAÇÃO NAO É NEGOCIO, mas educação é profissão, eu sou eduicador, vc é
educadora, AMBOS TEMOS Q SER REMUNARADOS POR ISSO, , sao anos de dedicação a
faculdade, muitas despesas, p/ se tornar um profissional, e chega aqui vc
TRABALHA DE GRAÇA ???? isso não é CUBA

Profª Cristiana Passinato says:

fui a primeira prof part de fís, quim, e mat do Recreio a anunciar numa
revista de lá

Profª Cristiana Passinato says:

hj vários

Profª Cristiana Passinato says:

vários anunciam

Profª Cristiana Passinato says:

e o pior

Profª Cristiana Passinato says:

não são químicos

Profª Cristiana Passinato says:

são tudo, menos químicos e profs

Profª Cristiana Passinato says:

além disso

felipe says:

VC ESTA EMPENHADA UM TEMPO NA WEB EXECERCENDO SUA PROFISSÃO, tem q ser
remunerada por isso.

Profª Cristiana Passinato says:

fazm um monte de besteiras que eu fico sabendo

Profª Cristiana Passinato says:

eu vou me matar?

Profª Cristiana Passinato says:

pior, fazem anúncios sem sentido só pra ficar na minha frente e ligarem
antes, eu não mudo o meu, pq não vou tirar o sentido do meu texto

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

mas eu não trabalho de graça

Profª Cristiana Passinato says:

esse projeto é outro lance

Profª Cristiana Passinato says:

esse projeto é um sonho e ideal meu de anos

Profª Cristiana Passinato says:

10 anos sonhando com ele

Profª Cristiana Passinato says:

ele está se tornando real

Profª Cristiana Passinato says:

e aí vem um bando de gente doida dizendo que eu tô abrindo concorrência com
vcs?

Profª Cristiana Passinato says:

pera

Profª Cristiana Passinato says:

que isso?

Profª Cristiana Passinato says:

não penso tb loucamente no dinheiro, não

felipe says:

vc nao tem nível preofissinal, vc reafirmou sua falta de respeito, mesmo q
eu pedisse por favor educadamente, agora entendo com quem estou falando, é
uma rebelde, ofensiva, que reafirma suas grosserias argumentando que fazem
parte da sua personalidade

Profª Cristiana Passinato says:

quero difundir ciência, mostrar exercícios resolvidos, ajudar a quem precisa
e não pode pagar a 1 professor, sei lá, mas qual é o problema, não é
proibido, não

Profª Cristiana Passinato says:

meu amor

Profª Cristiana Passinato says:

vou ter que fechar esse papo, vc tá sendo desrespeitoso

felipe says:

ALIÁS É ATÉ BÍBLICO, : .....' todo trabalho deve ser remunerado...'

Profª Cristiana Passinato says:

no meu msn

Profª Cristiana Passinato says:

ok

Profª Cristiana Passinato says:

vai ler a bíblia então

Profª Cristiana Passinato says:

e me deixa no meu canto seguindo o meu trabalho, ok?

Profª Cristiana Passinato says:

vc pode seguir o seu

Profª Cristiana Passinato says:

eu aplaudo, e dignifico vc por isso

Profª Cristiana Passinato says:

que bom que vc tá dando até pros colegas

Profª Cristiana Passinato says:

continue assim

Profª Cristiana Passinato says:

é nobre

Profª Cristiana Passinato says:

mas cuidado com essa fome de dinheiro

Profª Cristiana Passinato says:

pq prof mesmo particular

felipe says:

se vc fosse boa o suficiente nao teria tempo de ficar on line p/ resposnder
alunozinhos pn line. estaria com seus horarios cheios como o meu, trabalho
14 hs por dia Cristina,

Profª Cristiana Passinato says:

TEM QUE RALAR MTO PRA GANHAR DINDIM

Profª Cristiana Passinato says:

sim

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

sou péssima

Profª Cristiana Passinato says:

ótimo

Profª Cristiana Passinato says:

eu tb trabalho bastante

Profª Cristiana Passinato says:

parabéns

Profª Cristiana Passinato says:

vai me ofender mais?

Profª Cristiana Passinato says:

pode colocar aí

Profª Cristiana Passinato says:

ótimo

Profª Cristiana Passinato says:

acho ótimo que me ofenda bastante

Profª Cristiana Passinato says:

só tome cuidado, só isso, mas pode continuar

felipe says:

PÁRA DE FALAR MAL DOS OUTROS Q NAO PODEM SE DEFENDER,

Profª Cristiana Passinato says:

hein?

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá viajando

Profª Cristiana Passinato says:

eu hein?

felipe says:

nao quero saber tuas historias, tuas richas,

Profª Cristiana Passinato says:

surtando

Profª Cristiana Passinato says:

menino

Profª Cristiana Passinato says:

vc me conhece? não né?

Profª Cristiana Passinato says:

tá falando com quem nem conhece?

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

vá seguir seu caminho em paz

Profª Cristiana Passinato says:

é o melhor que vc tem a fazer

Profª Cristiana Passinato says:

só isso

Profª Cristiana Passinato says:

boas aulas

Profª Cristiana Passinato says:

e que vc tenha sucesso em seu trabalho

Profª Cristiana Passinato says:

agora, se me permite, poderia seguir o meu trabalho tb?

Profª Cristiana Passinato says:

vc me permite?

felipe says:

so queria q entendesse, nao se pode oferecer à revelia o trabalho q muitos
procuram , muitos poderiam estar alimentando melhos seus filhos, pagando
dividas, comprando remedios se tivessem essa oportunidade q vc esta tirando

Profª Cristiana Passinato says:

vc tá tentando, mas não conseguirá o que quer

Profª Cristiana Passinato says:

sim

Profª Cristiana Passinato says:

concordo

Profª Cristiana Passinato says:

mas é opção minha

Profª Cristiana Passinato says:

em que lei diz que eu não posso?

Profª Cristiana Passinato says:

vamos fazer assim?

Profª Cristiana Passinato says:

vc fica com a sua opinião

Profª Cristiana Passinato says:

e eu fico com a minha

Profª Cristiana Passinato says:

os 2 seguem seus caminhos e estamos em paz e conversados, sim?

felipe says:

Cristina, vc est ignorando uma grande realidade, ninguem te apoiou na
comunidade, seus colegas, esta te afirmando q isso nao esta certo, por favor
ve se encherga q seu sonho é um tiro q sai pela culatra, é dificil mas é
preciso tentar aceitar a opiniao de VÁRIOS PROFISSIONAIS.

Profª Cristiana Passinato says:

eu não darei mais ouvidos, pelo menos, sei o que faço e estou seguindo o meu
coração

Profª Cristiana Passinato says:

desculpe

Profª Cristiana Passinato says:

mas não sou os vários profissionais que lá estão

Profª Cristiana Passinato says:

sou eu

Profª Cristiana Passinato says:

EU SOU EU, e pronto

Profª Cristiana Passinato says:

é com o meu trabalho e meu conhecimento, a minha ralaçãio na faculdade, na
escola técnica, meus estudos, pesquisas que faço isso

felipe says:

CONTINUAREI, SE VC NAO FALIR MEU PROJETO.

Profª Cristiana Passinato says:

ng pode vir contra isso, não proibo ng de nada

Profª Cristiana Passinato says:

já me sacanearam mto e eu não falei nada, e eu agora fico no meu canto
fazendo o meu trabalho e as pessoas vêm em cima, pq?:

Profª Cristiana Passinato says:

falir seu projeto?

Profª Cristiana Passinato says:

kkkkkkkkkkkkk

Profª Cristiana Passinato says:

olha só

Profª Cristiana Passinato says:

eu vou te pedir licença

Profª Cristiana Passinato says:

mas terei que acabar com esse papo

Profª Cristiana Passinato says:

pq vc tá indo pra um lado que eu realmente tô achando engraçado

Profª Cristiana Passinato says:

agora, vcs me tiraram 1 emprego

Profª Cristiana Passinato says:

e nem sabem

Profª Cristiana Passinato says:

um abraço

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 02:16

Você pode fazer o que quiser, e tolo é quem acha que o ensino gratuito vai quebrar quem cobra, continua existindo ensino público e gratuito e os donos de escola e faculdade tem os bolsos cada dia mais cheios.

Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.


From: Profª Cristiana Passinato
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:18 PM
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Subject: Re: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???


Ok, concordo, mas o pessoal tb tá fazendo como se fosse o quê?
Não é sacerdócio, mas tb não é prostituíção, entende?
Se eu quero tirar dúvidas on line de graça, qual o problema, é custo meu,
trabalho meu, não é?
E quem se envolve não é obrigado, é convidado e faz pq quer, isso é fato.
Quem não quer se envolver e só enriquecer o espaço com conteúdo, indicações
de referências, tb é válido, e eu aceito.
Aceito colaborações de todas as partes e maneiras que acho que contribuam
pra Educação, e isso fere a alguém que se diz prejudicado pelo meu
"dumping"?
Que isso?
kkkkkkk
Um abraço

2008/7/20 Alvaro Augusto (U) <alvaro@daelt.sh06.com>:

> E educação não é um negócio? Cursinhos são fáceis de criticar, mas o que
> diria, por exemplo, o pessoal da Faculdade Pitágoras sobre isso?
>
> Precisamos parar com essa história de que "educação é sacerdócio". Isso só
> serve de munição para aqueles que desejam manter os salários dos professores
> em níveis de subsistência.
>
> [ ]s
>
> Alvaro Augusto de Almeida
> http://www.alvaroaugusto.com.br
> alvaro@lunabay.com.br <alvaro%40lunabay.com.br>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: Profª Cristiana Passinato
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br> ;
> professores_de_quimica ; pesquisas-de-quimica@googlegroups.com<pesquisas-de-quimica%40googlegroups.com>;
> espacoempresarial@yahoogrupos.com.br<espacoempresarial%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Saturday, July 19, 2008 10:47 PM
> Subject: [ciencialist] CONCORRÊNCIA DESLEAL???
>
> Esse é o tipo de "Professor" que trata o seu ensino como negócio, alunos de
> clientes e se desespera com a concorrência, até mesmo num projeto aberto e
> gratuito.
>
> Triste, mas é verdade!
>
> Ah! Só estou repassando, pois essa gente fará de tudo pra me denegrir no
> "Mercado" deles, só pq tenho um site que ajuda on line aberta e
> gratuitamente, fazendo o que muitos não fazem por comércio, fazendo de
> forma
> incompleta para sempre ter o "cliente" na mão e os professores que só dão
> dicas, e não ensinam por completo em cursinhos que só lançam fórmulas e
> dizem assim: "ah, vc não precisa entender, só precisa decorar, aceita
> porque
> não tem como você entender"?
>
> Quem banaliza o ensino? Eu?
>
> Leiam, caso possam e queiram e interessar, caso não os interesse, delete e
> desculpe-me, mas preciso me defender de forma pública!
>
> felipe says:
>
> oi Cristina
>
> felipe says:
>
> Lembra de mim ?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> oi
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> lembro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> o menino da comunidade que falou de aulas particulares
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sim, lembro
>
> felipe says:
>
> olha, nao quero brigas ok, mas quero expor minha opinião, sobre sua
> idologia
> e sobre sua mensagem do msn
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu pus alguma msg no msn pra vc ofensiva?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu dou aulas presenciais
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> essas eu cobro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ah sobre essa frase?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu falei isso pq no meu site eu tiro dúvidas mesmo
>
> felipe says:
>
> "professora on line gratis e daí"..... e daí que assim vc está boicotando
> aqueles q ganham um pouco mais p/ complementar um salario indigno de
> professor com aulas particulares.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e nesse espaço é gratuito e livre
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas eu tb faço isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> há mercado pra todos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> nesse sentido, não há quem esteja boicotando ng
>
> felipe says:
>
> ao oferecer isso de graça vc pode estar tirando o ganha pão de alguem, alem
> de estar banalizando opofissionalismo da classe de professores
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> banalizar é fazer musiquinha, ficar explicando por fórmulas e pedindo ao
> aluno que aceite e acabou
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> tem muitos que fazem isso, sabia?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pra mim, isso é banalização
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu passei mal
>
> felipe says:
>
> a palavra profissional significa, ser remunerado por aquilo que realiza por
> trablaho, vc está desdignicando o trabalho
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> já perdi 1 emprego por conta das barbaridades que falaram naquela
> comunidade, já saí dela, só entrei em contato com vc pra perguntar sobre
> aulas particulares, pq tb atuo em domicílio
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se tiver interesse
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu atuo há 15 anos no mercado de aulas particulares
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> envio meu currículo e pronto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se não
>
> felipe says:
>
> olha, discutir metido de ensino é outra historia, so nao acho certo, nem vc
> nem ninuém trabalhar de graça....
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu sigo meu rumo e respeito a opinão de vcs, não estou tirando mercado de
> ng, viu?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> banalização pra mim e pra mta gente é isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não é explicar on line gratuitamente
>
> felipe says:
>
> tipo.. um aluno q faz uso disso, vai ignorar a aula, ficar de papo com o
> clegas pq afinal de contas ele conhece uma professora q ensina de graça
> pela
> internet. PENSA NISSO TÁ.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> banalizar é não cobrar, onde já se viu?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles já ficam
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles colam e copiam sem explicação alguma
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e pronto, é melhor que alguém os oriente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> alguém capacitado, nãos ó peguem um conteúdo todo retalhado pela net sem
> sentido e eles não saibam nem do que se trata?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles lá pelo menos terão explicações, demonstrações
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sempre ligo às explicações teoria
>
> felipe says:
>
> está tirando o meu mercado, 90% da minha renda é de aulas particulares, vc
> esta oferenco de graça aquilo que eu faço com seriedade e profissionalismo
> a
> mais de 8 anos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> tento perguntar por msn se eles fizeram, e muitos me mostram
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu Deus
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> então
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vários no mercado tiram
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vários
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não de graça
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pq tem professor particular a beça por aí
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> em cada bairro se vc for ver
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não só químicos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas biólogos, matemáticos, economistas, dão aula de tudo futebol clube
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se vc for se estressar com concorrência, vc vai ficar louco
>
> felipe says:
>
> ok, mas vc esta sim tirando meus cliente, o q nao tem problema, o sol
> brilha
> para todos, mas vc esta fzendo de graça????? ou seja, todo meu esforço em
> montar uma carteira de cliente, educar os pais a entenderem q o aluno
> precisa de acompanhamento, vc pode destruir tudo q eu montei.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> aula particular em domicílio é diferente de apoio de dúvidas on line,
> querido, pense?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá doido, menino
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu hein?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> fala sério
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> como que eu tô tirando seus clientes?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ah que isso?
>
> felipe says:
>
> Cristina, eu estou terceirizando minhas aulas, eu nao tenho mais tempo,
> estou contratando professor para dar conta dos meus alunos clientes.
> concorrencia ate q me ajuda a desafogar um pouco . mas vc esta causando
> dunping, entende ?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vem cá, deixa de ser menino, e páre e pense, eu não estou tirando de ng
> nada, então um concorrente seu, que cobre mais barato, está "tirando" seus
> alunos?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ahahahahahah
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu amor, sinceramente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá viajando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sincera e honestamente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> viajando!
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> na boa, que absurdo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> primeiro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pra mim Educação não é negócio
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pra princípio de conversa
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> só ganho o justo pra que eu coma
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ok?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> quando dou aulas em domicílio cobro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> quanto tiro dúvidas on line, não
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> isso é comigo, é opçãominha
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e pronto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não é proibido e ng me impede disso, ok?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> acho que estamos conversados, eu não tenho nem interesse de enviar meu
> currículo pra vc
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> se vc acha que Educação é comércio
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e eu estou "concorrendo" contigo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> então ficamos por aqui, ok?
>
> felipe says:
>
> vc oferece o meu tipo de seviço GRATIS, ninguem consehgue concorrer a isso
> ,
> vc esta fazedno capitalismo animal sem sentir. é tipo quando grander
> empresas lideres se unem ao perceber q um possivel novo concorrente esta
> crescendo, colocan seus preço o minimo possivel , suportam um preriodo de
> prejuizo(afinal sao randes empresas) e o que estava crescendo nao consegue
> competir, pois nao tem anos ne
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e daí?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e se fosse
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> agora vamos falar a tua língua
>
> felipe says:
>
> por favor cristina, sem faltar respeito ta,sem ironias com " meu amor"!
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> E DAÍ
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ué?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu falo querido e emeu amor sempre
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é meu jeito
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não tôs endo irônica
>
> felipe says:
>
> ok, vc entendera, quando tiver um bom emprego, e um dia trocarem vc e toda
> sua carreia por outro profissional mas barato, ou pior, por outro
> profissional q trabalhe de graça, com isso é impossivel de competir,
>
> felipe says:
>
> vc é do rio né
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu caro professor e colega, não sendo irônica, e agora objetivamente
> falando, pq na sua língua tempo é dinheiro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> já fizeram iss
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e aprendi a ver pelo lado da empresa tb
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eles têm as necessidades dele
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e se eu for boa o suficiente
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> me recoloco no mercado
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não vou matar 300 pq tô querndo um emprego
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ou ficar neurótica pq tem concorrentes
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> imagina em concurso público, hein?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> voui te contar 1 historinha rápida
>
> felipe says:
>
> oK, EDUCAÇÃO NAO É NEGOCIO, mas educação é profissão, eu sou eduicador, vc
> é
> educadora, AMBOS TEMOS Q SER REMUNARADOS POR ISSO, , sao anos de dedicação
> a
> faculdade, muitas despesas, p/ se tornar um profissional, e chega aqui vc
> TRABALHA DE GRAÇA ???? isso não é CUBA
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> fui a primeira prof part de fís, quim, e mat do Recreio a anunciar numa
> revista de lá
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> hj vários
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vários anunciam
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e o pior
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não são químicos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> são tudo, menos químicos e profs
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> além disso
>
> felipe says:
>
> VC ESTA EMPENHADA UM TEMPO NA WEB EXECERCENDO SUA PROFISSÃO, tem q ser
> remunerada por isso.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> fazm um monte de besteiras que eu fico sabendo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu vou me matar?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pior, fazem anúncios sem sentido só pra ficar na minha frente e ligarem
> antes, eu não mudo o meu, pq não vou tirar o sentido do meu texto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> concordo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas eu não trabalho de graça
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> esse projeto é outro lance
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> esse projeto é um sonho e ideal meu de anos
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> 10 anos sonhando com ele
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ele está se tornando real
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e aí vem um bando de gente doida dizendo que eu tô abrindo concorrência com
> vcs?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pera
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> que isso?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> não penso tb loucamente no dinheiro, não
>
> felipe says:
>
> vc nao tem nível preofissinal, vc reafirmou sua falta de respeito, mesmo q
> eu pedisse por favor educadamente, agora entendo com quem estou falando, é
> uma rebelde, ofensiva, que reafirma suas grosserias argumentando que fazem
> parte da sua personalidade
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> quero difundir ciência, mostrar exercícios resolvidos, ajudar a quem
> precisa
> e não pode pagar a 1 professor, sei lá, mas qual é o problema, não é
> proibido, não
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> meu amor
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vou ter que fechar esse papo, vc tá sendo desrespeitoso
>
> felipe says:
>
> ALIÁS É ATÉ BÍBLICO, : .....' todo trabalho deve ser remunerado...'
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> no meu msn
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ok
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vai ler a bíblia então
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e me deixa no meu canto seguindo o meu trabalho, ok?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc pode seguir o seu
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu aplaudo, e dignifico vc por isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> que bom que vc tá dando até pros colegas
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> continue assim
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é nobre
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas cuidado com essa fome de dinheiro
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pq prof mesmo particular
>
> felipe says:
>
> se vc fosse boa o suficiente nao teria tempo de ficar on line p/ resposnder
> alunozinhos pn line. estaria com seus horarios cheios como o meu, trabalho
> 14 hs por dia Cristina,
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> TEM QUE RALAR MTO PRA GANHAR DINDIM
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sim
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> concordo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sou péssima
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ótimo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu tb trabalho bastante
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> parabéns
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vai me ofender mais?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pode colocar aí
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ótimo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> acho ótimo que me ofenda bastante
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> só tome cuidado, só isso, mas pode continuar
>
> felipe says:
>
> PÁRA DE FALAR MAL DOS OUTROS Q NAO PODEM SE DEFENDER,
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> hein?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá viajando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu hein?
>
> felipe says:
>
> nao quero saber tuas historias, tuas richas,
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> surtando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> menino
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc me conhece? não né?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> tá falando com quem nem conhece?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vá seguir seu caminho em paz
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é o melhor que vc tem a fazer
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> só isso
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> boas aulas
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e que vc tenha sucesso em seu trabalho
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> agora, se me permite, poderia seguir o meu trabalho tb?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc me permite?
>
> felipe says:
>
> so queria q entendesse, nao se pode oferecer à revelia o trabalho q muitos
> procuram , muitos poderiam estar alimentando melhos seus filhos, pagando
> dividas, comprando remedios se tivessem essa oportunidade q vc esta tirando
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc tá tentando, mas não conseguirá o que quer
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sim
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> concordo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas é opção minha
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> em que lei diz que eu não posso?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vamos fazer assim?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> vc fica com a sua opinião
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e eu fico com a minha
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> os 2 seguem seus caminhos e estamos em paz e conversados, sim?
>
> felipe says:
>
> Cristina, vc est ignorando uma grande realidade, ninguem te apoiou na
> comunidade, seus colegas, esta te afirmando q isso nao esta certo, por
> favor
> ve se encherga q seu sonho é um tiro q sai pela culatra, é dificil mas é
> preciso tentar aceitar a opiniao de VÁRIOS PROFISSIONAIS.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu não darei mais ouvidos, pelo menos, sei o que faço e estou seguindo o
> meu
> coração
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> desculpe
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas não sou os vários profissionais que lá estão
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> sou eu
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> EU SOU EU, e pronto
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> é com o meu trabalho e meu conhecimento, a minha ralaçãio na faculdade, na
> escola técnica, meus estudos, pesquisas que faço isso
>
> felipe says:
>
> CONTINUAREI, SE VC NAO FALIR MEU PROJETO.
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> ng pode vir contra isso, não proibo ng de nada
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> já me sacanearam mto e eu não falei nada, e eu agora fico no meu canto
> fazendo o meu trabalho e as pessoas vêm em cima, pq?:
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> falir seu projeto?
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> kkkkkkkkkkkkk
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> olha só
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> eu vou te pedir licença
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> mas terei que acabar com esse papo
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> pq vc tá indo pra um lado que eu realmente tô achando engraçado
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> agora, vcs me tiraram 1 emprego
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> e nem sabem
>
> Profª Cristiana Passinato says:
>
> um abraço
>
> --
> Profª Cristiana Passinato
> Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
> Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
> Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
> http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
> http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
> gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com <crispassinato3%40gmail.com>
> skype: crispassinato
> "A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus
> Cristo
> - Comunidade Católica Mariana HESED)
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 02:18

Por favor, não misturem essa teoria com filosofia ou metafísica, nem tudo que a ciência não quer tratar é filosofia e nem toda filosofia e pretensiosa e sem sentido.

Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.


From: Profª Cristiana Passinato
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:23 PM
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Claudio, acho que isso é pessoal, mas vamos lá:
1) Te achei um cara maneiro pelo seu site, e acho que tua idéia pode ser
discutida até do ponto de vista filosófico e espiritual, mas para ter bases
acadêmicas vc terá que abrir a guarda e discutir mais, acentando alguns
posicionamentos e críticas e reavaliando onde poderia melhorar na tua tese,
ok?
2) Acho que vc leva muito pro pessoal tudo e acredito ainda que se
justifique demais pra quem tem toda e absoluta certeza de que está certo no
que diz.
3) Mostre que está correto, mas não se deixe aparentar estar em desespero,
já que tem consciência que está certo, aliás estar certo depende tanto do
referencial e do ponto de vista, vcs físicos que o digam, até em Mecânica
Clássica se diz que tudo depende do referencial, é assim, não é, eu sou
ignorante demais pra debater Física, mas até onde pude ver como uma pessoa
que me considero uma aprendiz em ciência, acredito nisso.

Um abraço, e sucesso nas suas abordagens e defesas, sempre defenda seus
ideais isso é o princípio mesmo, nós somos sempre combatidos por algo, mas
vai que vc é quem está correto e todos nós que estamos errados, mas nos
prove e terá palmas, pelo menos de mim!

Cristiana

2008/7/20 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Caro Homero,
>
> Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me colocou, e
> a minha teoria, como seus temas principais.
>
> Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não perder a
> minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última vez. Mesmo
> porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal, que é o que tem
> na maior parte do seu texto, nada acrescenta à ciência. Vou apenas me ater a
> rebater os seus textos transcritos a seguir, que são os que contém criticas
> mais objetivas. Vamos lá.
>
> Homero disse:
>
>
> "Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A 2ª Lei
> da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais em natureza,
> mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser
> óbvio com feição de "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Claudio comenta:
>
> Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde uma
> reação, de mesma intensidade e sentido contrário"
>
> A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e
> verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você como
> uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não tratam do
> mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O que está por trás
> da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o seu nome aqui nessa
> lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é que a situação de existirem
> dois componentes em separado só será possível se, e somente se, eles
> formarem um Dual, ou seja, se forem dois Unos (e não UNS, como você
> pejorativamente escreveu) iguais em sua natureza, porém opostos em seu
> sentido. Por outro lado, em decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e
> somente se, existir o outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja
> igual ao primeiro e em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª
> Lei de Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e
> verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha teoria
> aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao formular suas
> leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse leis, sem qualquer
> comprovação, mas apenas com o que é observado objetivamente nos nossos mundo
> e universo. Tal, exatamente, como eu fiz com a minha teoria. Assim,
> sinceramente, não vejo porque as três leis de de Newtons são ditas
> científicas, e as minhas são baboseiras, apesar de apresentarem a estrutura,
> dos eventos físicos (materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da
> física, das partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números
> quanticos, da tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos
> quimicos, do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa
> Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e menos
> pessoal, Homero.
>
> Homero disse:
> "Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um um,
> todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza da
> matemática, puxa vida!"
>
> Claudio comenta:
> Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois é
> formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim, maluquice e
> brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu ceticismo
> preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do que é proposto
> (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa sua frase "Todo dois é
> formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª lei da minha teoria, ela teria
> que ter esse complemento: "desde que esses dois sejam Unos iguais em sua
> natureza e opostos em seu sentido."
>
> Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora, Homero,
> como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma série de
> combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª lei da minha
> teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes totalmente iguais,
> em natureza e sentido; b) dois componentes iguais em natureza e sentido e um
> terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei da minha teoria, para que exista
> um Terno, ou seja, uma situação com três e somente três componentes, é
> necessário que dois componentes formem um Dual, observando o disposto na 2ª
> lei, e que o 3º Uno seja de natureza diferente da natureza do Dual. Pela
> minha teoria, existem, portanto, limitações tanto para a formação do Dual
> quanto para a formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se
> você capta a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa
> capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice),
> não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando minhas propostas,
> e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente. Seja, ao menos, mais
> elegantes em suas colocações, já que não não endende o as demais pessoas
> estão propondo.
>
> Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois dois".
> Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a coisa não seria
> tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha teoria, só existe uma
> situação em que pssa existir quatro componentes interagindo, que a prevista
> pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que exista um Terno interagindo com
> 4º Uno, formando uma Quadra, com a condição de que o 3º e o 4º Unos formem,
> também um Dual, chamado Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que
> faz parte do Terno.
>
> Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª Lei, mas
> como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não comentar minha
> teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei aqui nesa mensagem
> sobre ela foi em resposta às truculências desnecessárias e mal embasadas
> feitas por você, Homero, .
>
> Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco
> lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
> "Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer que
> seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"
>
> Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito obtuso,
> talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa capacidade de
> entendimento do que é proposto (que muitos chamam de burrice), associado a
> um conformismo científico que não leva a nada. Fiz questão de repetir pela
> terceira vez para ver se você entende o que eu estou falando.
>
> Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em homenagem
> ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei - tive que
> baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e para lista, é
> ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me aporrinhar nem acredito que
> você queira se aporrinhar. Dessa forma, o melhor é fazermos o seguinte:
> quando você receber alguma mensagem minha nalista, você delete-a, e quando
> eu receber alguma sua, deleto-a também Assim, seremos felizes para sempre.
>
> Claudio Abreu
> www.claudioabreu.com.br
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "J.Victor" <j.victor.neto@...>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br<ciencialist%2540yahoogrupos.com.br>
> >
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>

--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 02:20

Olá Homero,

Só pra dar rigor a sua declaração, pode ser que ele tenha uma teoria, mas ela não é científica, tampouco filosófica, ok.

Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.


From: oraculo333
Sent: Sunday, July 20, 2008 6:23 PM
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?


Olá Claudio

Claudio: "Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor,
você me colocou, e a minha teoria, como seus temas principais."

Você NÃO tem uma teoria, Claudio. Pensa que tem, e considerarei que é
um engano legítimo e de boa fé, mas não tem uma teoria.

E se não consegue ver a diferença entre a ação e reação de Newton, e a
bobagem que é "todo dois é formado por dois uns", sinto muito, mas não
posso fazer nada.

Homero

--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
<bidual@...> escreveu
>
> Caro Homero,
>
> Apesar dessa mensagem ter sida enviada para o J. Victor, você me
colocou, e a minha teoria, como seus temas principais.
>
> Não gostaria de ficar rebatendo as suas críticas vazias para não
perder a minha paciência e o meu tempo, mas o faço aqui pela última
vez. Mesmo porque, como você mesmo já disse, incredibilidade pessoal,
que é o que tem na maior parte do seu texto, nada acrescenta à
ciência. Vou apenas me ater a rebater os seus textos transcritos a
seguir, que são os que contém criticas mais objetivas. Vamos lá.
>
> Homero disse:
>
> "Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice: TGBD: "A
2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois Unos iguais
em natureza, mas opostos em seu sentido. " Cacete! TODO dois é formado
por UNS. Vai ser óbvio com feição de "grande e importante verdade"
assim lá na conchinchina!
>
> Claudio comenta:
>
> Isaac Newton:" A 3ª Lei de Newton define que a toda ação corresponde
uma reação, de mesma intensidade e sentido contrário"
>
> A 3ª Lei de Newton deve ser considerada por você como científica e
verdadeira, enquanto a 2º Lei da minha teoria é considerada por você
como uma maluquice. E daí vem a pergunta que não quer calar: elas não
tratam do mesmo tema? E por que uma é ciência e outra é maluquice? O
que está por trás da 2ª lei da minha teoria (repare que nunca cito o
seu nome aqui nessa lista, senão a turma dos céticos cai em cima) é
que a situação de existirem dois componentes em separado só será
possível se, e somente se, eles formarem um Dual, ou seja, se forem
dois Unos (e não UNS, como você pejorativamente escreveu) iguais em
sua natureza, porém opostos em seu sentido. Por outro lado, em
decorrência da minha 2ª Lei, só existe um, se, e somente se, existir o
outro que forme com ele um Dual, ou seja, que seja igual ao primeiro e
em natureza e oposto a ele em sentido. Dessa forma, a 2ª Lei de
Newton, que você deve respeitar e considerar como sendo científica e
verdadeira, é apenas uma aplicação específica da 2ª lei da minha
teoria aplicada para o caso das forças, o objeto do estudo dele ao
formular suas leis sobre a Mecânica. Repare bem, Homero, eu disse
leis, sem qualquer comprovação, mas apenas com o que é observado
objetivamente nos nossos mundo e universo. Tal, exatamente, como eu
fiz com a minha teoria. Assim, sinceramente, não vejo porque as três
leis de de Newtons são ditas científicas, e as minhas são baboseiras,
apesar de apresentarem a estrutura, dos eventos físicos
(materia-energia. espaço-tempo), dasquatro forças da física, das
partículas do chamdo modelo padrão, dos quatro números quanticos, da
tabela periódica e das orbitais eletronicas, dos elementos quimicos,
do DNA/RNA, e por aí vai, que já foram apresentados aqui nessa
Ciencialist, e que não vou tornar a demonstrar. Seja mais objetivo e
menos pessoal, Homero.
>
> Homero disse:
> "Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
da matemática, puxa vida!"
>
> Claudio comenta:
> Não é a toa que você não vê nada de bom na minha teoria. "Todo dois
é formado por dois uns" é uma afirmação sua, Homero, e, assim,
maluquice e brincadeira com números quem está fazendo é você, com seu
ceticismo preconceituoso ou, pior, baixa capacidade de entendimento do
que é proposto (que muitos chamam de burrice). Afinal, para que essa
sua frase "Todo dois é formado por dois uns" seja o que propõe a 2ª
lei da minha teoria, ela teria que ter esse complemento: "desde que
esses dois sejam Unos iguais em sua natureza e opostos em seu sentido."
>
> Na seqüência diz você: "todo 3 é formado por um dois e um". Ora,
Homero, como você é simplista, para não dizer imbecil. Existem uma
série de combinações de três componentes que não se enquadrariam na 3ª
lei da minha teoria, tais como nesses dois casos: a) três componentes
totalmente iguais, em natureza e sentido; b) dois componentes iguais
em natureza e sentido e um terceiro de natureza diferente. Pela 3ª lei
da minha teoria, para que exista um Terno, ou seja, uma situação com
três e somente três componentes, é necessário que dois componentes
formem um Dual, observando o disposto na 2ª lei, e que o 3º Uno seja
de natureza diferente da natureza do Dual. Pela minha teoria, existem,
portanto, limitações tanto para a formação do Dual quanto para a
formação do Terno, as quais você, vou repetir, para ver se você capta
a idéia, seja por ceticismo preconceituoso, ou por ter baixa
capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de
burrice), não consegue enxergar, e daí fica deturpando e banalizando
minhas propostas, e pior, me agredindo desnecessária e fortuitamente.
Seja, ao menos, mais elegantes em suas colocações, já que não não
endende o as demais pessoas estão propondo.
>
> Por fim, você sai com mais essa: "todo quatro é formado por dois
dois". Para que isso fosse o que eu proponho com a minha teoria, a
coisa não seria tão simples: Primeiro, porque pela 4ª lei da minha
teoria, só existe uma situação em que pssa existir quatro componentes
interagindo, que a prevista pela 4ª lei da minha teoria: é preciso que
exista um Terno interagindo com 4º Uno, formando uma Quadra, com a
condição de que o 3º e o 4º Unos formem, também um Dual, chamado
Externo, de natureza oposta ao do Dual Interno, que faz parte do Terno.
>
> Para fechar a exposição da minha teoria faltaria formular a sua 1ª
Lei, mas como ela não foi citada não o farei, dentro da rota de não
comentar minha teoria aqui na lista, ressaltando que tudo o que falei
aqui nesa mensagem sobre ela foi em resposta às truculências
desnecessárias e mal embasadas feitas por você, Homero, .
>
> Para concluir, vou fazer minhas as suas palavras, sem dúvida, pouco
lisonjeiras, num espécie de aplicação da 3ª Lei de Newton:
> "Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)"
>
> Quem está dizendo bobagem nessa lista é você, onde tem sido muito
obtuso, talvez com seu ceticismo preconceituoso ou, pior, sua baixa
capacidade de entendimento do que é proposto (que muitos chamam de
burrice), associado a um conformismo científico que não leva a nada.
Fiz questão de repetir pela terceira vez para ver se você entende o
que eu estou falando.
>
> Por fim, Homero, já que você baixou o nível, e eu - em reação, em
homenagem ao grande Isaac Newton e em cumprimento à sua célebre 3ª lei
- tive que baixá-lo também, acredito que o melhor para nós dois, e
para lista, é ficarmos cada um na sua. Não voltei aqui para me
aporrinhar nem acredito que você queira se aporrinhar. Dessa forma, o
melhor é fazermos o seguinte: quando você receber alguma mensagem
minha nalista, você delete-a, e quando eu receber alguma sua, deleto-a
também Assim, seremos felizes para sempre.
>
> Claudio Abreu
> www.claudioabreu.com.br
>
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Saturday, July 19, 2008 11:44 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Olá Vitor
>
> Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> Desculpe a franqueza.Boa sorte."
>
> Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> matemática, só isso.
>
> Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> tratando de ciência.
>
> Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
>
> Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
>
> Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> confusão que fez em sua cabeça.
>
> E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> forças físicas mais a gravidade.
>
> O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> mágico.
>
> A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> bobagem.
>
> Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
>
> Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
>
> TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
>
> Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
>
> Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> da matemática, puxa vida!
>
> Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@>
> escreveu
> >
> > Caro C. Abreu,
> >
> >
> >
> >
> >
> > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> >
> > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do
fórum de
> > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum,
expressa no
> > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > modestos!
> >
> > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> >
> > Por isso, não me animei a continuar.
> >
> > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
sentenças, que
> > parecem ser o cerne da teoria.
> >
> >
> >
> > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> de tudo
> > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> expressão "e/ou"
> > é a própria síntese da TGBD." ..............
> >
> > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> Teoria de
> > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> seu autor
> > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> conhecer o
> > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> toda e
> > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> desde já
> > agradece a participação de todos."
> >
> > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo,
ainda, de
> > lambuja, define o que existe fora dele.
> >
> > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> o qu7e
> > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> sequer
> > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para
pobres
> > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e
poderoso para
> > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> certeza:
> > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> aparatos
> > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> outro ramo
> > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> conheço. Por
> > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
criação
> > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> nisso
> > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> filosofia
> > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria,
para
> > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
franqueza.Boa
> > sorte.
> >
> > Sds,
> >
> > Victor.
> >
> > Resumo da TGBD:
> >
> > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> tudo o
> > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> "e/ou" é
> > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> refere
> > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> que exista
> > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> ser",
> > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
(quando
> > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> é passa
> > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem
que se
> > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
quanto ao
> > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> objetivo
> > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> administração
> > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> que vem
> > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> ela, cujos
> > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> Internet, ele
> > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
formação
> > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> desenvolvimento de
> > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> história da
> > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> TGBD
> > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> conhecimento,
> > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se
conhece; b)
> > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> simplificar
> > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> >
> >
> > Caro J. Victor,
> >
> > Respondo à sua mensagem:
> > ----- Original Message -----
> > From: J.Victor
> > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> >
> > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> >
> > J. Victor:
> > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> se o
> > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> se apenas
> > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> eu acho.
> >
> > Claudio:
> >
> > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
às suas
> > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> compromisso que
> > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior
prazer
> > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> site nesse
> > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> arquivos e
> > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> muito
> > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar
uma a sua
> > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> sobre ela.
> > Dou a maior força.
> >
> > Abraços,
> >
> > Claudio Abreu
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
> >
> >
> > No virus found in this incoming message.
> > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> 17/7/2008
> > 18:08
> >
> >
> >
> > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> >
>
>
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 02:32

olá Cláudio,

Você já ouviu falar em um livrinho chamado Inflação Zero, Brasil, Israel e Argentina? Esse livro é de 1986.

Em dois sujeitos chamados de Pérsio Arida e Andre Lara Resende?

Se eu fosse você retirava aquela verdadeira história do Plano Real da sua página, qualquer um que conhece a história sabe que seu artigo ou seja lá o que for de 1993 nada tem a ver com o caso.

Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.


From: Claudio Abreu - Bidual
Sent: Saturday, July 19, 2008 10:08 PM
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Subject: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?


Prezado J. Victor,

Pena que você, antes mesmo de conhecer minha teoria, já tenha se posicionado radicalmente contra ela, numa rota do tipo "não li e não gostei".

Saiba apenas que eu nunca iria escrever, e logo na apresentação do site da minha teoria, algo que eu não acredite piamente.Tudo o que está lá escrito, é a expressão do que eu penso , e me permito pensar, ser verdadeiro, depois de mais de 40 anos de estudos sobre a questão. Essa teoria é a coisa mais importante da minha vida, e que espero que algum dia chegue a concluí-la, para ir embora desse mundo, deixando-a aí como minha contribuição maior.

Realmente, o objetivo da minha teoria é ousado, sem dúvida, tal como pode ser visto no texto que você transcreveu na sua mensagem. Aliás, se esse objetivo não fosse tão ousado ela não poderia ter GERAL no seu nome, nem para nada serviria. Contudo, saiba que eu não iria ficar desperdiçando meu precioso tempo com algo em que eu não acreditasse totalmente, pois tenho mais o que fazer, e bom lembrar que a nossa vida é uma só.

Gostaria de fazer alguns pequenos comentários apenas quanto à sua afirmação: "Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de lambuja, define o que existe fora dele". Primeiro, saiba que você transcreveu errado, pois o que eu realmente afirmei foi: "o que existe e/ou não existe fora dele". Como se vê a "lambuja" é bem maior do que a que você entendeu. Segundo, você não deu importância a minha frase que vem logo a seguir: "A expressão "e/ou" é a própria síntese da TGBD" e para as explicações que vêm depois dela. Terceiro, saiba, J. Victor, que se minha teoria definir a estrutura do que existe e/ou não no universo, obrigatóriamente estará definido, também, a estrutura do que existe e/ou não existe fora dele. Isso pode ser até ousado, mas também lógico e verdadeiro, se aceita a hipótese de que a minha teoria seja verdadeira. Essa é uma questão do tudo e/ou nada. Pega tudo e/ou pega nada. Você que aparenta defender tanto as coisas pelo lado da matemática, saiba que essa é uma formulação lógica, a qual, por sua vez, saiba, obedece à minha teoria, como não poderia deixar de ser, senão ela não seria GERAL. Mas isso aí já é começar a discutir a minha teoria aqui na Ciencialist, e eu assumi o compromisso de não fazê-lo, e não vou fazê-lo. Paro por aqui.

Enfim, é direito seu não se interessar por minhas idéias, mas, também, é direito meu acreditar nelas e prosseguir no seu desenvolvimento. Afinal se eu não creditar nelas, quem é que vai acreditar? Você e outros céticos? Certamente que não. E já estou com 58 anos, e não restam muitos outros, com saúde e disposição, para tentar terminar minha proposta.

Pelo que você escreveu na mensagem abaixo, o texto de apresentação do meu site o espantou bastante, e despertou um enorme ceticismo quanto à minha proposta, antes mesmo de conhecê-la. Melhor assim, não me interessam pessoas que tenham esse perfil. Desse modo, vejo que o texto de abertura do site está ótimo, na medida em que desestimula pessoas que tenham o seu perfil a se associarem ao grupo. Melhor assim, pois não perderei meu tempo, tentando conhecer tais pessoas e ficar trocando idéias com ela.

É isso mesmo, J. Victor: nunca perca tempo com algo em que você não acredite. Saiba, que, embora lamentando não ter conseguido despertar seu interesse para minha teoria, gostei da sua sinceridade, franqueza e objetividade, e, mais ainda, por de ter jogado limpo, tal como eu jogo.

Apesar de tudo, envio um grande e cordial abraço,

Claudio Abreu
www.claudioabreu.com.br

----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Sent: Friday, July 18, 2008 9:11 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?

+Caro C. Abreu,

Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.

Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
modestos!

E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!

Por isso, não me animei a continuar.

Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes sentenças, que
parecem ser o cerne da teoria.

1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo
o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou"
é a própria síntese da TGBD." ..............

2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a Teoria de
Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira, seu autor
acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a) conhecer o
desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de toda e
qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor desde já
agradece a participação de todos."

Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
lambuja, define o que existe fora dele.

Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais o qu7e
vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar sequer
perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso para
ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho certeza:
você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os aparatos
usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar outro ramo
do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não conheço. Por
isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como criação
literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida nisso
tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e filosofia
em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a franqueza.Boa
sorte.

Sds,

Victor.

Resumo da TGBD:

A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de tudo o
que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão "e/ou" é
a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se refere
apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para que exista
o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não ser",
referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser" (quando
algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não é passa
a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo, quanto ao
dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O objetivo
deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em administração
de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949, que vem
desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre ela, cujos
textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da Internet, ele
acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer formação
científica e profissional, que queiram contribuir para o desenvolvimento de
sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na história da
ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD
seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do conhecimento,
e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c) simplificar
a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.

De: ciencialist@yahoogrupos.com.br [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
Em nome de Claudio Abreu - Bidual
Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?

Caro J. Victor,

Respondo à sua mensagem:
----- Original Message -----
From: J.Victor
To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>

Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?

J. Victor:
>Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei se o
autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou se apenas
desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do eu acho.

Claudio:

Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto às suas
suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao compromisso que
assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no site nesse
mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos arquivos e
mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria muito
que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma a sua
opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais sobre ela.
Dou a maior força.

Abraços,

Claudio Abreu

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

No virus found in this incoming message.
Checked by AVG - http://www.avg.com
Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date: 17/7/2008
18:08

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]





[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Escolas públicas
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 07:29


E se as escolas públicas fossem abolidas?

Por Lew Rockwell

N. do T.: apesar de estar mais focado na realidade americana, o presente artigo apresenta fatos, idéias e conclusões idênticos aos da realidade brasileira.



Em nossa cultura, as escolas públicas são louvadas em público e criticadas em particular, o que é exatamente o oposto de como tratamos as empresas de grande escala, como o Wal-Mart. Em público, todos dizem que o Wal-Mart é horrendo, cheio de produtos estrangeiros de qualidade inferior, e, principalmente, que ele explora seus empregados. Mas, em particular, todos nós compramos seus produtos baratos e de qualidade, e sempre há longas filas de pessoas que têm a esperança de serem contratadas.

Por que isso ocorre? Tem a ver com o fato de que as escolas públicas fazem parte da nossa religião cívica; são a evidência primária que as pessoas citam para mostrar como os governos municipal, estadual e federal estão sempre nos servindo. E há também um elemento psicológico: a maioria de nós entrega a elas alegremente os nossos filhos, certos que estamos de que o governo sempre tem em mente o melhor para os nossos interesses.

Mas será que isso realmente ocorre? Em seu livro Education: Free and Compulsory, Murray Rothbard explica que a verdadeira origem e propósito da educação pública não é bem a educação da maneira como a imaginamos: o propósito único é fazer a doutrinação de uma religião cívica, um consenso em torno da importância do estado. Isso explica por que a elite governamental sempre foi contrária ao homeschooling (ensino doméstico, por conta dos pais) e a um ensino privado que não siga as normas do Ministério da Educação: não é o temor de notas baixas nos exames educacionais que está guiando essa atitude, mas a preocupação de que essas crianças não estejam aprendendo os valores que o estado considera importante.

Mas criticar as escolas públicas não é o propósito desse artigo. Existem escolas públicas decentes, assim como existem escolas públicas horríveis. Portanto, não há razão para se fazer generalizações. Também não há necessidade de ficar mostrando dados sobre resultados de exames educacionais. Vamos apenas lidar com a economia envolvida na questão. Todos os estudos já mostraram que o custo médio de um aluno de uma escola pública é o dobro daquele de um aluno de uma escola privada (aqui vai uma amostra).

Isso é contrário à nossa intuição, já que as pessoas crêem que as escolas públicas são gratuitas e que as escolas privadas são caras. Mas a partir do momento que você leva em consideração a origem do financiamento de ambas as instituições (impostos vs. mensalidades ou doações), verá que a alternativa privada é bem mais barata. De fato, as escolas públicas custam o mesmo tanto que as mais caras e finas escolas privadas do país. A diferença é que o custo das escolas públicas é disseminado por toda a população, ao passo que o custo das escolas privadas é coberto apenas pelas famílias dos estudantes que as freqüentam.

Ou seja: se pudéssemos abolir as escolas públicas e todas as leis educacionais compulsórias, e se pudéssemos substituí-las por uma educação fornecida pelo mercado, teríamos escolas melhores pela metade do preço, e seríamos mais livres também. Além disso, seriamos uma sociedade mais justa, já que apenas os usuários dos serviços de educação pagariam por seus custos.

Mas qual o problema com esse modelo? Bem, há o problema da transição. Existem óbvias e graves dificuldades políticas. Podemos dizer que a educação pública desfruta de uma vantagem política devido aos efeitos das externalidades de rede[*]. O status quo já está amontoado de um número significativo de "subscrições" a esse serviço, e é muito difícil alterar essa situação.

Mas vamos imaginar como seria. Digamos que uma determinada cidade decidiu que os custos da educação pública são muito caros em relação às escolas privadas, e a câmara municipal decidiu abolir as escolas públicas por completo. A primeira coisa que deve ser notada é que isso seria ilegal, já que cada estado requer que as localidades forneçam educação gratuita. Sendo assim, eu não tenho idéia do que aconteceria com aquela câmara municipal. Será que seus integrantes seriam presos? Quem sabe? Certamente eles seriam processados.

Mas digamos que, de alguma maneira, esse problema foi contornado graças a, digamos, uma emenda especial na constituição do estado, que isenta certas localidades caso a câmara municipal aprove o pedido. Aí então haverá o problema da legislação federal e da regulação. Estou puramente especulando, pois eu não conheço as leis relevantes, mas podemos supor que o Ministério da Educação ficaria ciente do ocorrido, e haveria algum tipo de histeria nacional. Mas digamos que miraculosamente consigamos também superar esse problema, e que o governo federal deixe essa localidade seguir adiante com seu plano.

Haverá dois estágios para a transição. No primeiro estágio, muitas coisas aparentemente ruins acontecerão. Por exemplo, o que ocorrerá com as instalações físicas dessas escolas públicas? Elas serão vendidas para os arrematadores que pagarem o preço mais alto, sejam eles proprietários de uma nova escola, empresários de qualquer ramo, ou meros agentes imobiliários. E quanto aos professores e funcionários? Todos dispensados. Já dá até pra imaginar a choradeira.

Com essas escolas públicas abolidas, as pessoas que tinham filhos nelas podem acabar se mudando para outra localidade. Os impostos sobre propriedade, que antes eram utilizados para financiar essas escolas públicas, seriam abolidos - assim, os imóveis localizados nos distritos escolares que eram considerados bons sofreriam uma desvalorização. Haveria reações furiosas em relação a isso. Alguns proprietários encararão essa queda nos preços como um roubo, pois há muito tempo se convenceram de que preços imobiliários altos e crescentes são um direito humano. Para os pais que resolverem permanecer nessa cidade, haverá o grande problema de o que fazer com as crianças durante o dia.

Com os impostos sobre propriedade abolidos, haverá dinheiro extra para pagar as mensalidades escolares. Mas o problema é que os ativos (imóveis) sofreram uma queda em seu valor de mercado, o que vem a ser um problema sério quando se considera os futuros gastos com as mensalidades. Também haverá, obviamente, uma histeria maciça em relação aos pobres, que irão descobrir que não têm qualquer outra opção escolar além do homeschooling.

Dito isso, tudo parece bem catastrófico, certo? De fato. Mas essa foi apenas a primeira etapa. Se de alguma forma conseguirmos chegar à fase dois, algo completamente diferente irá emergir. As atuais escolas privadas estarão lotadas e haverá uma demanda premente por novas escolas. Empresários em busca de lucros irão rapidamente inundar a área, fornecendo escolas que irão concorrer entre si. Além disso, é viável supor que igrejas e outras instituições cívicas também conseguirão arrecadar dinheiro suficiente para pagar pela educação dos mais pobres.

De início, as novas escolas seguirão o modelo das escolas públicas. As crianças ficarão lá de 8h às 16 ou 17h, e todas as matérias serão oferecidas. Mas após um certo período de tempo, novas alternativas surgirão. Haverá escolas fornecendo aulas durante a metade do dia. Haverá escolas grandes, médias e pequenas. Algumas terão 40 crianças por sala de aula, e outras terão quatro ou uma. Haverá uma expansão maciça de tutores particulares. Escolas sectárias de todos os tipos irão surgir. Pequenas escolas serão abertas para atender interesses localizados: ciências, literatura clássica, música, teatro, computadores, agricultura, etc. Surgirão escolas que permitirão apenas alunos do mesmo sexo. Se haverá ou não esportes na grade curricular de uma dada escola será algo deixado unicamente para o mercado decidir.

Ademais, o já surrado modelo de "ensino básico, fundamental e médio" não mais será o único. As turmas não serão necessariamente agrupadas somente por idade. Algumas terão por base a capacidade e o nível de avanço dos alunos. As mensalidades variarão de gratuitas até extremamente caras. O ponto principal é que o cliente estaria no comando.

Serviços de transporte surgiriam para substituir o antigo sistema de ônibus escolares. As pessoas poderiam ganhar dinheiro comprando vans e fornecendo transporte. Em todas as áreas relacionadas à educação, oportunidades de lucro iriam abundar.

Em resumo: o mercado para a educação iria operar da mesma maneira que qualquer outro mercado - como o de comestíveis, por exemplo. Onde houver uma demanda, e obviamente as pessoas demandam educação para seus filhos, haverá uma oferta. Existem grandes redes de supermercado, e existem empórios e quitandas. Existem mercearias e existem armazéns sempre dispostos a prestar seus serviços para toda essa rede. O mesmo ocorre com outros bens, e ocorreria o mesmo com a educação. Novamente, o consumidor é quem iria comandar. Ao fim e ao cabo, o que iria surgir não seria totalmente previsível - o mercado nunca é -, mas o que quer que acontecesse, seria de acordo com os desejos do público consumidor.

Após essa segunda fase, esta cidade emergiria como uma das mais desejáveis do país. As alternativas educacionais seriam ilimitadas. Ela seria a fonte de enormes progressos, e um modelo para a nação. Ela poderia fazer com que todo o país repensasse seu modelo educacional. E então aquelas pessoas que saíram de lá iriam regressar para desfrutar as melhores escolas do país pela metade do preço das escolas públicas, e aquelas que não têm filhos não teriam que pagar um centavo pela educação alheia. Pode algo ser mais atraente?

E então: qual cidade será a primeira a tentar essa alternativa e nos mostrar o caminho?

______________________________

Llewellyn H. Rockwell, Jr. é o presidente do Ludwig von Mises Institute, em Auburn, Alabama, editor do site LewRockwell.com, e autor do livro Speaking of Liberty.



[*] Na microeconomia, uma externalidade de rede ocorre quando a utilidade de um bem depende do número de pessoas que utilizam esse bem. Por exemplo, se apenas uma pessoa tiver um aparelho de fax, não valerá a pena que você também compre um aparelho de fax. Os modems funcionam da mesma forma: ele só tem utilidade se houver outro em algum lugar com o qual você possa se comunicar. Ou, ainda, quanto mais telefones houver, maior será a utilidade de cada telefone. E assim por diante. (N. do T.)



Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: polilogismo
FROM: Dídimo Matos <didimo.george@uol.com.br>
TO: <ciencialist@yahoogrupos.com.br>, <dadaseyn@googlegroups.com>
DATE: 21/07/2008 08:11

A Falácia do Polilogismo




Rodrigo Constantino

"A humanidade precisa, antes de tudo, se libertar da submissão a slogans absurdos e voltar a confiar na sensatez da razão." (Mises)

Em 1944, o economista Ludwig von Mises escreveu Omnipotent Government, onde explica o crescimento da idolatria ao Estado que levou ao nazismo na Alemanha, fomentando um ambiente de guerras ininterruptas. Em uma parte do livro, Mises explica uma das coisas que os nazistas pegaram emprestado do marxismo: o polilogismo. Até a metade do século XIX, ninguém contestava o fato de que a estrutura lógica da mente é comum a todos os seres humanos. "Todas as inter-relações humanas são baseadas na premissa de uma estrutura lógica uniforme", diz Mises. Podemos nos comunicar justamente porque apelamos a algo comum a todos, a estrutura lógica da razão.

Claro que alguns homens podem pensar de forma mais profunda e refinada que outros, assim como algumas pessoas não conseguem compreender um processo de inferência em longas cadeias de pensamento dedutivo. Mas isso não nega a estrutura lógica uniforme. Mises cita como exemplo alguém que pode contar apenas até três, lembrando que mesmo assim sua contagem, até seu limite, não difere daquela feita por Gauss ou Laplace. É justamente porque todos consideram este fato inquestionável que os homens entram em discussões, trocam idéias ou escrevem livros. Seria simplesmente impossível uma cooperação intelectual entre os indivíduos sem isso. Os homens tentam provar ou refutar argumentos porque compreendem que as pessoas utilizam a mesma estrutura lógica. Qualquer povo existente reconhece a diferença entre afirmação e negação, pode entender que A não pode ser, ao mesmo tempo, o contrário de A.

No entanto, apesar desse fato ser bastante evidente, ele foi contestado por Marx e pelos marxistas, entre eles o "filósofo proletário" Dietzgen. Para eles, o pensamento é determinado pela classe social da pessoa, e o pensamento não produz verdades, mas ideologias. Para os marxistas, os pensamentos não passam de um disfarce para os interesses egoístas da classe social a qual esse pensador pertence. Nesse contexto, seria inútil discutir qualquer coisa com pessoas de outra classe social. O que se segue disso é que as "ideologias não precisam ser refutadas por meio do raciocínio discursivo; elas devem ser desmascaradas através da denúncia da posição da classe, a origem social de seus autores". Se uma teoria científica é revelada por um burguês, o marxista não precisa atacar seus méritos. Basta ele denunciar a origem burguesa do cientista.

O motivo pelo qual os marxistas buscaram refúgio no polilogismo pode ser encontrado na incapacidade de refutação por métodos lógicos das teorias econômicas "burguesas". Quando o próprio Mises demonstrou que o socialismo seria impraticável pela impossibilidade de cálculo econômico racional, os marxistas não apontaram qualquer erro em sua análise lógica. Preferiram apelar para o estratagema do polilogismo, fugindo do debate com a desculpa de que sua teoria era uma defesa dos interesses de classe. O sucesso dessa tática marxista foi incrível, sem precedentes. Foi usado como "prova" contra qualquer crítica racional feita ao marxismo e sua pseudo-economia. Isso permitiu um crescimento assustador do estatismo moderno.

Conforme Mises lembra, "o polilogismo é tão intrinsecamente sem sentido que ele não pode ser levado consistentemente à suas últimas conseqüências lógicas". Nenhum marxista foi corajoso o suficiente para tentar fazer isso. Afinal, o princípio do polilogismo levaria à inferência de que os ensinamentos marxistas não são objetivamente verdadeiros, mas apenas afirmações "ideológicas". Os marxistas negam essa conclusão lógica de sua própria postura epistemológica. Para eles, sua doutrina é a verdade absoluta. São completamente inconsistentes. O próprio Marx não era da classe dos proletários. Mas para os marxistas, alguns intelectuais conseguem se colocar acima desse paradoxo. Os marxistas, claro. Não é possível refutar isso, pois se alguém discorda, apenas prova que não faz parte dessa elite especial, capaz de superar os interesses de classe e enxergar além.

Os nacionalistas alemães tiveram que enfrentar o mesmo tipo de problema dos marxistas. Eles não eram capazes de demonstrar suas declarações ou refutar as teorias econômicas contrárias. "Logo", explica Mises, "eles buscaram abrigo sob o telhado do polilogismo, preparado para eles pelos marxistas". Algumas mudanças foram necessárias para a adaptação, mas a essência é a mesma. Basta trocar classe por nação ou raça, e pronto. Cada nação ou raça possui uma estrutura lógica própria e, portanto, sua própria economia, matemática ou física. Pela ótica marxista, pensadores como Ricardo, Freud, Bergson e Einstein estavam errados porque eram burgueses; pela ótica nazista, eles estavam errados porque eram judeus. O coletivismo, seja de classe ou raça, anula o indivíduo e sua lógica universal.

Tanto o polilogismo marxista como o nacional-socialista se limitaram à afirmação de que a estrutura lógica da mente é diferente para as várias classes ou raças. Nenhum deles tentou elaborar melhor isso, tampouco demonstrar como exatamente ocorria tal diferença. Nunca entraram nos detalhes, preferindo, ao contrário, concentrar o foco na conclusão. No fundo, o polilogismo tem todas as características de um dogma. Se há divergência de opinião dentro da própria classe ou raça, ele adota um mecanismo peculiar para resolver a questão: os oponentes são simplesmente tratados como traidores. Para os marxistas e nazistas, existem apenas dois grupos de adversários: aqueles errados porque não pertencem à mesma classe ou raça, e aqueles oponentes da mesma classe ou raça que são traidores. Com isso, eles ignoram o incômodo fato de que há dissensão entre os membros da sua própria classe ou raça.

Deixo os comentários finais com o próprio Mises: "O polilogismo não é uma filosofia ou uma teoria epistemológica. Ele é uma atitude de fanáticos limitados, que não conseguem imaginar que alguém pode ser mais razoável ou inteligente que eles mesmos. O polilogismo também não é científico. Ele é a substituição da razão e da ciência por superstições. Ele é a mentalidade característica de uma era do caos".
Abraço,
Dídimo Matos
http://didimomatos.zip.net/
_______________________
...só mesmo a obscuridade pode
servir de proteção para o que é
absurdo.

[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: nova moto.
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO:
CC: "silvinho" <silviogontijo@superig.com.br>, <Conversa_de_Botequim@yahoogrupos.com.br>, "Claudio Gontijo Cordeiro" <gontijoeletronica@yahoo.com.br>, <ciencialist@yahoogrupos.com.br>, <Acropolis_@yahoogrupos.com.br>
DATE: 21/07/2008 09:18


CPFL Energia e Unicamp vão aperfeiçoar tecnologia de motos elétricas importadas pela empresa. Primeiras unidades deverão ser comercializadas em seis meses (foto: T.Romero)

a..

Um centavo por quilômetro
21/7/2008



Por Thiago Romero

Agência FAPESP - A CPFL Energia e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) formalizaram, na tarde de sexta-feira (18/7), um protocolo de intenções para o desenvolvimento de inovações voltadas ao mercado de veículos elétricos.

A cerimônia, no estande da empresa na Expo T&C, no último dia da 60ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Campinas (SP), deu início ao projeto Desenvolvimento de Tecnologia e Mercado de Veículos Elétricos.

O objetivo do projeto é estudar características técnicas para o aprimoramento tecnológico de um modelo de moto elétrica importado pela CPFL, de modo a contribuir para a economia de combustíveis fósseis e para a preservação do meio ambiente. O veículo é silencioso e não emite gases tóxicos causadores do efeito estufa.

"Nos últimos quatro anos, a empresa vem desenvolvendo 26 projetos de pesquisa e desenvolvimento em parceria com a Unicamp, dos quais 16 foram encerrados com resultados positivos, em um valor global de cerca de R$ 26 milhões. Esse projeto que acaba de ser lançado certamente será exitoso, pois trará mais qualidade de vida paras as pessoas e um futuro melhor para o planeta", disse Paulo Cezar Coelho Tavares, vice-presidente de Gestão de Energia da CPFL.

Após assinar o protocolo de intenções, o reitor José Tadeu Jorge expressou seu apoio ao projeto. "Para a Unicamp é uma satisfação muito grande estreitar essa nova parceria, uma vez que mais um trabalho sendo iniciado significa que os encerrados deram certo, o que nos permite pleitear novos projetos", afirmou.

"Essa parceria entre universidade e empresa mostra que a academia está cumprindo seu papel de produzir conhecimento novo e fazer com que essas inovações beneficiem o país, produzindo emprego, renda e gerando riqueza para o desenvolvimento", disse.

De acordo com Luiz Antônio Rossi, coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (Nipe) da Unicamp, que será responsável pelas pesquisas, elas se concentrarão em áreas como a otimização da tração do veículo em diferentes condições de uso e tipos de terreno encontrados no Brasil, ampliação de autonomia e redução do tempo de recarga da bateria.

Atualmente, o veículo tem autonomia de 50 quilômetros e leva quatro horas para recarregar a bateria. O projeto pretende elevar a autonomia para 150 quilômetros e reduzir o tempo de recarga para duas horas. O custo por quilômetro percorrido gira em torno de R$ 0,01.

"Um dos principais gargalos é o sistema de bateria, que, por ser de chumbo ácido, é muito pesada, tem vida útil pequena e tempo de recarga grande. Elas deverão ser substituídas por baterias de íon lítio, que têm potência maior e são mais resistentes. Com isso, teremos tempo menor de substituição e conseguiremos vencer distâncias maiores", disse Rossi à Agência FAPESP.

Outros gargalos serão resolver o condicionamento da potência da moto, que envolve o sistema formado por bateria, parte mecânica e tração. "Além de estudarmos motores de ar comprimido, o projeto inclui ainda a criação de uma logística de mercado para a recarga de baterias em lojas especializadas, em troca de uma espécie de cartão de abastecimento", explicou.

"O desafio do Nipe é grande por envolver o desenvolvimento responsável do ponto de vista tecnológico, ambiental e social", concluiu Rossi. Segundo ele, essas pesquisas deverão ser realizadas em um prazo de seis meses, quando a CPFL Energia, seguindo um plano de negócio predefinido, deverá importar cerca de 50 novas unidades da moto elétrica para adaptação tecnológica e comercialização.



[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Fw: [Acropolis_] Mapa histórico antigo
FROM: "Silvio Cordeiro" <scordeiroes@superig.com.br>
TO: <Acropolis_@yahoogrupos.com.br>, <alca92@hotmail.com>, <anamcandrade60@yahoo.com.br>, <bebela_30@yahoo.com.br>, "Beth&Bella." <bebethcandrade@yahoo.com.br>, <bruna_andrade@yahoo.com>, <ciencialist@yahoogrupos.com.br>, "Claudia Rodrigues" <nefertari_3000@hotmail.com>, <Conversa_de_Botequim@yahoogrupos.com.br>, "Rodrigo Constantino" <constantino.rodrigo@gmail.com>, sueli gonçalves dos santos santos <sueligoncalvesantos@hotmail.com>, "sylma cordeiro andrade" <sylmacandrade@yahoo.com.br>, "tania" <sp_tania@yahoo.com.br>, "Yehoshua Orenstein Cohen" <yehoshua.cohen@yahoo.com.br>
DATE: 21/07/2008 09:22






Oi

Curiosidade:
Mapa histórico antigo

PTOLEMEU, CLAUDIUS (ULM) 1482

http://www.historicmapworks.com/Map/OL/1/Map+-+Page+1+-+%5BUNTITLED+PTOLEMAIC+WORLD+MAP%5D/

Permite zoom limitado
.



--------------------------------------------------------------------------------


no mail with banners

----------

no mail with banners


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: PUBLICAÇÃO: Revista Educação em Revista
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: professores_de_quimica <Professores_de_Quimica@googlegroups.com>, pesquisas-de-quimica@googlegroups.com, ciencialist@yahoogrupos.com.br, espacoempresarial@yahoogrupos.com.br
DATE: 21/07/2008 12:34

*PUBLICAO: Revista Educao em Revista Departamento de Administrao e
Superviso Escolar DASE*

Faculdade de Filosofia e Cincias - FFC
Universidade Estadual Paulista UNESP
Campus de Marlia

A Revista Educao em Revista est recebendo contribuies para o volume 9,
n. 1, cujo tema ser "A Escola: perspectivas e debates" e n. 2, cujo tema
ser "Educao, direitos humanos e cidadania", referentes ao 1o. e 2o.
semestres do ano de 2008.

*Prazos para envio dos artigos:* at o dia 15 de junho para o n. 1, e at o
dia 15 de agosto para o n. 2.

Educao em Revista uma revista especializada, de periodicidade semestral,
com circulao nacional e internacional e tiragem de 600 exemplares.

Organizada pelos docentes do Departamento de Administrao e Superviso
Escolar DASE, da Faculdade de Filosofia e Cincias da UNESP Campus de
Marlia, a revista destina-se veiculao de artigos, tradues, resenhas e
documentos de interesse da rea de Educao, visando a difuso de
conhecimentos cientficos produzidos em Universidades, Centros e Grupos de
Pesquisas, entre outros.

Para tanto, conta com a participao de um Conselho Editorial (interno) e um
Conselho Consultivo (externo), integrados, respectivamente, pelos docentes
do DASE e docentes vinculados a esta e a diferentes Universidades e
Instituies de Ensino.

O Conselho Editorial e o Conselho Consultivo tm a responsabilidade de
avaliarem os textos enviados revista mediante parecer circunstanciado.

Os textos enviados para publicao devero ser apreciados por dois membros
da Conselho Editorial e, em caso de aprovao, devero ser apreciados por um
membro do Conselho Consultivo.

Os interessados devero enviar seus textos, de acordo com as normas da
Revista, para os e-mails dase@marilia.unesp.br - graziela.maia@gmail.com e
tamb@terra.com.br

Os artigos devero vir precedidos por pgina contendo: nome (s) do (s) autor
(es); ttulo do trabalho; endereo, telefone para contato e e-mail.

Normas para apresentao dos originais:

Os trabalhos devero ser redigidos em portugus. O ttulo, os autores, o
resumo e as palavras chave, precedem o texto, sucedendo-o Abstract,
Keywords e Referncias.
Os textos devem ter no mnimo 15 e no mximo 20 laudas, com a seguinte
configurao:

- Margem direita e esquerda: 3,0 cm.
- Superior e inferior: 2,5 cm.
- Fonte: times new roman.
- Tamanho da fonte: 12
- Espao entre linhas: 1,5
- Tamanho do papel: carta.

Estrutura dos textos: Os trabalhos devem obedecer seguinte seqncia:
Ttulo; Autor(es) (por extenso e apenas o sobrenome em maiscula); Filiao
cientfica do(s) autor(es) (indicar em nota de rodap: Departamento,
Instituto ou Faculdade, Universidade sigla, CEP, Cidade, Estado, Pas);
Resumo ( mximo de 200 palavras); Palavras Chave (de 3 a 5 palavras).

Citao no texto: O autor deve ser citado entre parnteses pelo sobrenome,
separado por vrgula da data de publicao (BARBOSA, 1980). Se o nome do
autor estiver citado no texto, indica se apenas a data entre parnteses:
Morais (1985) assinala.... Quando for necessrio especificar pgina(s),
esta(s) deve(m) seguir a data, separada(s) por vrgula e precedida(s) de p.
(MUNFORD, 1949, p.51). As citaes de diversas obras de um mesmo autor,
publicadas no mesmo ano, devem ser discriminadas por letras minsculas aps
a data, sem espacejamento (PESIDE, 1927a) (PESIDE, 1927b). Quando a obra
tiver dois autores, ambos so indicados, ligados por ; (OLIVEIRA; LEONARDO,
1943), e quando tiver mais do que trs, indica se o primeiro seguido de et
al. (GILLE et al., 1960).

Utilizar aspas apenas para citaes at trs linhas. As citaes que tiverem
mais de trs linhas devem ser recuadas (4cm) esquerda do texto, fonte
tamanho 11, espao entrelinhas 1,0 e sem aspas.

Referncias: Devem ser dispostas em ordem alfabtica pelo sobrenome do
primeiro autor e seguir a NBR 6023/2002 da Associao Brasileira de Normas
Tcnicas (ABNT)

Notas: Devem ser reduzidas ao mnimo e colocadas no p de pgina. As
remisses para o rodap devem ser feitas por nmeros, na entrelinha
superior.

Anexos e/ou Apndices: Sero includos somente quando imprescindveis
compreenso do texto.

Tabelas: Devem ser numeradas consecutivamente com algarismos arbicos e
encabeadas pelo ttulo.

Figuras: Desenhos, grficos, mapas, esquemas, frmulas, modelos (em papel
vegetal e tinta nanquim ou computador); fotografias (em papel brilhante);
radiografias e cromos (em forma de fotografia). As figuras e suas legendas
devem ser claramente legveis aps sua reduo no texto impresso em tamanho
carta. Devem se indicar, a lpis, no verso: autor, ttulo abreviado e
sentido da figura. Legenda das ilustraes, nos locais em que aparecero as
figuras, numeradas consecutivamente em algarismos arbicos e iniciadas pelo
termo FIGURA.

Obs: A reviso lingstica de cada um dos artigos de responsabilidade do
prprio autor.

Os dados e conceitos emitidos nos trabalhos, bem como a exatido das
referncias bibliogrficas, so de inteira responsabilidade dos autores. Os
trabalhos que no se enquadrarem nessas normas sero devolvidos aos autores
ou sero solicitadas adaptaes, indicadas em carta pessoal.

--
Prof Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Qumica, Fsica e Matemtica.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A f sem ao morta" (Ir. Kelly Patrcia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Catlica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que no continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "Profª Cristiana Passinato" <crispassinato3@gmail.com>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 21/07/2008 12:57

meu Deus!!!!!!!
A teoria dele...
Cláudio, escreve teu livro, publica e vende pra quem quer lê-lo, vc vai
ganhar mto mais com isso, tem um monte de caras que têm "teorias" tb que tão
ganhando rios de dinheiro, quem sabe vc vira Paulo Coelho, melhor que
cientista, kkkkkkk
Vai lá, vai fundo, quem sabe vc vira best seller, tipo "The Secret", dô mó
força, mas libera a Ciencialist, a gente já sabe que Newton é só 1 caso
particular das Leis da sua teoria, ok?
Tá bom, já nos convenceu, tá?

2008/7/21 Claudio Abreu - Bidual <bidual@gbl.com.br>:

> Homero,
>
> Quem veio falar da minha teoria, que você não reconhece como tal, foi você.
> Eu apenas coloquei em discussão na lista a questão do Universo ser cíclico
> ou não. Foi você, que respondeu ao J Victor, que não enviou a mensagem para
> você, e sim para mim, entrou na discussão sobrea minha teoria, falando uma
> porção de bobagens e partindo até ofensas pessoais, para as quais tive de
> dar um chega pra lá à altura, pois não sou cahorro não. Não vou ficar
> perdendo meu tempo discutindo minha teoria com você. Afinal, ve-se você não
> dispõe de capacidade mental para entendê-la. Eu falo uma coisa, você entende
> outra e perdi o saco de ficar lhe explicando como ela seria.
>
> Quanto ao que você disse relacionado ao tema do universo ser cíclico ou
> não, e que eu contestei, você não falou mais nada. E caiu com todo seu mau
> humor em cima da minha TGBD. Por acaso isso não foi uma reação ao fato de eu
> ter dito que você deve ser daqueles ditos cientistas conformistas e
> conformados que acreditam, sem questionar nada, em tudo que é considerado
> ciêntífico, e que, assim, concorda com uma teoria que estuda a expansão do
> universo desde uma fração infinitésima de tempo após o Big Bang, mas que se
> nega a tentar analisar o que teria se passado no instante e antes do Bib
> Bang e o que irá se passar após o fim da expansão?`Até brinquei: será que os
> caras vão deixar para Deus a explicação? Nesse caso você não levanta nem um
> cartão amarelo para tal tese, que pode até ser correta para o período de
> tempo que ela analisa, mas que, certamente, é incompleta por se entreter
> apenas nesse período. E daí você vem querendo dar um cartão vermelho para
> minha teoria? Quem é você para ousar fazer isso?
>
> Homero, volte ao tema original e responda: o universo é cíclico ou não?
> Esclareça a sua posição, ou então fique calado, em cima do muro, observando
> o que rola na lista, sem ficar gerando tumultos.
>
> Claudio Abreu
>
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> Sent: Sunday, July 20, 2008 5:11 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
> Esta, abusurda, discussão sobre a assim chamada "teoria bidual" já
> ocorreu outras vezes na lista, desde 2004. Para não ter de repetir
> todos os argumentos, solenemente ignorados pelo Claudio, de novo, este
> link leva, a quem se interessar por tamanha "doidera", as mensagens
> daquela época (as minhas, especificamente, talvez ajudem o Claudio a
> lembrar de porque não levamos sua teoria a sério):
>
>
> http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/msearch?date=before&DM=11&DD=1&DY=2007&DM2=------------&DD2=----&DY2=----&AM=contains&AT=oraculo&SM=contains&ST=&MM=contains&MT=bidual&charset=UTF-8
>
> É enlouquecedor ter essas discussões circulares e absolutamente
> destituídas de sentido ou propósito aqui na lista, recorrentemente.
>
> É interessante notar quem desde 2004, a tal "teoria" não mudou nada,
> não previu nada, não fez "fá nem fú" em absolutamente nada. Como
> dragões invisíveis que soltam fogo frio e moram em garagens, esta
> "teoria" e "nenhuma teoria" são a mesma coisa, sob qualquer ponto de
> vista.
>
> Uma das mensagens, para ter uma idéia do problema:
>
> "Olá Claudio
>
> Essa é fácil..:-) Preciso de um desafio maior, talvez com números
> grandes..:-)
>
> Veja, o próprio sistema já diz tudo, é tipagem OAB, 3 letras e dois
> antigenos. O AB que falta não é um antigeno, mas a resposta a ambos..:-)
>
> Ou podemos tentar outra abordagem, temos dois antigenos: portanto, 3
> possibilidades, a reação a apenas um deles, a reação a ambos ou a
> reação a nenhum dos dois. Mais uma vez, 3 reações possíveis..:-)
>
> Ou, ainda, um terno e um uno para controle (a falta de reação total à
> esses antígenos específicos..:-)
>
> O que interessa é que as letras são apenas formas de classificar, não
> o processo bioquimico ou biologico em sí mesmo. É didático, não
> absoluto. Tudo pode ser agrupado e desagrupado para melhor comprensão,
> sejam reações, sejam antigenos, sejam substancias quimicas. Existem
> centenas de elementos, não 4 elementos (ainda que se pensasse assim no
> passado, mas parece que já abandonaram essa abordagem..:-). Mas, para
> efeitos de classificação, posso separa-los em qualquer quantidade de
> grupos que deseje, 4, 3, 2, 6, 15, etc.
>
> Se tem dois antigenos, dois martelos, duas orelhas ou dois qualquer
> coisa, terá 4 combinações..:-) Não importa, é matematica, não a teoria
> de tudo. Este, aquele, os dois ou nenhum deles..:-) Matematica, não
> revolução na física..:-) Se tiver 3 de qualquer coisa, terá outro
> conjunto de possibilidades matemáticas, apenas isso..:-)
>
> Há, como demonstrou o Takata, dezenas de antigenos. Nós os agrupamos
> de um determinado modo para efeitos didáticos. Se for mais
> conveniente, agruparemos de outra forma. Não é absoluto e certamente
> não é o fundamento da fisica deste universo, é matemática simples..:-)
>
> Você usou todos os conceitos matematicos básicos (apesar de o 4 ser
> dispensável..:-) e por isso parece que TUDO se encaixa. Dois antigenos
> ou dois qualquer coisa terão 4 opções matemáticas. 3 terão outras, mas
> sempre poderá voltar a encaixar no que sobra, já que 3 é dois mais um
> (o duo mais o uno..:-).
>
> Sejam os quartos de minha casa, sejam as rugas de minha mãe..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero"
>
> Assustador, e cansativo, ter de reviver tudo de novo agora..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "oraculo333" <oraculo@...> escreveu
> >
> > Olá Vitor
> >
> > Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> > metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler o teor
> > mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo.
> > Desculpe a franqueza.Boa sorte."
> >
> > Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> > os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> > palavras, má compreensão dos conceitos de número e desconhecimento da
> > matemática, só isso.
> >
> > Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> > tratando de ciência.
> >
> > Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa "descoberta", um
> > enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número "dois". Se
> > der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> > dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
> >
> > Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> > seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> > uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> > não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> > tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
> >
> > Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> > dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> > enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> > confusão que fez em sua cabeça.
> >
> > E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> > possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> > que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> > previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do universo, e
> > em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> > forças físicas mais a gravidade.
> >
> > O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração misticóide
> > que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um, do qual
> > TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a um, ou
> > que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> > mágico.
> >
> > A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano e uma
> > bobagem.
> >
> > Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> > politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um tanto
> > cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> > que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
> >
> > Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
> >
> > TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> > Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
> >
> > Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> > "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
> >
> > Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> > um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da natureza
> > da matemática, puxa vida!
> >
> > Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> > concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
> >
> > Um abraço.
> >
> > Homero
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>,
> "J.Victor" <j.victor.neto@>
> > escreveu
> > >
> > > Caro C. Abreu,
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a TGBD.
> > >
> > > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do fórum de
> > > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum, expressa no
> > > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > > modestos!
> > >
> > > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> > >
> > > Por isso, não me animei a continuar.
> > >
> > > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
> sentenças, que
> > > parecem ser o cerne da teoria.
> > >
> > >
> > >
> > > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura
> > de tudo
> > > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> > expressão "e/ou"
> > > é a própria síntese da TGBD." ..............
> > >
> > > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> > Teoria de
> > > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> > seu autor
> > > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> > conhecer o
> > > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> > toda e
> > > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> > desde já
> > > agradece a participação de todos."
> > >
> > > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo, ainda, de
> > > lambuja, define o que existe fora dele.
> > >
> > > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos, e mais
> > o qu7e
> > > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> > sequer
> > > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para pobres
> > > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso
> para
> > > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> > certeza:
> > > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> > aparatos
> > > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> > outro ramo
> > > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> > conheço. Por
> > > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
> criação
> > > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> > nisso
> > > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> > filosofia
> > > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da teoria, para
> > > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
> franqueza.Boa
> > > sorte.
> > >
> > > Sds,
> > >
> > > Victor.
> > >
> > > Resumo da TGBD:
> > >
> > > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a estrutura de
> > tudo o
> > > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A expressão
> > "e/ou" é
> > > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão, pois se
> > refere
> > > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> > que exista
> > > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser e não
> > ser",
> > > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
> (quando
> > > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo que não
> > é passa
> > > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem que se
> > > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
> quanto ao
> > > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> > objetivo
> > > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> > administração
> > > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> > que vem
> > > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> > ela, cujos
> > > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> > Internet, ele
> > > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
> formação
> > > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> > desenvolvimento de
> > > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> > história da
> > > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois
> > > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a
> > TGBD
> > > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> > conhecimento,
> > > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se conhece; b)
> > > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> > simplificar
> > > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br<ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> ]
> > > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br<ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > >
> > >
> > > Caro J. Victor,
> > >
> > > Respondo à sua mensagem:
> > > ----- Original Message -----
> > > From: J.Victor
> > > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br <ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br<ciencialist%2540yahoogrupos.com.br>
> >
> > >
> > > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > > J. Victor:
> > > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E nem sei
> > se o
> > > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o autor
> > > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> > se apenas
> > > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso e do
> > eu acho.
> > >
> > > Claudio:
> > >
> > > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
> às suas
> > > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> > compromisso que
> > > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior prazer
> > > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> > site nesse
> > > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> > arquivos e
> > > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções, gostaria
> > muito
> > > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma
> a sua
> > > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> > sobre ela.
> > > Dou a maior força.
> > >
> > > Abraços,
> > >
> > > Claudio Abreu
> > >
> > > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> > >
> > >
> > >
> > > No virus found in this incoming message.
> > > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> > 17/7/2008
> > > 18:08
> > >
> > >
> > >
> > > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> > >
> >
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>
>
>



--
Profª Cristiana Passinato
Orkut:http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5437259068628347854
Aulas particulares de Química, Física e Matemática.
Tels: 9692-9493, 3158-9511 e 2417-2958.
http://pesquisasdequimica.com - site de ensino
http://www.festashop.com.br - eCommerce - artigos para festas
gtalk/msn/meebo: crispassinato3@gmail.com
skype: crispassinato
"A fé sem ação é morta" (Ir. Kelly Patrícia citando palavras de Jesus Cristo
- Comunidade Católica Mariana HESED)


[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]



SUBJECT: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
FROM: "oraculo333" <oraculo@atibaia.com.br>
TO: ciencialist@yahoogrupos.com.br
DATE: 21/07/2008 13:08

Olá Claudio

Claudio: "Afinal, ve-se você não dispõe de capacidade mental para
entendê-la."

É, deve ser isso, eu é que não tenho capacidade de compreender tão
brilhante e revolucionária "teoria de tudo". Afinal, foi assim com
Galileu, não foi?.:-)

Claudio, não tenho nada contra você, e dizer que sua teoria é uma
bobagem não é ofensa, e nem o torna bobo, apenas enganado quanto a
esta questão.

Não, a lei da reação de Newton, nada tem a ver com sua confusão com
jogos numéricos que você tem criado a tantos anos. Sinto muito, mas as
coisas são assim, e brigar comigo não vai mudar isso, ok?

Um abraço.

Homero



--- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "Claudio Abreu - Bidual"
<bidual@...> escreveu
>
> Homero,
>
> Quem veio falar da minha teoria, que você não reconhece como tal,
foi você. Eu apenas coloquei em discussão na lista a questão do
Universo ser cíclico ou não. Foi você, que respondeu ao J Victor, que
não enviou a mensagem para você, e sim para mim, entrou na discussão
sobrea minha teoria, falando uma porção de bobagens e partindo até
ofensas pessoais, para as quais tive de dar um chega pra lá à altura,
pois não sou cahorro não. Não vou ficar perdendo meu tempo discutindo
minha teoria com você. Afinal, ve-se você não dispõe de capacidade
mental para entendê-la. Eu falo uma coisa, você entende outra e perdi
o saco de ficar lhe explicando como ela seria.
>
> Quanto ao que você disse relacionado ao tema do universo ser cíclico
ou não, e que eu contestei, você não falou mais nada. E caiu com todo
seu mau humor em cima da minha TGBD. Por acaso isso não foi uma reação
ao fato de eu ter dito que você deve ser daqueles ditos cientistas
conformistas e conformados que acreditam, sem questionar nada, em tudo
que é considerado ciêntífico, e que, assim, concorda com uma teoria
que estuda a expansão do universo desde uma fração infinitésima de
tempo após o Big Bang, mas que se nega a tentar analisar o que teria
se passado no instante e antes do Bib Bang e o que irá se passar após
o fim da expansão?`Até brinquei: será que os caras vão deixar para
Deus a explicação? Nesse caso você não levanta nem um cartão amarelo
para tal tese, que pode até ser correta para o período de tempo que
ela analisa, mas que, certamente, é incompleta por se entreter apenas
nesse período. E daí você vem querendo dar um cartão vermelho para
minha teoria? Quem é você para ousar fazer isso?
>
> Homero, volte ao tema original e responda: o universo é cíclico ou
não? Esclareça a sua posição, ou então fique calado, em cima do muro,
observando o que rola na lista, sem ficar gerando tumultos.
>
> Claudio Abreu
>
>
>
> ----- Original Message -----
> From: oraculo333
> To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> Sent: Sunday, July 20, 2008 5:11 PM
> Subject: Re: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
>
>
> Esta, abusurda, discussão sobre a assim chamada "teoria bidual" já
> ocorreu outras vezes na lista, desde 2004. Para não ter de repetir
> todos os argumentos, solenemente ignorados pelo Claudio, de novo, este
> link leva, a quem se interessar por tamanha "doidera", as mensagens
> daquela época (as minhas, especificamente, talvez ajudem o Claudio a
> lembrar de porque não levamos sua teoria a sério):
>
>
http://br.groups.yahoo.com/group/ciencialist/msearch?date=before&DM=11&DD=1&DY=2007&DM2=------------&DD2=----&DY2=----&AM=contains&AT=oraculo&SM=contains&ST=&MM=contains&MT=bidual&charset=UTF-8
>
> É enlouquecedor ter essas discussões circulares e absolutamente
> destituídas de sentido ou propósito aqui na lista, recorrentemente.
>
> É interessante notar quem desde 2004, a tal "teoria" não mudou nada,
> não previu nada, não fez "fá nem fú" em absolutamente nada. Como
> dragões invisíveis que soltam fogo frio e moram em garagens, esta
> "teoria" e "nenhuma teoria" são a mesma coisa, sob qualquer ponto de
> vista.
>
> Uma das mensagens, para ter uma idéia do problema:
>
> "Olá Claudio
>
> Essa é fácil..:-) Preciso de um desafio maior, talvez com números
> grandes..:-)
>
> Veja, o próprio sistema já diz tudo, é tipagem OAB, 3 letras e dois
> antigenos. O AB que falta não é um antigeno, mas a resposta a
ambos..:-)
>
> Ou podemos tentar outra abordagem, temos dois antigenos: portanto, 3
> possibilidades, a reação a apenas um deles, a reação a ambos ou a
> reação a nenhum dos dois. Mais uma vez, 3 reações possíveis..:-)
>
> Ou, ainda, um terno e um uno para controle (a falta de reação total à
> esses antígenos específicos..:-)
>
> O que interessa é que as letras são apenas formas de classificar, não
> o processo bioquimico ou biologico em sí mesmo. É didático, não
> absoluto. Tudo pode ser agrupado e desagrupado para melhor comprensão,
> sejam reações, sejam antigenos, sejam substancias quimicas. Existem
> centenas de elementos, não 4 elementos (ainda que se pensasse assim no
> passado, mas parece que já abandonaram essa abordagem..:-). Mas, para
> efeitos de classificação, posso separa-los em qualquer quantidade de
> grupos que deseje, 4, 3, 2, 6, 15, etc.
>
> Se tem dois antigenos, dois martelos, duas orelhas ou dois qualquer
> coisa, terá 4 combinações..:-) Não importa, é matematica, não a teoria
> de tudo. Este, aquele, os dois ou nenhum deles..:-) Matematica, não
> revolução na física..:-) Se tiver 3 de qualquer coisa, terá outro
> conjunto de possibilidades matemáticas, apenas isso..:-)
>
> Há, como demonstrou o Takata, dezenas de antigenos. Nós os agrupamos
> de um determinado modo para efeitos didáticos. Se for mais
> conveniente, agruparemos de outra forma. Não é absoluto e certamente
> não é o fundamento da fisica deste universo, é matemática simples..:-)
>
> Você usou todos os conceitos matematicos básicos (apesar de o 4 ser
> dispensável..:-) e por isso parece que TUDO se encaixa. Dois antigenos
> ou dois qualquer coisa terão 4 opções matemáticas. 3 terão outras, mas
> sempre poderá voltar a encaixar no que sobra, já que 3 é dois mais um
> (o duo mais o uno..:-).
>
> Sejam os quartos de minha casa, sejam as rugas de minha mãe..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero"
>
> Assustador, e cansativo, ter de reviver tudo de novo agora..:-)
>
> Um abraço.
>
> Homero
>
> --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "oraculo333" <oraculo@>
escreveu
> >
> > Olá Vitor
> >
> > Vitor (sobre a TGB): "A impressão que me causa, de momento, é que há
> > metafísica e filosofia em exceto. E garanto que não preciso ler
o teor
> > mesmo da teoria, para inferir coisas assim. O seu resumo já diz
tudo.
> > Desculpe a franqueza.Boa sorte."
> >
> > Pois eu acho que nem isso a TGBD é. Pelas discussões aqui na lista e
> > os textos do Claudio, eu diria que é apenas confusão, jogos de
> > palavras, má compreensão dos conceitos de número e
desconhecimento da
> > matemática, só isso.
> >
> > Conceitos frouxos e definições imprecisas, a pior das falhas em se
> > tratando de ciência.
> >
> > Tudo se resume em que tudo é "bidual", A partir dessa
"descoberta", um
> > enorme esforço em "encaixar" qualquer bobagem em um número
"dois". Se
> > der tres, não faz mal, afinal tres é dois mais um, e um é metade de
> > dois e temos de volta, veja só, o dois mágico..:-)
> >
> > Essa tolice já foi discutida aqui "ad nauseum", e embora o Alberto
> > seja capaz de tirar leite de pedra (e produzir um excelente texto em
> > uma mensagem passada com o quase nada da TGBD), o núcleo da "teoria"
> > não é nem ciência e nem mesmo literatura, é a maior bobagem que já
> > tive o prazer de ler em termos de crackpot e maluquices.
> >
> > Por favor, Claudio, não tome como pessoal, não o conheço e não posso
> > dizer se é boa ou má pessoa, mas me parece alguém honestamente
> > enganado. Apenas sua teoria não é uma teoria, não é nada, apenas uma
> > confusão que fez em sua cabeça.
> >
> > E muito menos é a "teoria de tudo", embora, como jogos numéricos,
> > possa ser "encaixada" em qualquer coisa, em "tudo". Mas isso não é o
> > que os físicos estão procurando, eles estão procurando algo que faça
> > previsões corretas, que explique aspectos dos fenômenos do
universo, e
> > em especial, a fisico/matemática que permita equacionar juntas as
> > forças físicas mais a gravidade.
> >
> > O que você tem, na TGBD, é nada mais nada. Parece a atração
misticóide
> > que os Pitagóricos tinham com o "numero sagrado", o número um,
do qual
> > TUDO derivava..:-). O fato que todo número pode ser reduzido a
um, ou
> > que um é parte de todo número, é apenas incidental, não definidor ou
> > mágico.
> >
> > A teoria bidual é, em termos científicos, uma furada, um engano
e uma
> > bobagem.
> >
> > Sinto muito. Bem, não, não sinto, o mundo tem doidos demais, e o
> > politicamente correto para não ferir suscetibilidades já está um
tanto
> > cansativo. Em algum momento é preciso dizer a verdade para quem quer
> > que seja, dizer "ei, cara, esta falando bobagem"..:-)
> >
> > Vou copiar apenas este trecho, pois define toda maluquice:
> >
> > TGBD: "A 2ª Lei da TGBD, define que os Duais são formados por dois
> > Unos iguais em natureza, mas opostos em seu sentido. "
> >
> > Cacete! TODO dois é formado por UNS. Vai ser óbvio com feição de
> > "grande e importante verdade" assim lá na conchinchina!
> >
> > Todo dois é formado por dois uns, todo 3 é formado por um dois e um
> > um, todo quatro é formado por dois dois, "ad infinitum"! É da
natureza
> > da matemática, puxa vida!
> >
> > Fala sério, gasta tempo com essa bobagem, DE NOVO, faz a gente quase
> > concordar com o Takata, melhor ir fazer outra coisa da vida..:-)
> >
> > Um abraço.
> >
> > Homero
> >
> >
> >
> >
> >
> >
> > --- Em ciencialist@yahoogrupos.com.br, "J.Victor" <j.victor.neto@>
> > escreveu
> > >
> > > Caro C. Abreu,
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > > Movido pela curiosidade, fui saber de que se tratava mesmo a
TGBD.
> > >
> > > Entrei lá na página que trata do assunto , li os objetivos do
fórum de
> > > discussão, que transcrevo mais abaixo. A missão do fórum,
expressa no
> > > resumo abaixo colado, dá uma idéia do a TGBD fará. Objetivos nada
> > > modestos!
> > >
> > > E muito abrangentes para minha pobre cabeça e aspirações!
> > >
> > > Por isso, não me animei a continuar.
> > >
> > > Da descrição e objetivos do fórum, destaco as seguintes
> sentenças, que
> > > parecem ser o cerne da teoria.
> > >
> > >
> > >
> > > 1-"A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a
estrutura
> > de tudo
> > > o que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
> > expressão "e/ou"
> > > é a própria síntese da TGBD." ..............
> > >
> > > 2- ". A TGBD é, sem duvida, muito ambiciosa, pois objetiva ser a
> > Teoria de
> > > Tudo, ou Theory of Everything (TOE). Caso a TGBD seja verdadeira,
> > seu autor
> > > acredita que ela será a síntese do conhecimento, e permitirá: a)
> > conhecer o
> > > desconhecido a partir do que se conhece; b) testar a veracidade de
> > toda e
> > > qualquer teoria científica; e, c) simplificar a ciência. O autor
> > desde já
> > > agradece a participação de todos."
> > >
> > > Além de definir tudo que existe e/ou não existe no Universo,
ainda, de
> > > lambuja, define o que existe fora dele.
> > >
> > > Particularmente, permita-me dizer-lhe que meus conhecimentos,
e mais
> > o qu7e
> > > vou aprender até o dia do tchau final, não me capacitarão a chegar
> > sequer
> > > perto de qualquer uma das metas acima. São sabidas demais para
pobres
> > > mortais como eu. Espero que você tenha um suporte denso e poderoso
> para
> > > ancorar suas nada modestas metas. De uma coisa, entretanto, tenho
> > certeza:
> > > você só não conseguirá seus intentos usando os procedimentos e os
> > aparatos
> > > usados em física, como a conhecemos, neste momento. Deverá usar
> > outro ramo
> > > do conhecimento, outra física, com outros pressupostos, que não
> > conheço. Por
> > > isso, paro por aqui. Contujdo, como produção intelectual, como
> criação
> > > literária, tudo bem. Só acho que não há qualquer ciência embutida
> > nisso
> > > tudo. A impressão que me causa, de momento, é que há metafísica e
> > filosofia
> > > em exceto. E garanto que não preciso ler o teor mesmo da
teoria, para
> > > inferir coisas assim. O seu resumo já diz tudo. Desculpe a
> franqueza.Boa
> > > sorte.
> > >
> > > Sds,
> > >
> > > Victor.
> > >
> > > Resumo da TGBD:
> > >
> > > A Teoria Geral da Bidualidade (TGBD) objetiva definir a
estrutura de
> > tudo o
> > > que existe e/ou não existe, no universo e/ou fora dele. A
expressão
> > "e/ou" é
> > > a própria síntese da TGBD. Notar que o dual "ser ou não ser", de
> > > Shakespeare, é apenas uma visão usual e restrita da questão,
pois se
> > refere
> > > apenas às duas fases relacionadas ao conceito de existência. Para
> > que exista
> > > o dual "ser ou não ser" é necessário existir também dual "ser
e não
> > ser",
> > > referente às duas mutações associadas: o próprio "ser e não ser"
> (quando
> > > algo que é deixa de sê-lo) e o "não ser e ser" (quando algo
que não
> > é passa
> > > a sê-lo). Senão o ciclo não fecha. E para ser geral a TGBD tem
que se
> > > aplicar tanto ao dual das fases do universo e do não-universo,
> quanto ao
> > > dual das mutações do universo para o não-universo e vice-versa. O
> > objetivo
> > > deste Grupo é a divulgação e o debate da TGBD no meio científico e
> > > tecnológico. O seu moderador é o engenheiro civil e mestre em
> > administração
> > > de empresas Claudio Braga de Abreu e Silva, nascido em 08/11/1949,
> > que vem
> > > desenvolvendo a TGBD desde 1968, e está escrevendo um livro sobre
> > ela, cujos
> > > textos se encontram nos Arquivos deste Grupo. Com o advento da
> > Internet, ele
> > > acha possível contar com a participação de pessoas, de qualquer
> formação
> > > científica e profissional, que queiram contribuir para o
> > desenvolvimento de
> > > sua teoria que, acredita, poderá representar um novo marco na
> > história da
> > > ciência e da humanidade. A TGBD é, sem duvida, muito
ambiciosa, pois
> > > objetiva ser a Teoria de Tudo, ou Theory of Everything (TOE).
Caso a
> > TGBD
> > > seja verdadeira, seu autor acredita que ela será a síntese do
> > conhecimento,
> > > e permitirá: a) conhecer o desconhecido a partir do que se
conhece; b)
> > > testar a veracidade de toda e qualquer teoria científica; e, c)
> > simplificar
> > > a ciência. O autor desde já agradece a participação de todos.
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > >
> > > De: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > [mailto:ciencialist@yahoogrupos.com.br]
> > > Em nome de Claudio Abreu - Bidual
> > > Enviada em: sexta-feira, 18 de julho de 2008 17:59
> > > Para: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > > Assunto: Re: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > >
> > >
> > > Caro J. Victor,
> > >
> > > Respondo à sua mensagem:
> > > ----- Original Message -----
> > > From: J.Victor
> > > To: ciencialist@yahoogrupos.com.br
> > <mailto:ciencialist%40yahoogrupos.com.br>
> > >
> > > Sent: Wednesday, July 16, 2008 1:27 PM
> > > Subject: RES: [ciencialist] O universo é cíclico?
> > >
> > > J. Victor:
> > > >Só uns comentários, apesar de não conhecer a teoria TGBD. E
nem sei
> > se o
> > > autor lhe dá um suporte matemático ao menos razoável, ou se o
autor
> > > temevidências científicas experimentais para apoiar suas teses. Ou
> > se apenas
> > > desenvolve sua teoria à base de postulados, à base do eu penso
e do
> > eu acho.
> > >
> > > Claudio:
> > >
> > > Pelo visto você deve ser matemático, fisico ou astrônomo. Quanto
> às suas
> > > suposições sobre minha teoria, prefiro não comentar, face ao
> > compromisso que
> > > assumi aqui. Ressalto que caso queira conhece-la terei o maior
prazer
> > > deapresentá-la, mas não aqui na Ciencialist. Se quiser vai lá no
> > site nesse
> > > mesmo YahooGroups e se associe a ele para poder ter acesso aos
> > arquivos e
> > > mensagens. O endereço é http://br.groups.yahoo.com/group/tgbd/
> > > Sinceramente, apesar do seu ceticismo e apego às equalções,
gostaria
> > muito
> > > que você conhecesse minha teoria um pouco mais para depois dar uma
> a sua
> > > opinião sobre a mesma. Você mesmo falou que iria procura ler mais
> > sobre ela.
> > > Dou a maior força.
> > >
> > > Abraços,
> > >
> > > Claudio Abreu
> > >
> > > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> > >
> > >
> > >
> > > No virus found in this incoming message.
> > > Checked by AVG - http://www.avg.com
> > > Version: 8.0.138 / Virus Database: 270.5.1/1559 - Release Date:
> > 17/7/2008
> > > 18:08
> > >
> > >
> > >
> > > [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
> > >
> >
>
>
>
>
>
> [As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas]
>